Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 01 DE Setembro 2016

 

 

 

O SELECCIONADOR nacional de futebol, Abel Xavier, deixou ontem a promessa de vencer, no sábado, as Ilhas Maurícias, e acredita na possibilidade de a Selecção Nacional terminar em segundo lugar no Grupo H de qualificação para o CAN-2017, cuja fase final terá lugar no Gabão.

 

Os “Mambas” preparam o jogo desde segunda-feira pensando na vitória e em fechar com sucesso a fase de qualificação, que termina este fim-de-semana com a realização da última jornada.

 

Para encerrar a campanha em segundo, o combinado nacional, último classificado do grupo, com quatro pontos, deve vencer as Maurícias (seis) e aguardar pela derrota ou empate do Ruanda (também soma seis), em Acra, frente ao Gana (13), já apurado. Os “Mambas” levam vantagem no confronto directo com o Ruanda, pois venceram em Kigali por 3-2, depois de perderem em Maputo por 1-0.

 

Estas são algumas das razões que levaram Abel Xavier a trazer à convocatória para o embate com as Maurícias várias opções, entre a nata de experientes que actuam no estrangeiro e alguns dos melhores atletas do Moçambola.  

 

Abel Xavier vincou que na convocatória estão as melhores opções e que lhe dão garantia de ganhar, mas lamentou a ausência de alguns jogadores que eram parte das prioridades, alguns com mazelas.

 

São os casos de Reinildo, do Benfica de Portugal, e Nelson, do Costa do Sol, que estão a recuperar de lesões, enquanto Boné Uaferro, do Fortuna da Alemanha, uma das novidades na convocatória, não reagiu ao chamamento.

 

Quanto a Boné, Abel Xavier disse que contactos foram feitos sem sucesso, frisando que todos aqueles que não querem jogar na Selecção Nacional terão de o dizer oficialmente.

 

Para tapar as lacunas deixadas por estes atletas, o técnico dos “Mambas” convocou Edmilson, do Ferroviário de Maputo, e Chicualacuala, do Chibuto. Quanto a Nelson, Abel Xavier disse que as alternativas serão encontradas no nível do grupo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O CAPITÃO dos “Mambas”, Dominguez, está em risco de não alinhar no jogo de sábado frente às Maurícias. O maestro da Selecção Nacional teve de abandonar o treino da tarde de terça-feira, no Estádio Nacional do Zimpeto, queixando-se de dores na coxa esquerda.

 

Aliás, Dominguez vem-se ressentindo de dores musculares desde a África do Sul, e a equipa médica detectou, depois de uma análise preliminar no recinto de treinos e na noite do mesmo dia, que o capitão dos “Mambas” tinha lesão na coxa esquerda.

 

Dominguez foi levado na manhã de ontem ao Hospital Central de Maputo para uma fisioterapia e espera-se que recupere até ao dia do jogo. O médico dos “Mambas” tranquilizou, afirmando que se trata de uma lesão ligeira e que Dominguez poderá jogar no sábado.

 

Espero que a sua patologia seja debelada até sábado. Avaliámos a situação no terreno e concluímos que se lesionou há três semanas na África do Sul. Ele vinha sentindo dores relacionadas com a carga física durante a preparação da sua equipa (Bidvest Wits), e concluímos que sofreu uma micro-rotura nas fibras musculares e necessita de uma terapia que vai durar por aí quatro dias”, explicou Calú.

 

Contudo, Dominguez continua a treinar condicionado, sob cuidados médicos.

 

Vamos analisar a sua evolução no treino de hoje (ontem) e continuaremos a acompanhá-lo até ao dia do jogo”, contou, acrescentando que a lesão de Dominguez é, até estas alturas, o único caso clínico no nível do grupo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:17
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MINISTRO da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, lança oficialmente esta tarde (16.00 horas), em Maputo, a Semana Nacional do Desporto, evento que terá lugar de 18 a 25 de Setembro corrente em todo o país.

 

Este ano, a Semana Nacional do Desporto irá decorrer sob o lema “Desporto: Inspirando a Paz e a Unidade Nacional”, tendo como principal objectivo a promoção e massificação da prática de actividades físicas.

 

No lançamento do evento, Alberto Nkutumula vai dar uma conferência da imprensa na qual, dentre vários pontos, será anunciado o epicentro do evento de uma semana.

 

No mesmo acto, será efectuada a entrega de materiais desportivos às associações, núcleos e parceiros daquele Ministério, no âmbito do projecto de massificação do desporto denominado “Juventude Ocupada, Juventude Saudável”, levado a cabo pelo Instituto Nacional do Desporto (INADE).

 

Este ano, um dos momentos mais altos da Semana Nacional do Desporto será a realização do IV Festival Nacional dos Jogos Tradicionais, que terá lugar em Chimoio, província de Manica.

 

O lançamento da Semana Nacional do Desporto contará com a presença de vários quadros do MJD, imprensa, parceiros e convidados.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito

 

JOÃO Figueiredo é novo treinador do Maxaquene, em substituição de Chiquinho Conde, despedido na noite de segunda-feira.

 

Figueiredo regressa desta forma ao activo e logo pela porta de um clube que bem conhece, não fosse a sua passagem nos anos 90, com um vínculo até ao fim da presente época, segundo o vice-presidente do Maxaquene para o Futebol, Samuel Maibaze.

 

O novo técnico encontra a equipa na sétima posição no Moçambola, com 32 pontos, ou seja, a 16 do líder União Desportiva do Songo, mas com possibilidades de terminar a época com pelo menos um troféu, dado que está nas meias-finais da Taça de Moçambique/mCel e da Taça da Liga BNI.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:02
 O que é? |  O que é? | favorito

 

SETE clubes do Moçambola encontram-se em situação irregular no que diz respeito ao licenciamento obrigatório preconizado pela FIFA a todas as agremiações das principais ligas dos respectivos países.

 

Segundo a Comissão de Licenciamento de Clubes (CLC), estão em situação irregular o Costa do Sol, Desportivo do Niassa, 1.º de Maio de Quelimane, Desportivo de Nacala, Desportivo de Maputo, Chingale e União Desportiva do Songo.

 

No relatório dos cinco meses de actividade, a CLC diz que estes sete clubes não reuniram os requisitos necessários para a atribuição da licença, que nesta primeira fase seria provisória.

 

A CLC atribuiu, por outro lado, licenças provisórias até 30 de Setembro, data-limite para o licenciamento, às seguintes colectividades: Liga Desportiva de Maputo, Ferroviário de Maputo, Maxaquene, Ferroviário da Beira, Estrela Vermelha, Ferroviário de Nampula, Clube do Chibuto, ENH de Vilankulo e Ferroviário de Nacala.

 

A Comissão frisa que os clubes que ainda não submeteram os respectivos processos de regularização se encontram em situação de incumprimento geral, incorrendo em infracções disciplinares, como o não reconhecimento definitivo pela CLC, que por sua vez comunicará à Federação Moçambicana de Futebol para agir conforme as normas e o regulamento em vigor.

 

Estes clubes não serão reconhecidos oficialmente e passarão a operar por conta e risco dos seus legítimos representantes”, lê-se no comunicado da CLC.

 

O processo de licenciamento obrigatório no nosso país começou a 24 de Março e terminou a 15 do mês passado, ficando um período subsequente de verificação dos processos submetidos até 30 de Setembro próximo.

 

São requisitos básicos para o licenciamento infra-estruturas em condições, possuir escalões de formação e gabinete técnico, estrutura administrativa, jogadores com contratos e contabilidade organizada.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

 

JOANA Pereira, karateca do Ferroviário de Maputo que exibiu a bandeira da Renamo na cerimónia de atribuição de medalhas no Mundial de Kimura Shukokai, que teve lugar em Julho na Alemanha, foi suspensa pela Associação Moçambicana da submodalidade devido ao seu gesto.

 

A Associação justifica a decisão com o facto de ser proibido o uso de bandeiras de partidos políticos quando se está em representação do país.

 

Entretanto, a Federação Moçambicana de Karate (FMK) disse, através do seu presidente Aurélio Mazias, que a instituição está a avançar com um inquérito que visa aos responsáveis da delegação moçambicana ao Mundial, não a atleta, pois esta pode ter exibido a bandeira da Renamo inocentemente, ou a mando dos dirigentes da Associação de Kimura Shukokai.

 

Segundo Mazias, o referido inquérito terá o seu veredicto dentro de dias. “Certamente que os responsáveis da delegação tinham conhecimento da existência da bandeira. Por outro lado, quando ela subiu ao pódio com aquela bandeira nas mãos ninguém a tentou impedir”, observou Aurélio Mazias.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito
Setembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
17
18
24
25
26
27
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO