Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 08 DE Agosto 2016

 

Cerca de uma centena de desportistas, entre gestores, aspirantes a gestores desportivos, personalidades políticas e juristas de nomeada no país estiveram juntos, durante dois dias, na semana passada, num semanário sobre gestão desportiva, no encerramento do qual Ana Flávia Azinheira recomendou aos dirigentes desportivos para lamentarem pouco e procurarem soluções para os respectivos movimentos associativos.

 

A Vice-Ministra da Juventude e Desportos, Ana Flávia Azinheira, teceu duras críticas aos dirigentes desportivos que se candidatam a ocupar determinados postos para logo a seguir se queixarem da falta de soluções para os problemas que se propuseram resolver. Abominou aqueles que vivem de mão estendida, pedindo dinheiro ao Governo, como se as instituições desportivas fossem departamentos do Estado.

 

Quando um dirigente de um clube queixa-se da falta de espaço para as suas equipas treinarem o que espera, e de quem? Não queremos lamentadores, mas gestores sérios, que busquem soluções para problemas dos respectivos movimentos associativos, disse Flávia Azinheira, no encerramento do 1º Seminário sobre Gestão Desportiva, sob o lema Novos Desafios, Diferentes Soluções.  

 

A iniciativa foi da Ídolo EI, com a moderação principal do Dr. Muhammad Sidat, jovem e primeiro moçambicano Mestre FIFA em Gestão Desportiva, que ainda para o efeito convidou diversos oradores, nacionais e de outras nacionalidades, para apresentarem comunicações sobre diferentes temas, com particular enfoque para a partilha de experiências.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:26
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O seleccionador nacional de futsal, Naymo Abdul, dá nota positiva à resposta dada pelos jogadores nos primeiros cinco dias de preparação tendo em vista a participação eficaz da Selecção Nacional no Mundial da Colômbia.

 

Em semana divida entre carga física e aspectos técnicos e tácticos de posicionamento, saídas a pressão e defensivos, estes últimos com maior incidência no último treino realizado na sexta-feira, se constituíram no naipe dos trabalhos do combinado nacional, que a partir de ontem (domingo) contou com os restantes sete jogadores que ainda não se haviam juntado ao grupo.

 

No cômputo geral estamos num bom caminho, apesar da discrepância na condição física de alguns dos jogadores. Estivemos empenhados em melhorar alguns aspectos tácticos, com maior evidência para a nossa organização defensiva, que foi o nosso "calcanhar de Aquiles" no último Campeonato Africano, observa Naymo, que não descura, entretanto, as saídas a pressão, que para o técnico são a característica geral dos seus adversários do grupo.

 

Se trabalhar com 20 atletas era difícil, a partir desta segunda-feira tornar-se-á mais complicado, com a inclusão dos restantes sete que ainda não se haviam apresentado nos trabalhos da selecção, até porque a rapaziada está toda alegre e com entrega ao limite. Ninguém quer ficar fora da lista final dos 14 eleitos. Planificámos o trabalho de modo que em cada sessão de treinos haja divisão de tarefas, ou seja, os alas a trabalharem entre si, os guarda-redes idem, os fixos e pivôs, também, de modo que todos estejam bem enquadrados no trabalho que desejamos, concluiu o técnico.

 

Esta semana se prevê a intensificação dos trabalhos organizacionais nos três sectores do campo.

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:14
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A estreia de Moçambique na XXXI edição dos Jogos Olímpicos de Verão-Rio/2016, que decorre oficialmente desde sábado, não foi por aí além, com a nadadora Jannah Sonnenschein a cair logo na primeira eliminatória, depois de terminar em sétimo lugar numa das séries dos 100 metros bruços.

 

A atleta, que é bolseira da Solidariedade Olímpica Internacional, fez a especialidade com o tempo de 1.04.21 minuto e na classificação geral ocupou a 39.ª posição de um total de 45 nadadoras. Nadando na segunda série, Jannah Sonnenschein só foi melhor que Dalia Zamora (Nicarágua) que fez 1.05.81 minuto numa eliminatória em que a vencedora, Amit Lvry, de Israel, fez 59.42 segundos. 

 

Hoje Moçambique não entra em acção, devendo voltar a competir amanhã à tarde através do nadador Igor Mogne, que disputará as eliminatórias dos 100 livres.

 

Tal como Jannah Sonnenschein, o nadador do Sporting de Portugal tem poucas hipóteses de passar à eliminatória seguinte, sabido que nem sequer conseguiu os mínimos para marcar presença no maior evento planetário.

 

Amanhã será igualmente o dia de estreia do judo, através de Marlon Acácio (-81kg) que vai disputar os dezasseis-avos-de-final do torneio da modalidade.

 

As restantes duas modalidades, canoagem e atletismo, só entram em acção na próxima semana. Mussá Tuabuldine e Joaquim Manhique vão estreiam-se no dia 17, enquanto Kurt Couto, que está na sua quarta olimpíada, compete no dia 18 do corrente mês. 

 

Lembre-se que Moçambique foi oficialmente recebido na terça-feira na Vila Olímpica, que acolhe mais de 16 mil pessoas, entre atletas e oficiais. E na cerimónia de abertura Joaquim Lobo foi o porta-estandarte, substituindo Kurt Couto, que ocupou esse estatuto nas últimas presenças.

 

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 12:03
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Estava tremida a deslocação do Textáfrica de Chimoio a capital do país onde no próximo fim-de-semana disputa, com o Costa do Sol, o jogo da segunda mão dos quartos-de-final da Taça de Moçambique em futebol.

 

Problemas financeiros são apontados, segundo informações trazidas pela Rádio Moçambique, como sendo a causa desta princípio.Entretanto, o município de Chimoio e o empresariado local estão empenhados em encontrar soluções para que o primeiro campeão nacional p­ós-independência e treinado por Mário Coluna dispute este jogo. Ao que tudo indica, já há luz verde nesse sentido.

 

Seria a segunda equipa a abdicar dos jogos dos quartos-de-final da Taça de Moçambique depois da Academia Militar de Nampula ter falhado a deslocação a Maputo, também sobre protesto da crise financeira, para defrontar o Maxaquene. 

 
 
 
Fonte:Desafio
publicado por Vaxko Zakarias às 11:56
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A delegação moçambicana, composta por seis atletas, nomeadamente, o barreirista Kurt Couto, o judoca Marlon Acácio, os canoístas Mussá Tuabuldine e Joaquim Lobo e os nadadores Igor Mogne e Jannah Sonnenschein, que participam como convidados do Comité Olímpico Internacional, já desfilou no Maracanã, sobre olhar de muitos que ocupavam as bancadas do emblemático estádio brasileiro.

 

Joaquim Lobo, da canoagem, foi o porta-bandeira da delegação moçambicana.  

 

 

Fonte:Desafio

publicado por Vaxko Zakarias às 11:49
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
20
21
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO