Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 17 DE Agosto 2017

 

OS atletas premiados na segunda-feira pelo Governo através do Fundo de Promoção Desportiva (FPD) estão bastante felizes com a distinção e afirmam que o gesto do executivo é um impulso rumo à melhoria das suas performances como desportistas, sobretudo nas competições internacionais.

 

Os premiados falaram pouco depois de receberem os cheques, num valor global de 7.540 milhões de meticais.

 

EDMILSA GOVERNO, ATLETISMO ADAPTADO

 

Gratificante e oportuno

 

ESTE é um prémio gratificante e oportuno, por isso estou muito feliz por estar de novo nesta cerimónia. É fruto de muito trabalho que tenho vindo a fazer nestes anos todos. O dinheiro que hoje ganhei, dentre várias despesas, irá cobrir os custos dos meus trabalhos de preparação. Assim, vou evitar andar atrás de cada empresa a pedir apoio”, disse Edmilsa que revelou que está de volta aos treinos depois de um interregno em parte devido às desavenças com os seus progenitores.

 

Estou a treinar, trabalho todos os dias. O meu diferendo com os meus pais faz parte do passado, agora virei todas as atenções para o trabalho. Terminei o diferendo porque quis, retirei o processo do tribunal e agora vivo com a minha irmã. Infelizmente, tudo quanto reivindicava nada ganhei, mas não estou mais preocupada com isso. Agora estou a pensar nos Jogos Paralímpicos e noutras competições internacionais”, atirou.

 

MUSSA TUALBUDINE, CANOAGEM

 

Motivação para o trabalho

 

COM este gesto do Governo, de nos premiar, ficamos mais motivados para trabalhar e alcançar mais êxitos para o país. É um incentivo que vale a pena, pois nos irá catapultar. Daqui em diante é só continuar a fazer o meu trabalho e esperar que mais glórias apareçam”, disse Mussa Tualbudine, campeão africano de canoagem na categoria C2-1000, juntamente com o seu par Joaquim Lobo. Esta dupla participou no ano passado dos Jogos Olímpicos, num dos seus momentos auges da carreira.

 

DENISE PARRUQUE, VELA

 

Sinto-me privilegiada

 

SINTO-ME feliz e privilegiada por este prémio. Confesso que não esperava, mas felizmente consegui ganhar. É um dinheiro que vai ser importante para mim, pois irei ajudar a minha família e a mim mesma a melhorar certas coisas. Irei trabalhar para voltar a ganhar mais prémios de novo, conquistando competições internacionais para o país”, assinalou Denise Parruque, velejadora que ganhou o “Africano” de juniores na categoria optimist, em Luanda, em 2016, para além de ter sido terceiro lugar em equipas. Denise é neste momento a mais badalada velejadora do país.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:23
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
19
20
21
26
27
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO