Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 13 DE Abril 2016

 

DUAS duplas moçambicanas, nomeadamente Leocádia Manhiça/Vanessa Muianga e Sátira Chongo/Lizi Cambula, partiram na noite de ontem com destino à cidade nigeriana de Abuja, onde decorrerá a partir de amanhã até segunda-feira o Campeonato Africano que serve de qualificação aos Jogos Olímpicos Rio de Janeiro-2016.

 

A equipa moçambicana é composta por cinco membros, designadamente quatro atletas e o respectivo treinador Pinho Manda, que também desempenhará a função de chefe da delegação. A comitiva deixou a capital Maputo na manhã de ontem, viajando de autocarro até Joanesburgo, donde partiu à noite num voo directo para a capital da Nigéria.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:47
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O PILOTO Karl Pitzer voltou a notabilizar-se desta vez na segunda prova do Campeonato de Karting da Cidade de Maputo, que teve lugar no último domingo no kartódromo do Automóvel & Touring Clube de Moçambique (ATCM).

 

O jovem piloto dominou mais uma vez a Classe Max Júnior (13 a 15 anos de idade), seu escalão de referência, para além de ter ocupado novamente a segunda posição nos DD2, categoria máxima (mais de 15 anos), atrás do célebre Cristian Bouché, que acumula vários títulos ao nível deste tipo do desporto motorizado.

 

Karl Pitzer, que é vice-campeão da Classe Max Júnior, demonstrou com a segunda vitória consecutiva que está apostado em dar a volta à história, pois relegou o bicampeão Laher Maciel, seu principal rival, ao terceiro plano. Maciel não resistiu outra vez a pressão, tendo mais uma vez caído na terceira posição atrás de Naomy Pitzer, por sinal irmã de Karl. 

 

 

Com este desfecho, Karl Pitzer contabiliza agora 148 pontos, contra 134 da sua irmã Naomy e 131 de Laher Maciel.

 

Já na Classe DD2, que é um kart mais desenvolvido, Karl Pitzer esteve no encalço de Cristian Bouché e mais uma vez deixou atrás pilotos que ascenderam da Classe Max Challenge, uma categoria relativamente superior a Max Júnior, nomeadamente Bruno Sousa e Adelino Maposse. Feito isto, Cristrian Bouché lidera com 148 pontos e 134 de Karl Pitzer. Bruno Sousa é o terceiro com 124.

 

Já na Maxterino (7 a 13 anos), classe subdivida em dois grupos, destaca-se na Série “A” o afastamento de Allen Remane da liderança por Rodrigo Almeida, depois deste ter dominado a segunda prova. Allen Remane, que se estreou a vencer, quedou-se para o segundo posto, agora com 135 pontos, menos um que Rodrigo Almeida. Aliás, Remane está agora com os mesmos pontos que Lagson Leão, que é o terceiro classificado.

 

Entretanto, a Série “B”, que integra os ascendentes de cadetes, estreou-se este domingo com Jussara Xavier a distinguir-se entre pilotos do sexo masculino, Rúben do Vale e Santiago Perino também ocuparam lugar do pódio.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito

 

"FALAR de Jota-Jota é falar da humildade, simplicidade, talento e grande dedicação ao trabalho. Jota-Jota foi membro fundador do Conselho Nacional do Desporto (CND) e nos trabalhos não escolhia tarefas, nem as desprezava.

 

Para si não havia tarefas pequenas, todas eram grandes e importantes, da mesma forma que, como jogador, não menosprezava nenhum adversário. Foi um elemento aglutinador, humilde e modesto. Homem que sempre gostou do consenso. É uma árvore frondosa, sempre igual a si mesmo, foi exemplo de simpatia e amor ao próximo", frisou Cremildo Gonçalves, do CND.

 

SÉRGIO MACUÁCUA

 
 
Fonte:Jornal Noticias
 
publicado por Vaxko Zakarias às 10:50
 O que é? |  O que é? | favorito

 

"ESTE é um momento difícil. É complicado falar da vida e obra de Jota-Jota. Foi um grande homem do desporto nacional. A sua personalidade, recheada de valores, marcou o futebol nacional, tendo, por isso, um lugar indelével não só na história dos Ferroviários, mas também na Selecção Nacional, que capitaneou por mais de 10 anos. Jota-Jota abraçou valores nobres dentro e fora do desporto, tendo merecido página num livro da quarta classe.

 

Foi convidado especial para os Acordos de Nkomati, deputado da Assembleia Popular e Medalha Nachingweia. Foi um grande homem", destacou Sancho Quipisso Jr., presidente do Clube Ferroviário de Maputo.  

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:46
 O que é? |  O que é? | favorito

 

"ESTA figura é um embondeiro do futebol nacional. Marcou gerações futebolísticas. Ganhou simpatia não só dos colegas, como também dos adversários pela sua simpatia e humildade, que eram as suas marcas.

 

Foi um jogador de raras qualidades técnicas e como treinador não só ensinou os jovens a jogar, mas também a vida adulta. Foi um patriota e exemplo de “fair-play”, daí que sugerimos que o prémio para as equipas mais disciplinadas das nossas competições passassem a ostentar o seu nome", sublinhou Alberto Simango Jr., presidente da Federação Moçambicana de Futebol.  

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:44
 O que é? |  O que é? | favorito

 

"FOI com profunda mágoa e consternação que o Governo recebeu a notícia que dava conta da morte de Jota-Jota, um praticante exemplar de futebol até no contexto difícil que o país vivia nos anos 80.

 

O Governo endereça as mais sentidas condolências à família enlutada. Jota-Jota levou o nome e a bandeira de Moçambique para o topo, tendo feito parte da melhor Selecção Nacional, no período pós-independência, que participou no CAN-86, no Egipto.

 

O país curva-se perante os seus feitos e hoje celebra a sua vida e obra. Jota-Jota, descanse em paz, nós continuaremos a sua obra", disse o ministro da Juventude e Desportos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:40
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O INÍCIO do Torneio 7 de Abril de hóquei em patins, alusivo ao Dia da Mulher Moçambicana, foi marcado por uma intensa disputa, muito equilíbrio e muitos golos, facto que é justificado pelos empates registados nos jogos Estrela-Desportivo (5-5) e Ferroviário-Académica (4-4).

 

As partidas tiveram igualmente uma dose de surpresa, visto que não se esperava que a Académica travasse o Ferroviário nem o Desportivo encarasse de igual para igual a “dream team” Estrela Vermelha.

 

A verdade é que houve motivos para emoção, vibração, pois, os que eram apontados como mais fracos impuseram-se com muita galhardia e coragem.

 

Sandro dos Santos, um dos jogadores mais experientes, levou a Académica a um jogo bem conseguido, notabilizando-se com quatro golos no empate com o Ferroviário. Mercy Mungói destacou-se nos “locomotivas”, com três golos.

 

Kevin Pimentel e Ivan Esculudes também estiveram no seu dia sim, tendo feito “hat-trick” no empate a cinco bolas entre Desportivo e Estrela.

 

 

CLASSIFICAÇÃO ACTUAL

 

        J      V        E     D        G         P

Desportivo                  1      0       1     0        5-5       1

Estrela Vermelha          1      0       1     0        5-5       1

Ferroviário                   1      0       1     0        4-4       1

Académica                  1      0       1     0        4-4       1

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:37
 O que é? |  O que é? | favorito

 

OS restos mortais de Joaquim João, carinhosamente tratado por J.J., foram na tarde de ontem a enterrar no Cemitério de Lhanguene, em Maputo, numa cerimónia antecedida de velório no Átrio do Conselho Municipal de Maputo e contou com a presença massiva dos desportistas, familiares, colegas, amigos, dirigentes políticos e interessados.

 

Foi uma cerimónia carregada de simbolismo, isto porque J.J. não foi um homem qualquer. Por volta das 9.00 horas, o Paços do Conselho Municipal de Maputo estava repleto de gente que queria prestar a última homenagem àquele que foi, consensualmente, o melhor defesa-central da história do futebol no país.

 

O velório durou cerca de quatro horas, tendo contado com a presença do ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, na qualidade de representante do Governo, quadros daquele ministério, presidentes dos Conselhos Municipais de Maputo e Quelimane, David Simango e Manuel de Araújo, respectivamente, entre outros dirigentes e público em geral.

 

Estiveram ainda os presidentes das Federações de Futebol e de Basquetebol, respectivamente, Alberto Simango e Francisco Mabjaia. O presidente da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), Ananías Couana, dirigentes e plantel do Ferroviário de Maputo, representantes de vários clubes nacionais e altos quadros dos Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM).

 

Também marcaram presença árbitros, representantes das Associações Provinciais de Futebol, membros do Partido Frelimo, deputados da Assembleia da República, antigo procurador-geral da República, Augusto Paulino, e outras figuras que não quiseram perder a oportunidade de se despedir daquele ícone do futebol nacional.

 

Coube à Igreja Católica a celebração da missa de corpo presente, com elogios fúnebres pelo meio. A família foi a primeira a fazer o elogio, que foi abruptamente interrompido dada a emoção que tomou, rapidamente, conta de Maria João, filha do malogrado, encarregue de ler a mensagem.

 

 Seguiram-se os veteranos do futebol, cuja Associação o malogrado fazia parte, Angoche Clube de Desportos, Comité da Zona do Partido Frelimo, FMF e o Governo, representado pelo titular da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula.

 

Os presentes tiveram seguidamente a oportunidade de prestar a última homenagem ao “homem elástico”, desfilando e depositando coroas de flores ao redor da sua urna, antes de seguir para Lhanguene, a última morada do “capitão”.

 

O nosso pai, tio, avó e amigo viveu, cresceu e morreu no futebol. Hoje o futebol curva-se aos seus feitos. O nosso querido tinha um sonho que, infelizmente, não aconteceu: queria ser homenageado vivo”, disse Maria João, filha do finado, visivelmente emocionada.

 

O seu nome não ficou gravado apenas em Moçambique, mas também em países como Camarões, Tanzânia, Zâmbia, República Democrática do Congo (ex-Zaire), Egipto, entre outros, onde ao serviço da Selecção Nacional foi aplaudido”, frisaram os veteranos do futebol, em elogio fúnebre.

 

Após o velório seguiu-se ao cortejo fúnebre, que teve como itinerário as avenidas Karl Marx, 24 de Julho, OUA e Avenida de Moçambique, antes do Cemitério de Lhanguene, onde foi sepultado por volta das 14.00 horas. O enterro foi igualmente concorrido, sendo que da parte do Governo estiveram ainda o ministro dos Transportes e Comunicações, Carlos Mesquita, e a vice-ministra da Juventude e Desportos, Ana Flávia Azinheira.

 

Joaquim João faleceu na noite de sexta-feira, na cidade de Inhambane, vítima de doença. Antigo “capitão” do Ferroviário de Maputo e da Selecção Nacional, J.J. nasceu a 1 de Outubro de 1952, no distrito de Mopeia, província da Zambézia.

 

Em 1969, radicou-se na então cidade de Lourenço Marques, onde representou durante largos anos o Ferroviário de Maputo e mais tarde o Maxaquene (por curto tempo).

 

Joaquim João foi deputado da Assembleia Popular, actual Assembleia da República, e membro-fundador do Conselho Nacional do Desporto (CND). Constituiu sempre um exemplo quando o tema fosse futebol, o que levou a que a sua vida e obra fossem reflectidas no livro da quarta classe nos anos 1990.

 

Esteve presente no Acordo de Nkomáti, em 1984, assinado pelos Governos moçambicano e sul-africano na qualidade de convidado de honra do Presidente Samora Machel.

 

J.J. é dos poucos desportistas nacionais que têm o título de Medalha Nachingweia, uma das condecorações mais altas da República de Moçambique.

 

 Foi 42 vezes internacional pela Selecção Nacional, sendo que o maior destaque pela equipa de todos nós foi a qualificação para o CAN-1986, no Egipto, o primeiro em que Moçambique participou.

 

Esteve ligado ao futebol durante 42 anos, especificamente aos Clubes Ferroviários de Moçambique como treinador, secretário técnico ou membro das respectivas direcções.

 

Desempenhando as funções de técnico, orientou os Ferroviários de Maputo (1986), da Beira (1994-1996) e de Inhambane (2008-2011), também as Selecções Nacionais de Sub-20 (2000-2002) e de Sub-17 (2002-2004), para além de ter sido adjunto de Augusto Matine (2001/02) e Viktor Bondarenko (2003), nos “Mambas”.

 

Nos últimos tempos, J.J. residia na cidade de Inhambane, onde continuava ligado ao Ferroviário local.

 

O “Capitão” deixa viúva e filhos.

 

Até sempre, J.J.!

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:28
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ABDUL Omar foi afastado do comando técnico do Chingale devido aos maus resultados.
O empate em casa com o Estrela Vermelha de Maputo a duas bolas, depois de ter estado a ganhar por 2-0, precipitou o afastamento do “mister”.

 

No final do jogo, Abdul Omar teve de ser escoltado pela Polícia da República de Moçambique porque os adeptos “pediam a cabeça do treinador” devido às substituições efetuadas durante a partida.

 

Nos três jogos realizados o Chingale empatou dois, perdeu um e soma dois pontos, ocupando a 13.ª posição, situação que não agrada aos adeptos. A Direcção achou, por isso, estarem reunidas as condições para despedir o treinador.

 

Abdul Omar confirmou ter recebido ordens da rescisão de contrato com a equipa, alegadamente por maus resultados, mas lamenta a forma como foi despedido.

 

Penso que ainda é cedo para avançar com este tipo de decisões, afinal o campeonato está ainda na sua fase inicial e, no final do jogo com o Estrela Vermelha, tive de sair escoltado pela Polícia, porque muitos simpatizantes queriam a minha cabeça. É triste, mas a vida de um treinador é assim”, disse Abdul Omar.

 

Está assim consumada a primeira chicotada do Moçambola-2016.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O FERROVIÁRIO de Maputo tem largas hipóteses de somar 12 pontos e superar a Liga Desportiva de Maputo e ENH de Vilankulo, formações que estão “coladas” na liderança do Moçambola com 10.

 

Para que isso aconteça precisa de vencer esta tarde (15.00 horas) o Chingale, em Tete, em jogo de acerto do calendário referente à segunda jornada do Moçambola-2016.

 

Os “locomotivas” jogam no campo do Desportivo de Tete com a moral em alta, depois de triunfos diante do Desportivo de Nacala (3-0), Ferroviário de Nacala (2-0) e Ferroviário de Nampula (1-0). Portanto, venceu todos os jogos até então por si disputados. A sua defesa mantém-se imbatível e o seu ataque vai se tornando eficaz. O desempenho no capítulo da finalização demonstra isso. Em três jogos marcou seis golos, uma média de dois golos por partida e que pode subir de nível esta tarde.

 

O Chingale, por sua vez, procura a sua primeira vitória. Em três jogos a equipa da cidade de Tete empatou com o Ferroviário de Nacala e Estrela Vermelha, mesmo resultado (2-2), e perdeu frente ao Ferroviário de Nampula (3-0).

 

O reenquadramento do Chingale no maior convívio futebolístico nacional não está a ser fácil, pelo menos neste início do campeonato, pelo que uma vitória sobre o actual campeão seria motivo de festa, bem como elevaria a motivação da equipa para as jornadas seguintes.

 

Importa realçar que a história manda dizer que as deslocações das formações da capital à Tete têm sido complicadas. Não é fácil vencer ao Chingale no seu terreno, pois o público é vibrante e imprime todo o seu apoio do primeiro ao último minuto.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:03
 O que é? |  O que é? | favorito
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
23
24
25
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO