Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 26 DE Janeiro 2016

 

ABEL Xavier é o novo treinador dos “Mambas”, de acordo com informações prestadas ao nosso Jornal por uma fonte ligada ao assunto.

 

O técnico, que desembarcou na manhã de sábado, em Maputo, será apresentado na tarde de hoje na sede da Federação Moçambicana de Futebol, numa conferência de imprensa convocada para o efeito.

 

Nas suas funções, ainda de acordo com a mesma fonte, Abel Xavier, para além de ter indicado um adjunto em Portugal, será ainda coadjuvado por Alcides Chambal, que se notabilizou nas escolas de formação.

 

De salientar que Abel Xavier nasceu em Moçambique e brilhou depois no futebol europeu. No final da sua carreira de jogador, abraçou a de treinador. Começou em 2013 no Olhanense, onde esteve apenas por oito jogos, durante os quais venceu apenas dois. Em 2014, foi treinador do Farense, da segunda Liga portuguesa.

 

Na carreira de treinador do antigo defesa direito da selecção portuguesa consta ainda a passagem pelo Desportivo das Aves, também da divisão secundária portuguesa.

 

Portanto, Moçambique será a sua experiência fora de portas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:25
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MAXAQUENE esteve em destaque sexta-feira na quarta jornada do Torneio de Abertura de basquetebol de seniores masculinos e femininos, respectivamente.

 

A equipa “tricolor” venceu em masculinos o Desportivo por 83-75, numa grande partida da bola-ao-cesto, e subiu do quinto para o segundo lugar.

 

O Desportivo realizou dois jogos, tendo no sábado se redimido da derrota diante dos “tricolores”, ao derrotar A Politécnica por 62-59, em jogo de acerto da segunda jornada.

 

O Ferroviário, líder isolado com oito pontos, venceu a UP por 49-33, tendo somado a quarta vitória consecutiva. Os “locomotivas” estão bem lançados para terminarem a fase regular em primeiro lugar, sendo que já têm assegurado o apuramento para as meias-finais.

 

Em femininos as “tricolores” impuseram a primeira derrota às “canarinhas”, por 71-69, e ascenderam à liderança, com sete pontos, os mesmos que o seu adversário.

 

A maior surpresa veio do lado das “águias”, que bateram, contra todas as previsões, a Politécnica por 38-27, num jogo muito fraco em termos de pontos marcados, o que mais parecia um confronto de iniciados/juvenis e não de seniores. As “águias” somaram a primeira vitória e colaram as “universitárias” no terceiro lugar com cinco pontos. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:16
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ARRANCA esta tarde, na capital do país, o Campeonato Regional de Boxe a nível da Zona IV, uma competição anual que junta pugilistas de países da região austral do nosso continente.

 

A competição terá lugar no Pavilhão do Estrela Vermelha a partir das 15.00 horas, sendo que esta manhã está reservada para a sessão de pesagens e posteriormente o sorteio para o escalonamento dos combates.

 

No torneio tomarão parte, para além dos do nosso país, pugilistas da África do Sul, Namíbia, Botswana, Suazilândia, Lesotho e Angola, todos já em Moçambique, sendo que os de Angola e Namíbia foram os primeiros a chegarem. Os restantes só desembarcaram no período da tarde de ontem.

 

Esta prova, que serve de antecâmara para o “Africano” que dá acesso aos Jogos Olímpicos, prolonga-se-à até sábado, 30 do mês em curso, contando com 10 categorias em masculinos e quatro em femininos.

 

Em termos logísticos a Federação Moçambicana de Boxe (FMBoxe) garante que está tudo acautelado. As delegações estarão hospedadas na Vila Olímpica.

 

Refira-se que no último torneio que teve lugar no ano passado na capital sul-africana, Pretória, Moçambique ficou o quarto lugar na classificação geral em masculinos, com Botswana, África do Sul e Angola a ocuparem o pódio.

 

Em femininos foi primeiro classificado, com quatro medalhas de ouro.

 

Pugilistas como Valdo António, Augusto Mathule, Filipe António, Hélio Castelo, Francisco Massitela, Gento Máquina, Vuzane Máquina, José Azarias, João Baptista, Paulo Jorge, entre outros, fazem parte do lote que irá representar o nosso país nesta competição.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:08
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MAXAQUENE não passou no primeiro teste que realizou no estágio na África do Sul, Joanesburgo, tendo perdido por 4-2 com o Bidvest Wits, equipa da Primeira Liga Sul-Africana onde actua o internacional moçambicano Dominguez.

 

Os golos da equipa “tricolor” foram marcados por Isac. Hoje os treinados de Chiquinho Conde defrontam o Orlando Pirates, naquele que será o segundo jogo-treino tendo em vista a preparação para o Moçambola-2016.

 

O Maxaquene encontra-se em Joanesburgo desde quarta-feira e conta realizar mais jogos de controlo antes de regressar ao país.

 

Ao contrário da época passada, em que Chiquinho Conde não teve oportunidade de fazer uma preparação condigna, jogando com equipas sul-africanas de primeira linha, para esta época o técnico não se pode queixar, visto que vai tendo espaço para rodar a sua equipa com um estágio competitivo.

 

 Os “tricolores” aspiram esta temporada a conquista do título, depois de na época passada não terem conseguido nenhum troféu.

 
 
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 09:47
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O TÉCNICO LUSO-moçambicano, Abel Xavier, prometeu mudar a mentalidade dos jogadores e de toda a estrutura a volta da selecção, bem como a alterar alguns procedimentos com vista a construir uma equipa com entrega, garra, determinação, ambição e caracter.

 

Xavier falava ontem na cerimónia da sua apresentação como novo seleccionador nacional, um  evento concorrido que teve lugar na tarde de ontem na sede da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

 

Com o seu estilo vibrante e ousadol, Abel Xavier mostrou-se muito confiante no desafio em que-lhe foi confiado pela FMF, tendo dito que “estou muito grato, honrado e orgulhoso por ter sido confiado essa missão”.

 

Para já, segundo o antigo internacional português, urge a reestruturação e organização, mas acima de tudo união e coesão à volta da Selecção Nacional. Aliás, para Abel Xavier, a selecção é o clube mais importante, pois é um país que está em questão.

 

Vamos alterar procedimentos e mudar a mentalidade. Vou introduzir minhas ideias e conto com  todos vocês. Pretendo criar uma relação de empatia com os jogadores e com a estrutura federativa”, disse o novo seleccioandor nacional que tem um contrato com duração de dois anos, com efeitos a partir de 1 de Fevereiro.

 

Xavier promete melhorar a performance da equipa de todos os nós em termos competitivos e de ambição. O novo técnico será coadjuvado por Alcides Chambal, e um treinador português que ele próprio irá indicar.

 

O novo timoneiro diz conhecer o suficiente a selecção nacional, até porque segundo ele é um adepto da equipa, sendo que regularmente acompanha os seus jogos e desempenho. Revelou que tem vídeos dos últimos cinco jogos dos “Mambas”, o que lhe confere uma ideia madura sobre a equipa.

 

Abel xavier realçou ainda que para se atingir um objectivo é preciso muito trabalho, primeiro internamente e outro exterior. Internamente destaca a coesa e união, enquanto externamente fala da entrega e ambição dos jogadores, o que culmina com aquilo que é visível, os resultados.

 

Qualquer que seja o projecto tem de ser sustentado por pessoas. A selecção é um projecto de vida, que engrandece a qualquer jogador, é um marco chegar-se nela. Sinto-me preparado para este desafio e ao longo da minha careira colhi várias experiências de treinadores. Tive vários treinadores, alguns bons e outros médios, com os quais aprendi muito, mas o mais importante é a gestão, uma boa logística e um staff forte”, frisou Abel Xavier quando questionado sobre a sua reduzida experiencia em desafios de grande exigência como técnico.

 

O técnico acredita no sucesso ao serviço dos “Mambas” e não descarta a hipótese de Moçambique fazer um bom jogo no Gana, a 23 de Março nas eliminatórias para o CAN-2017, bem como no que resta desta campanha quase perdida.


Temos de deixar a mentalidade de termos menos ambição quando jogamos com outras selecções. No futebol moderno tudo pode acontecer. Há muitas equipas que dominam jogos e depois não vencem”, sublinhou.

 

O novo seleccionador quer criar uma identidade própria na forma de jogar dos Mambas, desafiando a todos os cépticos a esperar para ver o resultado do seu trabalho.

 

A vida é um desafio. Se tenho ou não experiência, o melhor é esperarmos para ver”, atirou.

 

O antigo lateral direito É treinador desde 2013, tendo orientado o Olhanense, Farense e o Desportivo das Aves da segundo liga portugesa.

 

Como jogador actou em grandes clubes do mundo, como Benfica, Liverpool, PSV Eindhoven, Roma, Los Angeles Galaxy, para além dos inexpressivos Estrela de Amadora, Everton, Middlesbrough e Hannover.

 

Teve várias internacionalizações pela selecção portuguesa, com a qual participou no Euro-2000 e no Mundial 2002.

 

NUNCA CONTRATÁMOS TREINADORES DE GRANDE GABARITO

 

O PREISDENTE DA FMF, Alberto Simango jr, disse durante a cerimónia da apresentação de Abel Xavier que Moçambique nunca contratou um treinador de renome para treinar “Mambas” desde a independência, eles sempre chegaram sem nome e saíram para altos voos.

 

Esta foi a forma encontrada por Simango para rebater algumas críticas que tem sido dirigidas ao seu elenco por ter contratado Abel Xavier, um treinador sem muita experiência internacional no comando das equipas ou selecções.

 

O meu apelo é no sentido de todos depositarem a confiança neste jovem, pois acreditamos que vai ter sucesso”, sublinhou.

 

Segundo Simango, Abel Xavier foi a pessoa encontrada pela FMF que vai de acordo com as pretensões que o seu elenco havia traçado em relação ao perfil do seleCcionador nacional.

 

Queríamos um treinador para reestruturar o futebol nacional e este técnico vai do encontro com a nossa pretensão, que passa pela melhoria da prestação da nossa selecção em termos de qualidade e resultados. Abel Xavier, acreditamos que é a pessoa ideal para colocar o nosso futebol onde merece no concerto das nações”, realçou.

 

O presidente da FMF ajuntou ainda que neste dossier não há vencedores nem há vencidos antecipados, o ideal é todos apoiarmos a equipa técnica na procura das soluções.

 

Simango optou, no entanto, por omitir os valores envolvidos na contratação do técnico, muitos menos o seu ordenado, mas deixou claro que os mesmos são custeados pelo HCB, mcel e o BCI, parceiros da FMF.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:19
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
23
24
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO