Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 21 DE Novembro 2016

 

OS nadadores Ricardo dos Santos e Gisela Cossa, respectivamente dos clubes Tubarões e Golfinhos, ambos da capital do país, sagraram-se sábado vencedores da Travessia Maputo/Katembe.

 

O evento contou com perto de 50 concorrentes, entre federados e populares, e esteve inserido nas festividades dos 129 anos da elevação de Maputo à categoria da cidade.

 

Ricardo dos Santos e Gisela Cossa destronaram Ahllan Bique e Géssica Stagno, esta última ausente nesta edição. Os dois atletas, que por sinal se sagraram vencedores pela primeira vez, chegaram à meta ao fim de aproximadamente 30 minutos, num percurso que, contrariamente ao que estava previsto, acabou tendo como ponto de partida a terminal de embarcação dos barcos de passageiros que fazem a ligação Maputo/Katembe.

 

É que, devido à maré-viva, portanto com a corrente a empurrar as águas da Baía de Maputo em direcção ao oceano, a organização viu-se obrigada a mudar o local de partida inicialmente anunciado – Escola Náutica - para a Transmarítima, o que culminou com alteração da hora do arranque da travessia, que estava prevista para as 9.00h.

 

A travessia, estimada em cerca de 2500 metros, só teve seu início por volta das 10.30 horas, antecedido da deposição de uma coroa de flores no mar, e durou sensivelmente uma hora.  

 

Apesar de satisfeitas as expectativas em termos de realização, num evento testemunhado por figuras do Governo Central e do Município de Maputo, com destaque para o Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão, e o presidente da urbe, David Simango, e alguns embaixadores, houve alguns problemas de ponto de vista organizacional, relativamente à sinalização e fiscalização do percurso, que são cruciais para a melhor orientação dos participantes ao longo do trajecto. 

 

David Simango acabou dando um prémio especial a Ahllan Bique, vencedor da edição XIV, em masculinos, por ter sido a principal vítima da falta de sinalização. Ahllan Bique teria sido, na prática, o vencedor, pois foi o nadador que esteve durante muito tempo à frente do “batalhão”, mas, por falta de sinalização, foi desviado aproximadamente 500 ou 400 metros da meta, terminando em quarto lugar. Porém, Simango, que acompanhou a prova do início até ao fim, ao lado de outros governantes e dirigentes, esteve atento a este pormenor. Aliás, a Imprensa, que também acompanhou a travessia, foi insistentemente chamando, na ausência da sinalização e fiscalização, o corpo de socorro/salvação para orientar Bique, que se dirigia no lado muito oposto à meta, mas à frente dos restantes concorrentes.  

 

Aliás, para além das precauções do ponto de vista de segurança dos participantes, que de modo geral se fizeram à travessia, exigia-se muito da fiscalização da própria competição, sobretudo num dia em que a maré acordou viva e com sinais de subida em virtude da ameaça da chuva que se deu no período de manhã. Isto em virtude das dificuldades que isso implicava em termos de resistência e visualização ao longo do percurso. 

 

Felizmente, esses problemas não provocaram nenhum incidente, senão a desorientação de alguns atletas em relação à meta, num dia em que a força da corrente das águas, que se batia em direcção ao oceano, obrigou os participantes a um esforço redobrado para chegarem à meta, defronte do Restaurante Diogo.

 

Para esta edição, os primeiros três classificados (federados e populares) de ambos sexos receberam, respectivamente, 30.000, 22.500 e 15.000 meticais.

 

No fim do evento, os governantes e alguns dirigentes presentes manifestaram satisfação quanto ao sucesso da XV edição e recomendaram melhorias em termos de organização e a necessidade de envolvimento de mais atletas e interessados. Os residentes da Katembe foram chamados a organizarem-se para também passar a fazer parte deste torneio, que também tem em vista a mobilização para a prática do desporto, em particular a natação.

 

Salientar que a Travessia Maputo/Katembe é organizada pela Associação de Natação da Cidade de Maputo, em colaboração com a Federação Moçambicana da modalidade e apoio do Município de Maputo.

 

CLASSIFICAÇÃO POR ESCALÃO E SEXO

 

Federados Masculinos

 

Nome                          Clube              Tempo

Ricardo dos Santos    Tubarões         29.12.09

Erik Impissa               Golfinhos        31.03.09

Hugo Dias                  Golfinhos        31.16.37

 

Federados Femininos

 

Gisela Cossa               Golfinhos        33.50.99

Layla Taquidir            Golfinhos        34.57.00

Denise Mabasso         Tubarões         39.00.09

 

Populares Masculinos

 

Guídione Manhique   ex-Naval         35.10.37

Jaime Timane              ex-Ferroviário45.07.21

Loly Nhamposse        ex-Ferroviário50.38.54

 

Populares Femininos

 

Ermelinda Zamba       ex-Ferroviário40.46.44

Lusita Guimarães       ex-Ferroviário46.44.29

Porchen Jacinto          -----------------  48.05.10

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:39
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ESTOU feliz por ter conseguido chegar a este objectivo. É um bom resultado, significa que estou num bom caminho e é só continuar a treinar”, foi assim que Gisela Cossa reagiu ao seu primeiro troféu como vencedora da prova feminina de federados.

 

Quanto ao segredo ou truques para vitória, sobretudo num dia com uma temperatura menos agradável, disse que foi muito difícil, porque primeiro não conseguia ver a direcção da meta, para além de que o frio também não ajudou. Porém, não desistiu.

 

Nadava livres e trocava com bruços quando quisesse visualizar a meta e isso roubava-me mais tempo. A água estava muito fria, não conseguia ver o caminho da meta. Perdi a toca e nadar sem ela foi muito difícil”, contou.

 

Relativamente à participação, que de 100 presenças inicialmente anunciadas apenas menos de 50 se fizeram à prova, convidou aos demais atletas para aderirem, porque, no seu entender, não é assim tão difícil fazer a travessia como muitos pensam.

 

Referir que é pela terceira vez que Gisela Cossa participa na travessia, tendo, nas restantes ocasiões, ocupado o segundo lugar.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:19
 O que é? |  O que é? | favorito

 

TAL como Gisela Cossa, Ricardo dos Santos ganhou o seu primeiro título na travessia, uma conquista que, para além de esforço, teve uma boa dose de sorte. No fim da “batalha”, Dos Santos, curiosamente filho do ex-seleccionador nacional, falecido este ano, disse que foi uma boa prova e estava feliz porque acabava de conseguir o que não esperava.

 

Chamado a comentar como foi possível chegar à meta num dia em que a maré apresentava corrente forte, revelou que foi nadando e fazendo o melhor caminho até alcançar o feito por si desejado há anos.

 

Fui contra a corrente e ela empurrou-me para o lado certo, ou seja, nadei da esquerda para a direita e à medida que prosseguia a corrente puxava-me para a direcção certa”, contou, acrescentando que conquista a travessia no culminar de quatro edições.

 

A primeira vez fiquei em segundo, a segunda e terceiro em terceiro, e, por fim, em primeiro”, contou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:03
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O PRESIDENTE do Município de Maputo, David Simango, disse que a travessia correu bem, porque não houve incidentes de percurso. Por outro lado, apelou para a melhoria da organização.

 

A prova correu muito bem, porque não tivemos incidentes. Apesar de termos dados, tínhamos no início receio de que a prova não se realizasse por causa da ameaça da chuva. Mas, felizmente, realizou-se e cumprimos a tradição de nos festejos da nossa cidade fazermos uma prova desta dimensão. Aproveito para felicitar os vencedores, mas também os participantes”, frisou.

 

Apesar de a avaliação do evento ser boa, David Simango apontou alguns problemas de organização, com destaque para a sinalização.

 

Se repararam, um atleta que estava bem orientado para ser o primeiro foi fazendo uma rota que o acabou prejudicando. É por isso que o município, respeitando os resultados da classificação que a associação e a federação de natação apuraram, decidiu dar um prémio extra de reconhecimento especial, sem interferir com os primeiros três classificados”, afirmou, anotando que o município tomou a decisão de premiar Ahllan Bique tendo em conta o seu desempenho.   

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A ÉPOCA futebolística 2017 prevê-se que seja muito competitiva e os principais favoritos ao título estão atentos ao mercado de transferências no sentido de se apetrecharem para enfrentar com galhardia as provas internas, com destaque para o Moçambola e a Taça de Moçambique.

 

No caso do Ferroviário da Beira e da União Desportiva do Songo, campeão e vencedor da Taça de Moçambique, respectivamente, as exigências são ainda maiores, já que estarão envolvidos nas Afrotaças. 

 

ISAC É “CANÁRIO”

 

O avançado Isac, que nas últimas quatro épocas representou o Maxaquene, tendo sido melhor marcador do Moçambola em 2015, vai representar no próximo ano o Costa do Sol. Esta é para já a transferência mais sonante no mercado de transferências, que promete ficar ainda mais agitado.

 

O Costa do Sol estará bem reforçado para a frente de ataque, visto que contará com o regresso de Lineker, avançado sul-africano que conquistou o coração dos adeptos, assinando grandes exibições na época 2015.

 

O internacional moçambicano Loló, se calhar o jogador revelação da época 2016, já que as suas boas exibições no Estrela Vermelha convenceram Abel Xavier a chamá-lo à Selecção Nacional, tendo ganho o seu espaço a titular, é outra aquisição de vulto dos “canarinhos.

 

Joaquim, guarda-redes que na época passada esteve na Liga, também será reforço do Costa do Sol.

 

PARKIM NA ÁFRICA DO SUL

 

O clube canarinho ganhou o virtuoso avançado Isac, mas perdeu o extremo Parkim, um dos meninos bonitos da casa. Parkim, formado nas escolas do Costa do Sol, foi durante a época passada a unidade de maior destaque da equipa e agora vai prosseguir a sua carreira na África do Sul, num clube ainda por anunciar.

 

CHIQUINHO CONDE DE REGRESSO AO FERROVIÁRIO?

 

É quase certo que o próximo treinador do Ferroviário de Maputo será Chiquinho Conde. Ao que se sabe, o técnico terá reunido na semana passada com o presidente dos “locomotivas” e terá assinado contrato. O técnico estava sem clube desde que foi demitido do Maxaquene e era apontado como sucessor de Carlos Manuel (Caló). Chiquinho Conde fazia parte de uma lista onde constavam os nomes do croata Boris Pusic (ex-ENH de Vilankulo) e do português Litos (já treinou a Liga Desportiva de Maputo).

 

Chiquinho terá levado consigo alguns dos nomes mais sonantes do Maxaquene, casos do avançado nigeriano Lukman e do guarda-redes Guirrugo, actual número 1 da Selecção Nacional.

 

SIDIQUE REFORÇA DEFESA

 

Sidique, defesa central/direito que representava o despromovido Desportivo de Maputo, é para já o reforço de peso do Ferroviário para a época 2017. Mais reforços devem surgir nos próximos dias, visto que a lista de dispensas é extensa, sendo de destacar as saídas de Maurício, Carlitos, Muandro e Calima. São estes os nomes mais sonantes, mas há ainda Billy e Eric.

 

GILDO RUMA À LIGA?

 

O campeão nacional, Ferroviário da Beira, pode estar em vias de perder, para a Liga Desportiva de Maputo, uma das suas principais joias da coroa. Trata-se do extremo esquerdo Gildo, um dos maiores talentos do futebol nacional. No entanto, o futebolista não deverá sequer fazer a época na Liga, se se atender que se fala nos “corredores” que este deve seguir para representar um clube português pela mão do empresário FIFA Zuneid Sidat.

 

LUÍS MIQUISSONE DE SAÍDA?

 

Luís Miquissone pode deixar o Songo para ir jogar na Alemanha. Sabe-se que o Herta de Berlim e Shalke 04, clubes da Bundelisga, principal Liga Alemã, estarão de olho no habilidoso extremo-esquerdo. 

 

O mesmo rumo pode ter o médio Kambala, uma das maiores promessas do futebol nacional, que já alinhou pelos “Mambas”.

 

MAMBUCHO NO FER. BEIRA?

 

O promissor defesa central do Ferroviário de Maputo pode trocar o seu clube de sempre pelo campeão, Ferroviário da Beira. Esta é uma transferência de que se fala muito, tendo a direcção beirense manifestado grande interesse. 

 

RAZIA NA LIGA

 

A Liga Desportiva de Maputo fará uma completa devastação do plantel, com alguns nomes sonantes na praça a serem preteridos. Destaque para as prováveis saídas Momed Haji, Chico, Kito, todos eles internacionais moçambicanos, e ainda Liberty e Eusébio.

 

Há ainda Artwel, Zicco, Josephy, Gildo, Osvaldo Nando, Andro e Mário Sinamunda, este que deve voltar ao Ferroviário da Beira.

 

São nomes confirmados na próxima época: Telinho, Norberto, Elias I, Elias II, Ussama, Sonito e Bhéu, Leandro e Milagre.

 

CRISTOPHER NO UNIÃO DA MADEIRA

 

O avançado do Clube do Chibuto Cristopher partiu semana passada para representar o União da Madeira de Portugal, clube que milita no Campeonato Português (2.ª divisão) e que na época passada esteve na Primeira Liga Portuguesa. Os “guerreiros”, conjunto sensação da época passada, perdem um dos seus principais jogadores.

 

AD DE MACUÁCUA REFORÇA-SE

 

O recém-promovido ao Moçambola, a Associação Desportiva de Macuácua, já garantiu três reforços provenientes do Palmeiras do Homoíne. São eles Andreas (guarda-redes), Samuel (central) e Manuel (médio).

 

Segundo o treinador principal, Sebastião Cândido, apenas metade do plantel continuará na próxima época. “No ano passado tínhamos um plantel de 24 jogadores, vamos manter 12 jogadores. Já garantimos três reforços e nos próximos dias vamos anunciar os outros”, disse o técnico.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
19
20
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO