Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 07 DE Novembro 2014

OS treinadores e jogadores dos Ferroviários de Maputo e da Beira antevêem um desafio árduo quando no sábado (16:00 horas) defrontarem-se no Estádio Nacional do Zimpeto na final da Taça de Moçambique/mcel.Mas, apenas um terá chances de erguer o canecão no fim…

 

 

 

Mas tratando-se de uma partida em que só o vencedor poderá fazer a festa no final, os “locomotivas” não encontram outra saída que não seja baterem-se pelo triunfo. Em declarações ao “Notícias”, algumas das principais figuras desta final inédita, perspectivam um embate equilibrado e dizem preparados para darem o máximo, apelando aos adeptos a lotarem as bancadas do Zimpeto.  

 

 

O Ferroviário de Maputo já conquistou cinco taças, contra duas do da Beira, sendo que este é o actual detentor do título. O Costa do Sol é o recordista, com onze. O vencedor ganha direito de participar na Taça CAF, prova na qual os “locomotivas” da capital guardam boas recordações, já que lograram chegar às meias-finais.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

A PALAVRA de ordem neste momento é ganhar o jogo. O facto de o Ferroviário de Maputo estar no seu meio não nos aflige porque conhecemos o terreno e estamos preparados para superar as dificuldades”, disse Maninho.

 

 

 

Esperamos fazer um bom jogo e proporcionar ao público que estará no campo um espectáculo memorável. O Ferroviário da Beira tem mérito próprio e chegou onde chegou pelo seu empenho, por isso o factor casa não nos vai atormentar. Pessoalmente estou a trabalhar muito para levar a taça, para tal é necessário marcar golos que, modéstia à parte, vou lutar para o fazer”, concluiu.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:39
 O que é? |  O que é? | favorito

ESTAMOS a trabalhar arduamente para que possamos ser melhores depois dos 90 minutos, apesar de, como sempre, antevermos dificuldades neste tipo de embates. Como nos outros jogos, vamos jogar para que a vitória seja do Ferroviário da Beira, porque só isso interessa”, sentimento de Reinildo, um jovem que em “dia sim” desequilibra, acrescentando que “espero que os que não puderem presenciar o jogo no campo torçam por nós ao assistirem o jogo na televisão ou escutarem relato na rádio. Os que tiverem esse privilégio poderão apoiar-nos directamente no Zimpeto para que possamos ter mais força. Peço para que os adeptos do Ferroviário da Beira estejam todos presentes no campo para que possam estar em massa no campo porque faremos um bom espectáculo”.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:36
 O que é? |  O que é? | favorito

O FACTO de o Ferroviário de Maputo ter nas últimas seis jornadas do Moçambola dado uma boa resposta que culminou com a manutenção deixou, de acordo com Victor Pontes, o grupo motivado para a final da Taça de Moçambique/Mcel.

 

 

 

Estou satisfeito com a prestação dos meus jogadores. Conseguimos, de certa forma, fazer face ao aspecto da finalização, um dos grandes problemas que abalou a equipa durante a época. Marcámos 11 golos nos últimos jogos. Portanto, melhorámos muito. Espero que a equipa tenha atitude, determinação e vença o jogo”, comentou.

 

 

Victor Pontes considera que, tratando-se de uma final, a carga emocional é maior e, por isso, há um trabalho psicológico que está sendo feito. “Tratando-se de uma final e de uma partida que decide um título a mensagem que procuramos passar é que têm de dar tudo para vencerem. Acredito que eles estarão preparados para enfrentar e vencer um adversário que nos últimos anos nos tem sido superior, uma tendência que nós queremos contrariar”, comentou.

 

 

Numa avaliação ao adversário, o técnico ressalvou o facto de terem três jogadores que têm sido frequentes nas pré-convocatórias da Selecção Nacional. “O Ferroviário da Beira é um conjunto forte. Tem três jogadores internacionais, nomeadamente Mário, Reinildo e Maninho, isso reflecte a qualidade do nosso adversário. Não tenho dúvidas que será um jogo difícil e marcado pelo equilíbrio. Nesta época notou-se equilíbrio nos jogos do Moçambola, mas num clube como o Ferroviário de Maputo, que todos os anos luta para conquistar todas as provas internas em que está envolvido, as exigências são maiores”, disse.

 

 

Em relação aos ausentes, Pontes lamenta a do ponta-de-lança zambiano Graven. O jogador perdeu o pai e viajou para a Zâmbia para participar nas cerimónias fúnebres. “A única ausência de vulto é de Graven. O pai dele faleceu e, por isso, não poderá dar o seu contributo. Queremos conquistar o troféu e dedicá-lo a Graven”, comentou.

 

 

O técnico, que pela segunda vez consecutiva marca presença na final, depois de o ter feito ao serviço do Clube do Chibuto na edição passada, apela aos adeptos a estarem presentes no Zimpeto. “Os adeptos sempre estiveram connosco. Quero louvar esse apoio, o seu contributo por nunca nos terem virado as costas. Precisamos que estejam presentes para que com o seu apoio, seu incentivo, o Ferroviário consiga sair vitorioso”, concluiu. 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:32
 O que é? |  O que é? | favorito

BOM, tudo o que nós formos a produzir ao longo dos 90 minutos tem de ser dentro da consciência da dimensão do clube, do investimento que fez esta época e, também, pensarmos na responsabilidade e no peso que levamos do povo da Beira, o que nos leva a procurar fazer um bom jogo que nos permita levar, novamente, o canecão para a capital de Sofala, cientes de que o jogo não será fácil, porque vamos defrontar uma grande equipa e que também quer melhorar e salvar a época”, afirmou o técnico-adjunto do Ferroviário da Beira, Victor Matine.

 

 

 

Acrescentou que, “para isso, estamos preparados sob ponto de vista técnico-táctico, físico e psicológico para superarmos este obstáculo chamado Ferroviário de Maputo. Temos alguns problemas clínicos, pois o nosso guarda-redes Willard não está a treinar e será uma ‘carta’ fora do baralho, enquanto Mário há quatro/cinco jogos que não faz parte da equipa. Também temos o Nelito que tem estado a trabalhar de forma irregular.

 

 

Contudo, estes jogadores, caso consigam dar boas indicações até sábado, poderão ser uma mais-valia para o grupo. Agora estamos a privilegiar os aspectos técnicos, pois, num recinto como o ENZ, com grande qualidade, temos de jogar bem. E mais: temos de ser eficazes aproveitando todas as oportunidades que formos a criar para marcar golos. Oxalá o povo da Beira, sobretudo os adeptos do Ferroviário da Beira, volte a festejar como no ano passado. O que fizemos no Moçambola já passou, estamos concentrados na Taça. Acreditem em nós”, sentenciou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:29
 O que é? |  O que é? | favorito

COM todo respeito que a gente tem pelo Ferroviário da Beira, vamos entrar em campo para assumir o jogo e conquistar a Taça. A equipa está moralizada, por isso acho que estão reunidas as condições para obtermos um bom resultado”, disse Luís, avançado do Fer. Maputo.

 

 

 

Para levar de vencida os beirenses, o artilheiro frisa que não basta ter qualidade, é necessária atitude. “Não basta ter qualidade, é preciso ter espírito de entrega e determinação. Temos de disputar cada lance com seriedade e estarmos determinados nas tarefas defensivas e ofensivas”, afirmou.

 

 

Como jogador mais experiente da sua equipa, deixou um conselho aos mais novos, sobretudo àqueles que disputarão pela primeira vez uma final: “Não carreguem o peso da final. Encarem este jogo de forma simples, caso contrário ficarão inquietos e as coisas não sairão bem”, comentou.

 

 

Luís não se esqueceu do colega Graven que perdeu o pai, referindo que o grupo mantém-se, mesmo assim, concentrado para atacar o título. “É lógico que estamos tristes, mas a equipa está tranquila. O grupo não pode perder a concentração neste momento. Queremos vencer para dedicar a taça ao nosso colega e aos nossos adeptos”, arrematou. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:26
 O que é? |  O que é? | favorito

NUMA final não podemos pensar noutro desfecho que não seja uma vitória. O objectivo passa claramente por conquistar a taça. Seria muito bom para a história do clube, para nós, jogadores, já que estaríamos a salvar uma época que no campeonato não correu como pretendíamos”, palavras de Diogo, a “estrela” maior dos “locomotivas” de Maputo.

 

 

 

O médio ofensivo considera que o Ferroviário realizou uma boa ponta final de campeonato e por isso os ânimos estão exaltados no seio da colectividade.

 

 

O ambiente no balneário não poderia ser o melhor. Os últimos jogos serviram para dar a confiança que a equipa precisava. Ganhamos jogos com exibições bem conseguidas. Queremos manter essa boa forma nesta final e dar uma alegria aos adeptos que foram incansáveis no apoio a equipa durante toda a temporada”, frisou.

 

 

Diogo, que atravessa um bom momento de forma, após um período em que jogou muito das suas reais capacidades (devido a uma lesão), assegura que tudo fará para marcar a diferença. “Sinto-me em forma e jogarei no meu limite para contribuir com uma vitória, quem sabe com algum golo”, frisou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito

NO ciclo dos jogadores moçambicanos que actuam no estrangeiro, o destaque vai para a visita do Benfica ao Nacional da Madeira dos internacionais Zainadine e Reginaldo, em jogo pontuável para a 10ª jornada da Liga Sagres. É mais um teste para a dupla moçambicana depois da derrota, semana passada, no estádio do Dragão frente ao FC Porto.

 

 

 

A situação na tabela classificativa para os “alvi-negros” não é das melhores, visto que soma oito pontos, volvidas nove jornadas da Liga Portuguesa. A pressão é maior para Zainadine, Reginaldo e companhia, pois em caso de derrota, as coisas podem complicar-se.A partida tem lugar domingo a partir das 20:30 horas no Estádio da Madeira.

 

 

SIMÃO NO “DERBY”

 

 

O Levante de Simão Mathe tem um teste difícil este fim-de-semana frente ao Valência, no “derby” daquela cidade.A partida tem lugar amanhã, as 20:00 horas, no terreno do Levante. Simão e companhia são obrigados a vencer para não deteriorar a sua situação na tabela classificativa. O desafio é referente a 11ª jornada da liga espanhola.O Levante ocupa o modesto 18º lugar, com oito pontos.

 

 

MEXER EM ACÇÃO LOGO À NOITE

 

 

O Rennes, do internacional moçambicano Mexer, entra em acção esta noite para medir forças com o Lorient, em desafio da 13ª ronda da liga francesa. A partida tem início as 20:30 horas de Maputo.Depois de um período um tanto ou quanto periclitante, o Rennes parece ter finalmente voltado aos carris depois do triunfo e empate nas últimas duas rondas. A equipa de Mexer está em 11º lugar com 16 pontos, uma posição de certa forma confortável no que às contas da manutenção diz respeito.

 

 

PAITO BATE-SE COM OFI CRETA

 

 

Enquanto isso, o Xanthi, de Paito, recebe o OFI Creta, em partida da nona jornada da Superliga grega.Á semelhança das equipas de outros moçambicanos que actuam na europa, o Xathi, do esquerdino Paito, não está confortável no campeonato.A partida tem lugar as 20:30 horas de Maputo. O Xanthi é o actual 13º classificado da Liga Grega.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
22
23
24
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO