Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 22 DE Setembro 2016

 

EM contacto com a Imprensa, Edmilsa disse que estava aliviada com a conquista da medalha, embora fosse seu desejo ganhar para além do bronze.

 

A sensação que tenho é de missão cumprida. Estou feliz pelo que fiz e pelos moçambicanos. Há uma promessa que me fiz desde 2012 (ano que comecei a carreira) de conquistar uma medalha paralímpica. Foi bonito ter conseguido este feito. Gostava de ter conquistado uma medalha melhor que a de bronze, mas foi esta que obtive.

 

Estou feliz porque cumpri com o que havia traçado. A minha missão agora é trabalhar e superar as minhas marcas. Já bati recordes africanos e penso que já basta. Agora a preocupação é com recordes mundiais e paralímpicos. Quero confessar que fui aos Jogos Paralímpicos já confiante. Fui ao Brasil para fazer 200 e 400 metros, mas à última hora tive que fazer 100 e 400. Não fiz 200 metros alegadamente porque no dia em que me qualifiquei no Qatar, o vento soprava mais e a organização concluiu que o fenómeno tenha-me ajudado a obter os mínimos.

 

Enfim, tive que correr nos 100, embora não esteja familiarizado, daí as dificuldades que enfrentei. Nos 400 metros entrei mais confiante, à procura de, no mínimo, defender o terceiro lugar que havia conseguido nos Mundiais de Doha, no ano passado. Felizmente, consegui e elevei bem alto a bandeira nacional. Não foi nada de extraordinário, o técnico sempre me incentivou a encarar tudo de forma natural. A medalha significa muito, pois o meu sonho era igualar o feito da Mutola (medalha olímpica no Sidney-2000). Não deu, mas fiquei bastante feliz, até porque ser substituta de Mutola é um feito fora do comum”, descreveu.

 

Em relação à bolsa atribuída pelo Governo, Edmilsa realçou: “Vai ajudar-me imenso, mas por mais que não tivesse iria esperar por um feito assinalável nas próximas competições. Mas bolsa é bolsa, e penso que irá fazer muita diferença no meu desempenho como atleta e como pessoa. Creio que irei a Tóquio (…Jogos Olímpicos de 2020) mais tranquila e sem preocupação com a qualidade das adversárias”, sublinhou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:28
 O que é? |  O que é? | favorito

betinho.jpg

 

EM face desta conquista, o Governo, através do Ministério da Juventude e Desporto, decidiu atribuir uma bolsa de estudos a Edmilsa para estudar e treinar fora do país, como forma de melhorar a sua performance para futuras as competições.

 

Atribuímos bolsa para ela estudar e competir fora do país, por entendermos que é bastante proveitoso para ela, embora haja muitas opiniões divergentes. A atleta em si entende que deve ir para um outro país e nós acatámos isso, pois reconhecemos o potencial e o talento dela. Não podíamos investir no vazio. Hoje (ontem) já estive em contacto com alguns parceiros que nos irão apoiar nesta iniciativa”, explicou o ministro Nkutumula.

 

Estávamos à espera da sua chegada para uma reunião de concertação, acerca da bolsa. Pensámos que é tempo de ela ir ao estrangeiro, num país onde possa se treinar com melhores atletas, o que lhe possibilitaria um desempenho cada vez melhor para que em Tóquio ganhe uma medalha de ouro. Haverá competições daqui em diante antes dos jogos de Tóquio e que aguardámos medalhas de ouro. Por tudo que ela já fez provou que é uma verdadeira menina de ouro na região, na CPLP e em África, faltando ter esse estatuto a nível do planeta terra”, realçou o ministro, momentos após a recepção da medalhista paralímpica.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito

 

PARA a presidente do Comité Paralímpico de Moçambique, Farida Gulamo, Edmilsa Governo honrou a bandeira e dignificou ainda mais a pessoa portadora de deficiência na sociedade ao arrebatar a medalha de bronze no Rio-2016.

 

Pela primeira vez o desporto paralímpico trouxe uma medalha deste calibre para o país, hasteando a nossa bandeira. É uma honra, e isso orgulha particularmente a nós portadores de deficiência, pois mostrámos que também somos úteis na sociedade. Em face disso, posso dizer que a nossa viagem não foi em vão. Teve sucesso e a missão foi cumprida”, destacou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:19
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ESTOU muito feliz por mais um feito da Edmilsa. Acredito que poderia ter feito muito mais que a medalha de bronze, mas teve a infelicidade de ser desqualificada dos 200 metros, alegadamente porque o vento estava acima dos 2.5km/hora no dia em que ela fez os mínimos, ou seja, quando é assim, a marca não é homologada. Foi frustrante, atendendo e considerando que ela se preparou bastante nessa especialidade.

 

Em face disso, fomos apostando naquilo que ela já estava escrita (100 metros). Correu e melhorou muito a sua marca. Foi às meias-finais e superou o recorde africano com 12’’.62. Então, os 400 metros ficaram como a única grande esperança e conseguiu chegar à final e lá obteve uma impressionante marca de 53.89, o recorde africano”, disse Francisco Faquir, técnico da Edmilsa.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:16
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A CORREDORA Edmilsa Governo, que conquistou domingo, no Rio de Janeiro, a medalha de bronze nos 400 metros (T-12) femininos dos Jogos Paralímpicos, foi recebida, na manhã de ontem, em Maputo com pompa e circunstância.

 

O feito de Edmilsa no Rio, onde para além da medalha bateu o recorde africano nos 400 metros, não passou despercebido, tendo sido recebida pelo Ministro da Juventude e Desporto, Alberto Nkutumula, quadros do seu ministério, familiares, amigos e um enorme batalhão de jornalistas, representando quase todos os órgãos de informação da capital do país.

 

A atleta chegou por volta das 10.40 horas a Maputo, juntamente com todo o colectivo que a acompanhava, nomeadamente o treinador, médico, guia e a presidente do Comité Paralímpico de Moçambique, Farida Gulamo.

 

Após a observação do protocolo, com a recepção de um bouquet de flores das mãos do ministro Nkutumula e posterior foto para mais tarde recordar, não só com o dirigente, mas com familiares, amigos e outros interessados, Edmilsa fez-se ao encontro com a Imprensa visivelmente feliz com a façanha e impressionada com a forma como foi recebida.

 

Após declarações à comunicação social, seguiu-se uma passeata com direito à escolta do Aeroporto Internacional de Mavalane até à sua residência, situada no bairro Luís Cabral, na capital do país.

 

Pelo caminho houve direito a aplausos dos peões e buzinas dos automobilistas, tudo debaixo de um calor intenso que se fez sentir ontem, em Maputo.

 

Não é para menos, esta é a primeira vez que Moçambique conquista uma medalha nos Jogos Paralímpicos, sendo que Edmilsa Governo entra na história de um país que pretende escrever o seu nome no concerto das nações mundialmente respeitadas desportivamente.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 09:59
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O DEPSORTIVO de Maputo confirmou ontem, após derrota por 1-0 frente ao seu homónimo de Nacala, no campo da Bela Vista, a sua descida de divisão, quatro anos depois de ter experimentado o sabor amargo de jogar nos “quarteirões”.

 

O desaire da tarde de ontem mantém os “alvi-negros” na 15.ª posição (penúltima), com menos 12 pontos que o 1.º de Maio de Quelimane, a pior equipa entre as que estão acima da linha de água, quando faltam apenas quatro jornadas para o fim do Moçambola. Aliás, o máximo que o Desportivo de Maputo pode fazer até à 30.ª jornada são 27 pontos, o que é insuficiente para se salvar, pois mesmo que o 1.º de Maio perca todos os jogos que restam, tem confrontos directos (primeiro critério de desempate) favoráveis em relação às “águias”.

 

Das três equipas que estão abaixo da linha de “água”, a única que ainda tem hipóteses matemáticas de permanecer é o Estrela Vermelha, que ontem derrotou o líder União Desportiva do Songo por 1-0, naquele que foi a grande surpresa da ronda. Com o triunfo, os “alaranjados” deram um passo assinalável para a já difícil manutenção, ao mesmo tempo que colocam os “hidroeléctircos” sob pressão na luta pelo título. A equipa do Songo viu, por exemplo, o fosso encurtado em relação ao Chibuto, que bateu a ENH por 1-0, de oito para cinco pontos (52-47). O Chingale recebeu e venceu ao 1.º de Maio por 1-0 e praticamente garantiu a manutenção, somando agora 31 pontos, no 11.º lugar.

 

Já fora das contas do título, o Ferroviário de Maputo bateu o já despromovido Desportivo do Niassa por 1-0. A Liga Desportiva de Maputo foi a Nampula derrotar o Ferroviário local por 2-1 e o Costa do Sol perdeu na recepção ao Ferroviário de Nacala por 0-1, resultado que confirma a permanência dos “locomotivas”. A próxima ronda, a 27.ª, tem lugar no domingo, com destaque para os sensacionais Maxaquene-UD Songo; Fer. Beira-Costa do Sol e Fer. Nacala-Chibuto.

 

DESPORTIVO DE NACALA, 1-DESPORTIVO DO MAPUTO, 0 - Jogar condicionado prejudicou “alvi-negros”

 

LUÍS N0RBERT0

 

UM início muito intenso de ambas as partes caracterizou esta partida, que opunha os Desportivos de Nacala e de Maputo, em que, quanto a nós, o juiz da partida condicionou a forma de jogar dos “alvi-negros”, depois da expulsão de Infren ainda no decorrer da primeira parte, alegando ter simulado um derrube na área adversária.

 

Ajuizando bem o referido lance, Zefanias Chijamela até poderia ter assinalado penálti a favor do Desportivo de Nacala, mas não entendeu assim, tendo admoestado com o segundo amarelo ao atleta “alvi-negro”, de forma injusta.

 

Com o Desportivo de Nacala a jogar sob pressão do seu público, impôs-se em campo nos minutos iniciais, mas mesmo assim lá na sua retaguarda não conseguia parar as investidas do possante e rápido Evanga, que, diga-se de passagem, deu muitas dores de cabeça aos defensores canarinhos.

 

Aos 23 minutos, Binó rematou com perigo, de forma acrobática, tendo Orlando respondido aos 45 minutos com um remate ao poste da baliza defendida por Brayd.  Sublinhar que antes das equipas recolherem para o intervalo registou-se uma paragem de cerca de 20 minutos, porque a turma do Desportivo não aceitava que o árbitro mostrasse o segundo amarelo a Infren, que ditou a sua expulsão.

 

No reatamento, o Desportivo de Nacala, a jogar em vantagem numérica, assenhorou-se na partida, pecando apenas no capitulo da finalização, que somente veio a acontecer aos 74 minutos, com um remate fulminante de Daudo, que foi parar no canto das malhas da baliza defendida por Joaquim, o mesmo que viria a evitar o segundo golo caseiro num remate forte de Ramudua, que defendeu para canto, aos 78 minutos.

 

Em tempo de descontos, Joca teve tudo para igualar a contenda, mas falhou escandalosamente.

 

O resultado justifica-se, de uma forma geral.

 

FICHA TÉCNICA 

 

ÁRBITRO – Zefanias Chijamela, auxiliado por Joaquim Meirinho e Gerson Edson.

 

DESP0RTIVO DE NACALA – Brayd; Isaías, Tawinha, Tawanda e Mitter, Délcio, Sanito (Zé Rasta), Daudo e Buramo (Ramudua), Binó (Kikito) e Adebayor.

 

DESPORTIVO DE MAPUTO – Joaquim, Sidique, Laque (Henrique), Orlando (Dinis) e Infren, Danito, Ivo, Cris e Cândido, Naftal e Evanga (Joca).

 

ACCÃO DISCIPLINAR – Amarelos a Délcio e Tawanda (Desportivo de Nacala), Orlando, Evanga (Desportivo de Maputo) e vermelho para Infren, também dos “alvi-negros”.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:45
 O que é? |  O que é? | favorito

Estrela Vermelha-UD Songo (1-0)

Chingale-1.º Maio (1-0)

Fer. Maputo-Desp. Niassa (1-0)

Fer. Nampula-Liga (1-2)

C. Sol-Fer. Nacala (0-1)

Chibuto-ENH (2-0)

Desp. Nacala-Desp. Maputo (1-0)

Maxaquene-Fer. Beira (0-1)

                                        J         V         E         D         BM      BS       P

 

UD SONGO                                      26        15        7          4          30        11        52

Chibuto                                              26        12        11        3          29        14        47

Ferroviário da Beira                           25        13        7          5          32        19        46

Liga Desportiva                                 26        13        5          8          33        18        44

Ferroviário de Maputo                       26        11        9          8          24        16        42

Ferroviário de Nampula                     26        10        10        6          29        20        40

Desportivo de Nacala                        26        9          10        7          36        21        37

Maxaquene                                        25        9          9          7          26        24        36

Ferroviário de Nacala                        26        7          12        7          17        20        33

ENH                                                 26        8          8          10        20        26        32

Costa do Sol                                      26        8          8          10        29        30        32

Chingale                                             26        9          4          13        19        32        31

1.° Maio de Quelimane                      26        6          9          11        27        34        27

Estrela Vermelha                               26        4          12        10        24        31        24

Desportivo de Maputo                       26        1          12        13        14        31        15

Desportivo do Niassa                        25        2          7          16        09        40        13

 

PRÓXIMA JORNADA (27.ª): Fer. Nacala-Chibuto; ENH-Desp. Nacala, Desp. Maputo-Chingale, 1.º Maio-Fer. Maputo, Desp. Niassa-Fer. Nampula, Liga-Estrela, UD Songo-Maxaquene e Fer. Beira-Costa do Sol.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:27
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
24
25
26
27
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO