Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 01 DE Dezembro 2016

 

O FERROVIÁRIO de Maputo fechou de forma digna a primeira fase, vencendo três dos quatro jogos correspondentes, tornando-se na segunda melhor equipa do Grupo A, atrás do Interclube de Angola, por sinal vice-campeão africano e seu carrasco no jogo inaugural.

 

As “locomotivas” derrotaram na noite de ontem o Etoile Filante do Togo, por 75-37, e partem com A Politécnica para os quartos-de-final, que se disputam amanhã, no Pavilhão do Maxaquene, sendo que hoje é o dia reservado para o descanso, concluída esta que foi a fase preliminar.

 

Apesar de derrotadas ontem pela GSP da Argélia, por 55-45, as “universitárias” preencheram a última vaga da série B, liderada pelo campeão em título do 1º de Agosto. Aliás, com a derrota da United States Internacional Univesity do Quénia pelo First Bank da Nigéria, por 77-33, abriu-se espaço para que A Politécnica conquistasse a vaga, mesmo antes de entrar em cena diante das argelinas. Isto porque as quenianas somaram por derrotas todos os seus jogos, enquanto as “universitárias” ganharam uma vez.

 

As argelinas, terceiras classificadas desta série, são curiosamente as adversárias do Ferroviário nos quartos-de-final. Enquanto isto, A Politécnica cruza-se com o Interclube e a sua história pode ter terminado por aqui. Isto porque o Interclube é, tal como o 1º de Agosto, um dos fortes candidatos ao título. O 1º de Agosto, que tal como o Interclube terminou a primeira fase invicta à frente do Grupo B, cruza-se com o Kenya Ports Authority, último classificado da série do Ferroviário. Já o segundo classificado First Bank bate-se com FAP dos Camarões, terceiro do Grupo A.

 

FECHO TRIUNFANTE DAS “LOCOMOTIVAS”

 

A vitória do Ferroviário diante do Etoile Filante do Togo encaixa perfeitamente as “locomotivas” da capital no grupo dos candidatos ao título. Isso será provado a partir da noite de amanhã, quando medir forças com a GSP da Argélia.

 

Depois de um arranque algo frouxo, que levou as “locomotivas” para o fim do primeiro período com a vantagem de apenas um ponto (16-15), o Ferroviário reapareceu no seu estilo característico no segundo e acertou, tanto nos lançamentos de dois pontos, bem como nos triplos, desta feita com a base Ornélia Pérola a revelar-se astuta na condução do jogo e na finalização. Por outro lado, Ingvild Mucauro destacou-se nas perfurações pelo extremo direito, acertando nos lançamentos de dois pontos. Aliás, com dois triplos partilhados, primeiro por Ornélia Pérola e a norte-americana Brea Morgan, o Ferroviário reanimou-se e, com excelentes subidas das postes Odélia Eusébia e Vilma Palmira, chegou com muito sucesso à zona da finalização. A equipa acertava também nos ressaltos, abrindo espaço para que as “locomotivas” fechassem a primeira metade com a vantagem de 17 pontos (34-27).

 

Num dia em que a esteio “locomotiva” Anabela Cossa revelou-se mais no papel de distribuição, alternando a posição de extremo com a de base, o Ferroviário tirou vantagens no aspecto ofensivo, enquanto as extremos Elizabeth Adelino e Rute Muianga também foram fortes nas penetrações pelos francos para a zona do garrafão.

 

Nesta fase, na qual as “locomotivas” já haviam assumido o domínio quase total, as coisas  tornaram-se mais fáceis e a contagem foi engordando, porque, para além da melhor defesa, a campeã nacional destacou-se no contra-ataque, com desarmes e subidas em velocidade para a zona da finalização. Ingvild Mucauro e Brea Morgan mantiveram o brilho e nisto as postes Odélia Eusébia e Vilma Palmira foram excelentes no auxílio ao ataque. Mas a mais ousada neste aspecto foi Odélia, que se fez com alguma frequência para a zona dos dois pontos dar o gosto ao cesto, contribuindo para que o Ferroviário chegasse ao fim da contenda com a vantagem de 38 pontos. Vitória bem conseguida das “locomotivas”, que, deste modo, partem para a fase final orgulhosas. 

  

FICHA TÉCNICA

 

FERROVIÁRIO – Odélia Eusébio, Vilma Palmira, Ornélia Pérola, Ingvild Mucauro e Anabela Cossa.

 

ETOILE FILANTE – Abra Elom, Akpene Kodjo, Samiya Pindra, Aku Afetstse e Christelle Fifané. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:55
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Entre duas equipas quase do mesmo nível, A Politécnica acabou sendo infeliz por falta de concentração e fraca persistência já na etapa final duma partida em que o seu adversário, o GSP da Argélia, foi muito aguerrido no seu sistema defensivo, com a pressão homem-a-homem, não dando espaço para que as “universitárias” desenhassem as suas jogadas com perfeição.

 

Por isso, foram muitas vezes desarmadas nas tentativas de encestar. As argelinas souberam controlar as movimentações das “universitárias” e assim a A Politécnica tinha que fazer circular mais a bola enquanto procurava as melhores alternativas para penetrar no último reduto das forasteiras. Enfrentara, deste modo, muitas dificuldades para finalizar e foi justa a vantagem das argelinas (11-5) ao fim do primeiro período.

 

Depois veio a nota de equilíbrio, porque as “universitárias” já jogavam a um ritmo acelerado e pressionavam o último reduto argelino, com algumas penetrações pelos flancos. Melhoraram a sua pontuação, mas não debelaram por completo o ataque das argelinas, muito forte no jogo aéreo.

 

Aliás, foi pelo jogo aéreo, aproveitando o seu potencial de jogadoras com altura muito acima da média, que elas foram ganhando vantagem na disputa junto ao último reduto da A Politécnica e mantiveram-se em vantagem no segundo período, embora mínima. As universitárias chegaram a igualar o marcador ainda no decurso desta fase, mas acusaram dificuldades em conter o contra-ataque das argelinas, quando desarmadas. Aliás, a vantagem das argelinas na altura anulou muitas tentativas moçambicanas com vista à finalização, com bloqueios à zona. Foi por isso inevitável a vantagem das forasteiras ao fim da primeira parte (26-17). 

 

Mais combativa perante as “gazelas” argelinas, à entrada do terceiro período, com perfurações que obrigaram as forasteiras a cometerem faltas, as “universitárias” conseguiram o que tanto pretendiam. O equilíbrio instalou-se numa altura que as moçambicanas se defendiam muito bem e o “score” ficou por três vezes igualado (27-27, 29-29 e 31-31). E para o gáudio das “universitárias” pela primeira vez ficaram à frente do marcador, isto a caminho do fim do terceiro período (33-31), mas por alguma desconcentração não aproveitaram os lançamentos livres de que usufruíram e argelinas fizeram mais quatro pontos, encerrando a terceira fase com a vantagem de um ponto (35-34). E porque o nervosismo também havia tomado conta das moçambicanas, as facilidades recaíram para o lado das argelinas e ampliaram a vantagem nos últimos cinco minutos da contenda para 55-45. 

 

FICHA TÉCNICA

 

A POLITÉCNICA – Nilza Valente, Joaquina Rabia, Lina Katia, Isabel Carlos e Florentina Pasqualina.

 

GSP DA ARGÉLIA – Nesrine Taibi, Mireille Nyota, Rachida Belaidi, Ikbal Chenaf e Shahnez Boushaki. 

 

SALVADOR NHANTUMBO 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:32
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ESTÁ confirmado. Aleixo Fumo vai continuar a conduzir os destinos da equipa principal de futebol do Ferroviário da Beira.

 

A notícia foi confirmada, terça-feira, pela Direcção do clube, que desta forma demonstra que confia no valor do técnico para defender o título nacional, vencer a Taça de Moçambique/mCel, a Liga-BNI e ainda fazer uma boa prestação na Liga dos Campeões Africanos.

 

Aleixo Fumo fez história no ano passado ao ser o primeiro treinador a conduzir os “locomotivas” ao primeiro título nacional. O treinador pegou na equipa a meio da segunda volta, tendo ganho os seis jogos do Moçambola que faltavam disputar, uma prestação que lhe valeu a conquista de um feito inédito para a maior colectividade desportiva da cidade da Beira.

 

Para a manutenção de Aleixo Fumo no cargo de treinador principal valeram, além de ter conquistado o Moçambola, o facto de ser um conhecedor da casa.

 

Sublinhe-se que em 2005 conquistou uma Taça de Moçambique/mCel, tendo trabalhado por muitos anos como coordenador da área de formação e secretário técnico.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:24
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MILLENIUM-bim sagrou-se vencedor da Liga Bancária de Futsal em seniores masculinos, uma prova inserida no contexto da edição-2016 da Liga Metical.

 

Para alcançar a proeza, o BIM goleou o Standard Bank por 4-0, passando a somar 41 pontos com que terminou a prova, os mesmos da Socremo que, entretanto, teve desvantagem no “goal-average”, tendo ficado na segunda posição.

 

Nesta que foi a 18.ª e última jornada da prova, a Socremo derrotou o Barclays por 2-1. O FNB fechou na terceira posição com 37 pontos, depois do empate a quatro bolas com o Banco Único na derradeira jornada.

 

O Standard Bank e Barclays, ambos com 30 pontos, ocuparam o quarto e quinto lugares respectivamente. Noutras partidas da última ronda, o Moza perdeu com Capital Mais por 6-9 e o Banco de Moçambique (BM) derrotou o BancAbc por 4-3.

 

Refira-se que a prova decorreu no sistema clássico de todos-contra-todos em duas voltas.

 

BM TRAVA LÍDER BCI NO BASQUETEBOL

 

 

No basquetebol, o Banco de Moçambique impôs a primeira derrota ao BCI por 47-37. Mesmo assim, o banco “daki” continua líder do certame com 21 pontos, mais um que o BIM, que segue na segunda posição depois de bater o Moza por tangenciais 48-46. Quanto ao BM, a vitória nesta ronda permite-lhe ascender ao terceiro posto, agora com 19 pontos. Noutras partidas da ronda, a mCel bateu de forma apertada o Banco Único por 32-31 e o Standard Bank venceu ao FNB por 41-34.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:55
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O CAMPEONATO Nacional de Voleibol de seniores masculinos e femininos arranca sábado na capital do país. O pavilhão do Desportivo, mesmo palco que acolheu o “Nacional” no ano passado, irá albergar a maior prova moçambicana.

 

A Autoridade Tributária de Nampula e Aliança de Maputo, actuais campeãs em masculinos e femininos respectivamente, são as principais favoritas ao título. Ambas já confirmaram a participação e, em princípio, deverão desembarcar hoje na capital. Aliás, as outras equipas participantes começam também a chegar hoje e amanhã provenientes de Gaza (ISPG), Sofala (UniZambeze), Académica de Quelimane (Zambézia) e UP (Nampula). 

 

Os anfitriões, Académica de Maputo, campeã da cidade em masculinos e femininos, assumem-se como os principais adversários que farão frente aos “colossos” de Nampula.

 

As outras formações que já confirmaram a participação da cidade de Maputo são Aliança, Hulene Sports, USTM “A”, USTM “B” e Mahotas, todas em masculinos. Em femininos se farão presentes Aliança, UP e Académica “M”.

 

Ao mesmo tempo decorrerá o “Nacional” de juniores em masculinos e femininos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:11
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O PRESIDENTE da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Alberto Simango Jr., vai trabalhar a partir de amanhã nas províncias.

 

A primeira a ser visitada será a província de Inhambane, onde Simango deverá reunir-se com a Direcção da Associação Provincial de Futebol e os clubes, para além de um encontro de saudação com o governador Daniel Chapo.

 

Simango vai ainda escalar Maxixe para visitar o local onde a Federação Moçambicana de Futebol erguerá um estádio. 

  

No sábado, o presidente da FMF estará em Gaza, onde igualmente reunirá com a associação e os clubes, para além de se deslocar a Manjacaze para se inteirar da “saúde” da Associação Desportiva de Macuácua, colectividade que ascendeu ao Moçambola-2017.

 

Em todas as províncias, Simango Jr. vai aproveitar a ocasião para agradecer a confiança que foi depositada em si para dirigir os destinos do futebol a nível nacional.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO