Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 03 DE Novembro 2011
Festa da Liga Muçulmana

A TARDE de ontem foi de alegria para uns e de tristeza para outros. Os afectos à Liga Muçulmana, mal terminou o jogo exuberantemente se abraçaram e abriram champanhe como sinónimo de mais uma missão cumprida.

 
Era o segundo título conquistado na história da jovem colectividade e, por sinal, o segundo consecutivo, com a honra de ter sido conseguido a duas jornadas do final do Moçambola, a maior prova futebolística do país. Os ligados ao Sporting da Beira e Atlético Muçulmano foi uma tarde de pesadelo pela despromoção precoce.
O Atlético ainda sonhou com a manutenção, porque bateu o Costa do Sol, por 1-0, mas as vitórias do Incomati e Vilankulo frente às equipas da Beira, nomeadamente Sporting e Ferroviário, por 1-0 e 2-0, respectivamente deitou tudo abaixo. Quem também ficou pelas lamentações foi o Maxaquene, que de jornada em jornada vinha alimentando esperanças de chegar ao primeiro lugar, mas que esse sonho, mesmo depois de golear o Matchedje, por 4-0, ruiu.
As próximas duas jornadas serão de uma luta titânica entre o Matchedje (25 pontos), Incomati (28), Vilankulo (29) e Ferroviário da Beira (30) pela manutenção. Um destes vai ter que acompanhar o Atlético e Sporting na descida. Na próxima jornada, o Matchedje, o mais aflito dos aflitos, desloca-se à Beira onde lhe espera também o ansioso Ferroviário. O Incomáti, por sua vez, recebe o desmotivado Atlético, enquanto o Vilankulo desce para a capital para enfrentar o tranquilo Costa do Sol.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:25
 O que é? |  O que é? | favorito
Jogadores da Liga saudam o público de Nampula

DUAS falhas e igual número de facilidades bastaram para a Liga Muçulmana sair do Campo 25 de Junho com o título de campeão nacional do Moçambola, edição 2011, uma causa que já perseguia há duas jornadas e que a terceira foi de vez, com alguma facilidade consentida pela equipa do Ferroviário de Nampula em que nos dois golos sofridos houve muita infantilidade e complacência do sector mais recuado que nos últimos jogos não se mostrava vulnerável como na partida de ontem.

 

O Ferroviário de Nampula até entrou bem no jogo e aos oito minutos Mitó rematou forte com o esférico a passar ao lado do poste da baliza defendida por Nelinho. Aos 15 minutos, fruto de melhor equipa em campo, os “locomotivas” já mereciam ter aberto o marcador, mas os seus jogadores continuavam a não atinar com a baliza do guardião muçulmano.

 

 

E como num jogo de futebol quem não marca arrisca-se a sofrer, foi exactamente o que aconteceu, quando Ítalo, num lance combinado com Telinho e com alguma facilidade dos defensores contrários, faz o primeiro golo da partida, quando estavam jogados 22 minutos.

 

 

Após o tento, a partida baixou de rendimento em ambas as partes, onde escasseavam iniciativas dos jogadores das duas equipas, mesmo a força anímica imprimida pelos locais desapareceu. Mas mais uma vez, um erro crasso e imperdoável da defesa “locomotiva”, permite a Liga Muçulmana aumentar a vantagem para duas bolas a zero, por intermédio de Telinho, aos 43 minutos da partida, resultado com que as duas equipas recolheram para o intervalo.

 

 

No reatamento esperava-se uma reacção caseira mais acutilante, mas não foi o que se viu, apesar do Ferroviário continuar a dominar territorialmente a partida, mas sempre pecando no aspecto da finalização como no momento em que Edmundo isolado por Sankhani e numa zona privilegiada para fazer o golo atira fraco à figura de Nelinho, aos 54 minutos.

 

 

 

A Liga Muçulmana, como o resultado lhe inspirava muita confiança para chegar à intenção almejada foi gerindo o jogo à maneira que lhe convinha e de vez em quando, arriscava-se a alguns rasgos ofensivos como aconteceu aos 64 minutos quando Telinho aproveitando-se novamente  da desatenção da defensiva contrário isola-se e atira forte para uma defesa apertada de Caio.

 

 

O Ferroviário poderia ter reduzido a desvantagem no marcador, se o árbitro do encontro não tivesse negado assinalar uma grande penalidade, a castigar mão à bola dum defensor muçulmano no interior da pequena área, aos 80 minutos, num lance em que o esférico levava selo de golo.

Arbitragem de Amosse Lázaro, para além ter negado um penalte à equipa do Ferroviário de Nampula, foi durante a segunda parte muito benevolente com os jogadores da Liga Muçulmana que enveredaram por anti-jogo e virilidade.

 

 

FICHA TÉCNICA


Árbitro: Amosse Lázaro, auxiliado por Abibo Adinane e Olinda Augusto.

 

Ferroviário de Nampula: Caio; Hipo, Mambucho, Zé Calanga e Dondo; Nelinho (Zuma), Tchitcho, Mitó (Sankhani) e Edmundo; Massaua e Pedrito (Henriques).

 

Liga Muçulmana: Nelinho; Mustafá, Cantona (Silvério), Micas (Muandro) e Fanuel; Paíto, Aguiar, Momad Hagy e Dário Khan; Ítalo (Michael) e Telinho.

 

Acção Disciplinar: Amarelos a Hipo e Mitó do Ferroviário e Nelinho da Liga Muçulmana.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:03
 O que é? |  O que é? | favorito
Sporting não conseguiu sair da teia montada pelos açucareiros de Xinavane e perdeu, por 0-

SE há verdade que se diga, então, esta é uma delas: o Sporting não conseguiu sair da teia montada pelos açucareiros de Xinavane e perdeu, por 0-1, no final dos 90 minutos embora tenha feito algo na etapa complementar para inverter o cenário, pecando apenas na finalização num desafio que foi bastante difícil pelo estado lamacento do campo devido a chuva que começou a cair na manhã de ontem na cidade da Beira.

 

Saíram os ‘leões’’, mas foi o combinado visitante que desde cedo colocou-se na disposição de conseguir melhor resultado, pressionando a partir do meio-campo embora cinco minutos depois o Sporting tenha equilibrado os acontecimentos em campo.

 

Aos 13 minutos e numa jogada de contra-ataque, o Incomáti chegou com grande perigo na área visitante e na tentativa de anular a jogada e evitar o golo de Paíto, o guarda-redes Fred tocou na perna do atacante e o juiz prontamente apitou para a marca de grande penalidade, atendendo que estava na área. Chamado a cobrar o castigo máximo, Hilário não perdoou e fez o único golo da partida, bastante festejado pelo “banco” visitante.

 

Depois do tento, o combinado beirense foi atrás do prejuízo, mas de forma atabalhoada embora com domínio a partir da intermediária.

A etapa complementar começou com os locais a carregarem nas jogadas ofensivas com grandes combinações na intermediária, sobretudo a partir da entrada de António e Armindo para os lugares de Sabóia e César.

 

Mesmo assim, os donos de casa não tiveram pontaria afinada para concretizar as jogadas de golo que criaram ao longo dos 90 minutos, embora o Incomáti também se tenha defendido com ‘’unhas e dentes’’ para manter a vitória o que acabou conseguindo com todo o mérito.

O juiz da partida não teve problemas, embora já nos minutos finais tivesse dificuldades, porque o campo estava bastante escuro devido ao céu nublado.

 

FICHA TÉCNICA


Árbitro: Ainade Hussene, auxiliado por Salomão José e Daniel Viegas. José

Mandava foi o quarto.

 

SPORTING: Fred, Carlitos, César (Armindo), Muchene, Tacuzua, Saboia (António),

Guebo (Henriques), Degato, Xirico, Paito e Dário.

 

INCOMÁTI: Jaime, Tawinha, Félix, Mozer, Venito, Bágio (Cassing), Hilário

(Kikita), Fundgi, Paito, Juvêncio (Mambucho) e Loló.

 

DISCIPLINA: Amarelos para Fred (Sporting); Jaime e Loló (Incomáti).
  • Anónio Janeiro
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:50
 O que é? |  O que é? | favorito
Vilankulo Fc

O VILANKULO FC quebrou o ciclo de seis jogos sem ganhar, ao derrotar na tarde de ontem o Ferroviário da Beira por duas bolas sem resposta.

 

Com esta vitória, a primeira na era de Chiquinho Conde, o Vilankulo soma 29 pontos na pauta classificativa e está a um ponto da manutenção na prova máxima do futebol nacional do próximo ano.

 

 

O jogo de ontem começou com Vilankulo a empurrar o adversário para o seu meio terreno demonstrando claramente as intenções de arrumar as coisas ainda cedo. A equipa de Chiveve não cruzou os braços, tentou controlar o jogo no meio campo, partindo para o ataque pelas alas, uma intenção que se demonstrou ainda cedo bastante ineficaz devido à grande pressão que a equipa da casa exerceu.

 

 

Jossias, Mathombe, Sadique e Belo, foi o quarteto escalado por Chiquinho Conde para o miolo do terreno, deixando Tenday e Eurico na frente de ataque. Esta disposição táctica, 4x4x2, funcionou para o Vilankulo.

 

 

Na primeira parte, fruto da pressão, Mathombe ganha um centro de Belo pela meia direita, troca olhos a dois adversários, invade a grande área e inteligentemente tabela a bola na mão de Chico. Aureliano Mabote, que estava muito perto da jogada, assinalou a grande penalidade convertida por Tenday, aos 14 minutos.

 

 

Vilankulo espevitou-se com o apoio do público, que enchia por completo o estádio, até porque a direcção do clube entendeu abrir os portões para que os adeptos fossem realmente o décimo segundo jogador.

O Vilankulo beneficiou de quatro pontapés de canto e aos 26 minutos numa jogada de insistência da esquerda do ataque, Mathombe eleva a contagem.

 

Na segunda metade do jogo, os forasteiros tentaram cerrar os dentes na tentativa de evitar um mal maior. Nos primeiros dez minutos, o Ferroviário da Beira através do Mouka, Michael, Maninho e Faife, assentou o jogo e procurou furar a muralha defensiva pecando no capítulo da finalização. Aliás, o Ferroviário da Beira chegou apenas uma vez na área de Jaimito numa incursão de Maninho.

 

No minuto 90, o Vilankulo teve mais uma oportunidade de chegar ao golo quando Mathombe respondeu com categoria a um cruzamento de Sergito, mas Rokssana protagonizou uma defesa espectacular que mereceu palmas de todo estádio.

 

Depois desta jogada, Aurelino Mabote apitou para o fim do jogo. O árbitro da partida realizou um belo trabalho. Esteve bem em todos os capítulos. Merece nota positiva. Exibiu três cartões amarelos e um vermelho.

 

FICHA TÉCNICA


Árbitro: Aureliano Mabote auxiliado por José Mula e Júlio Muanga. Quatro Arbitro, Celso Alvacao.

 

VILANKULO FC: Jaimito, Félio, Tcharles, Ali Cadre e Sergito, (Bila) Sadique, Jossias, Belo (Getinho) e Mathombe, Tenday e Eurico (Gonçalves).

 

FER. DA BEIRA: Roksana, Gervásio II, Gildo, Nené, Chico (Mupoga) Faife, Mouca, Michel ( Steven) Maninho ( Jerry) e Timbe.

 

DISCIPLINA: Cartão amarelo para Faife, Chico (Ferroviário da Beira); Eurico (Vilankulo FC). Vermelho para Timbe do Ferroviário da Beira.

 

GOLOS: Tenday e Mathombe, todos na primeira parte.

  • Victorino Xavier
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:11
 O que é? |  O que é? | favorito
Textáfrica

1976 - Textáfrica

1977- Desportivo

1978 - Desportivo

1979 - Costa do Sol

1980 - Costa do Sol

1981 - Têxtil do Púnguè

1982 - Ferroviário de Maputo

1983 - Desportivo

1984 – Maxaquene

1985 – Maxaquene

1986 - Maxaquene

1987 - Matchedje

1988 - Desportivo

1989 - Ferroviário de Maputo

1990 - Matchedje

1991 - Costa do Sol

1992 - Costa do Sol

1993 - Costa do Sol

1994 - Costa do Sol

1995 - Desportivo

1996 - Ferroviário de Maputo

1997 - Ferroviário de Maputo

1998/99 - Ferroviário de Maputo

1999/2000 - Costa do Sol

2000/2001 - Costa do Sol

2002 - Ferroviário de Maputo

2003 - Maxaquene

2004 - Ferroviário de Nampula

2005 - Ferroviário de Maputo

2006 - Desportivo

2007 - Costa do Sol

2008 - Ferroviário de Maputo

2009 - Ferroviário de Maputo

2010 - Liga Muçulmana

2011 – Liga Muçulmana

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:57
 O que é? |  O que é? | favorito

RESULTADOS

 


Fer.Maputo-HCB                                 (1-0)

Fer.Nampula-Liga Muçulmana              (0-2)

Sporting da Beira-Incomáti                  (0-1)

Atlético-Costa do Sol                          (1-0)

Vilankulo FC-Fer.Beira                        (2-0)

Matchedje-Maxaquene                       (0-4)

Chingale-Desportivo                          (0-2)

 

 

CLASSIFICAÇÃO

 


                                                J          V         E          D         B         P

1º LIGA MUÇULMANA            24        17        4          3          35-14   55

2º Maxaquene                    24        13        8          3          36-14   47

3º Costa do Sol                   24        11        5          8          30-23   38

4º HCB do Songo                 24        9          10         5         24-12   37

5º Fer. Maputo                     24        9          6          8          34-29   36

6º Desportivo                       24        10        4          10        22-20   34

7º Fer. Nampula                    24        9          6          10        26-23   33

8º Chingale                          24        8          9          7          20-18   33

9º Fer. Beira                          24        6          12        6          21-24   30

10º Vilankulo FC                    24        8          5          11        24-25   29

11º Incomáti                         24        8          4          12        11-24   28

12º Matchedje                       24        7          4          13        20-35   25

13º Atlético Muçulmano           24        5          5          14        18-35   20

14º Sporting                          24        4           4         16        17-45   16

 

 

PRÓXIMA JORNADA (25ª)

 


Desportivo-Fer.Maputo

HCB-Fer.Nampula

Liga Muçulmana-Sporting da Beira

Incomáti-Atlético

Costa do Sol-Vilankulo FC

Fer.Beira-Matchedje

Maxaquene-Chingale

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:37
 O que é? |  O que é? | favorito
Liga Muçulmana

A LIGA Muçulmana sagrou-se, na tarde de ontem, bicampeã nacional de futebol ao vencer o Ferroviário de Nampula, por 2-0, em partida da 24ª jornada do Moçambola, portanto, a duas do término da prova.

 

A turma “muçulmana” conquistou assim, pela segunda vez, na sua história, a mais importante e cobiçada prova futebolística nacional depois de o ter feito na época passada.

 

A jogar num terreno alheio e muito longe do seu habitat - campo dos nampulenses-, a Liga precisava apenas de empatar para fazer a festa, mas para a sua felicidade acabou vencendo, juntando o útil ao agradável.

 

 

Quando faltam duas jornadas para o término da prova e com seis pontos em disputa, os comandados de Artur Semedo lideram com 55 pontos mais oito que o Maxaquene, pelo que festejaram antecipadamente o título.

 

Os “tricolores” consolidaram o segundo lugar com uma vitória expressiva sobre o Matchedje, por 4-0.

 

 

Mas se o dia de ontem foi de alegria para a Liga, também foi de tristeza para o Sporting da Beira e o Atlético Muçulmano que disseram adeus ao Moçambola. Os beirenses perderam em casa com o Incomáti, por 1-0, enquanto o Atlético venceu o Costa do Sol, por 1-0, mas mesmo assim não chegou para escapar a despromoção, visto que o Incomáti e  o Vilankulo FC venceram.

 

 

A equipa de Xinavane, por sua vez, obteve um triunfo precioso que pode ser determinante na sua continuidade na competição mor do país.

O Matchedje também viu seriamente comprometida a sua continuidade no Moçambola. Dentre as equipas que lutam pela manutenção, os “militares” eram os que tinham a tarefa mais difícil e tal veio a confirmar-se com a pesada derrota diante dos “tricolores”.

O Desportivo foi a Tete vencer o Chingale, por 2-0. Tratou-se do regresso às vitórias dos pupilos de Matine.

 

 

O Ferroviário também venceu a HCB, em casa, por 1-0, enquanto o Vilankulo FC bateu, no seu terreno, o Ferroviário da Beira, por 2-0, ficando, à semelhança do Incomáti, em posição privilegiada para em 2012 continuar a fazer parte do grupo de elite das equipas do país.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:23
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 28 DE Outubro 2011
publicado por Vaxko Zakarias às 12:00
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 27 DE Outubro 2011
publicado por Vaxko Zakarias às 15:50
 O que é? |  O que é? | favorito
publicado por Vaxko Zakarias às 15:45
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
Posts mais comentados
blogs SAPO