Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 09 DE Setembro 2016

 

O CLUBE de Chibuto, em parceria com o FC Porto de Portugal, realiza o Torneio de Futebol Caça Talentos na província de Gaza e na cidade de Maputo, tendo como objectivo a selecção dos jogadores que mais se destacarem para um estágio naquele emblema luso.

 

Em Gaza, o evento terá lugar nos dias 26 e 27 deste mês, mais concretamente no campo do Chibuto, juntando atletas oriundos de diferentes distritos daquela província e de Inhambane.

 

Na cidade de Maputo, o torneio será disputado nos dias 28, 29 e 30, no campo do Afrin, contando com a participação de jogadores da província de Maputo e da capital do país.

 

O torneio envolve atletas com idades compreendidas entre 16, 17 e 18 anos, que irão jogar consoante a sua faixa etária, e prevê-se a participação de cerca de 300 futuros futebolísticas.

 

 A selecção será feira por quatro especialistas do departamento de pesquisa do FC Porto, sendo que o objectivo é escolher 3 a 4 que mais se destacar.

 

 

Os seleccionados vão estagiar por duas semanas na Academia da formação do FC Porto, podendo não permanecerem em definitivo no clube português, caso sejam cumpridos certos requisitos, sobretudo os recomendados pela FIFA no que respeita à contratação de jogadores menores.

 

No “caça” talentos, serão critérios de selecção, as questões técnicas, tácticas, posicionais, movimentações, aptidão física, disciplina, entre outros.

 

Segundo a direcção do Chibuto, eventos similares serão frequentes no nosso país, sobretudo na zona sul, fruto da parceira rubricada com o FC Porto em Julho, no âmbito da visita do director do Scouting daquele emblema português ao clube gazense.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:10
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional de Futsal já está em Bucaramanga, Colômbia, desde a noite de terça-feira e na tarde de quarta efectuou o seu primeiro treino, antes da estreia no Mundial, agendada para domingo diante da Austrália na primeira jornada do Grupo “D”.

 

Foi uma sessão de treino intensa, com todos os jogadores a darem o seu máximo. O aprimoramento táctico e remates à baliza, procurando afinar a finalização, foram ensaiados com alguma insistência.

 

Naymo Abdul, seleccionador nacional, conta com todos os jogadores (14) em condições físicas plenas, o que lhe dá mais possibilidades de escolha para o jogo de domingo, sendo que só 12 podem ser inscritos em cada

partida.

A equipa moçambicana volta a treinar hoje, no palco onde fará os jogos diante da Austrália e Ucrânia, o Coliseu Bincentinário. Será um treino de 45 minutos para os moçambicanos adaptarem-se ao piso do campo. Sublinhe-se que na última jornada, frente ao Brasil, a Selecção Nacional jogará na cidade de Cali, a sede do Mundial.

 

A equipa nacional chega a Bucaramanga depois de ter efectuados dois estágios em Portugal e no Brasil, tendo efectuado quatro jogos de preparação diante de Portugal, Costa Rica e dois em frente às Ilhas Salomão.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:04
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

EDMILSA Governo falhou, ontem, a qualificação para as meias-finais na prova de atletismo dos 100 metros-T 12 nos Jogos Paralímpicos que decorrem no Rio de Janeiro.

 

Edmilsa terminou na terceira (última) posição na série (3) com o tempo de 12, 65 segundos, atrás da chinesa Yakin Chen, segunda classificada, e da líder alemã, Katrin Mueller.

 

Com expectativas de pelo menos chegar à final, a atleta moçambicana acaba por cair logo na estreia, o que não deixa de ser um momento de frustração. 

 

A velocista moçambicana tem agora a oportunidade de se redimir nas meias-finais dos 400 metros-T 12, agendadas para o dia 15 de Setembro. Até lá, Edmilsa, acompanhada pelo seu guia, João Chaimite, deverá treinar para entrar na prova em melhores condições.

 

Edmilsa Governo é a única atleta paralímpica a representar a bandeira moçambicana neste mega evento.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:00
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A RECEPÇÃO ao líder União Desportiva do Songo pelo Ferroviário de Maputo, domingo, a partir das 15.00 horas, na Machava, é o embate mais aliciante da 24.ª jornada do Moçambola, que retoma depois de interregno para dar lugar aos compromissos dos “Mambas”.

 

Jogo bastante importante para as aspirações das duas equipas nesta recta final da competição. Apesar de atravessar um período de “seca” em termos de vitórias, o Ferroviário de Maputo olha para este embate como uma oportunidade única de se relançar na corrida à revalidação do título, que ficou comprometida com a derrota na Beira, na ronda anterior.

 

Mais do que se relançar na luta pelo título, um triunfo dos “locomotivas” significaria encurtar o fosso sobre o líder.

 

Para os “hidroelétricos”, uma vitória no vale do Infulene pode significar caminho aberto para o inédito título. Com seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado, Ferroviário da Beira, a equipa de Artur Semedo olha para o duelo com os “locomotivas” da capital como uma autêntica final, numa série de sete pela frente.

 

O embate antevê-se muito renhido, sendo aguardado com enorme expectativa, pois boa parte das contas do campeonato pode ficar resolvida nesta contenda. Por exemplo, se o Ferroviário de Maputo perder, será um adeus ao título.

 

Não menos importante é a deslocação do Ferroviário da Beira, segundo classificado, à Nampula, para medir forças com o seu homónimo daquele ponto do país. A atravessar um bom momento de forma, as duas formações, à semelhança do Ferroviário de Maputo e UD Songo, são obrigadas a fazer das tripas o coração nesta partida, pois quem perder irá comprometer seriamente os seus objectivos de ganhar a prova.

 

É daqueles embates com difícil prognóstico, até porque o histórico entre ambos é marcado por equilíbrio e este encontro acontece numa altura em que ambos batalham pelo título.

 

O Chibuto, actual terceiro classificado, recebe o 1.º de Maio de Quelimane, claramente em vantagem em termos teóricos, dado o seu desempenho nesta ponta final da prova. O Desportivo de Nacala defronta o seu homónimo do Niassa. A ENH recebe o aflito Desportivo de Maputo, equipa sem margem de erro a estas alturas.

 

O Estrela Vermelha bate-se com o Costa do Sol, já arredado no que diz respeito à luta pelo “canecão”. aos “alaranjados” vencer é um imperativo, dado a situação incómoda na tabela. Os “canarinhos”, por sua vez, procuraram sair vitoriosos para continuarem a melhorar a classificação. O Maxaquene, outro colosso fora da rota do título, recebe o Ferroviário de Nacala, no Zimpeto

 

Amanhã teremos apenas um jogo; o Chingale mede forças com a Liga Desportiva de Maputo, outra equipa que ainda sonha com o título, embora as contas sejam bastante difíceis.

 

Todos os desafios se iniciam às 15.00 horas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:53
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A REPÚBLICA Federal da Alemanha, através da agência GIZ, vai financiar, até finais do próximo ano, a construção de cinco campos polivalentes no município da Matola, província do Maputo, para a prática de modalidades de salão como basquetebol, andebol e voleibol.

 

Para o feito, aquela organização rubricou ontem um Memorando de Entendimento com o Conselho Municipal da Matola e a Universidade Pedagógica, no âmbito do qual serão formados e capacitados agentes desportivos em matérias de gestão dos futuros empreendimentos. O protocolo prevê também a distribuição de equipamentos para as modalidades de futebol, basquetebol, voleibol e andebol às comunidades beneficiárias.

 

A acção está enquadrada no projecto Desporto para o Desenvolvimento – África, realizado pelo Ministério Federal de Cooperação Económica e Desenvolvimento da Alemanha, iniciado em 2014 e que abrange países como Moçambique (desde 2016), Etiópia, Quénia, Togo, Namíbia, Nigéria, Gana, Congo e Ruanda. Nele serão abrangidos 100 mil crianças e jovens.

 

Em Moçambique, o projecto é implementado em parceria com a Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Pedagógica e foi seleccionado o município da Matola por ser considerado um modelo na promoção do desporto.

 

A direcção daquela autarquia identificou 41 espaços para a prática desportiva, dos quais 21 já contam com campos de futebol, podendo beneficiar-se de obras para acolher outras modalidades nos espaços adjacentes.

 

O presidente do município da Matola, Calisto Cossa, disse que a GIZ e a Universidade Pedagógica vão complementar a visão do Governo municipal, que considera a prática desportiva como crucial para o desenvolvimento da urbe.

 

Estes campos vão, certamente, fazer a diferença e nossa ideia é abranger os três postos administrativos, nomeadamente Matola-Sede, Infulene e Machava. Serão campos não apenas para a descoberta de talentos, mas também para a sua exibição”, anotou.

 

Patrizia Bitter, coordenadora do programa Desporto para o Desenvolvimento, referiu que serão investidos entre 50 a 100 mil dólares em cada campo.

 

O desporto tem potencial de contribuir para atingir objectivos de desenvolvimento como prevenção de doenças, solução de conflitos, equidade de género, boa governação e protecção do ambiente”, observou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:24
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
24
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO