Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 11 DE Abril 2014

A QUARTA jornada do Moçambola-2014, a primeira liga de futebol nacional, é aguardada como enorme expectativa, depois de um fim-de-semana também recheado de pratos aliciantes.

 

A começar, o Ferroviário recebe amanhã o Desportivo, no Estádio da Machava, num embate que só por si chama atenção por colocar duas equipas com ambições acrescidas nesta prova e cuja rivalidade remonta há décadas. Por outro lado, teremos domingo o duelo entre o Costa do Sol e Maxaquene, também com aspirações acrescidas.  

 

Estes embates ganham mais interesse por colocarem frente-a-frente equipas com as mesmas pretensões e algumas ainda apostadas em conquistar a confiança nos seus adeptos. O Ferroviário, que não vence desde a sua estreia, contabilizando dois empates e uma derrota, precisa de ganhar para conquistar a credibilidade dos seus adeptos, enquanto os “alvi-negros”, que se estrearam vencendo o Têxtil, empatando nos encontros subsequentes, estão apostados nos lugares cimeiros.

 

O Costa do Sol e o Maxaquene entram para esta ronda em situações também diferentes. Os “canarinhos”, que se estrearam derrotando o Ferroviário de Quelimane, consentiram empate e derrota nos jogos subsequentes, sendo que um resultado negativo colocar-lhes-ia muito longe dos seus mais directos perseguidores.

 

 Os “tricolores”, por seu turno, estão mais moralizados com os resultados conseguidos até agora, que se resumem em duas vitórias e um empate. Partem à busca da vitória com o objectivo de alcançar a liderança, nas mãos do Ferroviário de Nampula. Os “locomotivas” nampulenses têm uma missão complicada, pois deslocam-se ao terreno do Chibuto, que teve um mau começo e que lhe obriga a arregaçar as mangas e já deu sinais ao travar o Desportivo com empate na anterior jornada.

 

Com deslocações um tanto ou quanto menos difíceis estão a Liga Muçulmana e HCB. Os “muculmanos” e tetenses, que tal como os “tricolores” contabilizam duas vitórias e um empate, jogam respectivamente em Nacala e na Beira. A Liga defronta o Desportivo local, enquanto a HCB mede forças com o Têxtil do Púnguè. Os nacalenses somaram por derrotas os três jogos já disputados, enquanto os “fabris” da Manga contam com uma vitória conseguida na última jornada no “derby” local com o Estrela da Beira.

 

Enquanto isso, o Ferroviário da Beira, que busca o seu estatuto na prova, com uma vitória e dois empates, vai à Quelimane defrontar o seu homónimo local, pensando nos lugares cimeiros. Mas pode experimentar complicações com o factor casa a pesar para os quelimanenses.

 

Entretanto, o Ferroviário de Pemba e o Estrela da Beira protagonizam o encontro de aflitos, ou seja equipas que ainda não saborearam vitórias. Os “locomotivas” têm o privilégio de jogar em casa e perante o seu público fervoroso e que há muito tempo não vivia o espectáculo de futebol de alta-competição.  

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
15
18
19
20
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO