Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 12 DE Junho 2015

sele com embaixadora.jpg

 

A EMBAIXADORA de Moçambique em Portugal, Fernanda Lichale, marcou presença nos treinos da Selecção Nacional de Hóquei em patins que estagia no pavilhão da Luz, tendo em vista a participação no Campeonato do Mundo do Grupo A a decorrer na França de 20 a 28 deste mês.

 

Na sua visita, Fernanda Lichale incentivou e elogiou os jogadores pela forma como têm-se batido nos Mundiais, tendo destacado o título conquistado em 2006, no Campeonato do Mundo do Grupo B.

 

As perspectivas são boas. No passado Moçambique já foi campeão do Mundo de Hóquei do Grupo “B” e ainda tem um grande potencial. Quero desejar felicidades e sorte à minha equipa”, afirmou.

 

Falando da cooperação entre a Federação Moçambicana de Patinagem (FMP) e o Sport Lisboa e Benfica, que permitiu que a Selecção estagiasse na “Luz”, fez votos que esta seja uma aliança que se estenda por muitos e longos anos. “É o início de uma etapa que pretendemos que seja profícua no nosso relacionamento bilateral. Abrem-se perspectivas para boas parcerias entre Moçambique e Portugal no domínio do hóquei e quiçá também novas janelas, novas oportunidades. Já conversámos e existe a disponibilidade e a vontade de se estabelecerem novas parcerias para potenciar o nosso estreitamente ao nível do desporto, em particular com o hóquei em patins”, disse.

 

A equipa moçambicana termina o estágio no dia 16, próxima terça-feira, e no dia 17 viaja directamente para Nantes, onde de autocarro irá percorrer cerca de 50 quilómetros até à cidade de La Roche Sur-Yon, local que acolherá a 42.ª edição da prova.

 

A equipa nacional estreia-se no dia 20 de Junho defrontando a Inglaterra. Nos dias subsequentes enfrenta a Suíça e Argentina em partidas do Grupo “B”.

 

O objectivo traçado é chegar aos quartos-de-final, ou seja ir além da fase de grupos. Sublinhe-se, que nos últimos dois mundiais Moçambique alcançou essa meta.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:40
 O que é? |  O que é? | favorito

mexer com ministro.jpg

 

O TREINO vespertino de ontem da Selecção Nacional de Futebol foi coroado pela visita do Ministro da Juventude e Desporto, Alberto Nkutumula, que endereçou uma mensagem de encorajamento ao grupo que no domingo defronta o Ruanda, em partida da primeira jornada do Grupo H, de acesso ao CAN-2017.

 

Dirigindo-se aos “Mambas”, o ministro recordou aos atletas que o país está com eles, até porque os moçambicanos vão parar no domingo para acompanhar o jogo em diversos canais e locais.

 

Estamos aqui para vos dar força. No domingo vocês têm um jogo importante que se seguirá ao do CAN-Interno contra as Seychelles. Esperámos que tenham um bom desempenho, apesar dos constrangimentos que tiveram ao longo da semana, com o desaparecimento físico da mãe de Zainadine Júnior e do pai de Isac”, frisou.

 

Segundo o dirigente, essas infelicidades devem deixar o grupo mais forte, não podendo em nenhum momento amolecer aos atletas que muito se espera deles no domingo.

 

Espero que fiquem mais motivados e que ganhem o jogo. Vocês têm qualidade, já mostraram isso, mas muitas das vezes o que vos falta é sorte”, elogiou.

 

Estou aqui em nome do Governo para informar que está convosco. Aproveito esta oportunidade para endereçar os meus pêsames às famílias enlutadas, nomeadamente de Zainadine Jr. e de Isac. Mas também quero aproveitar a ocasião para vos felicitar pelo segundo lugar conseguido, recentemente, no Torneio da COSAFA, na África do Sul”.

 

Falando em nome do grupo, Dominguez, que em princípio deverá capitanear a equipa, agradeceu a presença do ministro no treino, tendo realçado que o povo pode contar com a selecção, pois no domingo tudo fará para levar de vencida o Ruanda.

 

Entretanto, a Selecção Nacional cumpriu a quinta sessão de treinos rumo à “operação” Ruanda.O treino de ontem privilegiou o passe, a recuperação física e alguns aspectos técnico-tácticos.

 

O grupo volta a treinar hoje, sendo que a última sessão antes do jogo está prevista para amanhã às 10.00 horas, período em que serão conhecidos os 18 eleitos para a partida da primeira jornada do Grupo “H”.

 

De salientar que Kito, que até então era a única dúvida para o jogo de domingo, por problemas físicos, já treina normalmente com o resto do grupo, pelo que pode ser opção.

 

O Moçambique-Ruanda tem início às 15.00 horas e terá uma arbitragem congolesa.

 

De referir que nenhum membro da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) se fez presente na visita do ministro ao treino dos “Mambas”, não se conhecendo as razões que levaram os responsáveis do “Prédio Fonte Azul” em pautar pela ausência, apesar de terem atempadamente tomado conhecimento da presença do governante.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

csumaia.jpg

 

A TENISTA moçambicana Cláudia Sumaia vai disputar, esta tarde, nos “courts” do Jardim Tunduru, com a namibiana Lesdi Jacobs, a final de singulares senhoras do Standard Bank Open, torneio que é jogado desde a semana passada e que terá o seu epílogo domingo.

 

Para chegar à final, Sumaia, que é actualmente a tenista com mais internacionalização e por sinal a número um no “ranking” nacional e da prova, eliminou nas meias-finais, disputadas ontem, a sul-africana residente em Maputo de nome Ohmar Fernandes, pelos parciais de 7/6 e 6/2. Antes, a jovem tenista afastou a namibiana Taimi Namishu, por 6/2 e 6/0, confirmando-se como principal favorita à conquista da prova com a premiação fixada em 10 mil dólares.

 

Enquanto isso, Lesdi Jacobs tirou da frente Marieta Nhamitambo, curiosamente campeã em título, pelos parciais de 6/1 e 6/0, e que era tida como uma das principais favoritas em virtude da presença limitada de estrangeiros.

 

TOP MOZAMBIQUE ENTRA NAS “MEIAS”

 

O Top Moçambique, competição dedicada aos moçambicanos participantes no Standard Bank Open, entra hoje nas meias-finais. A prova serve como uma espécie de consolação aos tenistas nacionais de sexo masculino, que, devido ao fraco nível competitivo, foram afastados precocemente do “Future I e II”, este último em curso.

 

Entretanto, Feliciano dos Santos e Josefa Simão, respectivamente campeão e vice-campeão nacionais, asseguraram ontem a presença nas meias-finais com as vitórias sobre Bruno Figueiredo (7/5 e 6/4) e Frank Sungate (6/1 e 6/2). Os restantes apurados saíram dos encontros Armindo Nhavene Júnior-Miguel Gonçalves e Isac Jorge-Chris-Buck.

 

Entretanto, disputam-se igualmente hoje os quartos-de-final do “Future II”. O português Frederico Silva, finalista vencido do “Future” um, e o burundês Hassane Ndayishimiye eram, até ao fim da tarde de ontem, os únicos apurados para esta fase. Os restantes apurados sairão das partidas Benjamin Lock (Zimbabwe)-Duncan Mugabe (Uganda) e Jay Clarke (Grã-Bretanha)-Matías Descotte (Argentina). Esta oferece, tal como o “Future I”, 10 mil dólares de premiação.  

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:13
 O que é? |  O que é? | favorito

conde.jpg

 

A SELECÇÃO Nacional de veteranos, que vai jogar no dia 27 de Junho contra a sua congénere de Angola, no campo 1º de Maio, por ocasião dos 40 anos da Independência Nacional, que se comemoram no dia 25 de Junho, começa sábado a trabalhar.

 

Augusto Matine, seleccionador nacional, convocou para este jogo 35 jogadores, nomeadamente: Sérgio, Simões, Rui Évora, Faife, João Chissano, Jorge Bambo, Fumo I, Duda, Carlos Baúte, Pinto Barros, Salipe, Cândido, Frederico Jane, Teófilo, Nelinho I, Tomás Inguana, Aly Hassan, Armandinho, Mano-Mano, Nelinho II, Jossias, Tchaka-Tchaka, Calton Banze, Danito Cuta, Danito Nhampossa, Tonecas Fidalgo, Sergito, Tico-Tico, Ângelo, Fumo II, Chababe, Hamide, Chiquinho Conde, Geraldo Conde e Artur Comboio.

 

Os convocados deverão apresentar-se amanhã de manhã para a partir das 8.30 horas começarem a treinar, naquele que será o reencontro das antigas estrelas do futebol moçambicano. Estes defrontarão também os antigos craques dos “Palancas Negras”, casos de Akwa, Paulão, Djonny, entre outros.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito

muando.jpg

 

ESTAMOS na fase de construção das bancadas. Uma parte já está concluída e noutras áreas estão a ser preparadas as fundações e caboucos para edificação de outras bancadas”, disse o encarregado da obra, Marcos Muando.

 

Muando assegura que até Outubro, antes do dia 5 (data do aniversário dos 100 anos do Mahafil), a obra será entregue. “Até Outubro a obra estará concluída. Os trabalhos decorrem dentro da normalidade, ainda não tivemos nenhuma dificuldade”, afirmou.

 

Explicando sobre o método que está sendo usado parta a construção das bancadas, disse: “As bancadas estão a ser construídas em módulos de 16 metros por bancada. Portanto, as bancadas estarão separadas uma da outra, isto permite uma maior segurança porque se, por exemplo, houver caso de danificação não é toda que ficará afectada”.

 

Falando sobre o processo de renovação do relvado que já está praticamente concluído, Muando assegurou que não é fácil. “A relva tinha muitos problemas por causa de fungos, uns bichos que provocam buracos no piso e tornavam o terreno bastante irregular. Não foi fácil acabar com os fungos até que conseguimos um produto. Depois disso foi instalado o sistema de regadio e a relva vai ficando, a cada dia, mais verdinha”, comentou.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:08
 O que é? |  O que é? | favorito

bancada mahafil 1.jpg

 

O CAMPO do Mahafil está a ganhar uma nova imagem desde que as obras de reabilitação daquele recinto se iniciaram em Novembro passado e terá capacidade para albergar jogos do Moçambola.

 

 O que está a acontecer num dos campos de maior história do futebol moçambicano, donde imergiram alguns craques nacionais, casos de Martinho de Almeida, Xande ou mesmo Momed Hagy, actualmente a representar os “Mambas”, é algo inédito, visto que pela primeira vez, em quase 100 anos de existência (completa dia 5 de Outubro), estão a ser erguidas bancadas.

 

As obras decorrem a bom ritmo e um quarto dos trabalhos de construção das bancadas já é visível. A relva está mesmo irreconhecível. A cor amarelada, acastanhada, deu lugar a um verde carregado, bonito que alegra quem a vê.

 

De acordo com o chefe de departamento de futebol da colectividade, Valgy Sulemane (Nené), o que está acontecer este ano tem um significado enorme para a vida do clube, já que se abre uma nova página.

 

É uma prenda pelos 100 anos do clube- Valgy Sulemane, chefe do departamento de futebol

 

 

nene.jpg

 

A RENOVAÇÃO do nosso recinto desportivo é uma prenda para os sócios e pelos cem anos do Mahafil. Ao longo deste tempo, este recinto desportivo nunca teve bancadas. Pela primeira vez cerca de duas mil pessoas terão um espaço onde poderão se sentar e assistir aos jogos”, afirmou o chefe de departamento de futebol da colectividade, Valgy Sulemane (Nené).

 

Nené diz que realmente foi melhor opção a direcção ter decidido parar com a equipa sénior de futebol, esta época, e apostar na reabilitação do campo. “Algumas pessoas não gostaram quando tomámos esta decisão, mas era preciso fazermos algo para melhorar o estado do relvado que estava péssimo, entre outras obras. O que fizemos foi canalizar a verba que ia para a equipa sénior para estes trabalhos. No próximo ano, a equipa sénior voltará à actividade normal já com um campo em muito boas condições”, explicou.

 

Como forma de rentabilizar o investimento que está sendo feito este ano, o dirigente disse que o campo poderá ser arrendado a outras equipas quiçá mesmo do Moçambola. “Penso que este campo terá condições para receber até jogos do Moçambola. Caso haja equipas que queiram, poderão fazê-lo. Será uma forma de termos o retorno do valor investido e posteriormente fazer-se outro tipo de obras. É nossa intenção fazer outras bancadas do lado do portão de entrada, lojas e ginásio”, rematou.

 

Questionado sobre a proveniência do valor, Valgy Sulemane disse que “os sócios ajudaram com uma parte, mas a bomba de gasolina que tem uma parceria com o clube por estar localizado no nosso espaço participou com uma boa parte. Aliás, este é um projecto que vínhamos desenhando há algum tempo, mas que só em Novembro foi posto em prática”, disse.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 11 DE Junho 2015

NUNES.png

 

É JÁ no dia 20 de Junho que a Selecção Nacional de Hóquei em patins fará a sua estreia no Campeonato do Mundo do Grupo “A”, defrontando a Inglaterra na primeira jornada do Grupo “B”.

 

Moçambique parte para a 42.ª edição da competição como uma das selecções a ter em conta, depois do quarto e sétimo lugares conquistados em San Juan 2011 e Luanda 2013. Sem querer colocar a fasquia acima disso, o seleccionador Pedro Nunes prefere ser mais resguardado e traçar como objectivo principal chegar aos quartos-de-final.

 

Passar à fase de grupos é para já o principal objectivo. Depois é preciso estar atento aos cruzamentos. Se ficarmos em segundo, jogaremos com a Espanha e será muito difícil passar à fase seguinte e consequentemente ficar nos quatro primeiros lugares”, sublinhou, ajuntando que não se sente pressionado a igualar o feito de San Juan, “Não estou pressionado, para além daquilo que é o prazer e o gosto que tenho pelo meu trabalho”, afirmou.

 

Fazendo uma comparação da selecção de 2011 e deste ano em termos competitivos e qualitativos, disse: “Há uma melhoria visível. Nota-se uma evolução desde 2011 a esta parte. Agora é bom não esquecer que estamos todos quatro anos mais velhos e isso tem algum peso. De qualquer das maneiras temos mais experiência, estamos mais identificados com as exigências de um Campeonato do Mundo e muito provavelmente com os adversários que nos calharam em sorte na fase de grupos”. 

 

Falando sobre o decurso dos treinos disse que tem focalizado a sua atenção nos aspectos tácticos.

 

Estamos a realizar treinos de definição dos processos de jogo e a tendência é irmos aumentando de intensidade. Penso que se nos preparamos bem podemos estar ainda mais fortes. Em 2011 fomos a surpresa no Mundial. Em 2013 fizemos aquilo que era expectável. É evidente que sempre ficamos com a sensação que poderíamos ter feito mais. Mas acho que foi um bom desempenho, até porque é preciso reconhecer que existem outras selecções que evoluíram, casos da França, Suíça e Alemanha”, considerou, acrescentando que este trio tem trabalhado muito bem nos últimos anos. “São selecções que merecem da nossa parte toda atenção e todo o respeito”.

 

Questionado sobre se há alguma pressão por ter levado Moçambique ao quarto lugar, respondeu: “Em 2011 fizemos um excelente Mundial superando todas as expectativas, mas também fiz questão nessa altura de dizer que para se repetir esse lugar teríamos que durante os dois anos mediavam até ao Mundial 2013, muita coisa tinha que mudar no hóquei em Moçambique. Tem havido um esforço grande da federação, nomeadamente do presidente, Nicolau Manjate, mas ainda se compete pouco. Há poucas pistas onde se pode jogar hóquei, no entanto, como referi, tem-se feito um bom trabalho a nível da base”, salientou.

 

Reagindo ao facto de ter Argentina, uma das candidatas ao título, como adversário, Pedro Nunes disse que já era esperado. “Nós sabíamos que sempre teríamos que apanhar as quatro melhores selecções do anterior Mundial. Calhou-nos a Argentina. Para mim é uma das três candidatas ao título. É uma equipa recheada de bons jogadores, a candidata número um a vencer o grupo. Eu já me daria por satisfeito por ganhar os primeiros dois jogos (Inglaterra e Suíça) e jogar com Argentina sem qualquer tipo de pressão”, defendeu.

 

Quando jogar com Argentina, Pedro Nunes irá reencontrar-se com dois jogadores seus na final, nomeadamente Carlos Lopés e Nicollia. Sobre a receita para anulá-los, o “mister” considera que será difícil. “São jogadores muito difíceis de anular. Podemos controlá-los em alguns momentos do jogo. Quando chegar a altura falarei com os meus jogadores, mas certamente não conseguirei dar todo o reportório no concernente às qualidades destes dois jogadores. Se calhar vou precisar de seis jogadores para os anular”, arrematou.

 

Em relação a Carlos Silva, reforço para a baliza nacional, disse ser uma mais-valia. “Toda a gente conhece as qualidades de Carlos. Toda a gente sabe que o guarda-redes no hóquei é 50 por cento da equipa. Penso que Moçambique estará muito bem servido, como esteve bem servido nos dois Mundiais com o Igor Alves. O Igor deixou de jogar. Esteve praticamente uma época parado e se jogasse teria que cumprir um jogo de castigo. Encontramos esta solução e eu estou muito satisfeito por isso. Acredito que o Carlos pode fazer um bom Mundial”.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:57
 O que é? |  O que é? | favorito

ZAINADINE.png

 

A SELECÇÃO Nacional de Futebol cumpriu ontem a primeira sessão semanal de treino bidiário, (de manhã e de tarde), tendo em vista o jogo de domingo, no Estádio Nacional do Zimpeto (15.00 horas), diante do Ruanda, a contar para a primeira jornada do Grupo “H” de acesso ao CAN-2017.

 

Na sessão da manhã foi possível ver, além dos treinos de campo, virados essencialmente para questões de ordem técnica e táctica, o seleccionador nacional a conversar com os jogadores chamando-os atenção para a máxima concentração. João Chissano deixou o alerta aos seus pupilos no sentido de não pensarem que o Ruanda são favas contadas e que é necessário jogar no limite.

 

Tenho estado a conversar com os jogadores no sentido de encarrarem este jogo com alto sentido de concentração. Temos verificado que nos jogos diante de selecções teoricamente mais acessíveis, a nossa prestação não é a mesma quando comparada com equipas mais fortes. Por isso, a pensar no jogo com o Ruanda e também com as Seychelles, tenho estado atento a estas questões psicológicas. Nesses jogos temos que jogar com a mesma intensidade que iremos impor na partida com o Gana”, comentou.

 

ZAINADINE PERDE A MÃE E ESTÁ EM DÚVIDA

 

O treino da manhã de ontem acabou sendo marcado por uma triste notícia. Zainadine Júnior, titular na defesa dos “Mambas”, perdeu a sua mãe, e agora prevalece a dúvida em relação à sua utilização. Numa situação destas, caberá ao jogador decidir se está em condições para dar o seu contributo. Durante o dia de hoje haverá informação exacta se Zainadine, que realizou uma excelente época no Nacional da Madeira, envergará a camisola nacional dentro de três dias.

 

Mas é certo que nas sessões de treino bidiário de hoje, que contará, no período da tarde, com a presença do Ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nktumula, Zainadine não integre os treinos. Para precaver uma eventual ausência do defesa polivalente (central/defesa direito), João Chissano deve começar a preparar o jogador que poderá fazer dupla com Mexer. Gerson e Chico, que fizeram, recentemente, dupla no Torneio da COSAFA, são candidatos para ocupar essa posição.    

  

Refira-se que os “Mambas” realizam na manhã de sábado o seu último treino que será seguido pelo anúncio da convocatória final.

 

RUANDA E ÁRBITROS ESPERADOS AMANHÃ

 

 A selecção do Ruanda e a equipa de arbitragem, proveniente da República Democrática do Congo, são esperadas amanhã na capital do país. Sublinhe-se que a selecção ruandesa é composta na sua maioria pelos jogadores do APR, carrasco da Liga Desportiva de Maputo nas eliminatórias de acesso à Liga dos Campeões. É um núcleo de jogadores jovens provenientes dos sub-20. É uma mescla de muita juventude e alguma veterania que no domingo escalará o “Zimpeto”.

 

BILHETES À VENDA

 

Enquanto isso, os bilhetes de ingresso estarão à venda a partir de hoje (9.00 horas) nas lojas do Shoprite, CINEMA Scala, papelaria Académica e na sede da Federação Moçambicana de Futebol (FMF).

Os ingressos serão comercializados aos preços de 100 e 200 meticais para as bancadas central sol/top e sombra, respectivamente.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:46
 O que é? |  O que é? | favorito

TICO-TICO.png

 

AS comemorações dos 40 anos da independência nacional que se assinala a 25 do mês em curso serão marcadas por uma vasta gama de actividades desportivas, destacando-se a realização do jogo entre as velhas glórias de Moçambique e de Angola, dia 27, em Maputo, e o triatlo, 04 de Julho, em Bilene.

 

Segundo o director-geral do INADE, António Munguambe, os 40 anos da independência serão marcados pelo desporto em dois planos, o nacional/internacional e o local, ou seja, a nível das províncias.

 

O objectivo de todo esse movimento, segundo Munguambe, é associar o desportivo à efeméride e permitir o que os desportistas dêem o seu contributo nas festividades daquele que é um dos maiores momentos da história do país.

 

O Governo, prosseguiu Munguambe, pretende, através do desporto, promover um espaço de convívio entre os moçambicanos, utilizá-lo como um instrumento de desenvolvimento e da unidade nacional, bem como valorizar as nossas referências nesta área.

 

É neste contexto que está programado o jogo entre as selecções nacionais de veteranos de Moçambique e Angola para as 15.00 horas de 27 de Junho, no Estádio 1.º de Maio Standard Bank, na capital do país.

 

O jogo vai juntar atletas que marcaram gerações nos dois países, destacando-se Chababe, Calton, Orlando, Geraldo e Chiquinho Conde, Tico-Tico, Dário Monteiro, Zé Augusto entre outros, do lado moçambicano.

 

Os angolanos irão trazer os bem conhecidos Akwá, Mantorras, Paulão, Mauro, Marito, André Makanga, Flávio, Kalí, entre outros.

 

Esta partida será antecedida pela realização da final da Taça Maputo em seniores femininos que está a decorrer sob os auspícios da Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM), uma prova que também está no contexto dos 40 anos do país.

 

Outra actividade é a prova de triatlo que irá decorrer no Bilene, província de Gaza, a 4 de Julho. A prova é organizada pela Federação Moçambicana da modalidade, com o patrocínio dos operadores turísticos daquela parcela da província de Gaza.

 

A prova é de carácter internacional, ou seja, poderão participar moçambicanos e estrangeiros em várias categorias e escalões.

 

As modalidades são o atletismo, natação e ciclismo. Em atletismo, os participantes farão uma corrida de 1500 metros. Em natação 20 metros e 20 quilómetros de ciclismo.

 

A competição está aberta a seniores, juniores, veteranos e crianças dos 7 a 12 anos. As inscrições já iniciaram via online, através de um website disponibilizado pelos organizadores para o efeito.

 

A taxa de inscrição é de 1900 meticais para os nacionais e 2400 para estrangeiros. Ambos os pacotes incluem o pequeno-almoço, almoço e lance para além dos primeiros socorros.

 

Segundo os organizadores, o objectivo é repetir este tipo de iniciativa noutros cantos do país, incluindo as províncias ou distritos do interior.

 

António Munguambe frisou que nestas duas competições, o papel do Ministério da Juventude e Desportos será de dar o apoio técnico e metodológico aos organizadores.

 

Salientou ainda que nos dois eventos se espera uma onda de solidariedade para com as vítimas da cheias, sendo que para o efeito se apela que os atletas e os espectadores tragam consigo artigos e produtos não perecíveis para doar ao Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), para, por sua vez, canalizar aos que precisam.

 

Ainda no contexto das comemorações dos 40 anos da independência, a 4 de Julho teremos uma partida entre jornalistas e membros do Governo e funcionários seniores do Estado.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

maxaque basquete.png

 

O ENCONTRO entre o Maxaquene e o Desportivo, no pavilhão da primeira equipa, é o mais importante da 19.ª jornada do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo, em seniores femininos.

 

Marcado para as 18.30 horas, o jogo é aguardado com enorme expectativa pelos amantes da bola ao cesto, embora o Desportivo já não tenha o fulgor dos últimos anos. O Maxaquene é claramente favorito à vitória nesta partida.

 

À mesma hora, no pavilhão do Ferroviário, as “locomotivas” medem forças com a Universidade Pedagógica. Espera-se um jogo muito equilibrado, até porque as “pedagogas” não têm facilitado, sempre venderam cara as derrotas.

 

No pavilhão do Desportivo (18.30horas), o Costa do Sol bate-se com a aguerrida A Politécnica. As “canarinhas” são favoritas ao triunfo, mas a A Politécnica já se mostrou ser uma equipa perigosa e capaz de derrubar qualquer oponente.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:16
 O que é? |  O que é? | favorito
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO