Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 20 DE Agosto 2014

O MISTO de Maputo treinou nas primeiras horas da manhã de ontem na pista da Arena de Luanda, palco que acolhe a partir de amanhã, a Taça Zé Dú. Foi um treino que durou cerca de uma hora e que decorreu a um ritmo intenso com os jogadores a adaptarem-se na perfeição ao parquet.

 

Pedro Tivane começou por potenciar a stickada à baliza, em seguida treinou o passe para a finalização, dividindo os jogadores em dois grupos. Dum lado, Arnaldo Queiróz, Bruno Pimentel, Nelson Miquessene e Spiros Esculudes, e doutro Lucas Cossa, Eduardo Costa, Momed Buanar, Kevin Pimentel e Samuel António. Tratou-se de um jogo treino animado de cerca de 15 minutos que serviu para o técnico tirar algumas ilações e corrigir algumas lacunas a nível do passe em jogadas de contra-ataque, bem como aprimorar o sistema defensivo.

 

 

MANINHO AUSENTE

 

Maninho, que deveria ter embarcado com o Misto de Maputo ,na manhã de segunda-feira, não o fez por motivos profissionais. É uma baixa de vulto na equipa moçambicana, visto tratar-se de um hoquista com habilidades únicas na frente de ataque. Samuel António deve ser o escolhido para fechar a lacuna deixada pelo experiente avançado do Estrela Vermelha.

 

 

ESTAMOS PREPARADOS

 

 

 - Kiko, capitão

 

“O treino da adaptação ao piso correu bem. É uma pista que conheci no ano passado quando estive no Mundial, por isso não tive dificuldades em patinar. Penso que os meus colegas também não enfrentaram problemas, visto tratar-se de uma excelente pista”, comentou Kiko, capitão do Misto de Maputo.

 

Kiko afirmou que a equipa está preparada para disputar a Taça Zé Dú. “Sentimo-nos preparados para fazermos a nossa estreia na prova. Vamos procurar dar o máximo para honrarmos o nome do país”, frisou.

 

Questionado sobre se a ausência não iria fragilizar o grupo, Kiko respondeu: “Maninho é um bom jogador. É claro que faz falta, mas temos que pensar em entrar em campo com os jogadores que estão aqui, não podemos pensar muito nisso. Os que cá estão, terão que dar tudo”, sublinhou.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:39
 O que é? |  O que é? | favorito

 

SORTEIA-SE esta tarde, na sede da Federação Moçambicana de Futebol, a “poule” de apuramento ao Moçambola-2015, prova na qual participam os campeões e vice-campeões provinciais e dividida pelas três regiões do país. O torneio, que arranca no fim-de-semana de 6/7 de Setembro próximo, tem a prerrogativa de trazer algumas alterações relativamente ao modelo anterior.

 

 

Contrariamente à edição anterior, que era disputada no sistema de todos-contra-todos, em duas voltas, a presente edição será disputada, nalgumas das três regiões do país, em duas séries, ao fim das quais os vencedores jogarão entre si numa finalíssima para o apuramento do representante zonal ao Moçambola do próximo ano.

 

 

Outra novidade é que, nalgumas regiões, as séries estarão concentradas num ponto, ou seja cada uma numa cidade. É o caso da zona centro, onde as séries estarão concentradas nas cidades de Quelimane e Chimoio. Esta situação, que, de acordo com o secretário-geral da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Filipe Johane, visa minimizar os custos, apesar de não ser bem vista por alguns clubes e associações.

 

 

No caso da zona sul, a Associação de Futebol da Cidade de Maputo veio ao público afirmar que os moldes actuais contrariam a “Declaração de Chókwè, onde foi reiterada, entre as associações regionais, o retorno ao molde que apurava uma equipa para a “poule”, ou seja o campeão provincial, alegando que o actual é dispendioso. Para além de que, no seu entender, a alteração do molde que preconiza o apuramento de uma equipa por cada província à “poule” para duas só teria sentido se as zonas qualificassem mais equipas para o Moçambola.

 

 

Filipe Johane disse que um dos objectivos visando apurar duas equipas em cada província (campeão e vice-campeão) para a “poule” era conferir maior competividade à prova e tarimba às equipas que transitam para o Moçambola.

 

 

Nós recusamos a “declaração de Chókwè”, porque, para além de a decisão de apurar duas equipas e ter sido aprovada em assembleia-geral, entendemos que esta fórmula é ideal em termos dos objectivos que nos propusemos, que é conferir maior rodagem às equipas que ascendem ao Moçambola”, sublinhou. 

 

 

Enquanto isso, a zona norte é a única que não será disputada por séries, mas sim no sistema de todos contra todos e numa única volta. Outro pormenor é que a zona sul, para além de envolver duas séries, estas não estarão concentradas em pontos definidos. Ou seja, as séries obedecerão o sistema de todos contra todos e em duas voltas, ao fim das quais os vencedores farão a finalíssima para apurar a equipa que transita ao Moçambola. 

 

 

Entretanto, à excepção da cidade de Maputo e Inhambane, que ainda não têm a segunda vaga definida, as restantes províncias já apuraram todos os seus representantes. Mesmo assim, nenhuma havia enviado até ontem à FMF os seus representantes à “poule”.

 

 

 Na capital, o Estrela Vermelha, líder da prova, é a equipa que já assegurou a presença na “poule” da região sul. Há três jornadas do fim do certame, a segunda vaga é disputada pelo Matchedje e Mahafil, separados por três pontos. Os “militares” somam 47 contra 44 do Mahafil, enquanto o Estrela contabiliza 53. Já em Inhambane, a formação da ENH sagrou-se no último fim-semana campeão provincial, sendo que a segunda vaga ainda não foi definida.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:28
 O que é? |  O que é? | favorito

O MATCHEDJE está a três pontos do alcance do Estrela Vermelha na disputa do título do Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo, que caminha a passos largos para o fim. Os “militares” beneficiaram-se, sábado, da falta de comparência do Nova Aliança, para a 23ª jornada da prova, portanto antepenúltima. O Estrela não participou na ronda devido ao seu envolvimento na Taça de Moçambique, que também teve lugar no fim-semana.

 

 

Com esta sorte, o Matchedje, que lutava pela segunda vaga de apuramento para a “poule”, já sonha com a conquista do campeonato, que ficou durante muito tempo sob controlo absoluto dos “alaranjados”.

 

 

Os “militares” somam agora 47 pontos, sendo que no próximo jogo, contra a Académica, pode igualar-se ao Estrela, em caso de vencer os “estudantes” e os “alaranjados” baquearem diante do Mahafil. Portanto, tanto o Matchedje, bem como o Estrela, têm missões complicadas. 

 

    

Aliás, o Mahafil foi o destaque desta ronda, com a vitória expressiva diante do 1º de Maio (4-1). A Académica também saiu vitoriosa no encontro com o Ferroviário das Mahotas (2-1).Enquanto isso, Mavique e Vulcano, equipas sem expressão nesta competição e que ocupam os lugares da cauda, não foram para além da igualdade (1-1).O encontro que devia opor Cape-Cape das Águias Especiais não se realizou devido ao campo impraticável da equipa anfitriã. 

 

 

CLUBE DE GAZA ACOMPANHA ESTRELA

 

 

O Clube de Gaza acompanha o Estrela Vermelha de Xai-Xai à "poule" de apuramento ao Moçambola-2015, fase regional sul, na qualidade de segundo classificado do campeonato provincial de futebol, ganho pelos “alaranjados”. 

 

 

Refira-se que o Estrela Vermelha venceu a competição, que terminou no fim-de-semana, com um total de 44 pontos, mais seis que o Clube de Gaza. A terceira posição coube ao Ferroviário de Gaza, com 32 pontos.

 

 

De acordo com informações prestadas à nossa Reportagem, por Tomás Machava, secretário executivo da Associação Provincial de Futebol, tudo está a postos para a entrada em cena destas duas equipas, representantes de Gaza, e o Governo garantiu o apoio logístico necessário, com especial destaque para as despesas de transporte.

 

 

NOVA ALIANÇA EM VANTAGEM

 

 

O Nova Aliança da Maxixe poderá regressar ao convívio do desporto-rei na zona sul para disputar “poule”, caso derrote próximo fim-de-semana, na Massinga, o Sporting local, último classificado no campeonato provincial, para a última jornada do certame.

 

 

Encontrado que foi o campeão da prova, ENH que venceu semana passada o Ferroviário de Inhambane, por duas bolas sem resposta, a disputa continua acesa para o segundo lugar.O Nova Aliança e o Comércio, ambos da Maxixe, estão separados por um ponto, com vantagem para o primeiro.

 

 

Olhando para o desempenho destes quatro intervenientes nos dois jogos que vão determinar a equipa que vai acompanhar ENH a “poule”, os azuis e brancos da Maxixe, partem em vantagem teórica porque os leões da Massinga, foram durante a prova os bombos da festas, situação que pode galvanizar o Nova Aliança a carimbar o passaporte à “poule. Enquanto o Comércio da Maxixe deve fazer tudo para vencer a menos complicada formação de Zavala e esperar por um hipotético deslize ou surpresa na Massinga.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O Misto de Maputo de hóquei em patins estreia-se esta noite, a partir das 19.00 horas, defrontando a Selecção Sub-21 da Espanha em jogo da primeira jornada do Grupo “B” da Taça Zé Edú.Os hoquistas moçambicanos que estão desde segunda-feira, em Luanda, realizaram um treino de adaptação na Arena de Luanda, palco que acolhe o evento, e estão confiantes numa boa estreia.

 

 

Em palco estarão duas equipas que nunca se encontraram antes. Dum lado a equipa moçambicana mãos experimentada em competições internacionais ao mais alto nível, com jogadores acostumados a participarem em mundiais do Grupo “A”, como são os casos de Bruno Pimentel, Spiros Escludes“ Kiko”, Arnaldo Queiroz e Nelson Miquessene “Mafamba”, e doutro uma turma espanhola mais jovem, mas com bom potencial. Um desafio enérgico e emotivo em perspectiva para esta noite. Oxalá, os hoquistas nacionais sejam capazes de exibir todo o seu potencial e comecem com o pé direito, até porque é sempre vantajoso abrir com um triunfo.

 

 

Além de medir forças com os sub-21 da Espanha, o Misto de Maputo terá como adversários o Sporting de Portugal e a equipa anfitriã do 1º de Agosto. Sendo que os dois primeiros apuram-se para as meias-finais, é importante somar os primeiros três pontos sob o risco de ficar numa posição aflita, já que os comandados de Pedro Tivane estariam quase que obrigados a vencer o Sporting e o 1º de Agosto, apesar de o “mister” apontar como objectivo principal dar competição aos jogadores já a pensar no Mundial da França do próximo ano, o que de certa forma retira alguma pressão a esta equipa de pensar em atingir o topo.

 

 

Mas, esta noite ver-se-á se a turma moçambicana quererá encarar esta prova como apenas um plano de preparação ou se está presente para conquistar um lugar no pódio, tal como aconteceu em 2012 quando a Selecção Nacional classificou-se em segundo lugar.

 

 

O Grupo “A” é formado pelas formações da Académica de Luanda, Juventude de Viana, Talleres da Argentina e ACP de Pretória. Um grupo onde as três primeiras formações devem travar uma luta acesa pelos dois lugares que dão acesso às meias-finais.

 

 

IVO TAVARES, EM LUANDA

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:30
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
23
24
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO