Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 21 DE Janeiro 2016

 

 

 

A LIGA Moçambicana de Futebol (LMF) passou a contar desde ontem com apoio financeiro de cinco milhões de meticais, quantia disponibilizada pela mCel, e que servirá para cobrir parte das despesas do Moçambola-2016.

 

Com efeito, Ananias Couana e Cláudio Chiche, presidente de Direcção da LMF e administrador comercial da mCel, respectivamente, renovaram o acordo entre as partes que já dura há mais de dez anos.

 

É que desde de 2004 que a mCel vem sendo um dos maiores patrocinadores da LMF, conforme recordou Ananias Couana aquando da sua intervenção. “Esta é uma parceria que já dura há mais de dez anos. Estamos gratos pela mCel, que continua a apoiar o futebol nacional. Este valor é entregue à LMF, mas quem sai a ganhar é o futebol. Faremos de tudo para aplicá-lo da forma mais transparente possível”, disse.

 

A mCel volta a disponibilizar a mesma quantia do ano passado para o Moçambola-2016. Questionado sobre que valor chegaria para satisfazer as necessidades da LMF, até porque o número de equipas subiu de 14 para 16, Couana respondeu: “É claro que queríamos mais. Mas a justificação que a mCel deu para voltar a conceder o mesmo valor é admissível. Pelo menos não baixaram, mantiveram, e, como disse, vamos procurar geri-lo de forma criteriosa”, afirmou.

 

No sentido de juntar o valor necessário para cobrir as despesas do Moçambola, o presidente da LMF pediu para que mais patrocinadores abram as “portas”. “Esperamos que mais patrocinadores se juntem a nós e façam o seu papel no apoio ao desenvolvimento do futebol nacional. O contributo de todos é precioso para realizarmos um Moçambola sem sobressaltos”, frisou, ajuntando em seguida que o orçamento para a referida competição já está idealizado e será analisado na Assembleia-Geral a decorrer em princípio na primeira semana de Fevereiro.  

 

Já Cláudio Chiche disse estar feliz com a renovação de uma relação antiga. “Esta relação com a LMF é rica, madura e tem trazido resultados muito bons. A nova Direcção da Liga apresentou novos desafios e decidimos continuar a abraçar este projecto. Estamos aqui para continuar a apoiar,” rematou, acrescentando que gostaria de dar um “bolo” maior, mas que a situação de crise do país com a depreciação do metical em relação ao dólar não permite um apoio mais alargado.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:45
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O DESPORTIVO de Nacala, uma das três equipas de futebol que vão representar a província de Nampula no Campeonato Nacional do presente ano, vulgo Moçambola, abriu segunda-feira a sua época futebolística 2016 com os olhos postos principalmente na manutenção da equipa na prova máxima do futebol moçambicano.

 

Aliás, o presidente de Direcção do Desportivo de Nacala, Mohomed Munir, disse que a aposta não é só do seu elenco directivo como também da equipa técnica e dos próprios jogadores, daí que se promete fazer um trabalho árduo, conjunto e coordenado para se conseguir tal desiderato.

 

Segundo Munir, o mais importante é que vai se trabalhar no sentido de garantir a manutenção logo cedo para que o clube não passe situações como aquelas que encarou no Moçambola do ano passado, em que a equipa do Desportivo de Nacala viu a sua despromoção ser definida nos derradeiros momentos do campeonato.

 

O técnico principal dos “canarinhos” de Nacala-Porto, Antero Cambaco, que renovou o seu contrato com o clube para a temporada futebolística deste ano, disse que está ciente do desafio que lhe espera pela frente, isto é, o de assegurar a manutenção da equipa, contudo garantiu que tudo fará, contando com o apoio de outros intervenientes no funcionamento da colectividade para atingir esse objectivo.

 

Cambaco, que terá como adjunto nas suas funções Lucas António, acredita que com os jogadores com que vai contar esta época poderá manter a equipa na mais alta competição futebolística do país.

 

Entretanto, tanto a Direcção do Desportivo de Nacala como a respectiva equipa técnica preferem não falar com pormenores, em termos do número de jogadores com que contam neste momento, incluindo as novas contratações para o clube para o presente ano, alegadamente porque ainda estão a trabalhar e no fim vão anunciar oficialmente o plantel definitivo da equipa.

 

Os prováveis nomes de jogadores, alguns de renome nacional e internacional a serem contratados para o Desportivo de Nacala só circulam na “boca do mundo”, tal como acontece com o Ferroviário local.

 

De referir que a chegada da equipa técnica do Desportivo de Nacala incluindo alguns jogadores que farão parte do plantel foi recebida por centenas de adeptos que desfilaram desde o Aeroporto Internacional de Nacala até à zona baixa da urbe.

 

O Desportivo de Nacala participa no Moçambola deste ano na sequência do aumento das equipas de 14 para 16, decisão da Liga Moçambicana de Futebol (LMF).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:41
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MAXAQUENE e o Ferroviário de Maputo já se encontram na África do Sul e Suazilândia, respectivamente, para um estágio de mais de uma semana.

 

Os “tricolores” partiram ontem e não domingo como inicialmente estava previsto, para Joanesburgo, na vizinha África do Sul, onde permanecerão 12 dias, tendo como principal objectivo proporcionar à equipa o conhecimento mútuo, promover o espírito do grupo e fazer alguns jogos de controlo com formações daquele país.

 

Os “locomotivas”, que iniciaram os trabalhos mais cedo tendo em vista a sua participação nas “Afrotaças”, mais concretamente nas eliminatórias de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos e cuja disputa começa próximo mês, encontra-se desde domingo em Mhlume com todos os jogadores que constituirão o plantel para a presente época, incluindo os reforços já anunciados.

 

O Ferroviário permanecerá no Reino da Suazilândia 10 dias, durante os quais se empenhará com vista à consolidação do grupo de trabalho e procurará igualmente fazer jogos de rodagem com equipas locais.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:37
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Paíto é o grande reforço do Maxaquene. O ex-internacional moçambicano, cujo nome oficial é Martinho Martins Mukana, regressou à casa da qual se projectou para a alta-competição e para o estrangeiro, ele que é fruto das escolas de formação do clube “tricolor”.

 

O esquerdino, que representou a Selecção Nacional, os “Mambas”, durante anos, regressa às hostes “tricolores” depois de passar pelo Sporting de Portugal (épocas de 2003/2004, 2004/2005 e 2005/2006), clube através do qual se internacionalizou; Vitória de Guimarães (época de 2005/2006) e Sporting de Braga (época 2006/2007). De Portugal, Paíto foi juntar-se ao clube suíço FC Sion, passando pelo FC Vaslui da Roménia, para depois jogar no Xanthi FC da Grécia.

  

No Maxaquene, Paíto junta-se a outros reforços já confirmados, nomeadamente os guarda-redes Guirugo e Abrão (ex-Textáfrica), Dangalira (ex-Ferroviário de Maputo), Mauro (ex-HCB), Massawa (ex-Ferroviário de Nampula) e Eduardo (Incomáti).  

 

Entretanto, fora dos nigerianos Ockan e Luckman, este último ainda em negociações com o clube “tricolor”, o Maxaquene partiu para o estágio em peso, portanto com todos os reforços já anunciados, a sua espinha dorsal e alguns jogadores ainda em observação. Do grupo destaca-se a já integração do guarda-redes malawiano Simplex, o único que ainda não se havia juntado ao grupo de trabalho, mas ainda sob castigo até Junho.

 

Ockan, por sua vez, depara-se com problemas de visto, à semelhança do seu compatriota Luckman, que, de acordo com o vice-presidente para a área de futebol, Samuel Maibasse, poderá ser confirmado hoje.

 

Segundo Maibasse, Luckman levantou algumas questões de última hora que impediram a assinatura do contrato na segunda-feira e que terão sido resolvidas ontem após um encontro com o presidente do clube.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:30
 O que é? |  O que é? | favorito

 

SHAKIR Bemat regressou ao comando técnico da equipa principal de futebol do Estrela Vermelha de Maputo.  

 

Shakir, que levou a equipa ao título de vice-campeã da cidade de Maputo, mas afastado na Poule de Apuramento, acaba merecendo novamente a confiança da Direcção do clube para dirigir os “alaranjados” esta temporada, sobretudo no Moçambola.

 

Aliás, Shakir, que já tinha sido indicado técnico interino no arranque da pré-época, enquanto decorriam negociações visando a contratação do novo treinador, acaba sendo confirmado como técnico principal da equipa, depois de falharem as negociações com Manuel Casimiro, que levou os “alaranjados” ao Moçambola-2016.

 

Fonte do clube confirmou, sem avançar pormenores, não ter havido entendimento na mesa de negociações com Manuel Casimiro, que depois de ter assegurado a transição da equipa “alaranjada” ao maior convívio futebolístico nacional terá elevado a fasquia para a sua contratação.

 

De salientar que Shakir é praticamente considerado um filho da casa e vem treinando o Estrela há sensivelmente três anos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:27
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Entretanto, o Estrela Vermelha ainda não fechou o plantel para a época futebolística que se aproxima. Os “alaranjados” continuam à procura de mais reforços para preencher alguns sectores-chave.

 

Para já o clube manteve o grosso da espinhosa dorsal do plantel do ano passado, nomeadamente os guarda-redes Frank e Castro; os defesas Obed e Camarão; os meio-campistas Sissoko, Nelson, David, Gregório, Dino e Klay; os atacantes Rachide, Budy e Mandinho. Contratou quatro jogadores, designadamente o “central” Luís (ex-Ferroviário de Quelimane), os médios Zequito (ex-Ferroviário de Nacala) e Yannik (ex-Matchedje) e o ponta-de-lança Mauro (ex-Maxaquene).

 

 

O Estrela Vermelha precisa de mais seis jogadores para fechar o plantel (de 25 atletas), nomeadamente um guarda-redes, um central, um lateral esquerdo, dois médios e um ponta-de-lança.

 

Enquanto isso, o Estrela tem vindo, ao longo da sua preparação, priorizando a componente física dos atletas, para além de jogos de controlo para o aperfeiçoamento dos aspectos técnicos e tácticos.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:17
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
15
16
17
23
24
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO