Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 21 DE Maio 2015

barrarijo-1_gif-in.gif

 

NÃO tem sido fácil a vida dos treinadores neste primeiro terço do Moçambola. É que em apenas dez jornadas quatro “cabeças” já rolaram, e num espaço de 20 dias.

 

As primeiras chicotadas psicológicas aconteceram em menos de 24 horas, ou seja, depois de confirmada a saída de Lucas Barrarijo do Ferroviário da Beira na tarde de 28 de Abril, na manhã do dia seguinte foi a vez de Antero Cambaco ser afastado do Desportivo de Maputo. Para os seus lugares foram escolhidos Wedson Nyirenda e Dário Monteiro, respectivamente.

 

Se o final do mês de Abril acabou sendo negro para os treinadores moçambicanos, o mês de Maio tem sido maléfico para os técnicos portugueses. No último domingo Victor Urbano, que estava ao serviço do Clube do Chibuto, deixou de ser treinador e na terça-feira foi a vez Victor Pontes ser afastado do comando técnico do Ferroviário de Maputo. Lopes Cumbane e Carlos Manuel “Caló” assumem interinamente os cargos de treinadores do Chibuto e Ferroviário.

 

As quatro chicotadas psicológicas têm um denominador comum: maus resultados.

 

O Ferroviário de Maputo, na qualidade de um dos candidatos ao título, averbou duas derrotas consecutivas, diante do Desportivo de Maputo e de Nacala, facto que precipitou o afastamento de Pontes.

 

Victor Urbano perdeu no domingo, em casa, com o Ferroviário de Nacala, uma equipa que se pode considerar do seu campeonato e ele mesmo no final do jogo pós o seu lugar à disposição. Com essa derrota o Chibuto caiu para a zona de despromoção com apenas nove pontos.

 

Cambaco e Barrarijo foram afastados numa altura que tanto o Desportivo como o Ferroviário da Beira estavam abaixo da linha de água, ocupando a décima quarta (última) e décima segunda posições, respectivamente. 

 

Pelo andar da carruagem a terra está fértil para “dança” de mais treinadores. Neste momento Nelson Santos, do Costa do Sol, Nacir Armando, do Ferroviário de Quelimane, Eurico da Conceição, do ENH, Artur Semedo, do HCB, estão na corda “bamba”, já que um deslize na próxima jornada pode significar o “tombo” de um deles.

 

Para já têm duas semanas para preparem os seus pupilos para a etapa que se segue, já que o Moçambola vai parar para dar lugar à participação dos “Mambas” no Torneio da COSAFA.  

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:43
 O que é? |  O que é? | favorito

DESPORTO-42_gif-in.gif

 

O DESPORTO será um dos pratos fortes nas comemorações dos 40 anos da independência nacional que se assinala a 25 de Junho, segundo o Ministério da Juventude e Desporto, na sua III Sessão Plenária da Missão Moçambique.

 

No encontro, dirigido pela Vice-Ministra da Juventude e Desportos, Ana Flávia, instou às federações a elaborarem planos desportivos concretos para a efeméride, dependendo da modalidade que cada uma movimenta.

 

Aliás, a vice-ministra sugeriu que se faça uma espécie de semana nacional do desporto de 22 a 26 de Junho, com as federações a levarem o desporto ao povo, mostrando as suas modalidades à população, nas escolas e noutros locais de concentração pública.

 

As federações apresentaram os seus programas para as comemorações do 40.º aniversário do país, mas quase todas falaram de alguns contratempos, sobretudo financeiros.

 

Umas estão numa fase avançada dos preparativos e outras nem tanto, o que fez com que Ana Flávia apelasse: “temos que ser criativos e agressivos na promoção das nossas actividades. Temos de nos divertir e exibir o nosso desporto à sociedade. Trata-se de um desporto de qualidade, que muitas vezes não é visível”, frisou a “vice”.

 

Gostaríamos que houvesse uma grande dinamização à volta da nossa independência, as federações penso que já se aperceberam disso e estão a trabalhar, mas devem acelerar mais. Este é um desafio que o Governo lança neste momento. A data deve ser verdadeiramente festiva e o desporto tem de estar em peso”, concluiu.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:27
 O que é? |  O que é? | favorito

chissano.jpg

 

O SELECCIONADOR nacional, João Chissano, classificou a “Casa de Futebol” de marco histórico para o “desporto-rei”, sendo pela primeira vez que Moçambique tem uma sede desportiva de grande envergadura.

 

João Chissano anotou que o edifício dignifica o futebol moçambicano, que já reclamava este tipo de instalações, e constitui motivo de orgulho para os desportistas, em particular para os apoiantes e amantes da modalidade.

 

Relativamente à Selecção Nacional, o técnico disse que a obra vai representar e dignificar bastante os “Mambas”.

 

É um exemplo a seguir e penso que as outras federações poderão seguir este caminho. Porém, isso leva tempo e está de parabéns a FMF, que conseguiu inaugurar este empreendimento ainda este ano, porque já se reclamava que tivesse uma casa condigna, não só por parte dos futebolistas mas de todos os desportistas”, elucidou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:21
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

casa.gif

 

A “CASA de Futebol” inaugurada terça-feira só terá peso e valor que lhes merecem se se concretizarem na prática todas as projecções que forem feitas pelos dirigentes e técnicos em prol do melhor desempenho das selecções nacionais, com destaque para os “Mambas”.

 

Esta é a mensagem convergente dos discursos de alguns dos participantes no acto inaugural, testemunhado por figuras emblemáticas do futebol nacional, entre elas antigos futebolistas e desportistas no geral, técnicos, dirigentes desportivos, políticos e governantes, para além de representantes da Federação Internacional e Confederação Africana de Futebol (FIFA e CAF) e da Cosafa.    

 

Aliás, este foi o ponto fulcral do discurso do Ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutumula, que enfatizou que a FMF ao juntar-se a parceiros nacionais e internacionais, com destaque para a FIFA e CAF, não o fez somente com os olhos virados para a sua sede, mas certamente com a perspectiva de construção de uma base estrutural para o desempenho do futebol.

 

Aliás, Nkutumula convidou as outras federações, ligas, associações e clubes a seguirem o mesmo exemplo e a encontrarem junto de parceiros formas para a resolução dos problemas das suas sedes, dos seus campos e até do curso normal dos seus campeonatos.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:15
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

SELECCAO_gif-in nova.gif

 

A SELECÇÃO Nacional de Basquetebol masculina de Sub-16 acelera o passo rumo às eliminatórias de acesso ao Campeonato Africano, que terão lugar de 25 a 30 deste mês em Gaberone, capital do Botswana.

 

A preparação, que vem sendo feita há pouco mais de um mês, entrou esta semana na sua etapa decisiva, com treinos bidiários no Pavilhão Aberto do Ferroviário de Maputo.

 

A equipa técnica nacional comandada por Simão Mataveia tem vindo a trabalhar com 15 atletas, depois de ter estado com 30, sendo que metade já foi dispensada. Dos restantes 15 três ficarão em terra, pois a convocatória final terá 12.

 

Devido aos compromissos escolares dos atletas o seleccionador nacional é obrigado a trabalhar com o grupo dividido a dois, o primeiro (dos que estudam de tarde) treina-se de manhã e vice-versa para os que estudam no período matinal.

 

Esta situação, segundo Mataveia, complica de certa forma o trabalho. A solução tem sido encontrada aos sábados, pois é possível juntar-se todos os jogadores à mesma hora.

 

Fora a esta situação, o resto está tudo bem. Os treinos estão a decorrer normalmente, os jogadores já estão familiarizados com as metodologias, resta apenas encararmos a competição”, frisou.

 

O objectivo da Selecção Nacional nas eliminatórias de Gaberone passa pela qualificação ao Afrobasket que terá lugar em Julho no Mali. Para conseguir tal proeza Moçambique terá de se classificar em primeiro lugar no torneio de Gaberone, onde vai defrontar o Botswana, África do Sul, Zâmbia e Zimbabwe.

 

O combinado nacional parte sábado rumo à capital tswana.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:52
 O que é? |  O que é? | favorito

jose.gif

 

DEZENAS de personalidades ligadas ao desporto lotaram ontem uma das salas da Universidade Eduardo Mondlane para assistirem a homenagem a José Magalhães, um dos melhores atletas moçambicanos de todos os tempos.

 

A cerimónia, que durou pouco mais de duas horas, decorreu sob emocionantes mensagens de agradecimento dirigidas a José Magalhães, que deixou a sua marca nas pistas de atletismo nas décadas 60 e 70, batendo vários recordes nacionais nas provas de 100, 200, 300, 400 metros e estafetas.  

 

Para além do cheque de 400 mil meticais que lhe foi oferecido pela Universidade Eduardo Mondlane (UEM), através da Escola Superior de Ciências do Desporto (ESCIDE), e do lançamento do seu livro “Uma vida épica no atletismo”, de 180 páginas, deu-se quando o homenageado José Magalhães, 73 anos, discursou para uma plateia que se emocionou com as breves, mas sábias e humildades palavras do “sprinter”.

 

Quero agradecer a todos que tornaram este momento possível. É um momento ímpar e inesquecível da minha vida.Gostaria que este grande gesto fosse o primeiro de muitos porque há mais pessoas que devem merecer esta homenagem. Aliás, todos devem lutar para merecer esta homenagem”, disse.

 

José Magalhães fez um agradecimento especial ao ministro da Juventude e Desportos, Alberto Nkutmula, presente na cerimónia, a Universidade Eduardo Mondlane e ao mentor da promoção desta homenagem, Cremildo Gonçalves.

 

No rol de agradecimentos, o velocista do Ferroviário de Maputo não esqueceu o amigo Victor Pinho (colega de pista na era colonial), que, nos momentos maus da sua vida, lhe ajudou a reerguer-se.

 

Os meus agradecimentos vão para o Víctor Pinho que nos momentos difíceis da minha vida organizou um movimento de solidariedade em Portugal para ajudar-me”, afirmou.

 

ATLETISMO “MORREU

 

Quando questionado sobre o estágio actual do atletismo foi peremptório em responder: “o atletismo morreu! Tem se feito pouco pelo atletismo. É preciso trabalhar mais na formação. Acredito que surgirão mais José Magalhães”, revelou.

 

Coube a Alberto Nktumula fechar a cerimónia com um discurso igualmente emotivo e galvanizador para os mais novos.

 

A história de José Magalhães confunde-se com a história do desporto em Moçambique. Ele foi um dos maiores impulsionadores do desporto. Entre outros grandes feitos notabilizou-se por ter sido um dos melhores atletas de sempre, tendo sido atleta do ano 1967 e do século em 2000.

 

Nktumula não poupou elogios a José Magalhães ao firmar que travou lutas dentro e fora da pista. “Ele foi um talento excepcional não só pela sua prestação desportiva, mas pela intensa luta que travou contra o colonialismo português”, arrematou.

 

Falando sobra a obra, disse que esta é de capital importância pois serve de guia para outros desportistas atingirem o sucesso.

 

Na sua intervenção, Orlando Quilambo, reitor da UEM, apelidou a cerimónia com um momento revestido de simbolismo. “Este momento reveste-se de um valor simbólico particular, pois através dele reconhecemos a figura de um homem, cujo valor extravasa a dimensão nacional.

 

José Magalhães ajudou a quebrar barreiras raciais. Rompeu com a discriminação racial com um recorde na década 60, onde ombreou com atletas de outras raças consideradas superiores à sua”, disse.

 

Cremildo Gonçalves frisou que mais personalidades desportivas devem ser homenageadas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO