Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 17 DE Novembro 2016

 

O MAXAQUENE venceu o Matchedje por 22-21, em jogo da sétima e penúltima jornada do Campeonato de Andebol da Cidade de Maputo, e ficou em posição privilegiada para conquistar o título.

 

As “tricolores” passaram a somar 20 pontos, mais três que o Costa do Sol, que bateu a Náutica por 35-30. Na próxima ronda, “tricolores” e “canarinhas” medem forças entre si.

 

Em masculinos, o Maxaquene venceu Matolinhas por 28-22, enquanto Sansão Muthemba bateu VDB por 26-22 na oitava jornada, a primeira da segunda volta.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O ESTRELA Vermelha passou a ser a única equipa invencível na Taça Maputo em hóquei em patins depois de vencer o Ferroviário, por 9-7, em jogo da quarta e penúltima jornada da fase de grupos.

 

Esta vitória coloca os “alaranjados” no topo isolado com 12 pontos. O Ferroviário soma nove e deixou-se empatar no segundo lugar pelo Desportivo que se beneficiou da falta de comparência da Académica para somar três pontos.

 

Houve surpresa na partida entre o Desportivo “B” e o Dom Bosco. Os juniores “alvi-negros” golearam a experiente formação do Dom Bosco, por 6-1, e passaram para o quarto, portanto o último que dá acesso às meias-finais.

 

Na última jornada se ficará a saber se os “alvi-negros” avançam para a segunda fase, sendo Estrela, Ferroviário e Desportivo já estão qualificados, resta saber que posições vão ocupar.

 

Nas meias-finais, o primeiro classificado jogará com o quarto e o segundo com o terceiro.

 

Esta prova é a última da época desportiva-2016 de hóquei na capital do país.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O LATERAL direito dos “Bafana-Bafana”, Ramahlwe Mphahlele, afirmou que a sua equipa saiu satisfeita e que estava consciente de que seria um jogo difícil.

 

Sabemos que Moçambique tem bons jogadores, rápidos e talentosos, por isso tínhamos a noção das dificuldades que enfrentaríamos no terreno. Sabíamos do peso que isso reflectiria no conjunto, por isso tínhamos que ser mentalmente fortes. Para além do bom jogo de futebol, o jogo teve vários momentos. Tivemos oportunidades e eles também e acabou sendo uma boa preparação. Do ponto de vista colectivo, foi muito bom porque foi dada a oportunidade aos jogadores que não alinharam no sábado, contra Senegal, alguns dos quais poderemos contar com eles nesta campanha rumo ao Mundial”, observou.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:54
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O “CAPITÃO” dos “Mambas”, Dominguez, caracterizou a prestação dos “Mambas” de positiva, lamentando o facto de não terem sido transformadas em golo muitas das oportunidades criadas ao longo do prélio.

 

O maestro dos “Mambas” estava muito inspirado, mas negou que a sua elevada inspiração tivesse a ver com o facto de ter estado a defrontar a selecção do país onde joga e na qual militam alguns dos seus colegas de equipa.

 

Sempre procurei, independentemente do adversário, jogar da mesma maneira em todas as partidas da selecção. Estou na África do Sul e este não é motivo para jogar diferente. Tento, em todos os jogos, dar o meu máximo e ajudar a equipa. Hoje foi mais um jogo, e apenas faltaram golos”, explicou o “menino-maravilha”.   

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:46
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O TÉCNICO sul-africano, Ower Gama, disse que o jogo com os “Mambas” correspondeu às expectativas e aos objectivos traçados para este desafio amigável. Para o técnico, foi um duro embate e que revela que os “Mambas” têm um grande futuro pela frente. 

 

Penso que foi um bom jogo, sabíamos que Moçambique pretendia ganhar para quebrar o recorde a nosso favor em termos de confrontos directos, por isso que o jogo foi muito bem disputado”, comentou.

 

Porque se tratava de um jogo de preparação de ambas as equipas, mas aonde a vitória também era importante, Ower Gama disse que o jogo foi muito oportuno pela forma como foi encarado por ambas as partes.

 

O objectivo era dar oportunidade a outros jogadores para jogar, porque estamos a preparar a qualificação para o Mundial Rússia-2018, e assegurar que não perdêssemos, mas ficamos satisfeitos com o exercício e acabou sendo um bom jogo”, anotou.

 

Numa breve análise aos “Mambas”, o técnico sul-africano disse que Moçambique jogou bem, apareceu muito forte na primeira parte e os “Bafana-Bafana” ressentiram, nessa fase da contenda, algumas dificuldades no jogo homem-a-homem, porque a sua equipa trazia poucos jogadores com igual capacidade.

 

Por exemplo, pela esquerda, o nosso “capitão” teve alguns problemas e tivemos que substituí-lo na segunda parte. Outros jogadores se ressentiam de lesões contraídas no jogo contra o Senegal, por isso que fomos obrigados a fazer três substituições logo à entrada para a segunda parte. Mas dizer que foi um bom exercício. O mais importante é que os nossos jogadores gostaram, porque foi um bom jogo”, destacou Gama.

 

Quanto à campanha para o Mundial, Gama acredita, depois da vitória com o Senegal, que lhe permitiu os “Bafana-Bafana” partilhar a liderança com Burkina Faso, no Grupo D de qualificação ao Mundial, na possibilidade de os sul-africanos se qualificarem.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:40
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O SELECCIONADOR Nacional, Abel Xavier, disse estar orgulhoso dos “Mambas” pela postura e desempenho no jogo com os “Bafana-Bafana”. Abel Xavier está, por isso, muito optimista quanto ao futuro risonho dos “Mambas”. Chamado a comentar sobre o jogo, começou por agradecer a África do Sul por aceitar o convite.

 

Penso que foi um jogo extremamente competitivo. Nós tínhamos analisado a África do Sul, nomeadamente no jogo com o Senegal, e retiramos imagens dos seus momentos de jogo para, na base deles, trabalharmos durante a semana na estrutura do treino. Não tinha dúvidas nenhumas que depois do jogo com o Quénia e da reflexão que tivemos dentro do nosso grupo tivéssemos que reagir positivamente neste encontro. Não tenho dúvidas que uma equipa que tem um comportamento, não só nos aspectos defensivos,  como também ofensivos, e com maior caudal de jogo e de oportunidades de golo contra uma grande equipa que é a África do Sul, esteja no seu bom caminho. Estou extremamente satisfeito com os meus jogadores”, regozijou-se o técnico dos “Mambas”.

 

Segundo Abel Xavier, os “Mambas” têm estado a trabalhar num processo de evolução de construção de uma equipa durante nove meses. Durante esse período, acrescenta, foi alterado o modelo de jogo e procurou-se trabalhar também na alteração da mentalidade dos jogadores, para que a equipa tivesse de facto um caudal ofensivo e uma postura ganhadora na construção do seu próprio jogo.

 

E também temos que fazer uma reflexão que no passado recente a nossa selecção não fazia jogos nas datas-FIFA e, numa segunda etapa, realizava partidas amigáveis com equipas vizinhas. Projectámos, à última hora, a capacidade e qualidade, e a estrutura deu-nos condições e os jogadores estão a fazer efectivamente a sua parte e a honrar a camisola, por isso estou extremamente orgulhoso dos meus jogadores”, reiterou.

 

Para o técnico da Selecção Nacional, este é o culminar de um ciclo que se fecha com mais informação e competitividade no grupo de trabalho e não tem dúvidas que quando iniciar a próxima campanha, os “Mambas” estarão num equilíbrio, não só em termos de mentalidade, mas também de jogo, bem como no contexto de consolidação dos processos e de crença de que podem competir com selecções ao nível superior.  

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:34
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional de futebol teve um desempenho assinalável diante da sua congénere da África do Sul, terça-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, em partida amigável inserida na data-FIFA e que terminou igualada a um golo.

 

Os “Mambas”, que com este jogo fecharam o ciclo de preparação para as futuras campanhas, inspiram confiança do seleccionador nacional, Abel Xavier, que olha para a selecção com muito optimismo quanto ao futuro.

 

No final da partida, Abel Xavier disse estar orgulhoso dos seus jogadores, enquanto o seleccionador sul-africano, Ower Gama, manifestou satisfação quanto à evolução das duas equipas em campo, o que contribuiu para que fossem alcançados os objectivos quanto à preparação dos “Bafana-Bafana” para fazer face à campanha para o Mundial-2018.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:20
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
15
19
20
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO