Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 29 DE Setembro 2014

O FERROVIÁRIO de Nampula tinha ontem tudo para no confronto com a Liga Desportiva do Maputo, actual líder do Moçambola, sair vitorioso e tornar real o sonho de comandar o campeonato nacional de futebol, e quiçá, arrecadar o título em disputa, que já ruma para as derradeiras jornadas.Com o empate sem abertura de contagem, os “locomotivas” suspenderam tal sonho e agora não só devem continuar a somar vitórias como também devem esperar pelos resultados de terceiros sobretudo uma escorregadela da Liga.

 

 

Com os nervos a flor da pele as duas equipas iniciaram a partida jogando mais com o coração do que propriamente com os pés. Se por um lado foi a Liga quem primeiro assentou o seu jogo e obrigou o adversário a recuar, por outro o Ferroviário tentava travar o rítmico do adversário ao mesmo tempo que saia em contra ataque.

 

 

Com casa cheia alguns erros precoces do árbitro Arlindo Silvano que até certo ponto prejudicavam os donos de casa, o público ia ficando irritado e não faltaram os apupos e nalguns momentos com o arremesso de objectos para dentro do campo. Lembramos aliás aos 7 minutos quando o juiz da partida teve que exibir dois cartões amarelos, o primeiro a Vasil por discutir descontroladamente uma falta não assinalada e depois a mando por entrada perigosa.

 

 

A passagem do primeiro quarto de hora o jogo ficou monótono. O sistema táctico dos donos da casa era totalmente defensivo e a Liga no meio campo não conseguia perfurações e os passes em condições permitindo intercepções da defensiva contrária.Aos 24 minutos surgiu a primeira grande perdida do jogo. Belito "roubou” a bola a Quinho, entrou para a grande área e chutou em jeito de cruzamento. De trás para frente tanto Vivaldo como Calton chegaram tarde para o toque final.

 

 

O Ferroviário acordou com este lance e passou a pressionar mais. Consequentemente a emoção voltou ao estádio pois algumas jogadas de ataque passaram a levar consigo uma dose de perigo junto a baliza da Liga Desportiva de Maputo.

 

 

Aliás depois de no último quarto de hora desta etapa ter o jogo sob seu controlo e já sobre os 45 minutos o Ferroviário voltou a ter três ocasiões de golo originado dois pontapés de canto consecutivos. Faltou mais calma e discernimento dos atacantes “locomotivas” para inaugurar o marcador.

Mais uma vez, Rogério Gonçalves começou a pensar em reforçar o seu ataque pois acreditou que afinal a Liga era uma equipa ao seu alcance e não precisava de um sistema tão defensivo quanto o que havia sido montado.

 

 

Massaua saltou do banco e nos primeiros minutos da segunda parte entrou para o lugar de Belito. A pressão atacante dos donos de casa cresceu e aos 59 minutos Calton isolou-se, galgou terreno e entrou para a grande área. Apenas com o guardião pela frente optou pelo chapéu que saiu por cima do travessão.

 

 

Os visitantes nalgum momento já se preocupavam em queimar o tempo e travar a aceleração dos contrários, a procura do empate, mas foi nesta toada que aos 68minutos numa jogada de contra ataque, Avelino correu do meio campo e solicitou Zico na ponta direita do seu ataque que atirou forte mas a figura de Germano. O ferroviário respondeu a esta jogada no minuto seguinte com Vivaldo a ensaiar uma meia volta para fora.

 

 

Dai para frente foi um autêntico festival de falhanços dos donos da casa. Calton teve pelo menos mais três jogadas que poderiam ter dado em golo mas demostrou, isso sim, um desgaste físico.

 

 

A Liga Desportiva de Maputo que ontem apresentou Sergio Faife como treinador adjunto e Abude Razake (Daude) como o principal numa aparente chicotada silenciosa (?) conformou-se com o empate até certo ponto valioso.

 

 

Aliás Sérgio Faife que esteve todo o tempo sentado e sem intervir no jogo foi expulso do banco na única vez que dele se levantou para reclamar uma falta não assinalada pelo árbitro Arlindo Silvano, que quanto a nos não esteve a altura do jogo pois não só demostrou falta de autoridade (para um jogo deste calibre) como ajuizou mal alguns lances.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

 

ÁRBITRO: Arlindo Silvano auxiliado por Ivo Muiambo e Teófilo Mungoi tendo como quarto árbitro Júlio Gonçalves

FER. NAMPULA:Germano; Ernest, Stélio Pedro, Vasil e Hipo; Oscar, Kalanga e Belito (Massaua); Vivaldo (Tony) e Calton (Elboh).

LIGA:Quino; Chico, Telinho, Nando (Avelino) e Liberty; Imo (Muando), Eusébio (Mustafá), Quito e Zico; Gildo e Hagy.

ACÇÃO DISCIPLINAR:Cartões amarelos para Vasil (Ferroviário), Nando e Mustafá (Liga)

 

 

CARLOS COELHO

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
17
20
21
25
26
27
28
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO