Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 24 DE Julho 2015

ESTÁ decidido. As eleições a presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), de 13 de Agosto próximo, vão ter quatro candidatos. Trata-se de Alberto Simango Jr., actual presidente da Liga Moçambicana de Futebol, Manuel Chang, ex-ministro das Finanças e actualmente deputado da Assembleia da República pela bancada da Frelimo, Teodoro Whity, ex-deputado da Assembleia da República e ex-presidente da Mesa da Assembleia-Geral da FMF no primeiro mandato de Feizal Sidat, e Enoque João, presidente da Casa de Moçambique em Portugal.

 

Todos os candidatos, à excepção de Enoque João, por sinal um dos últimos a depositar a sua candidatura na FMF, já apresentaram publicamente os seus manifestos.

 

asjr2.png

 

Todos os candidatos são defensores de que o nosso futebol não respira boa saúde, ou seja, enferma de vícios graves que retardam o seu desenvolvimento, sendo necessária uma posologia urgente de modo a salvá-lo do precipício. Porém, o que diverge entre eles é o facto de alguns não conhecerem na essência o actual estado do futebol nacional. Possuem estudos encomendados, mas no acto de interpretá-los apresentam sérias dificuldades, ficando evidente nalguns casos que o conhecimento que têm desta modalidade não é no terreno, mas sim em escritos encomendados. Alberto Simango Jr. talvez seja o único que lida com o futebol no seu dia-a-dia, contrariamente aos outros, que quanto a mim concorrem ao cargo por influência de terceiros.

 

Manuel Chang, por exemplo, já disse que a sua aparição na corrida é fruto do convite que lhe foi formulado por antigos praticantes que querem ver o jogador do futebol valorizado, principalmente depois de arrumar as chuteiras, como se costuma dizer na gíria da modalidade. Aposta ainda nas camadas de formação com base nos bairros e nos clubes e para a concretização destes projectos, caso seja eleito, conta com os fundos do Governo e dos parceiros.

 

 

 

mc1.png

 

Contudo, os seus críticos dizem que Chang, enquanto ministro das Finanças, não teve sensibilidade pelo desporto. Citam como exemplo o facto de ter dificultado, nalgumas vezes, a entrada de material desportivo a custos bonificados.

 

Outros vão mais longe ao afirmar que ontem (quando ministro das Finanças) não abriu mão ao desporto, mas hoje (candidato) diz que vai tentar persuadir o Estado a investir seriamente no desporto, em particular no futebol, através da alocação de fundos para a formação e reabilitação de infra-estruturas (paradoxo).

 

Aliás, pesa ainda sobre Chang o facto de não aparecer nos campos de futebol, mesmo quando era ministro das Finanças, pelo menos para mostrar o seu amor por esta arte.

 

Teodoro Whaty na sua apresentação disse taxativamente que “eu venho do povo, dos espectadores que gostariam de ir aos campos de futebol para assistir espectáculos bonitos e, como qualquer espectador, estar confortável na acomodação, nos acessos, nas bilheteiras e saber que está em segurança”.

 

Questiona-se qual o povo que o quer ver à frente do futebol moçambicano. Primeiro é que o candidato Whaty também não tem sido visto nos campos onde se joga o futebol, principalmente os das selecções nacionais, com incidência para os “Mambas”, que caso ganhe vão ser o espelho da sua boa governação.

 

 

tw.png

 

Whaty assume-se como candidato da continuidade do actual elenco dirigido por Feizal Sidat. Aliás, a maior parte dos componentes da sua lista transita do elenco passado, porque no seu entender vê nela competência. “É uma candidatura que se apresenta sem mudanças na missão, na visão, nem nos valores. Acreditamos que estes três aspectos devem ser imutáveis. Vamos mudar o lema porque, de facto, queremos construir a alegria no futebol”.

 

Simango, por sua vez, quer que a base do futebol sejam os clubes. Pretende dotar as associações provinciais de capacidade para captarem patrocínios dos mega-projectos que nelas actuam, ganhando uma musculatura financeira para desenvolver sem sobressaltos as actividades programadas e desenvolver o futebol nas províncias sob sua jurisdição.

 

 

Quer que, por outro lado, Moçambique esteja presente nos CAN’s e se possível nos campeonatos do mundo.

 

Ao pensar assim não estará Simango a sonhar muito alto? Aliás, ninguém é proibido de sonhar, mas este sonho pode ser o elevar da fasquia do seu manifesto eleitoral.

 

Mas como todo o ser humano tem direito a sonhar, deixemos que ele sonhe e no fim faremos o competente ajuste de contas.

 

ej.png

 

Enquanto isso a candidatura de Enoque João, presidente da Casa de Moçambique, aparece como grande “surpresa das surpresas”. É que o concorrente tem residência fixa em Lisboa, não acompanhando, por conseguinte, “in-loco” o desenrolar do futebol moçambicano.

 

No princípio do ano Enoque João deu sinais de que queria ser presidente da FMF ao levar alguns presidentes de associações provinciais de futebol a Portugal, sem agenda clara e concreta do que pretendia deles.

 

Na última sexta-feira e às pressas foi dar à FMF para depositar a sua candidatura, a qual lhe foi devolvida na hora para correcção de vícios de irregularidades. Depois das correcções voltou segunda-feira à “Casa do Futebol” para proceder a entrega do expediente, proclamando-se assim concorrente à cadeira mais ambicionada na FMF.

 

Sobre as motivações da candidatura e o tipo de apoios confia só ele e mais ninguém pode responder, pois publicamente nada apresentou como seu manifesto. Mas tem dito por aí que os moçambicanos na diáspora são os únicos que podem alavancar o nosso futebol, porque não têm compromissos com ninguém! Será? A ver vamos.

 

Tanto a este como aos outros, não devemos brincar aos futebóis.

 

GIL CARVALHO

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Boa tarde

Relativamente a esse senhor que se diz presidente da casa de moçambique , utilizando a instituição para fins os quais eu acho não serem os mais próprios.
Aliciando pessoas /empresas para futuros negócios em moçambique .
negócios esses que diz serem certos através claro de pagamentos de viagens e estadia no valor a rondar 3500 a 4500€ esses valores são depositados numa conta ,em nome da casa de Moçambique .
Sendo que quem trata de tudo é ele mesmo marcando viagens e estadia e viagens internas de carro e avião.
Solicitando sempre bolas como donativos para o povo/clubes de futebol moçambicano .(pagas pelas pessoas /empresas que vão iludidas)
Assim sendo estas mesmas são para a projeção até a data da sua campanha para a Federação Moçambicana de Futebol, sendo que diz ser o candidato mais forte, estando ele na presidência tudo será mais fácil .(palavras do mesmo).
Inclusive pagou ou tentou aliciar os presidentes das associações das províncias de futebol a deslocarem-se a Portugal(como aconteceu) mostrando o que se faz em Portugal na área do desporto.
inclusive os mesmos apareceram nos órgão de comunicação social ( associação de futebol lisboa ,federação portuguesa de futebol ,empresas de equipamentos desportivo , secretaria do estado do desporto) com o intuito de através dos seus conhecimentos ( 3º pessoas) implementar a realidade desportiva Portuguesa para moçambique , após todas estas visitas e apresentações por si nada desenvolvidas (turismo em Portugal).
Ao chegar ao pais após variadíssimas promessas de vários negócios entendemos e vimos que essa mesma realidade falada em Portugal não tem qualquer tipo de viabilidade ou reconhecimento em moçambique, pela pessoa Enoque João.
Um pais com tudo para crescer e vencer mas existem pessoas(enoque joao) que simplesmente olha para o seu próprio umbigo(€ ).
prometendo a apresentação de varias personalidades do governo(ministros) , agrícola , desporto e obras publicas para apresentação das pessoas/empresas e seus projetos já elaborados por varias entidades credenciadas em Portugal inclusive com a preocupação das normas e leis moçambicanas -Nunca sucedeu, só foi apresentado ( dirigentes de clubes) claro que era isso que ele pretendia mostrando essas mesmas empresas e pessoas que o apoiavam para a sua suposta candidatura mais uma vez a FMF. Sendo que essas mesmas entidades/pessoas não tem possibilidades económicas para o financiarem ou adquirirem esses mesmos equipamentos (todo o tipo de ngocios desportivos para esses mesmos campos apresentados, sendo que foi a única intervenção do senhor Enoque João apos as promessas por ele realizadas em Portugal antes de ir para moçambique .
sempre com a indicação que as personalidades governamentais estariam a espera para a apresentação das empresas/projetos em questão e nunca essas mesmas entidades governamentais apos chegarmos a moçambique estiveram disponíveis para nos receber, “dizendo enoque João, que as mesmas entidades tinham desmarcado essas mesmas reuniões.”
sendo que todas estas viagens e promessas feitas com bastante tempo de antecedência
marcadas e desmarcadas varias vezes teria tempo suficiente para formalizar e marcar essas mesmas reuniões com tempo e certezas., só assim se vê qual o interesse do senhor enoque João, autofinanciar-se para fins próprios .
sendo que o valor pago por nos a instituição casa de moçambique que se diz credenciada ou que se faz dizer credenciada pelo governo ( através do senhor Enoque João - embaixador da paz e presidente da casa de moçambique em Portugal )nunca por si só conseguiu nos levar (pessoas/empresas) a conversa com essas mesmas personalidades em cima citadas.
Sendo que todos os projetos para apresentação seriam uma mais valia certamente para o povo moçambicano assim como o seu desenvolvimento.
-PROJETOS sempre a pensar na responsabilidade social e desenvolvimento das aldeias e povos nas suas zonas de intervenção/implementação.
-PROJETOS DESPORTIVOS para mais uma vez dentro da responsabilidade social( escolar, saúde, e desenvolvimento pessoal com progressão de carreira ) podermos assim ajudar a crescer o potencial social
Nome a 26 de Julho de 2015 às 20:48
Também passamos pelo mesmo onde anda.esse enoque joao sendo que se diz o dono da palavra. ... e que engana toda gente ... 9 de ele anda diga quem souber



Nome a 26 de Julho de 2015 às 23:02
Olá Vasco :)
Este post está em destaque no "Cenas na net" na homepage do SAPO Moçambique (http://sapo.mz)
Lembro que poderá sempre ver o histórico dos destaques na homepage dos Blogs: http://blogs.sapo.mz/.
João Sá a 3 de Agosto de 2015 às 07:35

Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
18
19
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO