Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 14 DE Setembro 2016

 

MOÇAMBIQUE define na madrugada de amanhã (1.00 hora) o seu destino no Mundial de Futsal-Colômbia 2016, defrontado a Ucrânia na segunda jornada do Grupo “D”.

 

Após a derrota com Austrália, as hipóteses de qualificação para os oitavos-de-final ficaram apertadas e dependentes de uma vitória no jogo com os ucranianos. A Selecção Nacional não tem outra saída que não seja vencer, um triunfo que lhe pode permitir ser segundo do seu grupo ou até mesmo ser um dos melhores terceiro classificados. 

 

A palavra de ordem hoje “é pegar ou largar”, já que a vitória nos coloca na rota dos “oitavos” e uma derrota arruma-nos de vez. Caso se verifique um empate, não estando desqualificada, a missão torna-se quase impossível, visto que terá de vencer o pentacampeão Brasil para se qualificar.

 

Em relação ao jogo com a Ucrânia, importa ressalvar que se espera que os treinados de Naymo Abdul deem tudo em campo e mostrem a mesma qualidade que demonstraram diante da Austrália, mas desta vez acompanhada por golos. É que apesar da derrota ficou na retina, em particular na segunda parte, que a equipa nacional tem capacidade para ombrear de igual para igual com boa parte das selecções que estão no Mundial. Precisa é de melhorar no aspecto da finalização. Quando se ataca e não se marca, a equipa que ataca vai perdendo fulgor e confiança e até os níveis de concentração ficam afectados. Diante dos australianos, Moçambique fartou-se de falhar e o adversário finalizou as poucas oportunidades de golo que teve, pelo que se pede que diante da selecção do leste seja mortífero na finalização. Oxalá Dino, o melhor jogador, esteja de pontaria afinada.

 

Importa realçar que no embate com a Austrália a turma nacional contou com o apoio do público colombiano, que se simpatizou com o futsal da equipa de todos nós. Deus queira que os enérgicos e apaixonados adeptos sul-americanos voltem a dar uma ajudinha a Moçambique.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:35
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Wedson Nyirenda disse, por sua vez, em jeito de despedida, que saía do clube de cabeça erguida e com esperança de um dia voltar a trabalhar no Ferroviário da Beira.

 

Saio, mas tenho esperança de um dia voltar ao Ferroviário da Beira, porque foi um clube que me proporcionou bons momentos. Só tenho boas coisas a dizer do clube e das pessoas que comigo trabalharam ao longo destes anos. Deixo o Ferroviário da Beira em condições de lutar pelo título e sei que a equipa técnica que ficou vai corresponder”, despediu-se o zambiano, que deixa a cidade da Beira esta manhã rumo a Lusaka.

 

Nyirenda deixa o Ferroviário da Beira na segunda posição (partilhada com Chibuto) com 43 pontos, menos seis que o líder UD Songo.

 

Entretanto, o novo técnico dos “locomotivas” terá a sua estreia no comando da equipa no sábado, na recepção ao Estrela Vermelha de Maputo, em partida da 25.ª jornada do Moçambola.

 

PETROCE JÚNIOR (colaboração)

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ALEIXO Fumo é o novo treinador do Ferroviário da Beira, em substituição do zambiano Wedson Nyirenda, que deixou vago o cargo para treinar a selecção do seu país.

 

Fumo foi apresentado ontem, em conferência de imprensa, na sede dos “locomotivas” do Chiveve, na qual foi anunciado que tem vínculo até ao fim da presente temporada, ou seja, vai fazer, em princípio, os seis jogos que restam do Moçambola-2016.

 

Antes da sua promoção para o cargo de treinador principal, Aleixo Fumo ocupava o cargo de secretário-técnico da colectividade, tendo como adjuntos Valy Ramadane e Rockssana Guente, que compunham a equipa técnica de Nyirenda.

 

O presidente do clube, Boaventura Muhave, disse na ocasião que a agremiação que dirige foi acolhida de surpresa na sexta-feira pela carta da federação zambiana de futebol a solicitar os serviços de Wedson Nyirenda para o cargo de seleccionar daquele país.

 

O dirigente referiu ainda que “mesmo com este rude golpe, os objectivos continuam vivos na luta pelo título. Sem alternativas e para não beliscar a filosofia do trabalho iniciado ano passado por Wedson Nyirenda, a solução passou em promover Aleixo Fumo e manter os seus adjuntos”, afiançou.

 

Ajuntou que “não tínhamos escolha se não aceitarmos o pedido solicitado pela federação zambiana, visto que se tratava de causa nacional. Tudo fizemos para manter o técnico connosco, mas não foi possível porque a Zâmbia, que falhou o apuramento ao CAN, está apostada agora no apuramento ao Mundial”, afirmou.

 

Questionado se a federação zambiana observou a situação contratual que ligava Nyirenda e o Ferroviário da Beira, Muhave foi evasivo na resposta, limitando-se a afirmar que se trata de assunto interno do clube, que está sendo acautelado em ambas as partes, uma vez que o técnico tinha contrato até o final da época.

 

TRABALHO ÁRDUO

 

Já Aleixo Fumo, que vai conduzir a equipa até o fim da temporada, reconhece que tem pela frente um trabalho árduo e espinhoso em manter o Ferroviário da Beira na luta pelo título.

 

Temos seis jogos pela frente e seis pontos de atraso ao líder e somos chamados a lutar até ao fim. Há que ter fé naquilo que somos capazes de fazer e eu sinto-me preparado para dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo meu antecessor. Estou convicto e consciente de que para sermos campeões temos de fazer um trabalho acima do normal e lutar a cada jogo, e vou depender também de ajuda de todos”, considerou.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:27
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MINISTÉRIO da Juventude e Desportos, através da vice-ministra, Ana Flávia Azinheira, começa amanhã, às 10.00 horas, na Universidade Pedagógica, uma série de visitas a infra-estruturas desportivas das universidades nacionais, entre públicas e privadas, com objectivo de apurar o seu estado patrimonial e grau de utilização enquanto meio necessário ao desenvolvimento do desporto nacional.

 

Esta deslocação da vice-ministra da Juventude e Desportos reveste-se de grande importância para o impulsionamento do desporto nas universidades nacionais, na medida em que se propõe aferir o estágio de prática das diversas modalidades desportivas no seio dos estudantes, identificando-se desafios e constrangimentos que, a serem ultrapassados, abrirão espaço para uma maior dinamização da prática a este nível de ensino.

 

Além da contemplação directa às infra-estruturas desportivas, Ana Flávia Azinheira estará presente em dois debates sobre o empreendedorismo e desenvolvimento de uma indústria desportiva em Moçambique, a terem lugar na recém-criada Escola Superior de Ciências do Desporto (ESCIDE) da Universidade Eduardo Mondlane e na Escola Superior de Educação Física e Desporto da Universidade Pedagógica.

 

Fora o âmbito desportivo da visita às universidades, e porque a população universitária é maioritariamente jovem, a vice-ministra terá outros encontros com jovens estudantes, para igualmente auscultar seus anseios e desejos em matérias de empreendedorismo juvenil, facto que tem sido bastante incentivado pelo Governo na luta contra o desemprego no país.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:12
 O que é? |  O que é? | favorito

A PISCINA Olímpica do Zimpeto reabriu, parcialmente, na segunda-feira, para o início de actividades referentes à época 2016/2017, isto depois do fatídico incidente que culminou com a queda da parte do murro de vedação que vitimou o ex-seleccionador nacional de natação, Frederico dos Santos, para além de ferimentos aos atletas, em Fevereiro do corrente ano.

 

 

A reabertura restringe-se à piscina de aquecimento, que, segundo o director-geral do Fundo de Promoção Desportiva (FPD), Adamo Bakar, já está em condições para acolher, sobretudo, acções de formação dos clubes e de preparação das respectivas equipas.

 

Quanto à piscina principal, a de competições, Adamo Bakar disse que há um plano de utilização que foi apresentado pela Federação Moçambicana de Natação (FMN) para a preparação da Selecção Nacional, para além de programas de actividades da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM) e de alguns clubes.

 

O director-geral da FPD afirmou que decorrem neste momento trabalhos para pôr a piscina em funcionamento de modo a atender tais actividades a partir do mês em curso.

 

REDE NO LUGAR DO MURRO DE VEDAÇÃO

 

A vedação da Piscina Olímpica do Zimpeto será revista para evitar futuros incidentes. O director-geral do FPD disse que a proposta avançada com o empreiteiro é de colocar rede no lugar do murro que desabou para permitir a melhor circulação dos ventos.

 

Adamo Abakar anotou ainda que está sendo analisada a possibilidade da substituição por rede de outras partes da estrutura do murro de vedação que incidirem no esquema de circulação do vento que está sendo projectado para a melhor segurança do recinto.

 

 “O empreiteiro está disponível. Estamos neste momento a analisar questões técnicas com a direcção das obras e penso que dentro dos próximos dias os trabalhos se iniciem”, anotou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
24
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO