Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 11 DE Dezembro 2014

 

 

MOÇAMBIQUE conquistou as primeiras medalhas nos Jogos do SCSA, que decorrem desde sexta-feira na cidade zimbabweana de Bulawayo.

 

A proeza foi conseguida pelos judocas Natália Isabel Tajú, na categoria de -52 kg, que amealhou prata, e por Aiton Siquire, nos -73kgs, que ficou com o bronze.

 

Os dois judocas tiveram uma prestação acima da média, pois em frente tiveram adversários mais rodados e com maior número de competições na sua carreira.

publicado por Vaxko Zakarias às 13:19
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

AS constantes faltas de comparência das equipas para os jogos, os adiamentos e adiantamentos das jornadas têm vindo a manchar a Liga Nacional de Futebol Feminino (LNFF), uma competição na pontal final e que já apurou o campeão.Desde que começou a competição a 31 de Agosto teve faltas de comparência em pelo menos um jogo por jornada e muitas rondas adiadas, para além de adiantadas, o que ensombra a competição.

 

 

Na terça-feira foi o cúmulo das faltas de comparência. Estava programado o embate entre a ABC de Quelimane e Academia Militar de Nampula e nenhuma das equipas se fez presente ao recinto do jogo.O “Notícias” procurou ouvir o presidente da LNFF, Augusto Jamine, para explicar as razões de mais uma falta de comparência, desta vez um tanto ou quanto atípica, ao que respondeu:

 

 

 “Também fomos colhidos de surpresa. Fomos comunicados pelo nosso delegado que as duas equipas não se fizeram presentes, uma espécie de boicote. Por um lado há quem diz que a Academia Militar irá participar de um campeonato que a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) está para organizar na Beira, mas a Direcção daquele clube não nos confirmou. Em relação ao ABC de Quelimane não conhecemos as razões”, explicou.

 

 

Há uma tentativa de levar a LNFF ao abismo por parte de algumas pessoas, mas nós temos os pés bem assentes no chão, por isso não nos vão conseguir apagar”, disse, para depois ajuntar que “há pessoas que querem tirar proveitos com uma eventual interrupção da LNFF”.Jamine garantiu que a LNFF irá terminar nas datas previstas para o efeito e afirma que os clubes filiados são sérios e não se vão desviar deste projecto como os detractores da competição e da instituição que a organiza pretendem.

 

 

CONFLITO FMF-LNFF

 

 

Na verdade, o futebol feminino tem sido manchado pelo conflito existente entre a LNFF e a Comissão de Futebol Feminino da FMF. Esta última entidade diz não reconhecer a legalidade da LNFF e que a única instituição legitima para organizar uma prova feminina séria e válida no país é a FMF.“Mais do que isso, a competição em si (a Liga Feminina) é ilegal, pois na FMF não temos nenhum registo desta. Aquele é um campeonato recreativo e não competitivo, pois não se obedeceram os trâmites necessários para sê-lo”, disse Claudete Pereira, presidente da Comissão de Futebol Feminino na FMF.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:24
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

DISPUTA-SE esta tarde, nos “courts” do Jardim Tunduru, a última vaga das meias-finais, em singulares homens, nos Campeonatos Nacionais de Ténis, que decorrem desde o último sábado nos “courts” do Jardim Tunduru, na cidade de Maputo. António Sábado, uma das vedetas da modalidade, e Miguel Gonçalves, um tenista em ascensão, são os protagonistas da luta pelo acesso a uma das fases mais apetecíveis da prova.

 

 

Enquanto isso, já asseguraram a presença às meias-finais o campeão em título Feliciano dos Santos, que superou ontem Emídio Machaieie pelos parciais de 6/4 e 6/2; Isac Jorge, que eliminou Sharif Ahmed por 6/1 e 6/2; e o vice-campeão Josefa Simão, que afastou da corrida para a final Bruno Figueiredo por 3/6, 6/1 e 6/4.As meias-finais de singulares homens realizam-se na sexta-feira, à semelhança de “senhoras”. Nesta prova já são conhecidos os semifinalistas. Trata-se de Marita Nhamitambo, Nicole Dias, Cláudia Guilande e Cecília Massunga.

 

 

Por último, em singulares foram apurados os finalistas em rapazes. Hugo Moreira e Fábio Mendes vão disputar uma final inédita. Moreira humilhou nas meias-finais Calvin Maposse por duplo 6/0, enquanto Mendes superava o campeão dos Sub-14 Bruno Nhavene pelos parciais de 2/6, 6/2 e 6/2.O dia de hoje está igualmente reservado para as meias-finais de raparigas. Marieta Nhamitambo cruza-se com Chelsea Mendes, enquanto Nereida Remane mede forças com Nicole Dias.As finais, em todas as categorias, realizam-se no sábado  

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me:

 

 

DEPOIS de ontem ter observado um interregno, após o final da primeira fase da competição, o Campeonato Nacional de Juniores, que decorre em Maputo, retoma esta tarde com a realização de dois jogos referentes às meias-finais.

 

 

Trata-se de uma meia-final que promete ser electrizante, dado que opõe as quatro melhores equipas da prova, a atestar pelo seu desempenho na primeira fase.O Costa do Sol, que liderou de forma destacada a série B, mede forças com um outro colosso, o Desportivo de Maputo, que com os mesmos sete pontos do Ferroviário de Maputo ficou em segundo lugar da série A.

 

 

É um grande jogo, atendendo e considerando que opõe emblemas que são dos melhores em termos de formação no país. O Costa do Sol já mostrou que não está para brincadeiras nesta competição, mas o Desportivo tem vindo a exibir uma veia goleadora impressionante.O embate terá lugar a partir das 15.30 horas no campo dos “canarinhos”.

 

 

Outro embate destas “meias” é o Ferroviário de Maputo-HCB. Os “locomotivas” são ligeiramente favoritos à vitória e consequente transição à final, mas porque o futebol é uma caixa de surpresas tudo pode acontecer.O encontro está marcado para as 15.30 horas no Estádio da Machava.

 

 

Refira-se que ao todo tomaram parte da competição oito equipas, divididas em duas séries, passando para a segunda etapa da prova os dois primeiros classificados.

A final está programada para sábado, em princípio, no Estádio Nacional do Zimpeto, sendo que o jogo de atribuição do terceiro lugar terá lugar amanhã na Machava.O Ferroviário da Beira, que pautou pela ausência nesta edição, é o actual detentor do título.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:56
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

A SELECÇÃO Nacional de Hóquei em Patins começa a preparar-se para o Campeonato do Mundo do Grupo “A”/França 2015 em finais de Janeiro próximo.De acordo com Nicolau Manjate, presidente da Federação Moçambicana de Patinagem (FMP), o facto de o Mundial ter início dois meses antes do que tem sido habitual obriga que os trabalhos iniciem bem mais cedo. Sublinhe-se que em 2013, aquando do Mundial de Angola, a equipa moçambicana iniciou a preparação em Abril, tendo o evento começado em Agosto.

 

 

Vamos arrancar com a nossa preparação em finais de Janeiro, que decorrerá até as vésperas do Mundial. Numa primeira fase os treinos decorrerão no Pavilhão do Estrela. Será uma preparação com jogadores que actuam no país. Além do treino de equipa a preparação será sustentada com a realização das competições internas e com torneios internacionais que efectuaremos com equipas da África do Sul”, referiu.

 

 

ESTÁGIO NA ESPANHA

 

 

Numa segunda fase de preparação, que em princípio deve acontecer em princípios de Maio, o combinado nacional efectuará um estágio na Espanha, segundo fez saber Nicolau Manjate.“Nós já solicitámos a activação dos protocolos que existem com a Espanha, um dos países que cooperam connosco. É nossa intenção fazer o estágio na Espanha e creio que é isso que vai acontecer”, disse.

 

 

JOVENS SERÃO LANÇADOS

 

 

Nicolau Manjate revelou que alguns jovens serão lançados no Mundial.“O nosso maior trabalho é interno. Queremos cumprir com o nosso programa de competições internas e retomar os intercâmbios com a África do Sul. Portanto, queremos continuar a potenciar os jovens que estão a surgir. E já no Mundial devo dizer que pelo menos dois desses jovens que já estiveram no Mundial anterior mas que não jogaram serão lançados”, sublinhou. Acrescentou que os jovens Kevin Pimentel, Momed Buanar “Dino” e Félix Gomes “Felzinho”, que integraram a convocatória para o Mundial de Angola-2013, não chegaram a jogar mas, no entanto, desta vez podem ser apostas sérias. 

 

 

PROCURA-SE SELECCIONADOR

 

 

Confirmado o afastamento de José Querido do cargo de seleccionador nacional, a Direcção da FMP está no mercado à procura do seu sucessor. “É um dado adquirido que José Querido não estará à frente da Selecção no Mundial. Estamos numa fase de identificação do novo treinador. Existem vários candidatos mas não posso adiantar os nomes”, revelou.

 

 

“NÃO ESTIVEMOS BEM NO ZÉ DÚ”

 

 

O presidente afirmou que a participação no Torneio Zé esteve muito aquém do esperado, embora defenda que o Misto de Maputo apresentou-se desfalcado diante de verdadeiros gigantes do hóquei mundial.

 

 

Acho que numa participação em certame da envergadura do Torneio Zé Dú tudo poderia acontecer, se se atender que participam os melhores jogadores do mundo. Naturalmente que quando entramos em prova esperamos por uma boa participação. Mas não deixo de lamentar. Mesmo tendo em conta que a equipa não estava completa a nossa participação esteve muito aquém do esperado”, afirmou.

 

 

Contudo, o dirigente encontra pontos positivos no desaire da equipa maputense. “Mas também não deixo de reconhecer que foi um momento para ganharmos rodagem. Os jogadores pouco utilizados na Selecção Nacional tiveram oportunidade de disputar um torneio internacional e ganhar outro tipo de experiência”, enfatizou, ajuntado que o hóquei moçambicano tem o dever de corrigir este fracasso, “o sétimo lugar que ocupamos no último torneio exige de nós muita responsabilidade. Conservamos o título de sermos a melhor selecção africana e teremos que estar preparados para dar de tudo para melhorar a nossa classificação”.

 

 

Questionado sobre se o mau desempenho no “Zé Dú” não teria tirado brilho ao bom-nome que o hóquei moçambicano granjeia a nível mundial, o dirigente respondeu:

 

Eu não olharia as coisas por esse prisma. É verdade que os resultados não enganam e são um indicador claro que a nossa participação não foi das melhores, mas o importante é que todos nós tenhamos um momento de reflexão e dentro dos parâmetros reverter a situação. Estou convicto que vamos dar uma boa resposta já no Mundial. Estamos a nos preparar bem do ponto de vista organizativo para que nada falte. Acredito que com o grupo unido, imbuído de espírito competitivo e de responsabilidade podemos voltar atingir uma posição prestigiante”, avançou.

 

 

MAIS DE 150 TALENTOS SOBRE RODAS

 

 

O lançamento das escolas de formação foi o objectivo número da FMP no ano que está prestes a findar. Sobre este projecto Nicolau Manjate faz uma avaliação positiva. 

O hóquei passou a ser de novo das crianças, com o lançamento das escolas de formação. Fico feliz por saber que conseguimos atingir o principal objectivo estabelecido para este ano. Devo dizer que neste momento temos um número de praticantes superior a 150 crianças nas categorias de formação a competirem”, frisou.

 

 

O dirigente máximo da patinagem moçambicana defende que o sucesso é o resultado do engajamento da família da modalidade. “Este ano as atenções estiveram viradas para competição interna, com especial cuidado para as escolas. Sempre defendi que os frutos que colhemos devem ser resultado do que fazemos internamente e é isso que pretendemos: termos um hóquei com alicerces cada vez mais sólidos”, comentou.

 

 

 

Manjate fez referência às escolas do Desportivo, Ferroviário, Estrela Vermelha e da Federação, que trabalha em parceira com a Universidade Eduardo Mondlane através da Escola Superior do Desporto, como exemplo de sucesso, força e vontade.

 

 

 

IVO TAVARES

 

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:47
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

 

MOÇAMBIQUE já contabiliza, na sua vitrina, 15 medalhas nos Jogos do SCSA, que decorrem em Bulawayo, Zimbabwe, desde o dia 5 do corrente mês.A maior contribuição, como sempre, foi dada pelos corredores paralímpicos, que só ontem conseguiram cinco medalhas de ouro, uma de prata e três de bronze. A estas juntam-se a de bronze conseguida no dia anterior também por uma atleta paralímpica.

 

 

Rosa Banze, T-12, nos 100 metros, Edmilsa Governo, T-13, Laurentina Matimbe, T-12, nos 400 metros, com os tempos de 14,32, 61,32 e 66,54 segundos, respectivamente, foram os atletas que conseguiram as medalhas de ouro.Edmilsa Governo e Laurentina Matimbe, já no período da tarde, conquistaram mais ouro nos 800 metros.

 


Rosa Banze, T-12, nos 400 metros, amealhou a de prata, num dia em que só numa manhã a corredora nacional fez o pleno ao conquistar duas medalhas, por sinal as mais importantes da competição, uma de ouro e outra de prata.Márcia Moiane, T-11, nos 100 metros, e Nélia Maúngue, T-13, ficaram com o bronze, medalhas conseguidas nos 100 e 400 metros, respectivamente, com os tempos de 14,49 e 68,64 segundos.

 

 


Aliás, Márcia Moiane havia presenteado o país no dia anterior com uma medalha de bronze nos 400 metros.Enquanto isso, Creve Machava, um dos corredores mais cotados desta delegação, acabou defraudando as espectativas, pois dele se espera ouro, mas acabou ficando com o bronze, isto é, em terceiro lugar na prova dos 110 barreiras.Já no boxe Lourenço Cossa não foi para além da prata, por ter se lesionado na final diante de um sul-africano.

 

 

 

O pugilista moçambicano, que ao longo desta prova foi poupando a sua direita para a final, logo no primeiro golpe que mandou com aquele punho deslocou a clavícula.

O árbitro nada mais fez senão mandar terminar o combate, dando a vitória ao sul-africano, tendo o moçambicano ficado com a prata que já ostentava antes da final.
Recorde-se que as primeiras medalhas, duas, foram conquistas por judocas, nomeadamente Natália Isbel Taju, nos -52kg, de prata, e Aiton Siquire, -73kg, a de bronze.

 


“MAMBINHAS” FICAM EM TERRA

 

 

A Selecção Nacional de Futebol, Sub-23, os “Mambinhas”, foi eliminada ainda na fase de grupos, por não ter reunido pontos suficientes para marcar presença nas meias-finais, para onde passam os dois primeiros de cada série.

 

 

Os “Mambinhas” concluíram os seus jogos e feitas as contas já não podem chegar ao segundo lugar porque alguns dos seus adversários ainda têm partidas por realizar.
No seu percurso conseguiram uma vitória por 2-1 frente à Suazilândia, empate sem golos com o Zimbabwe e duas derrotas com Angola, 2-0, e com o Malawi, 2-1.

 

 

BÁSQUETE EM PLENO

 

 

Em basquetebol as selecções nacionais venceram na noite de ontem o Zimbabwe, tanto em masculinos como em femininos.

As meninas ganharam por 69-37, e os rapazes, por 74-70.

 

 

GIL CARVALHO, em Bulawayo

 

 

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:28
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO