Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 03 DE Fevereiro 2016

 

A UNIÃO Desportiva do Songo (ex-HCB) apresenta hoje a partir das 12.30 horas o seu plantel para a época-2016, num jogo frente ao Chingale.

 

A cerimónia de apresentação será ainda marcada por momentos musicais com o cantores moçambicanos Kaliza, Nyúngue e Simango a darem mais cor e harmonia a uma tarde que se espera ser de muita festa no campo do Songo.

 

A União Desportiva do Songo aposta forte numa época de sucesso. Depois de ter estado envolvido na luta pelo título até às últimas jornadas, pretende esta temporada ser o “rei” do futebol nacional. Para tal, a Direcção da colectividade esteve muito activa no mercado e garantiu alguns reforços, na sua maioria jovens. Para a linha avançada contrataram, Tomás Júnior (ex-1.° de Maio de Quelimane); Lanito (ex-Desportivo de Maputo); Rodrigues (ex-Costa do Sol);  

 

Para o meio-campo foram contratados, Nésio António Jossias (ex-Sporting da Beira), Clemente (ex-Desportivo de Maputo). No sector defensivo foram contratadosHermínio e Jorge (ambos ex-Desportivo de Maputo) e ainda Mano, o experiente “central” que jogava no campeonato egípcio.

 

A baliza também foi alvo de renovação. Wilson (ex-Desportivo de Maputo) foi o guarda-redes escolhido, ele que terá a concorrência do malawiano Charles Swin e o jovem Gugu, proveniente da formação.

 

A equipa do Songo aposta ainda no regresso do “central” Bonne (esteve emprestado ao Ferroviário de Quelimane) e promoveu o jovem Neto Cleto (ex-junior).

 

A apresentação deste leque de reforços será um dos momentos mais aguardados do dia. Não menos aguardada é apresentação dos titulares da época passada, a saber, Mucuapele, Swini, Banda, Charles, Luís Miquissone, Cremildo e Stélio. O grande mérito da Direcção do “Songo” foi de ter também segurado estes atletas já com estatuto de estrelas e líderes de balneário.

 

A União Desportiva do Songo investiu igualmente no corpo técnico e aposta recaiu em Tico-Tico, ele que será o director desportivo, enquanto Edson Fejamo, mais conhecido por “mister” Dinho, irá assumir o cargo de treinador-adjunto da equipa sénior, depois de ter trabalhado cerca de 10 anos na formação. O técnico conduziu os juniores ao título de Campeão Nacional em 2014.

 

Dinho e Aleixo Fumo serão adjuntos de Artur Semedo, técnico principal.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:17
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Na Europa, o internacional Mexer que actua no Rennes da França foi goleado na deslocação da sua equipa a Bordéus, por expressivos 4-0, em jogo da 23.ª jornada da Ligue 1.

 

Mesmo com a derrota, a equipa de Mexer continua na luta pelos lugares que dão acesso às competições europeias, pois está na sexta posição, com 34 pontos. A deslocação à Bordéus marcou o regressou de Mexer à competição depois de mais de dois meses de ausência por lesão.

 

Na Espanha, o Levante, de Simão Mathe, continua em maus lençóis. Perdeu, por 3-1, na deslocação à Sevilha. Nesta partida da 22.ª ronda da La Liga, o moçambicano envergou a braçadeira de capitão. O Levante continua na última posição com 17 pontos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:09
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Em relação aos resultados das equipas estrangeiras onde actuam os moçambicanos, o destaque vai para a liga sul-africana, onde os únicos nacionais que jogam no país vizinho, defrontaram-se entre si no domingo. Trata-se de Hélder Pelembe e Dominguez que representam o Bloemfontein e o Bidvest Wits, respectivamente.

 

O Bloemfontein Celtic de Hélder Pelembe bateu o Bidvest de Dominguez, por 2-1, em partida da 16.ª jornada. A equipa de Hélder Pelembe passou a somar 20 pontos, na nona posição. O Bidvest Wits ainda está na rota do título, sendo que apesar da derrota continua a terceira posição, com 32 pontos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:05
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Outro moçambicano que deixa o futebol português é Clésio Baúque que ingressa ao futebol grego pela porta de Panetolikos depois de três anos e meio no Benfica.

 

 Clésio assinou um contrato válido por três épocas e meia. No Benfica, Clésio jogou com alguma regularidade na equipa B. Pela equipa A realizou apenas um jogo referente à nona jornada da Liga Portuguesa frente ao Tondela, partida na qual saiu lesionado aos 63 minutos.

 

Clésio saiu de Maputo em 2012 onde representava o Ferroviário para jogar no gigante Benfica, mas tarda a sua imposição do bicampeão português.

 

 

Janeiro foi um mês de novos ingressos ao futebol profissional por parte dos moçambicanos. Reinildo, ex-Ferroviário da Beira, assinou um contrato de uma época e meia com o Benfica. Numa primeira fase, o médio-ala esquerdo moçambicano vai jogar na equipa B. Reinildo chega a Lisboa depois de um ano em que esteve muito bem nas competições nacionais, bem como ao serviço dos “Mambas”, onde, recorde-se, rubricou uma excelente actuação diante do Gabão, em Maputo.

 

Outro moçambicano com sorte quase que idêntica é Amâncio Canhembe, também conhecido por Neymar nos meandros futebolísticos.

 

 Ex-jogador da Liga Desportiva de Maputo, o “malabarista” assinou um contrato válido por cinco épocas com o Sporting, sendo que vai jogar nos juniores e na equipa B do Sporting.

 

Neymar foi blindando com uma cláusula de 45 milhões de euros. Sim, o leitor não está enganado, são 45 milhões de euros que deverão ser pagos por quem pretenda os serviços do moçambicano ao Sporting.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:01
 O que é? |  O que é? | favorito

 

OS últimos dias de Janeiro foram bastante agitados na Europa com a movimentação de vários jogadores, numa gincana em que Moçambique também esteve envolvido, por Zainadine e Clésio, que passam a actuar na China e Grécia, respectivamente.

 

Zainadine, que jogava no Nacional da Madeira desde 2013, despediu-se do clube insular no domingo após vitória “alvi-negra” sobre o Tondela (3-1) em partida da 20.ª ronda da Liga Portuguesa.

 

O central moçambicano assinou pelos chineses do Tianjin Teda, que apresentaram uma proposta irrecusável ao Nacional. Tianjin Teda tem vindo a contratar vários jogadores nos clubes europeus na janela de transferências de Janeiro, sendo que o moçambicano foi uma aposta para o centro da defesa.

 

O seu treinador no Nacional, Manuel Machado, lamentou a sua saída do clube, confessando que o moçambicano irá fazer falta, admitindo que o clube fica menos forte.

 

Esta é a segunda experiência do moçambicano no estrangeiro. Zainadine, refira-se, saiu pela primeira vez do país em 2009 para o Sporting, mas não conseguiu singrar, tendo regressado pela porta do Desportivo, seu clube de formação.

 

Em 2013 teve nova oportunidade em Portugal, desta feita ingressando no Nacional onde chegou a actuar ao lado de Mexer e Reginaldo.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:57
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
20
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO