Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 29 DE Agosto 2016

 

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Praia perdeu na tarde de ontem, na Arena de Matchiki-Tchiki, com a sua congénere de Madagáscar, por 3-2, no jogo da primeira “mão” da única eliminatória de acesso ao Campeonato Africano da modalidade.

 

O resultado compromete sobremaneira as contas de qualificação, visto que em Antananarivo,Moçambique é obrigado a ganhar por duas ou mais bolas de diferença, o que não se afigura fácil, até porque Madagáscar é campeão africano e título.Os golos da equina nacional foram apontados por Faquil e Betinho.

 

O jogo da segunda “mão” terá lugar a 18 de Setembro, em Antananarivo.Refira-se que a fase final deste “Africano” terá lugar em Novembro, na Nigéria.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:19
 O que é? |  O que é? | favorito

 

MOÇAMBIQUE venceu, na tarde de ontem, a Tunísia por 55-36 na segunda jornada do Campeonato Africano de Basquetebol Feminino Sub-18, que decorre desde sexta-feira no Cairo, capital do Egipto.

 

Com este resultado, as moçambicanas, integradas no Grupo “B”, redimiram-se da derrota sofrida na estreia, no sábado, diante do Mali por 45-65.

 

Os próximos adversários são Costa do Marfim e Uganda.Entretanto, o outro grupo, “A”, é constituído pelo Egipto, Angola, Argélia e Madagáscar.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:01
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O COSTA do Sol bateu o Ferroviário de Nampula por 1-0, com o único tento do desafio a ser apontado por Avelino, aos 68 minutos, resultado que castiga os visitantes, que estiveram melhor num jogo em que tiveram muitas oportunidades de marcar.Viril no primeiro tempo e com maior ascendente para a turma de Nampula, prevaleceu a atenção do guardião “canarinho”, Tchando, para que as duas formações recolhessem aos balneários com o “placard” em branco.

 

Deliberadamente atirado ao ataque, o Ferroviário de Nampula soube estancar o Costa do Sol, fechando as linhas de passe depois da linha divisória e recorrer ao jogo duro quando se visse em desvantagem numérica, num flagrante anti-jogo.

 

Os “canarinhos”, a jogar num sistema táctico de 4-5-1, alternado com 4-4-1-1, experimentavam imensas dificuldades para visar com algum sucesso a baliza de Pinto.Aliás, foram os “locomotivas” os primeiros a criar pânico, com Banda a rematar com muito perigo ao lado, quando se jogavam 10 minutos. O Costa do Sol respondeu sete minutos volvidos, com Parkim a ver o seu remate em arco a sair caprichosamente ao lado.


Astutos, os nampulenses fizeram questão de reter a bola e fazer um jogo de paciência, com as jogadas a serem minuciosamente elaboradas. Foi desta forma que uma combinação entre Vivaldo e Imo culminou com um “tiro” deste último da zona da meia-lua para a figura do atento Tchando. Já à beira do intervalo, Banda quase fazia o golo de levantar o estádio, mas o guarda-redes do Costa do Sol respondeu com uma defesa espectacular para canto.

 

Foi-se ao descanso com o nulo a castigar a equipa visitante, que teve maior volume de jogo. No reatamento, a tendência do jogo não mudou. Os “locomotivas”, mais pressionados a ganhar para se manterem na luta pelo título, encostaram o adversário, mas não conseguiam desatar o nó. Banda, logo nos instantes iniciais, ganhou uma segunda bola na área “canarinha” e encheu o pé para uma enorme defesa de Tchando, mais uma. O Costa do Sol não se abalou e viu Manucho a responder um centro de Rúben com um remate ao lado. Parkim, da zona frontal, tentou a sorte, mas o seu tiro foi detido por Pinto. Contra a corrente do jogo, os “canarinhos” chegaram ao golo por intermédio do recém-entrado Avelino, que correspondeu de cabeça a um cruzamento bem tirado por Manucho na direita.

 

O tento abalou a equipa de Arnaldo Salvado, que doravante ficou mais vulnerável ao segundo dos “canários”, mas estes foram perdulários nos vários contra-ataques de que dispuseram em face da subida das linhas do Ferroviário. O empate esteve perto, na sequência de um livre, com Tchando a sair aos papéis e Kalanga a rematar de cabeça ao lado, com a baliza “canarinha” desgovernada.

 

O Costa do Sol respondeu com outra perdida clamorosa de Avelino que, após receber um passe de Parkim, fez rotação na área, deixando um adversário sem cintura e, na cara de Pinto, atirou por cima, naquele que foi o último lance vistoso do desafio.


Simões Guambe fez um bom trabalho, de uma forma geral, embora na primeira parte tenha evitado expulsar dois jogadores do Ferroviário de Nampula por jogo perigoso.


FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO: Simões Guambe, auxiliado por Domingos Machava e Cláudio Macamo. O quarto foi Estêvão Matsinhe.

 

C. SOL: Tchando; Pai, Gerson, Manuelito, Dito, Manucho (Artur), Chimango, Paíto (Avelino), Rúben, Parkim e Lalá (Cosme).

 

FER. NAMPULA: Pinto; Gervásio, James, Salomão, Belo, Kalanga (Kwali), Imo, Banda, Raúl, Ndazione (Green) e Vivaldo.

 

DISCIPLINA: Amarelos para Kalanga e Gervásio (Fer. Nampula).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERROVIÁRIO de Maputo, campeão nacional, perdeu ontem na Beira frente ao seu homónimo local, por 2-0, resultado que coloca os comandados de Carlos Manuel (Caló) cada vez mais longe de revalidar o título. Aliás, os “locomotivas” da capital do país caíram para a quinta posição, com 38 pontos, menos 10 que o líder da prova, União Desportiva do Songo, que bateu o Chingale por 2-0.

 

O Ferroviário da Beira, por sua vez, ocupa o segundo lugar, com 42 pontos. Destaque ainda para o Chibuto, que foi a Lichinga vencer o Desportivo do Niassa por 2-1, pulando da sexta para a terceira posição, com 40 pontos. Apesar da derrota frente ao Costa do Sol, o Ferroviário de Nampula está na quarta posição, com 40 pontos. O Maxaquene recebeu e bateu o Estrela Vermelha por 1-0, a Liga Desportiva de Maputo derrotou o Desportivo de Nacala, também por uma bola sem reposta. Em Quelimane, o 1.º de Maio goleou a ENH por 3-0, e em Nacala o Ferroviário empatou o com o lanterna vermelha Desportivo de Maputo sem golos. O Moçambola vai observar um interregno no próximo fim-de-semana para dar vazão aos compromissos da Selecção Nacional.

 

FER. NACALA, 0-DESPORTIVO DE MAPUTO, 0: Penalizador para os “alvi-negros”

 

LUÍS NORBERTO

 

O DESPORTIVO de Maputo, apesar de estar nos últimos lugares da tabela classificativa, com o risco da despromoção do Moçambola, entrou para esta partida desinibido, disfarçando uma crise de resultados, diante de um adversário que vinha com um resultado moralizador fora de portas na jornada anterior.

 

Jogando num terreno muito difícil, os “alvi-negros” foram os primeiros a criar a primeira grande oportunidade de marcar, aos 22 minutos, quando Evanga rematou forte para uma defesa de Victor para canto.

 

Dado o aviso, o Ferroviário de Nacala ripostou somente aos 29 minutos, num contra-ataque que Chana não chegou a concretizar, mas por mérito da defensiva contrária, que chegou a tempo para aliviar o esférico para fora.

 

O Desportivo de Maputo antes do intervalo poderia ter chegado ao golo, num pontapé de bicicleta de Evanga, que viu o seu remate a rasar o poste da baliza defendida por Victor, que estava batido.

 

No reatamento, viu-se apenas uma equipa em campo, o Desportivo, que não conseguiu marcar por mera infelicidade dos seus jogadores que, por aquilo que produziram ao longo desta etapa complementar mereciam um resultado mais favorável, pese embora nalgumas ocasiões os “locomotivas” tivessem tido jogadas também que poderiam marcar.

 

Aliás, o Desportivo de Maputo pode lamentar de uma vista grossa do árbitro do encontro, que aos 57 minutos deixou de assinalar um penálti a castigar mão de um defensor “locomotiva”. Fora este lance, Filimão Filipe esteve bem durante o encontro, que acabou terminando sem abertura do marcador, apesar da superioridade dos “alvi-negros”.

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO: Filimão Filipe, auxiliado por Amisse Abacar e Fonseca Cuinica.

 

FER. NACALA – Victor; Rodjas, Silva, Ibraimo e Zainal; Megas, Abú (Quaresma), Zinho (Ozias e Vovote (Paulino); Marufo e Chana.

 

DESPORTIVO DE MAPUTO – Joaquim; Sidique, Joca, Infren, Evanga; Danito Parruque, Ivo Chris e Cândido; Naftal e Dinis (Arnaldo).

 

ACÇÃO DISCIPLINAR: Amarelos para Cândido, Naftal e Joca, todos do Desportivo de Maputo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito

Ferroviário Nacala-Desportivo Maputo                    (0-0)

1.º Maio Quelimane-ENH                                         (3-0)

Desportivo Niassa-Chibuto                                       (1-2)

Liga Desportiva-Desportivo Nacala                          (1-0)

União Desportiva-Chingale                                      (2-0)

Ferroviário Beira-Ferroviário Maputo                       (2-0)

Costa do Sol-Ferroviário Nampula                           (1-0)

Maxaquene-Estrela Vermelha                                   (1-0)

 

                                                       J         V         E         D         BM      BS       P

UD SONGO                                      23        14        6          3          27        8          48

Ferroviário da Beira                        23        12        6          5          29        17        42

Chibuto                                              23        10        10        3          24        13        40

Ferroviário de Nampula                   23        10        9          4          26        15        39

Ferroviário de Maputo                     23        10        8          5          21        12        38

Liga Desportiva                                 23        11        5          7          29        16        38

Maxaquene                                        23        8          8          7          24        23        32

ENH                                                    23        8          7          8          19        22        31

Ferroviário de Nacala                       23        6          12        5          16        17        30

Desportivo de Nacala                       23        6          10        7          28        26        28

Costa do Sol                                      23        7          7          9          26        28        28

1.° Maio de Quelimane                     23        5          9          9          25        31        24

Chingale                                             23        6          4          13        16        32        22

Estrela Vermelha                               23        3          12        8          23        28        21

Desportivo do Niassa                       23        2          7          14        08        33        13

Desportivo de Maputo                       23        1          10        12        12        28        12

 

PRÓXIMA JORNADA (24.ª): Fer. Maputo-UD Songo; Chibuto-1.º Maio, Desportivo de Nacala-Desportivo do Niassa, Chingale-Liga, Fer. Nampula-Fer. Beira, Estrela Vermelha-Costa do Sol e Maxaquene-Fer. Nacala.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:34
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
20
21
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO