Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 17 DE Agosto 2017

 

A falta de apoio aos atletas zambezianos que vão representar a província no Campeonato Nacional de Atletismo não intimida os mesmos, que continuam com os olhos postos no pódio da prova.

 

Os atletas afirmam que a preparação está a correr a bom ritmo e esperam representar a província de forma condigna, bem como tudo fazerem para trazerem medalhas.

 

São no total 16 atletas que vão competir nos 3000, 5000 e 800 metros, naquela prova que irá decorrer a partir do dia 29 do corrente mês, em Manica.

 

No entanto, o treinador zambeziano mostra-se confiante, porém pede as empresas e principalmente à Direcção Provincial da Juventude e Desportos que apoiem na logística e no transporte dos atletas.

 

De referir que a partida dos atletas da Zambézia está prevista para o dia 27.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito
Terça-feira, 15 DE Agosto 2017

 

O COSTA do Sol comprometeu seriamente o sonho de voltar a conquistar o título nacional de futebol (10 anos depois) ao empatar, em casa, com a UP Niassa, sem abertura de contagem, em partida da 23.ª jornada do Moçambola.

 

Numa altura em que os “canarinhos” precisavam de vencer e esperar que a União Desportiva do Songo perdesse pontos para reduzirem a desvantagem, aconteceu o contrário, já que foi o Costa do Sol a perder dois pontos, numa partida em que era claramente favorito, e a UD Songo venceu o Desportivo de Nacala, por 1-0, e avolumar deste modo a vantagem de sete para nove pontos.

 

O Ferroviário da Beira, campeão na época passada, continua a fazer um campeonato para esquecer. Na visita ao campo do Ferroviário de Nacala teve que se conformar com um empate (1-1).

 

Em situação preocupante está o Maxaquene, que ao perder no reduto da ENH, por 1-0, corre o risco de cair na zona de despromoção, se continuar a desperdiçar pontos nas próximas jornadas.

 

O “derby” da cidade de Maputo entre a Liga e o Ferroviário foi ganho pela primeira equipa, por 1-0. Com esta vitória, a Liga sobe ao quarto lugar, aproveitando a perda de pontos do Desportivo de Nacala e Ferroviário de Maputo.

 

O Clube do Chibuto acabou por ter uma jornada animadora, na medida em que venceu o AD Macuácua, por 1-0, e viu o segundo lugar ficar mais próximo, por força do empate do Costa do Sol. Se na maioria dos campos os avançados estiveram desinspirados na hora de rematar à baliza, em Quelimane houve fartura de golos, com o 1.º de Maio local a golear o Chingale, por 5-2. Grande vitória dos quelimanenses, que deixam a zona de despromoção.

 

Sem ganhar continua o Ferroviário de Nampula. Nesta ronda empatou no terreno do Textáfrica a um golo.

 

Eis a próxima jornada (24.ª): Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nampula, Chingale-Liga Desportiva de Maputo, Ferroviário da Beira-1.º de Maio de Quelimane, AD Macuácua-Ferroviário de Nacala, Desportivo de Nacala-Clube do Chibuto, UP Niassa-UD Songo, Maxaquene-Costa do Sol e ENH-Textáfrica.

 

RESULTADOS

 

1.º de Maio-Chingale (5-2)

Liga-Ferroviário de Maputo (1-0)

Costa do Sol-UP Niassa (0-0)

Clube do Chibuto-AD Macuácua (1-0)

ENH-Maxaquene (1-0)

Textáfrica-Ferroviário de Nampula (1-1)

Ferroviário de Nacala-Ferroviário da Beira (1-1)

UD Songo-Desportivo de Nacala (1-0)

 

CLASSIFICAÇÃO ACTUAL  

                                

       J          V         E         D           G         P

1.º UD SONGO          23        15        4          4          28-13   49

2.º Costa do Sol       22        12        6          4          21-13   42

3º Chibuto               23        11        6          6          24-20   39

4.º Fer. Nacala         23        9          7          7          17-16   34

5.º Liga                   23        9          7          6          29-23   34

6.º Desp. Nacala      22        7          11        4          16-11   32

7.º Fer. Maputo        23        9          5          9          21-20   32

8.º Fer. Beira           20        7          9          5          24-17   30

9.º ENH                    22        7          8          7          24-22   29

10.º Fer. Nampula     23        5          13        5          17-18   28

11.º Textáfrica          23        7          6          9          21-25   27

12.º Maxaquene        23        6          9          8          21-21   27

13º 1.º de Maio         23        6          7          10        25-31   25

14.º Chingale            22        6          5          11        22-34   23

15.º UP Niassa          23        5          7          10        10-18   21

16.º AD Macuácua     23        3          6          14        11-35   15

 

 

Próxima jornada (24.ª): Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nampula, Chingale-Liga Desportiva de Maputo, Ferroviário da Beira-1.º de Maio de Quelimane, AD Macuácua-Ferroviário de Nacala, Desportivo de Nacala-Clube do Chibuto, UP Niassa-UD Songo, Maxaquene-Costa do Sol e ENH-Textáfrica.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:55
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol Sénior Feminina deixa Maputo hoje rumo a Bamako, capital do Mali, onde a partir da quinta-feira até 27 deste mês irá participar do Afrobasket.

 

Sob o comando do experiente Nasir Salé, coadjuvado por Deolinda Ngulela, antiga capitã, a Selecção Nacional vai a Bamako com o objectivo de terminar num dos lugares de pódio, ou, quiçá, repetir a proeza de há quatro anos, conseguir um lugar no “Mundial”, o que seria necessário ficar numa das duas primeiras posições.

 

 No Mali estarão 12 selecções, divididas em dois grupos de seis cada. A nossa Selecção está inserida no Grupo B, juntamente com a Guiné Conakry, Egipto, República Democrática do Congo e com as poderosas equipas da Nigéria e do Senegal, esta última recordista de títulos.

 

O melhor que Moçambique já conseguiu nesta prova foi o segundo lugar, por duas vezes, coincidentemente em provas realizadas em Maputo, em 2003 e em 2013, com derrotas na final frente à Nigéria e Angola, respectivamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A União Desportiva do Songo recebeu e venceu o Desportivo de Nacala por 1-0, em jogo da 23.ª jornada do Moçambola-2017 e viu a sua vantagem sobre o Costa do Sol, segundo classificado, aumentar para sete pontos, mau grado o seu perseguidor directo ainda ter mais um jogo por fazer. Em Songo, o título volta a estar na mira, tal como esteve em 2016.

 

O golo solitário dos hidroeléctricos foi marcado por Parkim, aos 36 minutos, dando uma vantagem que se prolongou até ao apito final.

 

Mais do que ganhar três pontos, a UDS ganhou dois pontos no confronto directo com o Costa do Sol na luta pelo título, uma vez que os canarinhos consentiram um empate sem golos na recepção ao penúltimo classificado, a UP de Lichinga.

 

Por Bernardo Carlos

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 09:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Segunda-feira, 14 DE Agosto 2017

 

Entrou na lista dos novos valores do futebol moçambicano. Está a despontar no Desportivo de Nacala e no seu primeiro ano no Moçambola é o melhor marcador da equipa de Antero Cambaco. Chama-se Lau King e tem 22 anos. Ele até já convenceu alguns colossos do nosso futebol, que disputam o seu passe.

 

É a coqueluche do sensacional Desportivo de Nacala, de Antero Cambaco, que está a fazer uma belíssima prestação no Campeonato Nacional de Futebol, Moçambola-2017. Diamanteainda por lapidar,há quem considere o nosso interlocutor já como um dos destaques na nova vaga de jovens jogadores do futebol nacional.

 

LauPachoio King, ou simplesmente Lau King, é um nome a fixar para no futuro recordar-se. De 22 anos, por completar no próximo mês de Setembro, o parceiro de Maurício Pequenino no ataque dos alvi-negros da pedreira da Bela Vistajá é uma certeza no Moçambola. E os cinco golos apontados(alguns foram decisivos) ao Ferroviário da Beira, UD Songo, Ferroviário de Maputo, ENH de Vilankulo e, mais recentemente, ao Costa do Sol, fazem com que a sua cotação no mercado nacional suba, a ponto de vários colossos da prova-mãe nacional estejam neste momento na disputa do seu passe.

 

Por Gilberto Guibunda

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:09
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Antero Cambaco viu Lau King actuar pela primeira vez num quadrangular organizado pela sua equipa na abertura da época em curso.

 

Gostou do que viu e ordenou a sua contratação pelo Desportivo de Nacala.

 

– Trata-se de um jogador jovem e ainda imaturo, mas o que ele apresenta e faz, só ao nível de grandes jogadores. É um jogador que joga, faz jogar e faz golos, tem boa capacidade de elevação para fazer golos e também joga muito bem com os pés. Infelizmente começou tarde o futebol a sério, mas o potencial está lá. Vejo nele um futuro risonho. Neste momento precisa de um acompanhamento, ser acarinhado e ser exigido para ser uma referência daqui a mais uns dois anos por aí, disse Cambaco, entretanto reconhecendo que vai ser difícil o Desportivo de Nacala assegurá-lo por muito tempo.

 

– Neste momento ele está a sessenta ou setenta por cento e precisa trabalhar com acompanhamento técnico para atingir maior capacidade. Não é de hoje. Nós potenciamos para outros levarem. É assim a vida do treinador. Já tivemos o caso do Tchitcho, que agora está no Costa do Sol, e Lau está na mesma situação em termos de percurso. Há equipas interessadas no Lau. Sei que estão em negociações e para mim é melhor porque vai à busca de melhores condições de trabalho num clube de dimensão maior, almeja o técnico, orgulhoso pela prestação do jogador.

 

JOGADOR HUMILDE E TRABALHADOR

 

Zé Augusto, ex-Costa do Sol e internacional pelos Mambas, foi seu treinador no Ferroviário de Pemba. Saíde Uisso limou-o as últimas arestas da sua formação no Desportivo de Pemba, antes de iniciar a etapa seguinte do futebol sénior. Ambos enaltecem as qualidades do atleta. Zé aduz que:

 

– É um talento que eu vi nascer no Ferroviário de Pemba. É com muita pena que não pude tê-lo por muito tempo, mas enquanto meu jogador resolveu-me muitos jogos. É um jogador muito humilde que gosta de trabalhar, aprender e com muita vontade. Lembro-me que ele saía espatifado do campo. Cheguei a cogitar levar-lhe para outras paragens mas me fugiu da mão e foi a Nacala. Acompanho a carreira dele e não estou nada surpreendido com a sua prestação, embora acho que Cambaco descobriu-lhe tarde para pô-lo a jogar,observa o técnico.

 

No mesmo diapasão corrobora Saíde Uisso, ex-treinador do Pembinha.

 

– Podia estar a fazer mais se o treinador tivesse o descoberto mais cedo. Lau é forte, rápido, gosta de aprender e tem tudo que é necessário para ser um grande jogador. É muito novo, humilde, tem larga margem de progressão e não tenho dúvida que neste momento tem lugar na Selecção de Moçambique. É um exemplo para os jovens de Cabo Delgado, porque além do futebol está a estudar.  Estou orgulhoso ao vê-lo a marcar golos, trabalhei com ele e sei do que estou a falar,concluiu.

 

Por Gilberto Guibunda

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O ex-futebolista Jorge Fernandes, mais conhecido por Jojó, que durante anos envergou a camisola da selecção nacional lamenta o facto dos antigos jogadores não serem unidos e por via disso fecharem as portas a algum auxílio criterioso ao futebol moçambicano. Jojó defende que se crie um núcleo dos Mambas constituído por jogadores que já passaram pela selecção nacional.

 

Sempre que pode, Jojó desloca-se de Sidney, Austrália, a Moçambique, de férias, para visitar familiares e amigos. Mantem contactos com ex-colegas, designadamente dos clubes que representou e dos Mambas. Gostaria, segundo ele, que o seu contacto se estende-se para um apoio ao desenvolvimento do futebol, mas não encontra um ambiente são para esse efeito.

 

No último jogo dos Mambas com Madagáscar não esteve com nenhum jogador dos seus tempos na bancada. Não era suposto estar com alguns ex-colegas?

 

– Os antigos jogadores dos Mambas não são unidos. Nem sei se é por guerra de protagonismo ou pelo facto de disputar os mesmos espaços. Sinto que, pelo menos naqueles que fizeram parte da minha geração, não são unidos. Podia estar com um deles, mas se um outro aparecesse não se sentaria no mesmo espaço porque não se entendem.

 

– Como explica isso?

 

– Quando venho a Moçambique, procuro criar harmonia para nos encontremos num almoço ou jantar. Há sempre dificuldades para juntarmo-nos e colocar a conversa em dia. Há sempre barreiras porque há divergências entre eles. Este não se entende com aquele e este com o outro. Acabo encontrando-me com alguns, de forma individual.

 

Joca Estêvão/Domingos Elias

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:47
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A UNIÃO Desportiva do Songo aumentou a vantagem na liderança em relação ao Costa do Sol, segundo classificado, ao vencer ontem o Desportivo de Nacala por 1-0, beneficiando do empate dos “canarinhos” com a UP Niassa, sem golos, em jogos da 23.ª jornada do Moçambola-2017.

 

A UD Songo passou a somar 49 pontos, agora com mais sete que o Costa do Sol. Assim, quando faltam sete jogos para o fim do campeonato, os comandados de Chiquinho Conde seguem folgados na liderança.

 

Por seu turno, o Clube do Chibuto venceu a AD Macuácua por 1-0 e não só consolidou a terceira posição como também se aproximou do segundo classificado, o Costa do Sol. Os gazenses contam agora com 39 pontos, menos três que os “canarinhos”.

 

A ronda acabou sendo má para “gigantes” Ferroviário de Maputo e Maxaquene, visto que ambos foram derrotados (1-0) diante da Liga Desportiva de Maputo e ENH de Vilankulo, respectivamente. As duas equipas estão a fazer uma época para esquecer. No caso dos “tricolores”, ocupam neste momento o 12.º lugar, com 27 pontos, e ainda não garantiram a manutenção.

 

O Ferroviário da Beira, actual detentor do título, não foi além de um empate a uma bola no terreno do seu homónimo de Nacala, enquanto o 1.º de Maio de Quelimane “despachou” o Chingale por 5-2, numa partida marcada pelo número de golos apontados, sete ao todo, algo raro no Moçambola.

 

O Ferroviário de Nampula foi a Chimoio arrancar um empate a um golo diante do Textáfrica. Ambas as formações terão de se esforçar mais nas próximas sete jornadas de modo a garantir a manutenção.

 

Na próxima jornada (24.ª) teremos: Ferroviário de Maputo-Ferroviário de Nampula; Chingale-Liga Desportiva de Maputo; Ferroviário da Beira-1.º de Maio de Quelimane; AD Macuácua-Ferroviário de Nacala; Desportivo de Nacala-Clube do Chibuto; UP de Lichinga-UD Songo; Maxaquene-Costa do Sol e ENH-Textáfrica.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:26
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO moçambicana de basquetebol na categoria de sub-16 classificou-se no quarto lugar do Campeonato Africano  da modalidade que terminou sábado no Pavilhão do Ferroviário ao perder frente à sua congênere egípcia por 56-38.

 

A prova foi reconquistada pelo Mali que na final derrotou Angola por 68-29 estando, por conseguinte, as duas equipas qualificadas para o campeonato mundial a ter lugar no próximo ano na Bielorrússia.

 

Contrariamente ao primeiro jogo entre as duas equipas, em que as moçambicanas estiverem sempre em vantagem, deixando o pássaro fugir no fim, no sábado as egípcias comandaram a marcha do marcador vencendo o primeiro período por 13-10, o segundo por 23-19 e o terceiro por 43-28.

 

Moçambique só venceu o Zimbabwe nesta prova na primeira jornada por 48-39.


No sábado, entretanto, na segunda derrota frente ao Egipto, a turma nacional jogou e pontuou da seguinte forma:

Cleide Machava (2), Angélica Jovo (-), Dorca Matsinhe (1), Célia Sumbane (3), Sandra Magoliço (9), Noémia Massingue (-), Carmelia Langa (-), Karen Quicimusso (-), Jennifer Sigauque (6), Maria Paxixe (7), Suraya Rijal (6) Rudolph McDonald (4).

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Sexta-feira, 11 DE Agosto 2017

 

A VIGÉSSIMA terceira jornada do Moçambola-2017 abre amanhã à tarde (15:00 horas), com um apetecível desafio entre a Liga Desportiva e Ferroviário, ambos de Maputo.

 

Mesmo com remotas hipóteses de conquistarem o título, o encontro, a decorrer no campo da Liga, é aguardado com enorme expectativa, na medida em que ambas as colectividades procuram atingir a melhor posição possível. Por isso, vencer é de capital importância para qualquer um dos conjuntos, até porque, tratando-se de dois crónicos candidatos ao título, têm imagem a zelar.

 

Liga (31 pontos) e Ferroviário (32) ocupam a sétima e quinta posições, respectivamente. Sublinhe-se que na primeira volta, a Liga venceu o Ferroviário, por 1-0.

 

O comandante, UD Songo, com 46 pontos, é teoricamente favorito na recepção à aguerrida formação do Desportivo de Nacala. Os pupilos de Chiquinho Conde têm uma vantagem de cinco pontos em relação ao Costa do Sol, segundo classificado, no entanto, importa referir que os “canarinhos” têm um jogo a menos e portanto ainda bem posicionados para atacarem o título.

 

O Costa do Sol tem, a julgar pelo adversário, UP Niassa, a tarefa mais facilitada. Os “pedagogos” tiveram um início de campeonato promissor, mas a partir da segunda metade da primeira volta foram caindo e agora ocupam o 15° lugar.

 

Em Nacala, o Ferroviário local põe à prova o homónimo da Beira. Aguarda-se uma partida bem jogada, com os nacalenses a quererem manter o surpreendente quarto lugar e os actuais campeões a procurarem deixar o modesto 12° posto.

 

Em Vilankulo, o Maxaquene bate-se com a ENH, uma semana depois de ter sido eliminado por esta mesma equipa da Taça de Moçambique/mcel. De referir que os “tricolores” e “hidrocarbonetos”, embora estejam alguns degraus acima da linha de água, ainda correm o risco de caírem à zona de despromoção.   

 

Em Quelimane, realiza-se um desafio entre formações que lutam pela manutenção. Trata-se do duelo entre 1° de Maio e Chingale.

 

Por último, o Textáfrica bate-se em casa com o Ferroviário de Nampula. De referir que, a princípio da semana, os nampulenses viveram um momento de agitação com o treinador Arnaldo Salvado a ameaçar abandonar o leme, situação controlada pela direcção. No entanto, um desaire dos nampulenses pode mesmo significar uma nova chicotada psicológica.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:24
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
16
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO