Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 14 DE Junho 2017

O Ferroviário de Nacala é o novo campeão provincial de basquetebol de Nampula, em seniores masculinos, ao somar no final da prova 17 pontos na tabela classificativa, os mesmos que o seu homónimo de Nampula, mas valeu-se do “cesto-average”, tendo em conta que no confronto entre si nas duas voltas, repartiram o número de vitórias.

 

Assim, os “locomotivas” nacalenses vão representar a província de Nampula no “regional” da zona norte, competição que vai envolver as formações campeãs de Cabo Delgado e do Niassa com vista a apurar o representante da região na Liga Nacional da modalidade que terá lugar próximo mês na capital do país.

 

Refira-se que antes do término do “provincial” de Nampula, quatro equipas entraram para a última ronda realizada no passado fim-de-semana com hipóteses iguais de levantar o ceptro que dá o direito de representar na fase zonal norte, cabendo a sorte ao Ferroviário de Nampula que venceu o dérbi nacalenses, diante da Trans Rucc Phoenix por 81-54 e o Ferroviário de Nampula perdeu com Ntsay – EB por 54-47.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:19
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional de tletismo conquistou sete medalhas no Campeonato Regional da modalidade da Zona VI que teve lugar no fim-de-semana em Harare, capital do Zimbabwe, prova na qual participou com 13 atletas.

 

Das sete medalhas, duas são de ouro, três de prata e duas de bronze, feitos que fizeram com que Moçambique terminasse a campanha no pódio, ou seja, no terceiro lugar.

 

As medalhas de ouro foram ganhas por Salomé Mugabe, no lançamento de peso e por Sílvia Panguana, nos 100 metros barreira. Salomé ainda ganhou prata no lançamento de disco, enquanto Sílvia conquistou bronze nos 400 metros barreira.

 

Badrudine Comé ganhou prata, nos 400 metros barreira, a mesma proeza conseguida por Filipe Chaimite, no lançamento de dardo. Alberto Kudzanai venceu bronze no salto em cumprimento.

 

Na tabela geral, Moçambique ficou atrás do Botswana (campeão) e da África do Sul, segundo, numa prova que contou com a participação de 11 países. O destaque pela negativa foi o facto de Creve Machava e Alberto Mamba, dois dos melhores corredores nacionais da actualidade, não terem conseguido medalhas, nos 400 e 800 metros, respectivamente.

 

A delegação moçambicana regressou ontem a Maputo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A Selecção Nacional de Futebol venceu, pela primeira vez na história, a sua congénere da Zâmbia, por 1-0, em jogo da primeira jornada do Grupo “K” de qualificação ao CAN dos Camarões-2019, disputado sábado em Ndola. O herói moçambicano foi o alemão Stanley Ratifo, autor do único golo, aos 89 minutos.

 

O avançado Stanley Ratifo abriu uma nova página na história dos confrontos entre Moçambique e a Zâmbia, em futebol, ao marcar o golo que conferiu a primeira vitória de sempre da Selecção Nacional.

 

À beira do 90º minuto, assistido pelo substituto Telinho, Ratifo aguentou a carga de um defesa contrário e com um toque subtil bateu o guarda-redes Kennedy Mwene.

 

Ao cabo de 42 anos de convívio futebolístico entre os dois países, Moçambique conseguia a sua primeira vitória em jogos oficiais frente a uma Zâmbia que foi dominadora ao longo do tempo.

 

Só para se ter uma ideia, a Imprensa zambiana contava, ao longo da semana passada, que de 1989 até agora Mambas e Chipolopolo haviam feito 20 jogos com um saldo esmagadoramente positivo para a equipa de Wedson Nyirenda, antigo treinador da União Desportiva do Songo e Ferroviário da Beira, que ganhara 17 vezes e empatara apenas três.

 

Mas porque em tudo há sempre uma primeira vez, Stanley Ratifo ajudou a colocar um ponto final a esta velha história e abriu uma nova página dos confrontos entre os dois países, que foi escrita com classe ao longo de hora e meia de jogo.

 

FICHA TÉCNICA

 

Estádio Levy Mwanawasa, em Ndola

 

Assistência: cerca de 2000 espectadores

Comissário da CAF: Alfred Kishongole (Tanzania)

Árbitro: Victor Miguel de Freitas (África do Sul), assistido por Eldrick Adelaides e Hensley Petrousse, ambos das Seychelles.

Quarto árbitro: Nelson Fred, das Seychelles

Acção disciplinar: cartão amarelo para Stanley Ratifo

Golo: o único golo do jogo foi marcado por Stanley Ratifo aos 89 minutos

 

ZÂMBIA – 0

 

Kennedy Mwene

Rainford Kalaba (72’)

Simon Silwimba

Fackson Kapumbu

Ziyo Tembo

Stoppila Sunzu

Kondwani Mtonga

Salulani Phiri (33’)

Fwayo Tembo

Chisamba Lungu

Collins Mbesuma (46’)

 

SUPLENTES UTILIZADOS

 

John Chingandu (33’)

Davy Daka (46’)

Given Singuluma (72’)

 

NÃO UTILIZADOS

 

Isaac Shamujompa

Lubambo Musonda

Rodeick Kabwe

Toaster Sbata

 

TREINADOR

 

Wedson Nyirenda

 

MOÇAMBIQUE – 1

 

Victor

Edmilson

Zainadine Jr

Mexer

Bhéu

Reinildo (65’)

Geraldo

Kambala

Clésio (77’)

Dominguez

Stanley Ratifo

 

SUPLENTES UTILIZADOS

 

Luís Miquissone (65’)

Telinho (77’)

 

NÃO UTILIZADOS

 

Guirrugo

Jeitoso

Loló

Maninho

Dayo

TREINADOR

 

Abel Xavier

 

Narciso Nhacila, nosso enviado a Ndola

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 10:09
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO