Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 23 DE Novembro 2016

 

Moçambique venceu a candidatura para a realização do Africano de BTT 2018 em ciclismo. Cabe agora a Federação Moçambicana da modalidade (FMC), apresentar a proposta ao Governo para a sua aprovação. O campeonato deverá contar com a presença de 23 nações.

 

Este dado nos foi avançado pelo director da Confederação Africana de Ciclismo (CAC), Danilo Neves Correia, que também assume as funções de tesoureiro, ocupando o primeiro lugar na lista dos nove países que fazem parte desta direcção. Recorde-se que num passado recente, Damilo Correia, presidiu a Federação Moçambicana de Ciclismo, estando actualmente a liderar a Comissão de Gestão do Grupo Desportivo de Maputo. Aliás, o facto de ter cessado as funções de presidente na FMC, os estatutos da CAC não impedem que este exerça outras tarefas neste organismo, mesmo estando desligado da federação.

 

A indicação de Moçambique para acolher este campeonato surge na sequência de o país estar a dar passos significativos com vista a profissionalizar o ciclismo, e também pelo contributo que o país tem dado enquanto membro da CAC.

 

Esta decisão foi decidida no Congresso anual da Confederação Africana de Ciclismo que teve lugar no Cairo, Egipto, no princípio do mês em curso, tendo Moçambique participado juntamente com cerca de 30 países africanos.

 

Caberá a Federação Moçambicana de Ciclismo se organizar e começar desde já, a mobilizar apoios junto a entidades governamentais, e não só, para acolher este grande evento que faz parte do calendário competitivo da CAC”.

 

Raimundo Zandamela

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O ETOILE Filante de Togo e INSS da República Democrática do Congo juntaram-se às oito equipas que já haviam sido anunciadas na semana passada como participantes na Taça dos Campeões Africanos de basquetebol em seniores femininos-2016, prova que decorrerá na capital do país a partir de sábado, dia 26 de Novembro até 3 de Dezembro.

 

Estão assim confirmadas 10 equipas, são elas: Ferroviário de Maputo, anfitrião, Inter Clube de Luanda (Angola), 1.º de Agosto (Angola), GS Petroliers (Algéria), KPA (Kenya), First Bank (Nigéria), USIU Flames (Kenya), Etoile Filante (Togo), MB2ALL (Madagáscar), Etoile Filante de Togo e INSS da República Democrática do Congo

 

Nos próximos dias é possível que o número suba para 12, o limite de participantes estabelecido pela FIBA-África.

 

A POLITÉCNICA AGUARDA RESPOSTA DA FIBA

 

A Politécnica, terceira classifica no último “Nacional”, submeteu, através da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), uma carta-pedido à FIBA-África para participar na prova, de modo a fechar uma das lacunas existentes. De referir que 12 equipas deviam participar, mas até ao momento apenas 10 confirmaram.

 

As universitárias aguardam a resposta da FIBA, sendo que a sua aprovação está também dependente do surgimento de mais uma equipa interessada em participar, na medida em que a agremiação que gere a modalidade no continente africano não quer que a competição tenha um número ímpar de equipas.

 

1º DE AGOSTO E KPA AS PRIMEIRAS A CHEGAR

 

A campeã africana, 1º de Agosto de Angola, e KPA do Quénia, eram esperados na noite de ontem. Nota de realce, na equipa angolana para o regresso da basquetista moçambicana, a poste, Leia Dongue (Tanucha), considerada a Jogadora Mais Valiosa (MVP) nos últimos dois africanos. Tanucha, como é conhecida nos meandros desportivos, jogará emprestada, visto que no final da época passada a equipa “militar” vendeu-a à equipa espanhola do Al-Qazeres Extremadura que por sua vez emprestou-a apenas para ajudar o 1º de Agosto a lutar pelo “tri”.

 

BILHETES A 50 E 100 METICAIS

 

Entretanto, os bilhetes para este evento serão comercializados aos preços de 50 e 100 meticais. Na fase de grupos, a primeira etapa da prova, estarão a 50 e quando a prova começar a “aquecer”, isto a partir dos quartos-de-final, os espectadores terão que desembolsar 100 meticais.

 

Espera-se que se registe uma boa moldura humana no pavilhão do Maxaquene.

 

“CADETRAL” APETRECHADA

 

 

PAVILHÃO do Maxaquene, a também conhecida catedral do basquete, beneficiou durante uma semana de obras de reabilitação para acolher com todo requinte a Taça dos Campeões Africanos.

 

A iluminação foi melhorada, a pintura renovada e o piso melhorado, obras de restauração que darão maior conforto aos espectadores e permitirá aos intervenientes terem uma melhor prestação.

 

 

O sistema de iluminação estava num estado preocupante, se se atender que algumas lâmpadas estavam fundidas, facto que condicionava a visibilidade dos jogadores e até dos árbitros.

 

Sendo a Taça dos Campeões, uma prova organizada pela FIBA-África, as exigências são ao mais alto nível, o que obrigou de certa maneira para os trabalhos de melhoramento do pavilhão, a todos os níveis, fossem realizados.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito

 

MALHANGALENE e Maxaquene continuam a liderar o Campeonato de Andebol de seniores masculinos e femininos, respectivamente.

 

A equipa da Malhangalene somou a oitava vitória em igual número de jornadas ao vencer a Escola Náutica, por 32-22, e manteve-se com três pontos de avanço em relação ao Costa do Sol e três do Maxaquene.

 

Os “tricolores” foram surpreendidos nesta ronda, tendo perdido, por 22-21, frente ao Costa do Sol. Noutro desafio da ronda, a VBD Sport Malhangalene venceu Matolinhas, por 34-24.

 

Já em femininos, o Matchedje demonstrou superioridade sobre o Costa do Sol, vencendo, por 30-20. As “canarinhas” precisavam de ganhar para manterem a perseguição ao Maxaquene, que assim continua folgada no topo com 10 pontos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERROVIÁRIO, em seniores masculinos e femininos, conquistou o Torneio de Abertura  em Básquetebol, no pretérito fim-de-semana.

 

Um facto curioso é que ambas as equipas ganharam A Politécnica ao atingirem a marca de 50 pontos. Os “locomotivas” venceram, por 50-35, enquanto as “locomotivas” triunfaram, por 50-32.

 

Quando faltam duas jornadas para o fim em masculinos e uma em femininos, as colectividades “verde-e-brancas” festejaram a conquista do segundo troféu da época, depois de terem arrebatado a Supertaça.

 

Para a equipa feminina, o jogo com A Politécnica acabou sendo um bom teste, antes da estreia na Taça dos Campeões Africanos. Aliás, as “locomotivas” tinham o jogo agendado com o Desportivo, mas pediram para defrontarem as “universitárias” por considerar um conjunto mais forte.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:19
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
19
20
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO