Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 01 DE Junho 2017

 

O El Merreikh do Sudão, adversário do Ferroviário da Beira no jogo da terceira jornada do Grupo A da Liga dos Campeões Africanos, já se encontra na cidade da Beira para o encontro de sábado e vai ter nesta quinta-feira uma sessão de treino na reconhecimento do piso.


A direção executiva do Ferroviário da Beira tem estado desde o início da semana a lançar mensagens com pedidos de apoio à sua massa associativa para que se desloquem ao caldeirão para puxar pela equipa, chegando cedo de modo a evitar filas.


Por outro lado chama atenção aos seus adeptos no sentido de pautarem por civismo durante o jogo sob risco em caso de indisciplina o clube ser sancionado pela Confederação Africana de Futebol (CAF), que não tolera atos anti-desportivos.


Os bilhetes estão à venda com preços entre 300 e 500 Meticais (7 e 9 euros) para as bancadas sol e sombra.


O jogo está marcado para as 15 horas de sábado (menos uma hora em Lisboa) e terá uma equipa de arbitragem Angola chefiada por Hélder Martins de Carvalho, coadjuvado por Ivanildo Lopes, Júlio da Silva Lemos e João Goma como 4.º árbitro.


Nos jogos anteriores, o Ferroviário registou uma derrota e um empate.
 
 
António Mavila, Beira
 
 
 
Fonte:Abola
publicado por Vaxko Zakarias às 13:15
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O selecionador de Moçambique, Abel Xavier, divulga esta tarda na sede da Federação Moçambicana de futebol, a lista dos 22 jogadores pré-convocados que vão integrar a preparação dos `Mambas´ para o jogo de dia 10 de junho com a Zâmbia referente à 1.ª jornada do Grupo K da qualificação para a Taça das Nações de África-Camarões 2019.


São esperadas novidades na convocatória, visto que este início de temporada tem sido rico em novos talentos. Aliás, o técnico português tem demonstrado versatilidade nas suas escolhas, tendo já lançado alguns atletas.


Além de defrontar a Zâmbia, a equipa moçambicana vai jogar com a Guiné-Bissau e Namíbia na corrida a CAN.
 
 
Álvaro da Costa, Maputo
 
 
 
Fonte:Abola
publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERROVIÁRIO de Nampula, ao vencer no passado fim-de-semana, o seu homónimo de Nacala, por 76-60, e aproveitando-se do facto da equipa de Ntsay – EB não ter jogado nesta jornada, lidera destacado o Campeonato Provincial de Basquetebol Sénior Masculino daquela região nortenha do país com 15 pontos, disputadas que foram já nove jornadas da prova.

 

Na outra partida realizada, a contar para a mesma ronda, a Universidade Pedagógica levou de vencida o último classificado da competição que é disputada por seis formações, a União Juvenil de Napipine, por 46-40.

 

Por razões organizacionais a partida que deveria opor as duas equipas de Nacala, a Trans Rucc e o Ferroviário, ambos com 13 pontos e oito partidas efectuadas, não se realizou.

 

Na tabela classificativa, o Ferroviário de Nampula vai à frente com 15 pontos, mais um do que as equipas Ntsay – EB e Universidade Pedagógica, ambos com 14 pontos, e Trans Rucc e Ferroviário de Nacala que partilham as posições imediatas com 13 pontos cada e União Juvenil que ocupa o último posto com nove pontos somando por derrotadas todas as partidas que realizou na prova.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:15
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

O SELECCIONADOR nacional, Abel Xavier, anuncia hoje às 11:00 horas, na sede da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), os convocados para o jogo da primeira jornada do Grupo J de qualificação para o CAN-2019, frente à Zâmbia, em Ndola, no dia 10.

 

O acto marca o arranque oficial dos preparativos para essa difícil deslocação ao reduto dos “Chipolopolos”, onde o melhor que o nosso país já conseguiu foi apenas um empate sem golos há três anos.

 

A Selecção Nacional começa os trabalhos de campo na segunda-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, sendo que deixa Maputo na próxima quinta-feira rumo ao território zambiano, onde efectuará duas sessões de treinos, uma delas no relvado do estádio que vai acolher o jogo, como mandam as regras.

 

Por sua vez, a Zâmbia anunciou ontem a convocatória para a recepção aos “Mambas”, da qual constam sete jogadores que actuam no estrangeiro. Fazem parte ainda deste grupo as selecções da Guiné-Bissau e da Namíbia, que jogam entre si na primeira ronda.

 

O CAN-2019 terá lugar nos Camarões.

 

PREPARAR UMA EQUIPA À ALTURA

 

Enquanto isso, no dia 26 de Junho, Moçambique faz a sua estreia no Torneio da COSAFA de futebol, defrontando o Zimbabwe, para a 28 e 30 do mesmo mês medir forças com as Seychelles e Madagáscar, respectivamente.

 

Sobre a participação dos “Mambas” na 14.ª edição da COSAFA, prova que reúne as selecções da zona sul de África, o seleccionador Abel Xavier garante que levará uma equipa com capacidade para honrar a Bandeira Nacional. 

 

É uma competição de prestigio e de respeito. Iremos preparar uma equipa que esteja  à altura das exgências da prova. Toda a gente quer ganhar e é muito facil pedir vitórias, mas o que nós estamos a fazer  é reconstruir uma selecção, uma geração, uma mentalidade para que haja muito mais jogadores no espaço da Selecção Nacional, independemente das divisões  onde jogam”, disse, ajuntando que “neste momento nós equacionamos divisões secundárias, porque descobrimos que existem perfil e matéria prima e, obviamente, é nisto que Moçambique tem de pensar em termos futuros”.

 

Apesar de considerar o Torneio da COSAFA uma competição que irá para disputar de igual para igual com as restantes selecções, revela que existem outras provas prioritárias.

 

A COSAFA sempre foi um torneio com aspectos muito específicos. Um deles é a valorização de novos talentos. A meu ver, as competições mais importantes e mais relevantes são o CHAN e o CAN.  Em relação à COSAFA, no ano passado já fomos com uma equipa obviamente para potenciar, para crescer. Levámos jovens talentosos e alguns deles viriam a afirmar-se e fazer parte do actual grupo”, anotou.

 

Para uma melhor planificação da preparação da selecção, Abel Xavier recomenda um encontro entre os vários agentes, por forma a não entrar em choque com as competições locais. “Há decisões que temos de tomar nos próximos dias porque, de facto, o que nos preocupa é gerar concenso em relação às várias campanhas, e não colidir com os interesses também do Moçambola e as outras competições do panorama nacional”, disse.

 

O máximo que Moçambique já alcançou na COSAFA foi um segundo lugar por duas vezes, em 2008 e 2015.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:15
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO