Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 03 DE Fevereiro 2016

 

A UNIÃO Desportiva do Songo (ex-HCB) apresenta hoje a partir das 12.30 horas o seu plantel para a época-2016, num jogo frente ao Chingale.

 

A cerimónia de apresentação será ainda marcada por momentos musicais com o cantores moçambicanos Kaliza, Nyúngue e Simango a darem mais cor e harmonia a uma tarde que se espera ser de muita festa no campo do Songo.

 

A União Desportiva do Songo aposta forte numa época de sucesso. Depois de ter estado envolvido na luta pelo título até às últimas jornadas, pretende esta temporada ser o “rei” do futebol nacional. Para tal, a Direcção da colectividade esteve muito activa no mercado e garantiu alguns reforços, na sua maioria jovens. Para a linha avançada contrataram, Tomás Júnior (ex-1.° de Maio de Quelimane); Lanito (ex-Desportivo de Maputo); Rodrigues (ex-Costa do Sol);  

 

Para o meio-campo foram contratados, Nésio António Jossias (ex-Sporting da Beira), Clemente (ex-Desportivo de Maputo). No sector defensivo foram contratadosHermínio e Jorge (ambos ex-Desportivo de Maputo) e ainda Mano, o experiente “central” que jogava no campeonato egípcio.

 

A baliza também foi alvo de renovação. Wilson (ex-Desportivo de Maputo) foi o guarda-redes escolhido, ele que terá a concorrência do malawiano Charles Swin e o jovem Gugu, proveniente da formação.

 

A equipa do Songo aposta ainda no regresso do “central” Bonne (esteve emprestado ao Ferroviário de Quelimane) e promoveu o jovem Neto Cleto (ex-junior).

 

A apresentação deste leque de reforços será um dos momentos mais aguardados do dia. Não menos aguardada é apresentação dos titulares da época passada, a saber, Mucuapele, Swini, Banda, Charles, Luís Miquissone, Cremildo e Stélio. O grande mérito da Direcção do “Songo” foi de ter também segurado estes atletas já com estatuto de estrelas e líderes de balneário.

 

A União Desportiva do Songo investiu igualmente no corpo técnico e aposta recaiu em Tico-Tico, ele que será o director desportivo, enquanto Edson Fejamo, mais conhecido por “mister” Dinho, irá assumir o cargo de treinador-adjunto da equipa sénior, depois de ter trabalhado cerca de 10 anos na formação. O técnico conduziu os juniores ao título de Campeão Nacional em 2014.

 

Dinho e Aleixo Fumo serão adjuntos de Artur Semedo, técnico principal.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:17
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Na Europa, o internacional Mexer que actua no Rennes da França foi goleado na deslocação da sua equipa a Bordéus, por expressivos 4-0, em jogo da 23.ª jornada da Ligue 1.

 

Mesmo com a derrota, a equipa de Mexer continua na luta pelos lugares que dão acesso às competições europeias, pois está na sexta posição, com 34 pontos. A deslocação à Bordéus marcou o regressou de Mexer à competição depois de mais de dois meses de ausência por lesão.

 

Na Espanha, o Levante, de Simão Mathe, continua em maus lençóis. Perdeu, por 3-1, na deslocação à Sevilha. Nesta partida da 22.ª ronda da La Liga, o moçambicano envergou a braçadeira de capitão. O Levante continua na última posição com 17 pontos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:09
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Em relação aos resultados das equipas estrangeiras onde actuam os moçambicanos, o destaque vai para a liga sul-africana, onde os únicos nacionais que jogam no país vizinho, defrontaram-se entre si no domingo. Trata-se de Hélder Pelembe e Dominguez que representam o Bloemfontein e o Bidvest Wits, respectivamente.

 

O Bloemfontein Celtic de Hélder Pelembe bateu o Bidvest de Dominguez, por 2-1, em partida da 16.ª jornada. A equipa de Hélder Pelembe passou a somar 20 pontos, na nona posição. O Bidvest Wits ainda está na rota do título, sendo que apesar da derrota continua a terceira posição, com 32 pontos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:05
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Outro moçambicano que deixa o futebol português é Clésio Baúque que ingressa ao futebol grego pela porta de Panetolikos depois de três anos e meio no Benfica.

 

 Clésio assinou um contrato válido por três épocas e meia. No Benfica, Clésio jogou com alguma regularidade na equipa B. Pela equipa A realizou apenas um jogo referente à nona jornada da Liga Portuguesa frente ao Tondela, partida na qual saiu lesionado aos 63 minutos.

 

Clésio saiu de Maputo em 2012 onde representava o Ferroviário para jogar no gigante Benfica, mas tarda a sua imposição do bicampeão português.

 

 

Janeiro foi um mês de novos ingressos ao futebol profissional por parte dos moçambicanos. Reinildo, ex-Ferroviário da Beira, assinou um contrato de uma época e meia com o Benfica. Numa primeira fase, o médio-ala esquerdo moçambicano vai jogar na equipa B. Reinildo chega a Lisboa depois de um ano em que esteve muito bem nas competições nacionais, bem como ao serviço dos “Mambas”, onde, recorde-se, rubricou uma excelente actuação diante do Gabão, em Maputo.

 

Outro moçambicano com sorte quase que idêntica é Amâncio Canhembe, também conhecido por Neymar nos meandros futebolísticos.

 

 Ex-jogador da Liga Desportiva de Maputo, o “malabarista” assinou um contrato válido por cinco épocas com o Sporting, sendo que vai jogar nos juniores e na equipa B do Sporting.

 

Neymar foi blindando com uma cláusula de 45 milhões de euros. Sim, o leitor não está enganado, são 45 milhões de euros que deverão ser pagos por quem pretenda os serviços do moçambicano ao Sporting.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:01
 O que é? |  O que é? | favorito

 

OS últimos dias de Janeiro foram bastante agitados na Europa com a movimentação de vários jogadores, numa gincana em que Moçambique também esteve envolvido, por Zainadine e Clésio, que passam a actuar na China e Grécia, respectivamente.

 

Zainadine, que jogava no Nacional da Madeira desde 2013, despediu-se do clube insular no domingo após vitória “alvi-negra” sobre o Tondela (3-1) em partida da 20.ª ronda da Liga Portuguesa.

 

O central moçambicano assinou pelos chineses do Tianjin Teda, que apresentaram uma proposta irrecusável ao Nacional. Tianjin Teda tem vindo a contratar vários jogadores nos clubes europeus na janela de transferências de Janeiro, sendo que o moçambicano foi uma aposta para o centro da defesa.

 

O seu treinador no Nacional, Manuel Machado, lamentou a sua saída do clube, confessando que o moçambicano irá fazer falta, admitindo que o clube fica menos forte.

 

Esta é a segunda experiência do moçambicano no estrangeiro. Zainadine, refira-se, saiu pela primeira vez do país em 2009 para o Sporting, mas não conseguiu singrar, tendo regressado pela porta do Desportivo, seu clube de formação.

 

Em 2013 teve nova oportunidade em Portugal, desta feita ingressando no Nacional onde chegou a actuar ao lado de Mexer e Reginaldo.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:57
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
20
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO