Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 24 DE Outubro 2017

 

As velhas glórias dos «Mambas» iniciam esta terça-feira a preparação do jogo diante do Barcelona Legends, que está marcado para o dia 11 de Novembro.



O campo do Costa do Sol será o palco do primeiro treino. Arnaldo Salvado, indicado para as funções de treinador adjunto, vai orientar os antigos craques dos Mambas, enquanto se aguarda a chegada de Viktor Bonderenko, prevista para a semana que antecede o jogo.



 

A partida entre as velhas glórias dos Mambas e as lendas do Barcelona será uma oportunidade para os adeptos do futebol verem alguns dos melhores futebolistas moçambicanos e que marcaram uma geração a nível mundial.



Do lado dos Mambas farão parte jogadores responsáveis pelo apuramento para o CAN-1996 e 1998, a saber: o guarda-redes Rui Évora e Kampango, os defesas Mano Mano, Dário Khan, Pinto Barros, Tomás Inguane, os médios Jojó, Artur Comboio, Genito, Nelinho, e os avançados Chiquinho Conde, Tico-Tico e Dário Monteiro, este último, recorde-se, teve uma passagem brilhante pela Académica de Coimbra.



Do lados «catalães» estão confirmadas as presença do craque brasileiro Rivaldo, do português Simão Sabrosa, dos holandeses Patrick Kluivert, Edgar Davids, do espanhol Gaizka Mendieta e dos francês Eric Abdal e Giuly. Ronaldinho Gaúcho, jogador mais querido entre os moçambicanos, também deverá marcar presença.

 

 

Fonte:Abola

publicado por Vaxko Zakarias às 12:22
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O PRESIDENTE da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), Ananias Couana, desafiou os clubes participantes no Moçambola a investirem mais nos recursos humanos (formação) e nas infra-estruturas (campos de qualidade).

 

Falando na gala em homenagem aos novos campeões nacionais, aquele dirigente afirmou que: "queremos desafiar a todos os clubes a melhorarem ainda mais a sua organização a vários níveis, investindo continuamente nas infra-estruturas e na capacidade do saber fazer dos seus gestores".

 

 Para Couana, o Moçambola deste ano, que terminou sábado, foi de superação de vários desafios. "Nos campos, assistimos com entusiasmo o empenho dos jogadores e treinadores. Foi essa dedicação que permitiu que superássemos o mínimo de quinze golos estabelecido no regulamento de competições para a atribuição do prémio de Melhor Marcador. Há vários anos que o melhor marcador do Moçambola não atingia a cifra de dezassete golos, como sucedeu a uma jornada do término da prova esta época.

 

Também nos congratulamos pela presença massiva do público nos recintos que acolheram as partidas do campeonato, facto que voltou a comprovar a qualidade do trabalho que os clubes estão a fazer a vários níveis".

 

O presidente da LMF destacou, igualmente, o crescente sentido de "fair-play" por parte dos adeptos, demonstrando que o futebol é um espaço de amizade e confraternidade e de enriquecimento do vasto mosaico cultural moçambicano.

 

 Contudo, mostrou-se preocupado com a existência ainda de alguns focos violência nos campos de futebol, principalmente nos que acolhem o Moçambola.

 

"Continuamos a notar com muita preocupação a persistência de alguns focos de violência, caracterizados por actos de vandalismo em protesto à actuação do trabalho dos árbitros. O facto de no campeonato que hoje encerramos termos registado apenas um caso isolado no Estádio Municipal de Lichinga, que o clube foi obrigado a jogar à porta fechada, não nos pode abalar e nos esquecermos de prosseguir com o nosso trabalho junto das nossas claques para que a violência deixe definitivamente de fazer parte do glossário do nosso futebol".

 

Apesar da crise económica que abala o nosso país, Couana acredita que a prova vai continuar a merecer a devida atenção por parte dos patrocinadores.

 

 "Queremos renovar o nosso compromisso de continuar a procurar formas de viabilizar o Moçambola e tornar a LMF sustentável. Para a edição, que ora termina, para além dos tradicionais parceiros, contámos com o inestimável apoio da Zap Moçambique, que assumiu o pacote das transmissões televisivas dos jogos e o nome da prova".

 

O presidente da LMF lembrou a UD Songo que para o ano lhe aguarda uma árdua tarefa de representar o país na Liga dos Campeões Africanos, competição na qual o Ferroviário da Beira deixou uma boa imagem este ano.

 

Permitam-me relembrar a família do Songo do gigantesco desafio que tem pela frente, de representar com brio o futebol moçambicano na Liga dos Campeões Africanos.

 

Um desafio que se tornou ainda maior depois da brilhante participação do Ferroviário da Beira, que escreveu o seu nome na história do futebol africano, ao atingir pela primeira vez os quartos-de-final. A prestação do Ferroviário da Beira comprovou o talento do jogador moçambicano e a sua capacidade de competir ao mais alto nível e deixou bem claro que quando nos organizamos, devidamente, podemos ultrapassar todas barreiras”, sublinhou.

 

Para Couana, não existe maior segredo no futebol que a organização. “O Ferroviário da Beira organizou-se a vários níveis e orgulhou todo o país pela sua brilhante exibição, não consentindo qualquer derrota em solo pátrio”.

 

CONCURSO PARA TRANSMISSÕES TELEVISIVAS

 

Num outro desenvolvimento, Ananias Couana falou da preparação da época 2018, anunciando que a LMF já abriu um concurso público internacional para a selecção de empresas ou canais para a transmissão televisiva dos jogos, num processo que se espera seja escolhida uma instituição que garanta a salvaguarda dos interesses supremo dos clubes.

 

Em relação ao calendário, Couana vincou que a sua elaboração vai merecer atenção especial, tendo em conta que será um ano que a Selecção Nacional será chamada a intervir nas eliminatórias de qualificação ao CAN-2019, para além dos jogos das equipas nacionais nas Afrotaças e na Taça de Moçambique.

 

Neste propósito, vamos dialogar com os vários agentes do futebol, sobretudo as associações provinciais de futebol, Federação Moçambicana de Futebol, treinadores, entre outros”, prometeu.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

O FERROVIÁRIO de Maputo apurou-se, ontem, para a fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos de Basquetebol, em seniores femininos, ao vencer o Lakers do Zimbabwe, por 90-50, em jogo da quarta jornada das eliminatórias da Zona VI.

 

As “locomotivas”, campeãs nacionais, somaram a quarta vitória na competição e lideram com oito pontos, e por mais que perca os próximos jogos, diante do Police Academy (hoje) e Interclube de Luanda (amanhã), tem garantido na pior das hipóteses o segundo lugar. Sublinhe-se que se apuram para a Taça dos Campeões os primeiros três classificados.

 

Na primeira jornada, o Ferroviário de Maputo venceu o 1º de Agosto, por 68-55, na segunda despachou o BDFV do Botswana, por 137-16, na terceira derrotou oMaverics do Zimbabwe, por 94-35, e ontem bateu as zimbabweanas do Lakers.

 

FER.BEIRA EM MELHOR POSIÇÃO

 

O Ferroviário da Beira ficou em melhor posição para garantir o “bilhete” para a fase final, ao vencer o seu homónimo de Maputo, na primeira jornada, por 91-84.

 

Os campeões nacionais , que surgem com dois reforços sul-africanos, nomeadamente Pieter Prinsloo e Rashaun Terrel, tem chances de terminar a prova em terceiro lugar e procurar o apuramento pela via dos “play-off”, visto que os dois primeiros lugares estão entregues ao Recreativo de Libolo e Interclube, ambos de Angola. Aliás, as duas equipas moçambicanas sentiram o poderio angolano. O Ferroviário da Beira perdeu, por 101-76, enquanto o de Maputo até deu mais répica, mas acabou derrotado, por 55-53.

 

Para continuar a acreditar na possibilidade de apuramento, os “locomotivas” de Maputo, que ontem venceram o Troopers do Botswana, por 92-42, precisam de vencer o Recreativo de Libolo, tarefa quase impossível.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A equipa senior feminina do Ferroviário de Maputo está praticamente apurada para a fase final da Taça africana de clubes campeões que vai decorrer em Angola de 10 a 18 de Novembro próximo.

 

O Ferroviário somou mais um triunfo esta tarde, somando quatro vitórias em igual número de jogos. A vítima desta segunda-feira foi a equipa zimbabuena que caiu aos pés das locomotivas por 90 – 50.

 

A queniana Liol Chan voltou a destacar-se ao marcar 15 pontos. Cecília Henriques vem a seguir com 13 pts.

 

Marcadores: Ferroviario/Lakers: 18/13; 42/31/; 70/39 e 90/50

 

Com apuramento garantido para Angola, as locomotivas defrontam amanhã, terça-feira, a Police Academy de Lobatse, Gaberone.

 

Gilberto Guibunda, em Gaberone com apoio do CFvM. 

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Depois de duas derrotas consecutivas diante do homónimo da Beira e InterClube de Luanda nas eliminatórias da Zona VI à fase final de Dezembro próximo, na Tunísia, o Ferroviário de Maputo, em senior masculino, acaba de alcançar a sua primeira vitória na competição após triunfo, esta manhã, por 92 - 42 aos Troopers do Zimbabué.

 

O jogo decorreu na Arena da Universidade de Botsuana, em Gaberone.

 

Uamusse, Chico e Dércio Mula, 17, 14 e 11 pontos cada, foram os melhores marcadores dos locomotivas da capital.

 

Marcadores:

Troopers – Fer.Maputo (3-30); (23 – 52); ( 34 – 65) e (42 – 92)

 

Gilberto Guibunda, em Gaberone com o patrocínio do CFvM

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:07
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Igual a si mesmo, Artur Semedo, reafirmou que o facto de ter trabalhado durante os dois anos na equipa do Songo permitiu com se criasse uma base sólida para o seu sucessor conquistar o título.

 

A quem diga é um exagero da sua parte quando diz que foi o obreiro do título da União Desportiva do Songo. Quer comentar a respeito?

 

– A esmagadora maioria dos jogadores que compõem o plantel do Songo, entre os que transitaram e entraram para esta época foi construído por mim, exceptuando uma pequena minoria, refirmo-me a quatro ou cinco jogadores e se tanto seis. São jogadores que me conhecem perfeitamente e conhecem a minha filosofia de trabalho. Aliás, não são apenas os jogadores do Songo, em todos clubes por onde passei deixei boas referências. E naturalmente que isso constituiu uma base sólida para os meus sucessores. Mas, como eu disse anteriormente os campeões aqui são feitos por decreto.  

Raimundo Zandamela

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Criou mal-estar e apreensão na equipa do Ferroviário da Beira e não só mas a boa notícia é que, a fractura no dedo polegar do poste Helton Ubisse contraída ontem no jogo frente ao InterClube de Luanda não é tão grave.

 

A informação foi avançada pelo próprio treinador, Nasir Salé que, entretanto, afasta a possibilidade de voltar a usar o jogador neste torneiro. Ubisse é um jogador preponderante nos campeões nacionais sendo por isso, uma grande baixa para as contas do Ferroviário da Beira que joga esta noite, frente aos Dolphins de Gaberone.

 

Recorde-se que os campeões nacionais somam uma vitória e uma derrota nos dois jogos até então realizados.

 

Gilberto Guibunda, em Gaberone.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 09:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
17
21
22
23
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
AT ganho... e Tricampeão ao vencer Acadêmica por 3...
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
blogs SAPO