Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 24 DE Agosto 2016

 

Noémia Massingue já está em New York, nos Estados Unidos da América (EUA). A base despediu-se do Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão, Fundação Clarisse Machanguana e parentes, na última quarta-feira, mesmo dia que viajou para os EUA, onde vai estudar e jogar no Master School of New York. A atleta foi eleita MVP na 1.ª edição da NBA Jr. no ano passado, e este ano conquistou ouro nos Jogos da CPLP.

 

Há duas semanas, Noémia Massingue era aluna da Escola Secundária da Matola, onde frequentava a 10.ª classe. Desportivamente, representava o escalão juvenil do Ferroviário de Maputo, clube onde chegou antes de representar Matolinhas. Nascida a 10 de Março de 2001 (15 anos), Noémia tem de pelo menos duas outras colegas de equipa (Neyde Ocuane e Clítan de Sousa) a evoluir nos Estados Unidos da América.

 

O Ministro da Educação e Desenvolvimento Humano, Jorge Ferrão, lembrou os objectivos da bolsa. “Noémia vais aos EUA, em primeiro lugar para estudar e depois para jogar. Estaremos orgulhosos de ver o seu percurso. Agora continuaremos a ver talentos na NBA Jr. e vamos contar com a Clarisse para levara a Liga para a zona Centro primeiro, depois a  Norte, porque temos muitas Noémias”, referiu.

 

Por seu turno, Clarrisse Machangua, patrona da fundação com o mesmo nome, que também foi responsável pela identificação do talento, considerou que o momento especial. “A fundação Clarisse Machanguana não é a fazedora deste evento, somos apenas a ponte entre Moçambique e o talento da Noémia. Nem todos os talentos moçambicanos poderão usufruir, mas se fizermos o mínimo para ajudar quem se dedica, isso é motivo de grande orgulho”, referiu Machanguana.

 

Consideramos essa, uma bolsa de estudos, não um contracto para jogar, mas em troca vai jogar para pagar os seus próprios estudos. É a primeira menina que com a colaboração da fundação sai do nosso país para continuar com os estudos”, acrescentou.

 

Para a antiga jogadora da selecção nacional qualquer um outro jovem que tiver a oportunidade da Noémia, deverá ter boas notas, conduta apropriada. “O talento acrescenta o resto. O nosso primeiro sonho aqui está. Isto vem para potenciar a carreira académica do jogador e dar uma oportunidade de onde cair se houver lesões ou acabar a carreira. É uma bolsa de estudo, o desporto é um bónus”.

 

A beneficiada mostrou-se emocionada. “Estou muito feliz por ter ganho esta oportunidade de estudar e mostrar o meu talento. Agradecer primeiro a Clarisse, aos meus treinadores e os meus pais. Vou ter a oportunidade de mostrar as pessoas o que os moçambicanos valem”.

 

 

FonteDesafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:41
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O piloto moçambicano Karl Pitzer garantiu no passado sábado a sua participação na Rotax Max Challenge Grand Finals, a decorrer no próximo mês de Outubro, em Nápoles e Sarno, na Itália. O feito é graças à vitória no circuito internacional de Zwartkops, na cidade sul-africana da Pretória, onde o moçambicano venceu a concorrência de outros 18 pilotos na categoria de Max Júnior.

 

O merecido bilhete, conquistado com nota de excelência na Rotax Max African Openpremeia o piloto pela excelente performance que demonstrou desde o início dos treinos livres, sucendendo o mesmo nas pole positions da qualificação, da pré-final e da grande final.

 

Em todos esses momentos, Karl Pitzer mostrou que saiu de Maputo decidido a vencer a prova e os restantes 18 pilotos seus concorrentes da categoria de Max Junior, incluindo sua irmã Naomi Pitzer e outro moçambicano que corria na prova, Eric Kasa. Com um total de 105 pontos, divididos em 35 pontos arrecados nas três series cronometradas, o piloto levou melhor no final com 14 e 16 pontos de vantagem sobre os restantes dois adversários que completaram os lugares de pódio, os sul-africanos Daniel Duminy e Wayland Wyman, respectivamente.

 

Com motivos mais que suficientes para satisfação, Karl Pitzer disse à Reportagem dodesafio que esta conquista lhe enchia de felicidade e que a mesma estimulava a uma maior luta para os próximos compromissos.

 

– Sinto-me muito feliz porque conquistei a prova mais importante de toda a África na categoria de Max Junior. Não foi fácil, porque o circuito estava molhado por causa da chuva miúda que ia caindo. Mesmo assim, consegui resistir até ao fim. Os que vinham a minha trás faziam-me uma pressão que me obrigou a ter mais cuidado para evitar sofrer uma ultrapassem. As corridas e os treinos no ATCM ajudaram-me bastante- garantiu Karl Pitzer.

 

Gilberto Guibunda, nosso enviado a Pretória

Com o apoio do ATCM

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:32
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O seleccionador nacional de futebol de praia de Moçambique, Pascoal Loforte, mostra-se confiante numa vitória, que deve ser folgada, este domingo à tarde (15.00 horas), na recepção a Madagáscar para a primeira mão da única eliminatória de acesso à fase de grupos do “Africano” agendado para Novembro próximo, mas clarifica que o horizonte é o “Mundial”.

 

Pascoal Loforte afirma que, ao contrário do futebol 11, no de praia, para se viajar com alguma tranquilidade para o jogo da segunda mão, que se disputa a 18 de Setembro, é preciso sair-se da arena do Ma Tchicki-Tchicki com uma diferença confortável.

 

- No futebol de praia, um bom resultado seria vencer folgadamente. Não podemos pensar no que acontece, por exemplo, no futebol de 11, em que quando ganhas por 2-0 pensas que tens caminho andado. No de praia, só uma grande diferença transmite certa tranquilidade, e estaremos focados nisso no domingo.

 

A preparação para esta campanha começou em Julho passado com um total de 25 atletas, número que ficou reduzido para 20, dos quais serão seleccionados 16 para o jogo de domingo. E desde a fase iniciada a 1 de Julho até semana passada, a selecção cumpria quatro sessões semanais, tendo os primeiros dias sido reservados para a recuperação física, pois“Junho e Julho são meses de paragens, espécie de defeso, devido ao Inverno. E nesse aspecto estou satisfeito porque os jogadores estão a corresponder e acredito que nos dias que faltam conseguiremos colmatar as lacunas que ainda existem”.

 

Atanásio Zandamela/Luís Muianga

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:25
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Depois de duas décadas como atleta, 15 anos dos quais competindo ao mais alto nível, Edson Madeira colocou um ponto final nas competições e abriu um novo capítulo na sua vida desportiva, passando a ser oficialmente treinador, apesar de já vir a desempenhar o ofício há algum tempo.

 

Foi com uns “parabéns mister! que o Ministro da Juventude e Desporto, Alberto Nkutumula, dirigentes e figuras da música moçambicana, sobretudo de jazz, patrocinadores, amigos, familiares, desportistas e muitos outros ovacionaram o antigo judoca, Edson Marcelo da Silva Madeira, no dia de sua homenagem, que coincidiu com o fim oficial de duas décadas enquanto atleta profissional. É apenas um ponto final na alta competição para abraçar outros desafios no judo, ainda mais delicados, que passam por dedicar-se aos mais novos, de forma a transmitir o que aprendeu ao longo dos 20 anos, muitos deles representando o país além-fronteiras e sempre com vontade de vencer, tal como frisou o próprio atleta.

 

– É difícil explicar a minha carreira por ter sido longa. Quando iniciamos a nossa carreira e conhecemos o objectivo pelo qual viemos ao mundo, damos sempre o melhor de nós exigindo esforço pessoal e por vezes familiar. Numa carreira de alto rendimento há que escolher o momento certo de deixar a competição. A minha retirada prende-se fundamentalmente com a vontade própria e pelo objectivo de dedicar mais tempo para os mais novos, de modo a transmitir-lhes tudo o que aprendi ao longo desses todos anos. Quero fazer algo com os mais novos de modo a que continuem a levar o nome do país pelo mundo. Chegar a esta decisão foi um momento doloroso, mas também feliz, porque sinto que cumpri cabalmente o meu dever - frisa emocionado o homenageado.

 

o Ministro da Juventude e Desporto, Alberto Nkutumula, deixou elogios ao ex-atleta e adverte aos desportistas para serem mais prudentes nas suas modalidades.

 

– Cada atleta deve procurar se evidenciar na modalidade que pratica. Neste caso, o Edson Madeira, numa carreira de vinte anos, se evidenciou no judo nacional. É uma referência que deve ser seguida e ninguém questiona as suas capacidades como um bom judoca. Agora, como treinador, já está a produzir frutos. Isso para nós dirigentes honra nos ainda mais. Esperamos que os alunos dele continuem a afirmar-se para que Moçambique seja referência no continente africano e no mundo – augurou Nkutumula.

 

Gilberto Guibunda/Luís Muianga

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:09
 O que é? |  O que é? | favorito

 

MOÇAMBIQUE vai acolher, em Maio e Junho do próximo ano, o circuito de ténis regional de sub-18, evento que estará aberto aos interessados de outros quadrantes do continente.

 

A Federação Moçambicana de Ténis acolheu favoravelmente a proposta apresentada pela Confederação Africana da modalidade (CAT) na reunião da organização havida em Pretória, na vizinha África do Sul.

 

O circuito compreenderá três etapas. Maputo acolherá as primeiras duas etapas, respectivamente de 22 a 26 de Maio e 29 de Maio a 2 de Junho. A última etapa será no Botswana, também em Junho.

 

Salientar que Moçambique tem nos últimos anos sido palco de vários eventos internacionais, isto desde que a FMT se tornou membro de pleno direito da Federação Internacional da modalidade (ITF), em 2010.

 

Maputo acolheu, em 2014, uma das etapas do circuito regional de sub-12 e 14, o qual foi ganho pelo pequeno Bruno Nhavene. Tem igualmente sido palco de “Opens” com uma premiação monetária significativa.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERRROVIÁRIO partiu, na manhã de ontem, para a capital angolana, Luanda, onde, a partir de hoje, participa na XV edição do Torneio Internacional de Hóquei em Patins, prova organizada por ocasião de mais um aniversário do Presidente daquele país, José Eduardo dos Santos.

 

Participam no Torneio denominado “Zé Dú”, um dos mais prestigiados no panorama da modalidade ao nível internacional, além do Ferroviário, o 1.º de Agosto, Académica de Luanda, Misto do Namibe, Misto de Benguela e a Selecção da África do Sul.

 

Os “locomotivas” partem para esta prova com o objectivo de alcançar os lugares cimeiros. No último jogo, efectuado no campeonato local, deixaram boas indicações diante do “tricampeão”, Estrela Vermelha, isto apesar de ter perdido por 2-1.A prova é organizada anualmente pela Federação Angolana de Patinagem.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:53
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO nacional de futsal intensifica preparação em solo moçambicano, depois de ter averbado duas derrotas diante da Costa Rica (5-0) e Portugal (6-2) durante o estágio pré-competitivo realizado, semana passada, na cidade portuguesa de Torres Vedras, tendo em vista a sua participação no Campeonato do Mundo da modalidade a decorrer na Colômbia de 10 de Setembro a 2 de Outubro.

 

O treino decorreu no pavilhão do Iquebal e contou apenas com os jogadores que não viajaram para Portugal. Já que os que marcaram presença no estágio em terras lusas tiveram direito a descanso e ontem, terça-feira, já treinaram sob as ordens de Naymo Abdul.

 

Quanto aos jogos com Costa Rica e Portugal é de referir que foi diante da selecção lusa que a equipa nacional apresentou-se melhor, chegando a estar a empatar a duas bolas na segunda parte, diante de um dos candidatos ao título, mas depois veio a fadiga muscular de uma primeira parte intensa. Os golos da equipa nacional foram apontados por Ziraldo e Edson.

 

No cômputo geral fica a impressão de que é necessário trabalhar-se mais no sistema defensivo, sobretudo em situações que sofre um contra-ataque. Uma nota positiva, a salientar, é que em situações de contra-ataque, a equipa nacional mostra-se certeira e mortífera. Foram assim os golos frente a Portugal.  

 

De referir que na próxima semana, portanto no dia 29 de Agosto, o combinado nacional deve seguir para um estágio no Brasil para no dia 6 de Setembro rumar para Colômbia.Salientar que Moçambique integra o Grupo D juntamente com Brasil, Ucrânia e Austrália.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:25
 O que é? |  O que é? | favorito

 

AS escolas secundárias Heróis Moçambicanos e da Katembe somam e seguem na edição 2016 da Copa Coca-Cola, ao nível da capital do país, tendo traduzido em goleadas os seus embates da quinta jornada do certame.

 

No último fim-de-semana, a “Katembe” atravessou a baía de Maputo para golear a “Lhanguene Piloto” por 3-0, o mesmo resultado conseguido pela “Heróis Moçambicanos” na deslocação ao terreno da “Sansão Muthemba”. Com estes triunfos, “Heróis Moçambicanos” e “Katembe” partilham a liderança com 15 pontos.

 

Ainda nesta ronda, o destaque vai para a vitória da “Josina Machel” por 2-1 frente a “Eduardo Mondlane Xitlhango”. A maior goleada foi conseguida pela “Eduardo Mondlane” diante da “Comunitária São Vicente de Malhangalene”, por 7-0. No duelo das “Noroestes”, levou a melhor a I, por 2-1.

 

Na província de Maputo, a “Secundária da Matola” goleou ao Colégio Abubacar Sidik, por 3-0, o mesmo resultado conseguido pela “Dâmaso” diante da “Bedene”. A “Nkobe” foi à “Namaacha” ganhar por 2-0 e “Matlhemele” ganhou a “Ana Mogas” por 1-0.

 

Em Gaza, houve duas goeladas de 3-0. Uma foi conseguida pela “Chipenhe” frente a “1.º de Janeiro” e outra a “Xai-Xai” impôs a “Manave”. Do resto houve algum equilíbrio, embora sem qualquer empate. A “Julius Nyerere” bateu a “Patrice Lumumba” por 1-0 e a “Inhamissa” derrotou a “Tavene”, também, por 1-0. A “Joaquim Chissano” bateu a “Bungane” por 1-0.

 

Em Inhambane houve registo de três goeladas expressivas. A “Emília Daússe” cilindrou a “3 de Fevereiro” por 8-0. A “Muelé” bateu a “1.º de Maio” por 6-1 e a “Acordos de Lusaka” venceu a “Eduardo Mondlane” por 7-3, além do 3-0 aplicado a “Nelson Mandela” pela “Tomás Ndunda”. O resultado mais apertado verificou-se na vitória da “Chambone” diante da SOS, por 2-1.

 

Em Sofala o destaque vai para o 3-0 conseguido pela “Marocanhe” frente a “Manga”, o mesmo resultado obtido pela “Samora Machel” diante da Catedral.

 

Em Manica, a “Macombane” impôs 5-0 a “American Board”, e “7 de Abril” cilindrou a “Joaquim Marra” por 4-0. Em Tete, a “Sansão Muthemba” goleou a “Chingodzi” por 5-0 e a “Machado” bateu a “Canogola” por 3-0.

 

Na Zambézia, a “Patrice Lumumba” foi goleada pela “Amor de Deus” por 3-0, saldo idêntico foi conseguido pela “25 de Setembro” frente a “Expansão”. Em Cabo Delgado, o destaque vai para o 5-1 aplicado a “Wimbe” pela SOS.

 

 No Niassa assinala-se a estrondosa goleada sofrida pelo Colégio Galileu frente a “Expansão”, por 8-0. Nampula não entrou em acção por razões organizacionais.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:40
 O que é? |  O que é? | favorito

O BANCO de Moçambique (BM) derrotou as Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) por 2-1, em jogo mais aguardado da nona jornada da Liga Metical, assaltando o segundo lugar da classificação, em troca com o BCI.

 

Com o triunfo, o Banco Central passou a somar 18 pontos, mais dois que o BCI (que não jogou devido ao número ímpar de equipas) até então segundo lugar. Noutra partida da ronda, a Eletricidade de Moçambique (EDM) bateu a Administração Nacional de Estradas (ANE) por 3-1.

 

A competição continua a ser liderada pelo FNB, que não entrou em acção, pois tinha um jogo adiantado, com 22 pontos, o Banco de Moçambique e BCI completam o pódio.

 

QUARTETO NAS MEIAS DO FUTSAL

 

Na Liga Bancária de Futsal já são conhecidos os semifinalistas, nomeadamente o FNB, a Socremo, Banco Único e Barclays, um quarteto que conseguiu a proeza após vitórias nos quartos-de-final disputados no fim-de-semana.

 

O FNB derrotou o Moza, por 4-3; a Socremo goleou o BCI, por 6-2; o Banco Único cilindrou o Bim, por 7-1 e o Barclays bateu copiosamente o Standard Bank, por 6-2.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:15
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A UNIÃO Desportiva do Songo, comandante isolado do Moçambola-2016, tem hoje um teste espinhoso no campo do Desportivo de Nacala, em jogo da 22.ª jornada.

 

O jogo, cujo início está agendado para as 15.00 horas, perspectiva-se como um dos mais complicados para a equipa do Songo, que vive um momento entusiasmante, visto que está a nove jornadas de conquistar o título, um feito que seria histórico para esta colectividade.

 

Na primeira volta, os treinados de Artur Semedo tiveram de vestir o fato-macaco para vencer no seu reduto, por 1-0, e agora, a jogarem fora, antevê-se dificuldades acrescidas, não só porque defrontam um adversário bem organizado, mas também porque os adeptos nacalenses são enérgicos e vibrantes no apoio à sua equipa.   

 

No encalço da UD Songo (42 pontos) está o Ferroviário da Beira (39 pontos), que joga no campo do Chingale, uma deslocação que não deixa de ser difícil, até porque os tetenses precisam urgentemente de conquistar os três pontos para saírem dos lugares de despromoção. Aliás, neste jogo estão frente-a-frente equipas com objectivos distintos, enquanto os beirenses jogam com os olhos no título, o Chingale bate-se pela fuga aos “quarteirões”.

 

Nesta ronda há motivos mais do que suficientes para os adeptos do desporto-rei seguirem com atenção, na medida em que além de existir essa luta frenética pela liderança, está reservado um embate de titãs entre o Ferroviário de Maputo e o Costa do Sol no mítico Estádio da Machava.  Os “locomotivas” de Maputo, no quarto lugar com 37 pontos, estão centrados no ataque ao título e no regresso aos triunfos, enquanto os “canarinhos” querem prosseguir com a recuperação na tabela classificativa e manterem-se na rota dos triunfos, depois de na jornada passada terem batido o Chingale.

 

Na cidade de Nampula, haverá uma autêntica romaria ao Estádio 25 de Junho, com o Ferroviário local, terceiro classificado com 38 pontos, a receber um Maxaquene em crise, mas que quererá, com certeza, voltar a Maputo com os três pontos na bagagem. Na capital do norte está em perspectiva um embate electrizante, em que os nampulenses são favoritos.

 

Na capital do país, o Desportivo de Maputo bate-se com o 1.º de Maio de Quelimane e o Estrela mede forças com o Ferroviário de Nacala.

 

Os “alvi-negros” estão proibidos de escorregar se quiserem continuar a acreditar que é possível manterem-se no Moçambola, mas do outro lado estará um oponente que também está aflito na batalha pela manutenção na elite do futebol nacional.

 

Em Vilankulo, a ENH recebe um Desportivo do Niassa que apesar de ainda não ter resolvido a questão dos salários em atraso, já confirmou que vai jogar, e motivado, visto que vem de uma vitória sobre o seu homónimo de Maputo. Entretanto, os “hidroeléctricos” são favoritos.

 

O Clube do Chibuto bate-se com a Liga Desportiva, numa partida que também promete ser muito bem disputada.Todos os jogos realizam-se hoje e têm início às 15.00 horas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:59
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
20
21
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO