Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 25 DE Outubro 2016

 

PERTO de 500 excursionistas, entre sócios e adeptos, viajaram de comboio da Beira àSongo, no passado sábado, afim de apoiarem o Ferroviário no jogo que realizou e venceu, por 0-1, a União Desportiva local, o que lhe valeu a conquista inédita do título nacional de futebol.

 

Foram cerca de 32 horas de viagem, Beira-Moatize-Songo e vice-versa, em cinco carruagens disponibilizadas pelos Caminhos de Ferro de Moçambique, o patrocinador oficial do Ferroviario da Beira, dispondo de comes e bebes para todos os viajantes.

 

 

Os excursionistas saíram da Beira na manhã de sábado e chegaram àMoatize ameia-noite, de onde pela manhã de domingo partiram deautocarros e outras viaturas para a vila doSongo. Logo depois do jogo, já em ambiente festivo, regressaram à Moatize, onde iniciaram a viagem de volta, perto da meia-noite, chegando àBeira ao princípio da tarde de ontem.

 

Daniel Simango, um dos adeptos, considerou de maravilhosa a viagem. Agradeceu o investimento que o clube fez para levar cerca de 500 pessoas com alimentação e bebidas para todos.

 

Mas valeu a pena o investimento que o clube fez. Não foi fácil. O adversário pressionou-nos bastante. Esta viagem não foi de turismo como muitos podem pensar. Foi também gratificante sentirmos que tínhamos apoios de outras províncias como Zambézia, Manica e mesmo de Tete. Foi um momento de alento no meio de tantas dificuldades pelas quais passámos. Esquecemos, por algum momento, os nossos problemas. Quanto a conquista do campeonato, eu diria que a nossa humildade ajudou-nos. Agradeço também a presença da comunicação social. Sofreram connosco com toda a paciência”.   

 

Cátia Manuel, por seu turno, disse que estava muito emocionada pela vitória conseguida no Songo e que valeu o investimento do clube, o que resultou na conquista do campeão nacional.

 

Viajámossem problemas evamos continuar com a festa na Beira”, prometeu.

 

Januário Sengo foi outro excursionista que ouvimos. Este começou por dizer que gostou imenso da vitória no Songo. “Tínhamos sede de trazer a vitória para casa. Éramos gozados pelos adeptos de outros clubes. Estou muito orgulhoso. Dedico o título à minha família e aos próprios jogadores”. Sobre o jogo de domingo, Sengo não poupou o árbitro, considerando-o tendencioso, sobretudo, no tempo de prolongamento que deu. Também queixou-se de o árbitro ter cortado algumas jogadas que podiam resultar em mais golos para o Ferroviário.

 

Dulce Zaqueu, antiga basquetista do clube, pronunciou-se por seu turno nos seguintes termos:

 

Gostei, porque conseguimos alcançar o nosso objectivo de ganhar o jogo. Mas quando íamos eu disse que vamos ganhar. Foi o meu prognóstico. Graças a Deus aconteceu. Foi um jogo difícil. Foi também triste, porque quando entrámosno campo puseram-nos debaixo do Sol, mas acabámosnão sentindo nada”. Sobre o jogo, Cátia defendeu que “o árbitro queria facilitar o adversário, mas Deus estava connosco e concedeu-nos a vitória e somos pela primeira vez campeões nacionais”.

 

Sobre a sua motivação para fazer esta excursão e outras viagens que tem feito acompanhando a equipa, respondeu que era filha do Ferroviário, porque nasceu e cresceu no clube. Revelou então que tinha jogado mini-básquetee básquete nos anos 80.

 

 

O regresso dos excursionistas à Beira foi outro momento de muita festa. Por todos os locais por onde a locomotiva passou enquanto entrava na cidade da Beira, muitas pessoas paravam e acenavam até a sua paragem nas estação dos CFM.

 

Neste local viveram-se também momentos festivos, pois, eram muitas as pessoas que aguardavam os excursionistas entre familiares, amigos e outros com muita música, cânticos e danças, exaltando o feito do Ferroviário da Beira.

 

Para o princípio da noite aguardava-se outro momento de muitas emoções, pois, estava prevista a chegada dos artistas ao Aeroporto Internacional da Beira.

 

No domingo, logo que soube da vitória do Ferroviário no Songo, a governadora Helena Taipo lançou um apelo para que as pessoas se fizessem presentes ao aeroporto para receberem os novos campeões nacionais de futebol.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:27
 O que é? |  O que é? | favorito

Ano

 

Campeão

Vice

1975

não realizado

1976


Textáfrica


Desportivo

1977


Desportivode Maputo


Textáfrica

1978


Desportivode Maputo


Costa do Sol

1979


Costa do Sol


Maxaquene

1980


Costa do Sol


Textáfrica

1981


Têxtil do Púnguè


Ferroviáriode Maputo

1982


Ferroviáriode Maputo

 

1983


Desportivode Maputo

 

1984


Maxaquene


Desportivo

1985


Maxaquene

 

1986


Maxaquene

 

1987


Matchedje


Maxaquene

1988


Desportivo

 

1989


Ferroviáriode Maputo


Desportivo

1990


Matchedje


Costa do Sol

1991


Costa do Sol


Ferroviáriode Maputo

1992


Costa do Sol


Ferroviáriode Maputo

1993


Costa do Sol


Ferroviáriode Maputo

1994


Costa do Sol


Maxaquene

1995


Desportivode Maputo

 

1996


Ferroviáriode Maputo

 

1997


Ferroviáriode Maputo


Costa do Sol

1998


Costa do Sol


Ferroviário de Beira

1998-1999


Ferroviáriode Maputo


Costa do Sol

1999-2000


Costa do Sol


Ferroviáriode Maputo

2000-2001


Costa do Sol


Ferroviáriode Maputo

2002


Ferroviáriode Maputo


Maxaquene

2003


Maxaquene


Costa do Sol

2004


Ferroviáriode Nampula


Desportivode Maputo

2005


Ferroviáriode Maputo


Costa do Sol

2006


Desportivode Maputo


Ferroviário

2007


Costa do Sol


Desportivode Maputo

2008


Ferroviáriode Maputo


Atlético Muçulmano

2009


Ferroviáriode Maputo


Desportivode Maputo

2010


Liga Muçulmana


Maxaquene

2011


LigaDesportiva


Maxaquene

2012


Maxaquene


Ferroviário de Beira

2013


LigaDesportiva


Ferroviário de Beira

2014


Liga Desportiva


Ferroviário de Nampula

2015


Ferroviáriode Maputo


Costa do Sol

2016

 

 

       

 

 

 

ELISEU BENTO

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

 

COM a conquista do Moçambola-2016 domingo, no Songo, o Ferroviário da Beira tornou-se no décimo clube a entrar no restrito grupo dos campeões nacionais, sendo o segundo de Sofala que chega ao topo, depois do Têxtil de Púnguè, em 1981.

 

O primeiro campeão nacional foi o Textáfrica, em 1976, na altura treinado pelo recém-regressado de Portugal, Mário Coluna. Este foi o único título dos “fabris”. Seguiram-se Desportivo de Maputo (cinco títulos), Costa do Sol (nove), Têxtil de Púnguè (um), Ferroviário de Maputo (10), Maxaquene (cinco), Matchedje (dois), Ferroviário de Nampula (um) e Liga Desportiva de Maputo (quatro).

 

O Ferroviário de Maputo é a equipa mais gloriosa, com um total de 10, o último conseguido no ano passado. O Costa do Sol, com nove, é a segunda mais vencedora.

 

O Ferroviário da Beira é apenas a quarta equipa de fora da capital do país a conseguir atingir esta proeza, depois do Textáfrica, Têxtil de Púnguè e Ferroviário de Nampula. De 1981 até 2016, a província de Sofala teve de esperar 35 anos para ter de novo um campeão.

 

Refira-se que, para conquistar o Moçambola-2016 de forma virtual, os “locomotivas” do Chiveve foram à Songo bater a União Desportiva local por 1-0, no jogo de cartaz da 29.ª jornada.

 

Com o triunfo, o Ferroviário da Beira passou a somar 58 pontos, mais seis que os “hidroelétricos” que tudo tiveram para vencer o troféu, mas uma derrocada de quatro derrotas consecutivas acabou com o sonho.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O STADE Rennes, do internacional moçambicano, Mexer, foi a Nantes ganhar por 2-1, em partida da 10.ª jornada da Liga Francesa, um triunfo que deixa os visitante numa posição confortável na tabela classificativa.

 

Aliás, com a vitória, Mexer e companhia passaram do oitavo para o sexto lugar da “Ligue 1”, com 17 pontos. Na Grécia, Clésio teve uma sorte inversa, ou seja, o seu Panetolikos perdeu na deslocação ao reduto do Levadiakos por 2-1, em jogo da sexta ronda do campeonato. Com a derrota, o Panetolikos caiu para a nona posição, com oito pontos.

 

Em Portugal, o Nacional da Madeira, de Witi e Geraldo, empatou na deslocação à “Capital do Móvel”, frente ao Paços de Ferreira, a uma bola. O resultado mantém os “alvi-negros” no incómodo 14.º lugar, com sete pontos, volvidas oito rondas.

 

Na China, o Tianjin Teda, de Zainadine Jr., saiu goleado na recepção ao Hebei por 5-0. É um resultado que estava fora das projecções e que deixa a equipa do defesa moçambicano com pouca margem de erro quanto às contas da manutenção. O Teda ocupa o 10.º lugar, com 33 pontos, a duas jornadas do fim da Liga Chinesa.

 

JUMISSE GOLEIAE FICA PERTO DO TÍTULO

 

Em Angola, o 1.º de Agosto parece estar definitivamente embalado para mais um título. No fim-de-semana, a equipa de Jumisse e companhia cilindrou o Interclube por 6-1, mantendo a liderança com três pontos de vantagem em relação ao Petro de Luanda.

 

Os “militares” somam 63 pontos, contra 60 do Petro que continua na luta pelo “canecão”. Os “petrolíferos” bateram Progresso por escasso 1-0, mantendo desta forma as esperanças de conquistar a prova.

 

Refira-se que Girabola está a duas rondas do fim. O 1.º de Agosto procura o primeiro título desde 2006.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:05
 O que é? |  O que é? | favorito

 

CONTINUA difícil a separação entre a Liga Desportiva e o Iquebal no Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo. As duas equipas não vacilaram na 14.ª jornada, aplicando goleadas aos seus contendores, o que lhes mantém na frente com 42 pontos.

 

A Liga goleou ADDECC por 4-0, sendo que o Iquebal respondeu com um triunfo categórico sobre a Papelaria Rex por 4-1. Numa ronda de muitas goleadas, a CCT cilindrou a Maidina Construções por 6-2. A Nossa Senhora das Vitórias bateu a Auto Avenida por 4-2. A mCel e a Petromoc protagonizaram a partida mais equilibrada da ronda, com os “petrolíferos” a ganharem por tangenciais 4-3.

 

A ronda ficou manchada pela falta de comparência da USTM, que devia medir forças com o Estrela Vermelha.

 

Refira-se que a competição decorre no sistema clássico de todos-contra-todos em duas voltas, apurando directamente os três primeiros classificados para o “Nacional” que, em princípio, terá lugar em Dezembro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:57
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

A ESTREANTE Escola Comunitária da Solidariedade derrotou de forma categórica a sua congénere da “Lhanguene” por 27-15, num dos jogos da ronda do último fim-de-semana do Torneio de Basquetebol Interescolar, Basket Show, na nível da cidade de Maputo.

 

A “Solidariedade” surpreendeu desta forma a uma “Lhanguene” experiente e que entrou com algum favoritismo para a contenda.

 

Noutras partidas, a “Eduardo Mondlane” venceu a “Armando Guebuza” por 22-11. Num jogo pouco produtivo, a “Bonifácio Gruveta” derrotou a “São Joaquim” por 16-6. A “Joaquim Chissano” bateu a “Malhazine” por 30-18.

 

Em femininos, a “Malhazine” venceu de forma apertada a “Noroeste I” por 16-15.

 

 

 

Fonte:Jornal Notiicia

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
17
22
23
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO