Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 29 DE Setembro 2016

 

No lugar de ficar à espera de relatórios e vídeos, normalmente recebidos de vários agentes de jogadores interessados em colocar os seus agenciados no clube, o FC Porto, acreditando que podem exitir muitos diamantes moçambicanos por lapidar, preferiu juntar-se ao Clube de Chibuto na busca de talentos no país, numa acção que terá lugar a partir do dia 26.

 

 

Numa iniciativa ímpar, um dos clubes de maior dimensão de Portugal, o FC Porto, está em Moçambique com jovens treinadores do projecto Dragon Force, que juntamente com o Clube de Chibuto organiza treinos de captação de talentos para o futebol, para posterior integração no projecto de formaçao do clube da Invicta.

 

 

A iniciativa está dividida em duas etapas, sendo a primeira no distrito de Chibuto e a segunda na província de Maputo (campo do Afrin, na Machava). No campo do actual terceiro classificado do Moçambola, a acção terá lugar nos dias 26 e 27 do corrente mês, enquanto no campo do Afrin (Machava) será nos dias 28 e 29, reservando-se o dia 30 para a divulgação dos nomes dos dois atletas escolhidos e para uma acção de formação para treinadores nacionais que trabalham nas camadas jovens.

 

 

Atanásio Zandamela

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:47
 O que é? |  O que é? | favorito

 

AS selecções nacionais de andebol de sub-20, em ambos sexos, têm vindo a registar um excelente desempenho no Torneio Challenge Trophy da Zona VI que decorre em Joanesburgo, África Sul, ao traduzir em vitórias os quatro jogos já realizados.

 

Com efeito, na terça-feira, ambas equipas apuraram-se para as meias-finais, agendadas para hoje, depois de vitórias sobre o Malawi (em masculinos) e Zimbabwe (em femininos).

 

A equipa masculina cilindrou os malawianos por expressivos 44-17, dando continuidade ao seu percurso vitorioso que começou com os triunfos sobre o Zimbabwe, o Lesotho e a Zâmbia, na fase de grupos.

 

Nas meias-finais, que se disputam esta tarde, Moçambique mede forças com a sua congénere da Zâmbia, um oponente que derrotara na primeira fase.

 

Já a equipa feminina teve resultados ainda mais expressivos na primeira fase, com vitórias sobre o Lesotho (48-9), a Suazilândia (55-31) e o Malawi (56-13). Nos quartos-de-final a vítima foi o Zimbabwe por 37-13.

 

Hoje a Selecção Nacional joga com a anfitriã África do Sul.

 

Refira-se que esta prova junta equipas da Zona VI do continente, nomeadamente África do Sul, Moçambique, Suazilândia, Lesotho, Zâmbia, Zimbabwe, Malawi, Angola e Namíbia.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:08
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A CIDADE de Maputo acolhe de 26 de Novembro a 4 de Dezembro a fase final da Taça dos Clubes Campeões Africanos em Basquetebol, em femininos, com o Ferroviário da capital a ser o anfitrião do evento.

 

A prova terá lugar no pavilhão do Maxaquene e contará com a participação de 12 clubes que deverão passar pela fase preliminar, que se vai disputar de 29 de Outubro a 4 de Novembro em Luanda, capital de Angola.

 

Nas eliminatórias de Luanda, Moçambique far-se-á representar pelo Costa do Sol e Maxaquene, respectivamente, vice-campeão e terceiro classificado do último campeonato nacional da categoria, que decorreu em Maputo no passado mês de Junho.

 

As “canarinhas” e “tricolores” têm uma dura missão de conseguir o apuramento, numa prova onde, para além das poderosas equipas angolanas, estarão as não menos expressivas de países como Mali, Camarões, Nigéria, Costa do Marfim, Egipto e Tunísia, que são potências de basquetebol continental.

 

Na qualidade de anfitrião, o Ferroviário de Maputo tem o apuramento garantido e a possibilidade de, pela primeira vez na sua história, ganhar esta prova.

 

Refira-se que Moçambique não conquista a Taça dos Clubes Campeões de Basquetebol, em femininos, desde 2012, ano que a Liga Desportiva de Maputo venceu a prova que decorreu em Abidjan, na Costa do Marfim.

 

Maxaquene (1991), Académica (2001) e Desportivo (2007 e 2008) são outras equipas nacionais que já conquistaram o troféu.

 

Entretanto, em masculinos, a fase preliminar da Taça dos Campeões Africanos terá lugar em Angola, de 29 de Outubro a 4 de Novembro. A fase final vai decorrer no Cairo, capital do Egipto, de 8 a 17 de Dezembro.

 

Nas eliminatórias, Moçambique far-se-á representar pelos Ferroviários de Maputo e da Beira, campeão e vice-campeão nacionais, respectivamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:03
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ARRANCOU na amanhã de ontem em Maputo, mais concretamente no campo do Afrin, na Machava, a segunda fase do Torneio Caça Talentos levado a cabo pelo Clube do Chibuto, em parceira com o FC Porto.

 

Depois de cerca de 300 atletas submetidos à triagem em Chibuto, que resultou na pré-selecção de 12 deles, na Machava, o evento conta com pouco mais de 500 jogadores oriundos da cidade e província de Maputo.

 

Os 24 que serão pré-seleccionados, hoje, juntar-se-ão os 12 que foram escolhidos em Chibuto para, amanhã, disputarem um torneio triangular que culminará com a selecção dos três ou quatro que vão seguir para um estágio de duas semanas no Porto.

 

A pesquisa é feita por quatro técnicos do FC Porto, sob supervisão do gestor do projecto “Dragon Force” (academia do clube), Ricardo Ramos.

 

Domínio de bola, qualidade de passe e posicionamento são os principais requisitos que preenchidos podem valer a escolha.

 

Hoje é o último dia, no qual serão divulgados os 24 pré-seleccionados.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O TÊXTIL do Púnguè e o Textáfrica partilham a liderança da Série “A” da “Poule” da Zona Centro de apuramento ao Moçambola-2017, ambos com três pontos, depois da conclusão da segunda jornada.

 

Os “fabris” da Manga, que se estrearam vencendo o Sporting de Quelimane por 1-0, baquearam ontem diante do Textáfrica por 2-1. Aliás, os “fabris” do planalto, que ficaram de fora na primeira jornada, só se estrearam ontem devido ao número ímpar de equipas.

 

O Textáfrica volta a jogar no domingo com o Sporting de Quelimane, que perdeu na estreia com o Têxtil do Púnguè por 1-0.

 

Na Série “B”, que tem como palco a cidade da Beira, também há partilha de liderança entre o Sporting da Beira e a Universidade Pedagógica de Lichinga (UP). Os dois conjuntos jogaram entre si ontem, tendo a UP, que se estreou neste embate devido também ao número ímpar de participantes ganho por 2-1. Os “leões” beirenses, que vinham de uma vitória frente ao Ferroviário de Quelimane (2-1), perderam a oportunidade de se destacarem no topo da classificação.  

 

A fechar a primeira volta, o Ferroviário de Quelimane mede forças, no domingo, com a UP de Lichinga.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:39
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A PISTA principal do Autódromo do Automóvel & Touring Clube de Moçambique (ATCM) está desde semana passada a ser reabilitada com vista a trazer de volta àquele recinto provas de velocidade, envolvendo carros e motas.

 

Com um percurso de 3846 metros, 800 dos quais reabilitados há sensivelmente 10 anos, a pista de carros será concluída dentro de sensivelmente três semanas, segundo promessa feita pelo presidente do ATCM, António Marques. 

 

A Direcção do ATCM prevê ainda, para os próximos dias, a construção de raiz de 200 metros de prolongamento da pista de karts, mas sem alterar o seu percurso, que é de 1200 metros. Aliás, segundo António Marques, o actual traçado da pista de karts subtrai 200 metros da pista principal e que, com a sua reabilitação, serão repostos.

 

AUTÓDROMO COMO PÓLO REGIONAL

 

 

António Marques promete, uma vez reabilitada a pista, relançar grandes provas e que vão trazer de novo ao autódromo pilotos de outros quadrantes. Para além das habituais competições, a pista principal acolherá corridas por mangas, campeonatos e super “drifts”. O ATCM vai abrir espaço para que, em coordenação com a Associação de Automobilismo da África do Sul, os sul-africanos organizem ainda este ano uma prova do seu campeonato.

 

Vamos trazer para a pista provas internacionais de fórmula. Não estamos a falar de Fórmula I, uma vez que o país não tem condições para o efeito. Mas podemos organizar algumas fórmulas e troféus que evoluem nos circuitos sul-africanos”, elucidou, deixando também a promessa de trazer ao autódromo agentes de marca para parcerias que ajudem a concretizar o sonho de realizar provas mais competitivas. 

 

Porém, não colocou de lado a formação nas grandes prioridades, nomeadamente pilotos, comissários e todos aqueles que estarão envolvidos na gestão das competições.

 

Uma coisa são corridas de karts, drifts, special stage e outra são corridas na pista principal, mas temos de chamar a atenção de todos sobre a responsabilidade que teremos na formação e captação de pilotos, sejam eles antigos, novos, isto para voltarmos a ter aquela vibração, adrenalina e frenesim que caracterizaram este autódromo”, anotou.   

   

Aliás, apontou os sul-africanos como os principais no contexto competitivo. “Eles vinham perguntando sobre até quando a pista estaria pronta, porque gostam de vir aqui. Por isso, vamos voltar a ter o ATCM em grande e este é o nosso desejo”, reiterou.

 

Sobre o futuro do autódromo, António Marques começou por enaltecer o esforço dado para colocar o projecto de rentabilização do espaço e que está a tornar possível a reabilitação de infra-estruturas desportivas e construção de novas.   

 

Este é um momento que gostava de enaltecer imenso, sobretudo pelo esforço que isso implica, também pela palavra dada e que está sendo cumprida. Quando fomos eleitos, dissemos que investiríamos no espaço, criando um complexo desportivo motorizado e fizemos. E faltava apenas reabilitar a pista principal e estamos a fazer. Feito isto, vamos prosseguir com a vedação e electrificação do espaço e a nossa missão estará cumprida”, enfatizou Marques, destacando ainda a admissão do ATCM como membro da Federação Internacional de Automobilismo. 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional de Natação, que de 16 a 22 de Outubro vai participar na XII edição do Campeonato Africano de Natação em Bloemfontein, na vizinha África do Sul, ficou reforçada com a reintegração dos atletas olímpicos Igor Mogne e Jannah Sonneinchain, ambos do Golfinhos de Maputo, mas que actualmente nadam em Portugal e Holanda, onde estão, respectivamente, sediados.

 

Isto acontece depois da Federação Moçambicana de Natação (FMN) ter conseguido articular com filiados e parceiros o mecanismo de adiantamento de fundos para a cobertura das despesas de participação no evento, sobretudo para assegurar a vinda dos seleccionados fora de portas.

 

Os respectivos fundos serão, segundo o presidente da FMN, Fernando Miguel, repostos através dos desembolsos de comparticipação do Fundo de Promoção Desportiva e do Comité Olímpico de Moçambique.

 

A dupla, que havia sido descartada por insuficiência de fundos, constitui uma mais-valia no grupo destacado para a natação pura e composto por seis nadadores, dos quais consta ainda o nome de Jéssica Cossa, também atleta do Golfinhos de Maputo e a nadar no estrangeiro, concretamente na Rússia. Igor Mogne e Jannah Sonnenschein participaram nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, realizados mês passado.

 

Os restantes atletas foram seleccionados internamente, nomeadamente Jalik Tavares e Junalde Cane, respectivamente do Golfinhos de Maputo e Ferroviário da Beira. Em femininos, Layla Taquidir do Ferroviário de Maputo.

 

Salientar que a preparação decorre neste momento ao nível dos clubes, sendo que o grupo interno concentrar-se-á, uma semana antes da partida para Bloemfontein, no Estádio Nacional do Zimpeto para um trabalho prévio. Os nadadores que evoluem no estrangeiro juntar-se-ão aos colegas na África do Sul.

 

SÉRGIO FAFTINE À FRENTE DA EQUIPA

 

O ex-nadador olímpico Sérgio Faftine, actualmente a treinar o Ferroviário de Nampula, foi destacado para orientar a selecção que vai participar no “Africano” de Bloemfontein. Formado em Educação Física e Desporto, o ex-atleta olímpico nadou pelo Maxaquene antes de se tornar monitor no clube “tricolor”.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
24
25
26
27
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO