Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 12 DE Dezembro 2014

 

ARRANCOU na última quarta-feira na cidade da Beira o Campeonato Nacional de Futebol Feminino, prova organizada pela Federação Moçambicana de Futebol (FMF), na qual participam nove equipas de quatro províncias, nomeadamente a anfitriã Sofala, Zambézia, Nampula e Cabo Delgado.

 

 

A porta-voz da comissão organizadora do evento, Ilda Muchangage, disse à Reportagem da nossa Delegação da Beira que a prova  será disputada no sistema clássico de todos contra todos, numa única volta, sendo que a equipa que obtiver maior número de pontos sagrar-se-á campeã nacional.

 

 

Ilda Muchangage explicou que no caso de empate recorrer-se-á aos golos marcados e se a igualdade persistir os envolvidos serão submetidos a um jogo de desempate.

A prova iniciou sem sobressaltos, visto que todas as condições estão criadas para o sucesso da prova, desde do alojamento das equipas até à própria competição. A única mancha foi a desistência das Abelhas Mortíferas de Lichinga, que acabaram por abandonar a prova sem qualquer satisfação”, revelou a porta-voz da prova.

 

 

Entretanto, a contar para a primeira jornada, na 4.ª feira a equipa do PortoCarga, campeã de Sofala, entrou com o pé esquerdo, ao perder por uma bola sem resposta diante da Academia Militar de Nampula, o mesmo resultado com que o Cocorico de Nampula bateu as Glórias de Arco-Íris de Cabo Delgado, partida realizada ontem mas também inserida na ronda inaugural do evento.Ainda ontem, e para a mesma jornada, a formação da Fanta de Sofala perdeu por 1-2 diante da Computer Solutions de Manica.

 

 

Nesta jornada inaugural ficou de fora a equipa de Oseo de Manica devido ao número ímpar de equipas, em consequência da desistência das Abelhas Mortíferas de Lichinga.Os jogos decorrem no campo do Estrela Vermelha da Beira.Costa do Sol e Clube Feminino da Matola são fiéis á LNFF, por isso não participam do campeonato organizado pela FMF na Beira.

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 12:23
 O que é? |  O que é? | favorito

 

AS equipas da HCB do Songo e do Costa do Sol vão disputar a final do Campeonato Nacional de Juniores amanhã, no Estádio 1.º Maio/Standard Bank, em Maputo, isto após vitórias ontem, por 2-1 sobre o Ferroviário e Desportivo, ambos da capital do país.Mas a grande surpresa desta final é o HCB, que deixou pelo caminho o Ferroviário de Maputo, que era tido como candidato ao título. Os “hidroelétricos” venceram, por 2-1, numa partida bastante renhida e decidida nos instantes finais.

 

 

Apesar de ter entrado dominador na contenda, o Ferroviário de Maputo não foi pragmático e viu os seus avançados a desperdiçarem oportunidades claras de golo.Jogadores como Seven, Mapeche e Jarula foram os que mais incomodavam o último reduto dos “hidroelétricos”, mas estes não se intimidaram, foram fazendo o seu jogo, procurando explorar no máximo os erros do adversário.A dada altura os “locomotivas” arrendaram o meio-campo contrário, tentando o forçar o golo que teimava em não aparecer. Edmó, guardião da equipa do Songo, foi obrigado a fazer boas intervenções para manter a sua baliza inviolável.

 

 

Entretanto, contra a corrente do jogo, aos 27 minutos, o HCB chega ao golo, numa bela combinação entre Tony e René, com este último ao dar o gosto ao pé.

O golo desnorteou o Ferroviário e conferiu altos índices de confiança ao HCB, que passou, por alguns instantes, a mandar na partida.

 

 

O resultado prevaleceu até ao intervalo. No segundo tempo houve mais HCB que Ferroviário, mas foi a equipa de Maputo que chegou ao empate, aos 66 minutos, por intermédio de Eusébio, acabado de entrar.Essa pretensa tranquilidade foi sol de pouca dura, pois a turma da Barragem fez o 2-1 já nos instantes finais, após uma jogada individual de Tony, que “limpou” alguns adversários antes de fuzilar as redes de Joaquim. O 2-1 prevaleceu - um resultado justo.

 

 

No Estádio da Machava o Costa do Sol bateu o Desportivo por 2-1, tendo saido para o intervalo a ganhar por 1-0. Na segunda parte permitiu o empate, mas foi a tempo de fazer o 2-1 final.A final está agendada para amanhã às 15.00 horas, no Estádio 1.º de Maio.

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:18
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O “DERBY” entre o Maxaquene e o Costa do Sol constitui o principal atractivo do Campeonato de Basquetebol da Cidade de Maputo, em seniores masculinos.O embate está marcado para as 19.00 horas no Pavilhão do Maxaquene, sendo aguardado com enorme expectativa pelos amantes da “bola-ao-cesto”, dado que colca duas das melhores equipas da prova.

 

 

Ainda esta noite, o Desportivo mede forças com o Ferroviário. O encontro tem início às 20:00 horas no Pavilhão do Desportivo.A competição prossegue amanhã com o Maxaquene a medir forças com a Universidade Pedagógica, a partir das 17.00 horas, no campo do Ferroviário.

 

 

Em femininos, hoje, teremos apenas um desafio. O Desportivo bate-se com a Universidade Pedagógica a partir das 18.30 horas no seu pavilhão.Amanhã a Universidade Pedagógica defronta o Costa do Sol, que tem vindo a fazer um bom campeonato esta temporada. O encontro tem início às 15.30 horas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:02
 O que é? |  O que é? | favorito

 

ESTÁ agendada para amanhã, a partir das 9.30 horas, a já tradicional Travessia Catembe/Maputo a nado, prova que contará com a participação de mais de cem nadadores, entre nacionais e estrangeiros, segundo dados da organização.

 

 

Depois de ter sido adiado a 10 de Novembro por razões climatéricas, finalmente o evento deverá acontecer este fim-de-semana e é alusivo aos 126 anos da elevação da capital do país à categoria de cidade.

 

 

Estão 104 nadadores os inscritos, entre eles dois sul-africanos e um suázi.A Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM), promotora do evento, assegurou que esta será uma das edições bem-sucedidas, a avaliar pelo grau de preparação e a vontade expressa por parceiros na criação das condições necessárias para que o evento decorra sem sobressaltos.

 

 

Por exemplo, instituições do Estado e privadas vão disponibilizar embarcações para garantir o transporte dos atletas, pessoal da logística, acompanhantes e demais interessados para Catembe e vice-versa, enquanto o Conselho Municipal da Cidade de Maputo irá, outra vez, assegurar a premiação dos vencedores.A travessia irá movimentar populares e veteranos de ambos sexos, sendo que os primeiros classificados de cada escalão, tanto em masculinos como em femininos, receberão prémios pecuniários.

 

 

CORRIDA NO SENTIDO INVERSO

 

 

Entretanto, a presente edição da Travessia Catembe-Maputo decorrerá no sentido contrário, isto é Maputo-Ka Tembe de modo a proporcionar maior participação. A partida será na Escola Náutica.Associação de Natação da Cidade de Maputo, organizadora do evento, reservou mil dólares para o vencedor, em masculinos e femininos, 750,00 e 500,00 para o segundo e terceiro classificados, respectivamente, também em ambos sexos, facto que faz antever maior participação e concorrência pelos prémios monetários.

 

 

Concorrem para os lugares do pódio nadadores como Valdo e Raquel Lourenço, curiosamente irmãos e detentores de títulos. Valdo dominou as últimas três edições, enquanto Raquel destacou-se nas duas últimas. Contam-se igualmente nadadores como Valdo João, Jéssica Cossa, entre outros.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:54
 O que é? |  O que é? | favorito

 

Os pugilistas Paulo Jorge, nos 60kg, e Hélio Castelo, nos 52, conseguiram duas medalhas de ouro nas suas especialidades, depois de terem participado numa final entre os excluídos do torneio oficial.Os dois pugilistas, e tantos outros de países diferentes, foram excluídos do torneio oficial depois de se ter verificado que tinham idade acima da exigida pela organização deste evento.

 


Como forma de os consolar a organização entendeu que deveriam realizar uma sessão única no dia das finais, tendo ambos vencido os seus adversários e recebido as respectivas medalhas de ouro, que vieram a abrilhantar ainda mais a vitrina de Moçambique.

 

 

AFINAL MÁRCIA MOIANE NÃO GANHOU MEDALHA

 

 

Na nossa edição de ontem anunciámos que a corredora paralímpica Márcia Moiane, T-11, havia conquistado uma medalha de bronze na final dos 100 metros, quando efectivamente não a venceu.

 


O que aconteceu é que a atleta moçambicana chegou à meta lado a lado com uma adversária. A organização entendeu que a moçambicana foi quarta e não terceira, pois quem acabou cortando a meta foi o guia e não ela.

 

 

Perante esta situação, o jurado considerou que Márcia não tinha direito a medalha porque havia chegado em quarto lugar.

Aliás, situação idêntica por pouco acontecia com a mesma atleta nos 400 metros na terça-feira, quando caiu na meta com metade do corpo dum lado e a outra doutro, mas que acabou ficando com o bronze.

 

 

BASQUETEBOL EM ALTA

 

 

Depois de uma vitória bastante sofrida na noite de quarta-feira frente ao Zimbabwe em masculinos, a Selecção Nacional recompôs-se ontem com uma vitória folgada sobre o Malawi, por 70-39.Em femininos Moçambique voltou a passear a sua classe diante de um adversário fraquíssimo, o Botswana, a quem venceu por 113-26.

 

 

GIL CARVALHO, em Bulawayoa

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

MOÇAMBIQUE soma e segue nos Jogos do SCSA, que decorrem em Bulawayo. Até ao sétimo dia de competição já havia conseguido 18 medalhas, sendo sete de ouro, três de prata e oito de bronze.

 

 

 

O atletismo paralímpico, mais uma vez, comanda a lista das modalidades medalhadas, com cinco de ouro, uma de prata e três de bronze. O boxe segue, com duas de ouro (consolação), uma de prata e uma de bronze. O judo contabiliza duas, sendo uma de prata e outra de bronze. A natação tem duas de bronze. O atletismo soma uma de bronze.

 

 

NATAÇÃO ENTRA PARA O QUADRO

 

 

A modalidade de natação entrou para o quadro de medalhas, enriquecendo a vitrina de Moçambique nestes Jogos, que terminam oficialmente domingo.Jannah Sonnenschein, nadadora moçambicana a residir nos Estados Unidos da América beneficiando da bolsa da Solidariedade Olímpica, foi quem conquistou a medalha de bronze nos 100 metros mariposa, e contribuiu na equipa de estafeta (Gisela Cossa, Sassa Francisco e Jéssica Francisco) de 4x100 para o outro bronze.

 

 

Jannah cumpriu a distância com o tempo de 1.04,34 minuto, enquanto a equipa de estafetas ficou em terceiro, com o registo de 4.18,55 minutos.A estas duas medalhas de natação junta-se uma outra também de bronze conseguida no boxe por Fernando Máquina nos 56kg, pelo facto de ter atingido as meias-finais.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:28
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO