Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 21 DE Outubro 2016

 

O NADADOR moçambicano, Igor Mogne, voltou a falhar por pouco a medalha de bronze, desta vez nos 400 metros livres, na sua última aparição no campeonato africano da modalidade, que decorre em Blomfontein, Free State, África do Sul.

 

Igor Mogne, cujo tempo de inscrição estava fixado em 3:57.17 minutos, por sinal o terceiro melhor entre os nove concorrentes à final, transitou das preliminares já com o tempo de 4:12.20 minutos, em sexto lugar.

 

Na final, o nadador moçambicano fez muito esforço, mas infelizmente chegou à meta em quarto lugar, já com o tempo de 4:04.55, portanto a sensivelmente dois segundos do argelino Lounis Khendriche, que conquistou o bronze com a marca de 4:02.15.

 

Khendriche, que tinha o tempo de inscrição fixado em 3:59.00 minutos, portanto ligeiramente abaixo de Igor Mogne, qualificou-se para a final em terceiro, com a marca de 4:09.93. Isto deixou claro que o nadador moçambicano encararia muitas dificuldades na final ganha pelo sul-africano Myles Brown, com o tempo de 3:54.80.

 

Myles Brown foi curiosamente o vencedor dos 200 livres, outra especialidade de eleição de Igor Mogne, na qual o nadador moçambicano se estreou no domingo, dia do arranque do campeonato, terminando igualmente na quarta posição.

 

Assim, como havíamos previsto, à entrada para esta competição Myles Brown e o egípcio Marwan Elamrawy, detentores das medalhas de ouro e de prata, nos 200 metros livres, apresentavam-se como principais favoritos à conquista dos 400 livres. Tal como nos 200 livres, Marwan Elamrawy ficou com a prata, ao registar o tempo de 3:56.45 minutos.

 

A Selecção Nacional esteve igualmente representada nas finais de 100 metros bruços por Gisela Cossa e Sumeia Damão. Enquanto Gisela Cossa qualificava-se por mérito próprio, ao transitar das preliminares com 1:28.99 minuto, Sumeia Damão (1:37.36) foi repescada em virtude da desistência de uma das oito apuradas à final.

 

Gisela Cossa e Sumeia Damão não foram para além da penúltima e última posições, mas melhoraram as suas marcas ao fixarem os novos tempos em 1:26.89 e 1:35.94 minuto, respectivamente. A prova foi ganha pela sul-africana Kaylene Corbet, com o tempo de 1:11.81.

 

Ainda ontem nadaram Ahllan Bique e Layla Taquidir, respectivamente, nos 200 bruços e 100 metros mariposa, mas não passaram das preliminares. Aliás, Ahllan Bique foi desqualificado por ter cometido uma infracção durante a disputa da qualificação para a final, ganha também por um sul-africano, Ayrton Sweeney, com o tempo de 2:16.96 minutos.

 

Layla Taquidir nem sequer melhorou o seu tempo de inscrição (1:18.33), ao fixar a sua nova marca em 1:22.75.

 

Para hoje, apenas Sumeia Damão se fará à pista nos 50 metros livres, sendo que maior parte da selecção já completou as suas provas. A selecção despede-se da natação pura amanhã, através do atleta Junaide Cane, que também nadará nos 50 livres.

 

O combinado nacional participará, no domingo, do torneio de águas abertas, prova com um percurso de cinco quilómetros e que marcará o fim do campeonato no qual participam perto de 150 nadadores, em representação de 19 países do Continente Africano.

 

Ahllan Bique e Gisela Cossa, vencedores da última edição da Travessia Maputo/KaTembe, vão representar o país no torneio.

 

SALVADOR NHANTUMBO, em Bloemfontein

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 11:08
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

O IQUEBAL e a Liga Desportiva entram em acção esta noite para a 15.ª jornada do Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo, defrontando a Papelaria Rex e a ADDEEC, respectivamente, com olhos postos na liderança isolada.

 

As duas equipas estão empatadas no topo com 33 pontos, sendo que uma e outra espera o deslize do seu concorrente para tomar de assalto o comando isolado, ou seja, ambos batalham pela “separação”.

 

Às 20.30 horas, no pavilhão da Liga Desportiva, o Iquebal mede forças com a aguerrida Papelaria Rex. A partir das 21.15 horas, no mesmo recinto, os “muçulmanos” batem-se com a ADDEEC. Mais do que lutar pela liderança isolada, os “mahometanos” procuram caminhos para a revalidação do título conquistado no ano passado.

 

Ainda esta noite, a CCT mede forças com a Maidina Construções, duas equipas do meio da tabela.

 

A prova prossegue amanhã, com duas partidas, no pavilhão dos “muçulmanos”. Às 16.30 horas, o PNS Vitórias bate-se com a Auto Avenida. Duas horas mais tarde, no mesmo reduto, a USTM defronta o Estrela Vermelha.

 

Refira-se que participam nesta prova 10 equipas que jogam num sistema clássico de todos-contra-todos, em duas voltas. Os três primeiros classificados apuram-se directamente para o Campeonato Nacional, agendado para Dezembro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:02
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERROVIÁRIO da Beira organiza uma excursão para levar o maior número possível dos seus adeptos e simpatizantes à vila do Songo, em Tete, onde domingo defronta a União Desportiva local num jogo que pode definir o novo campeão nacional de futebol, caso os “locomotivas”, no mínimo, consigam um empate.

 

Esta foi a solução encontrada pela direcção liderada por Boaventura Mahave para proporcionar aos seus jogadores todo o calor e incentivo que precisam para desafiarem uma UD do Songo que tudo vai fazer para vencer este jogo e manter vivas as suas esperanças de chegar ao título. Sublinhe-se que qualquer outro resultado coloca a UD do Songo fora desse mesmo título.

 

Assim, o Ferroviário da Beira mobilizou um comboio de cinco carruagens que transportará os excursionistas e que partirão da cidade capital provincial de Sofala na manhã de amanhã, devendo chegar à Moatize na madrugada ou ao princípio da manhã de domingo, de onde seguirão por estrada para a vila do Songo.

 

Os interessados tiveram oportunidade de se inscrever na secretaria do clube ao longo de toda esta semana, num processo que, entretanto, terminou ontem.

 

A União Desportiva do Songo e o Ferroviário da Beira, à entrada da 29.ª jornada do Moçambola, são as únicas equipas que ainda podem chegar ao almejado título, com vantagem para os “locomotivas”, que apenas empatando neste domingo conquistam o troféu sem depender do último jogo, que vão realizar no seu próprio reduto frente à Liga Desportiva de Maputo.

 

O Ferroviário da Beira soma 55 pontos e na primeira volta venceu, em casa, a UD Songo por 3-2.

 

A equipa do Songo, por seu turno, tem 52 pontos, estando, por isso, numa posição mais complicada, pois, precisa de ganhar este domingo por mais de um golo de diferença e voltar a vencer na última jornada na sua deslocação à Nacala, onde vai enfrentar o Ferroviário local, neste último caso, se o Ferroviário da Beira não vencer frente à Liga na derradeira ronda.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

MOÇAMBIQUE caiu seis degraus no “ranking” da FIFA, actualização de Outubro divulgada ontem pelo organismo máximo do futebol mundial, ao sair do 90.º lugar para 96.º.

 

Com efeito, o nosso país passa a somar 359, contra 359.41, da actualização de Setembro. A derrota no jogo amigável diante do Togo, em Lomé, por 0-2, é um dos motivos da queda dos “Mambas”.

 

Entretanto, o “ranking” continua a ser liderado pela Argentina, que soma 1621, seguido da Alemanha, com 1465, tendo subido um degrau em relação ao mês passado. O Brasil completa o pódio com 1410, também teve ascensão de um degrau.

 

Portugal está em oitava posição, com 1231 pontos.Em relação aos países africanos, a Costa do Marfim é o mais bem classificada, no 31.º lugar, com 790.

 

A Argélia vem a seguir na 35.ª posição, com 741. Angola continua em queda aparatosa, estando neste momento no 134.º lugar, com 236, na sequência da perca de cinco degraus em relação ao mês de Setembro. A próxima actualização está prevista para Novembro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:38
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O NOVO campeão nacional de futebol pode ser encontrado já este domingo, no Songo, na 29.ª e penúltima jornada. Para que tal aconteça, basta ao líder, Ferroviário da Beira (55 pontos), empatar com a União Desportiva do Songo (52).

 

Perspectiva-se um jogo bem acalorado no campo da UD Songo e replecto de emoções fortes. Por um lado, o Ferroviário da Beira sabe que um empate permite conquistar o primeiro título nacional da sua história, por outro, a União Desportiva do Songo está consciente que uma vitória coloca-a na liderança em igualdade pontual com os “locomotivas”, 55 pontos. Portanto, aguarda-se um jogo de “vida ou de morte” para a turma do Songo, enquanto os beirenses, em caso de derrota, ainda podem decidir o título na última ronda.

 

Numa tarde de domingo em que se espera casa cheia, os milhares de adeptos estão ávidos para assistirem, acima de tudo, um bom jogo de futebol, à semelhança do que foi na primeira volta quando o Ferroviário da Beira venceu por 3-2, naquela que foi uma das melhores propagandas de futebol esta época.

 

Para este jogo, Semedo já deverá fazer alinhar o melhor marcador da prova, Luís Miquissone, e ainda o central Mano, dois esteios da UD do Songo. Serão certamente trunfos para os anfitriões procurarem travar a “locomotiva” que neste momento segue imparável rumo ao título.

 

O ambiente também estará ao rubro, em Quelimane, quando a turma da casa, o 1.º de Maio, receber o Estrela Vermelha, numa luta a dois pela fuga à despromoção. Os quelimanenses ocupam o 13.º lugar, com 29 pontos, e precisam apenas de um empate para assegurarem a manutenção. Já o seu adversário, na 14.ª posição, com 27 pontos, está obrigado a vencer. Vida complicada para os comandados de Manuel Casimiro, numa partida que se aguarda electrizante.

 

Os outros jogos do Moçambola são apenas para cumprir o calendário, na medida em que todas as equipas já têm a permanência assegurada. Mas importa destacar o “derby” de Maputo entre a Liga e o Costa do Sol e o de Nacala, que opõe o Desportivo e o Ferroviário.

 

O Maxaquene joga no reduto do despromovido Desportivo do Niassa, o Ferroviário desloca-se ao campo do ENH, enquanto o Desportivo de Maputo, também relegado aos “quarteirões”, recebe o Ferroviário de Nampula. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
17
22
23
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO