Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 14 DE Agosto 2014

A SELECÇÃO Nacional de basquetebol masculina de sub-18 venceu o Benin, por 73-61, e garantiu o sétimo lugar no Afrobasket que terminou domingo em Madagáscar.

 

 

A equipa moçambicana enfrentou sérias dificuldades para se bater com equipas de maior porte físico, caso do Mali, ainda na fase de grupos, tendo perdido, por 72-47.

 

Na primeira fase, o combinado nacional perdeu ainda com Madagáscar, por 73-72, e venceu o Benin, por 69-46, triunfo que lhe garantiu a passagem aos quartos-de-final tendo jogado e perdido com a Tunísia, por 70-58.A prova foi ganha pelo Egipto que venceu na final a Tunísia, por 80-69.

 

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

 

1° Egipto; 2° Tunísia; 3° Mali; 4° Angola; 5° Madagáscar; 6° Costa do Marfim; 7° Moçambique; 8° Benin e 9° Gabão

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:05
 O que é? |  O que é? | favorito

TOMOU posse no último fim-de-semana o novo corpo directivo da Associação Provincial de Futebol de Sofala (APFS) encabeçado por Fernando Dias, que disse ter como grande desafio, colocar mais equipas no Moçambola.

 

 

Falando no acto de tomada de posse do novo elenco da APFS, o representante do presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), Isac Pedro, disse que é imperioso aumentar o número de equipas no campeonato nacional.

 

 

O desafio colocado a Fernando Dias surge numa altura em que o Têxtil do Púnguè e Estrela Vermelha da Beira estão abaixo da linha de água no Moçambola, afirmando-se como sérios candidatos à descida para o campeonato provincial.

 

 

Usando da palavra momentos depois de tomar posse, Fernando Dias exortou a todos quanto estão comprometidos com o futebol a trabalharem em prol da modalidade, sendo que segundo a fonte a partir da data do seu empossamento na Associação Provincial de Futebol de Sofala não há vencedores nem vencidos.

 

 

A partir de hoje não há vencedores nem vencidos mas sim o compromisso de levar à prática o programa que propusemos aos clubes, o qual foi apreciado e aprovado pelo que nos resta agora avançar para a sua implementação. A batalha é dura, mas com a força de todos estamos cientes que venceremos”, garantiu o novo presidente da APFS.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:35
 O que é? |  O que é? | favorito

O TEXTÁFRICA cilindrou o Sporting de Tembwe, por 12-0, e fechou com chave de ouro o Campeonato Provincial de Futebol em Manica, isolando-se na primeira posição com 46 pontos contra 29 do segundo classificado, Atlético de Gondola, que consolidou o lugar ao bater a Liga Muçulmana, por 3-1, sábado na abertura da décima oitava e última jornada, juntando-se aos “fabris” no apuramento à “Poule”, zonal centro.

 

 

Mussa Laher, um dos membros da direcção do Textáfrica garantiu que todas as condições estão criadas para os "fabris" do planalto enfrentarem a “Poule” de apuramento ao Moçambola-2015 sem sobressaltos.

 

 

O secretário-geral do Clube Atlético de Gondola, Chico Mário, por sua vez, explicou que para fazer face a “Poule”, os "gondolenses" contam com um plantel de 35 jogadores, deixando a critério da equipa técnica a escolha dos melhores.

 

 

O atacante Evans do Textáfrica com 15 golos foi o melhor artilheiro da prova, o guarda-redes Tony, também do Textáfrica, foi o menos batido, com um golo sofrido durante as 18 jornadas e o KAKOL Futebol Clube foi considerado “fairy-play” da prova.

 

 

As outras partidas da última ronda forneceram os seguintes resultados: Desportivo de Manica, 1- Pipeline, 0; Matchedje, 2-KAKOL Futebol Clube, 1.

 

 

Assim sendo, o Textáfrica do Chimoio ocupou a primeira posição com 46 pontos, seguido do Atlético de Gondola com 26, Desportivo de Manica com 21. Em quarto e quinto lugares ficaram as formações do Sporting de Tembwe e da Liga Muçulmana ambas com 20, em sexto, sétimo, oitavo e nono lugares encontram-se as equipas do Chimoio Futebol Clube, KAKOL, Matchedje e Pipeline com 17, 14, 11 e 10, respectivamente.   

 

 

BERNARDO JEQUETE

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:28
 O que é? |  O que é? | favorito

ARRANCARAM segunda-feira os “Nacionais” de Voleibol, em Xai-Xai, com os candidatos ao título em seniores masculinos e femininos a demonstrarem toda a sua força.

 

 

No Grupo “A”, a Aliança venceu o ISPG, por 3-0, assumindo assim o trono. Maputo Jet’s “K”, que tinha ficado de fora na primeira jornada, efectuou a segunda jornada, batendo o ISPG, por 3-1.

 

No Grupo “B”, a Mcel e Maputo Jet’s/FPLM “Z” ganharam a Escola Secundária de Xai-Xai e Hulene Sports, respectivamente, pelo mesmo resultado de 3-0, em jogo da primeira jornada. Na ronda seguinte, disputada terça-feira, a Jet’s bateu a Escola de Xai-Xai, por 3-0, enquanto a Mcel superou a Hulene Sports, por 3-1.

 

 

Pela mesma marca, a Académica “M” derrotou o Clube de Bilene, por 3-0, em jogo do Grupo “C”.  A outra equipa que devia fazer-se presente, a Autoridade Tributária de Nampula “B”, não deverá marcar presença.

 

 

No Grupo “D”, o Atlético de Chiveve exibiu domínio, tendo batido a Académica “B”, por 3-0, tendo apenas se realizado uma partida devido à ausência da Autoridade Tributária de Nampula, campeã em título, por motivos ainda não clarificados.

 

 

Depois das primeiras duas jornadas, sem surpresas, começaram a ficar já definidas as equipas que avançaram para os quartos-de-final.

Em seniores femininos, Académica e UP de Nampula lideram com seis pontos ao serem os únicos a vencer nas duas primeiras jornadas.

Académica venceu Hulene Sports e Aliança, ambos por 3-0, mesmos resultados obtidos pela UP de Nampula que bateu Atlético do Chiveve e Hulene Sports.

 

 

Com três pontos, está Aliança que venceu a Star Forever, por 3-2, na primeira jornada. Star Forever também soma os mesmos pontos fruto do triunfo sobre o Atlético do Chiveve, por 3-0.     

 

 

Hulene Sports e Atlético do Chiveve ocupam o último lugar.Em femininos, a prova é disputada num sistema de todos contra todos, sendo que o primeiro e segundo classificados disputarão uma finalíssima para se apurar o campeão.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

NASSELAS e Iquebal protagonizam amanhã, a partir das 21:15 horas, no pavilhão da Comunidade Maometana, o desafio mais aliciante da 11ª jornada do Campeonato de Futsal da Cidade de Maputo (início da segunda volta).

 

Nasselas é terceiro classificado e soma 21 pontos, enquanto Iquebal está um degrau abaixo com 18, pelo que este embate é susceptível de provocar alterações no pódio. É quem em caso de vitória, Iquebal iguala a pontos o seu adversário de amanhã à noite.

 

 

O líder da prova, a Petromoc, 25 pontos, os mesmos da Liga Desportiva de Maputo, joga, às 18:30 horas, com o Universo, último classificado. Os “petrolíferos” têm largas hipóteses de amealhar mais três pontos.Noutra partida, Avenida bate-se, a partir das 19:45 horas, com a Al Mahid.  

 

 

CLASSIFICAÇÃO: Petromoc (25); Liga (25), Nasselas (21); Iquebal (18); Liga “B” (15); Min. Finanças (13); Toyota (12); ADDEEC (12); Al Mahid (10); Estrela Vermelha (4) e Universo (1)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:31
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO de Pemba, ao sagrar-se campeão provincial de futebol, da primeira divisão, semana passada, inscreveu com letras douradas as suas páginas, um feito que não acontecia desde a independência nacional, tudo mercê duma reorganização encetada pela nova direcção do clube, chefiada pelo professor Alfredo Mecupe, trabalho em equipa, aproximação entre os diferentes intervenientes e seriamente defender as cores dum grande clube que passou anos hibernado.

 

Os “alvi-negros” de Pemba deixaram atrás de si nomes sonantes como o da Associação Desportiva de Pemba, vulgo “ Pembinha”, que agora não se vê nem pela lupa e do seu homónimo do Ibo, com que terminou com o mesmo número de pontos, com a vantagem de no confronto directo ter-se saído a contento. Destaque ainda para a participação das equipas da vila autárquica de Mueda e da UP- Montepuez, que também fez frente aos tradicionais clubes do “Provincial” de Cabo Delgado.

 

 

E o aviso já estava dado para a construção da história deste ano: o Desportivo foi o representante da província na Taça de Moçambique, depois de eliminar o “moçambolista” Ferroviário de Pemba e só viria a sucumbir ante o Desportivo de Nacala. Semana passada sagrou-se campeão provincial e vai representar Cabo Delgado, na “Poule” de apuramento da região norte.

 

O Desportivo de Pemba começou por surpreender os menos atentos nesta temporada ao anunciar que movimentaria as equipas de juniores de futebol masculino e feminino, para além de que tinha um plano de continuar a formação nesta modalidade e deste escalão pretendia recrutar alguns atletas para a alta competição.

 

Foi ainda mais difícil de acreditar que o clube introduziu, pela primeira vez, o atletismo e o voleibol de salão e de praia. Simplesmente porque o clube estava a morrer cada vez mais em cada dia que passava dos últimos 15 anos. O normal era não ouvir nada desta colectividade.

 

 

Esta quinta-feira leva para Tete cinco atletas para representarem a província de Cabo Delgado no Campeonato Nacional de Atletismo a ter lugar naquela cidade do centro do país, na companhia de outros atletas da escola Mário Coluna, a funcionar em Pemba.

 

 

Alfredo Mecupe diz que não houve remédio extraordinário que não seja “a organização, trabalho em equipa, aproximação entre a direcção, atletas, massa associativa e fazer boas coisas com os recursos financeiros existentes, para além de ouvir também aqueles que têm ideias que visam o desenvolvimento, porque os outros só nos prejudicam” e deu outras novidades:

 

 

Para além de ser a primeira vez que esta equipa se sagra campeã em todos os anos de independência, temos aí os nossos juniores em masculinos a liderarem o campeonato provincial, já na segunda volta e as meninas estão em segundo lugar, também na segunda volta”.

 

Perguntámos ao presidente do clube Desportivo de Pemba, o que a província deve esperar do seu representante na “Poule” de apuramento zonal para o ingresso no Mocambola-2015.

 

 

Esperamos bons resultados. Só temos medo da arbitragem e não das equipas iguais à nossa. Por outro lado, o fardo já é pesado, tudo o que conseguimos até aqui foi com fundos e esforço próprios, não tivemos apoios, mas já para frente não teremos tantas pernas para andar, havemos de precisar da mão da província que vamos representar. Estamos a falar do Governo provincial, do município, dos agentes económicos e outros interessados” disse Alfredo Mecupe.

 

 

Tido como dos poucos clubes com uma existência transparentemente legal e bem servido, do ponto de vista infra-estrutural, o Desportivo de Pemba tem, por outro lado, dois pavilhões, um aberto (ringue) e outro coberto, actualmente arrendado à Igreja Universal do Reino de Deus, para além de um restaurante e balneários, razão por que a nova direcção acha que há condições de ressurgimento para poder resgatar a imagem da colectividade.

 

No ano passado, segundo Mecupe, o clube começou por pegar nalguns jovens da copa Coca-cola, não estando em condições de organizar torneios, tendo aproveitado a oportunidade para buscar talentos que posteriormente foram e estão a ser acompanhados.

 

 

ATLETISMO, GRANDE NOVIDADE!

 

O Desportivo já introduziu o atletismo pela primeira vez. Teve que buscar a campeã nacional, Ana Pedro Joaquim, em Mueda. Falou com o Governo e conseguiu transferi-la para a capital provincial, hoje reside no Instituto de Formação de Professores e matriculou-a na escola secundária. Está competentemente acompanhada de técnicos qualificados.

 

Ana Pedro Joaquim vem do planalto dos macondes, onde foi sendo lapidada por técnicos locais, tendo sido praticamente descoberta nos jogos escolares de 2011, cuja fase derradeira, realizou-se em Montepuez, depois do que chamou à atenção dos professores de Educação Física, já a nível provincial.

 

O voleibol também está a ser bem acolhido pela nova direcção do Desportivo de Pemba, contando com um departamento para o qual foi chamado um técnico qualificado e formado pela Federação Moçambicana da modalidade.

 

 

 

UM MANDATO QUE VAI SER A DOER!

 

 

 

Alfredo Mecupe reconhece que também futebolisticamente o clube tinha morrido ou estava em processo de dar nisso. Na verdade, há três anos que não movimentava o futebol sénior.

 

Não acredito que seja por culpa própria, pois na minha opinião a província não ajuda muito. Não há infra-estruturas porque, por exemplo, neste momento a própria equipa só pode treinar no campo da Associação Desportiva de Pemba, se bem que o outro que pode acolher treinos, o “25 de Setembro”, junto ao quartel das FADM, está a servir a três clubes”, diz Mecupe que a seguir faz o seguinte reparo.

 

Mas também a mentalidade do nosso sócio não ajuda muito. Deixa-se tudo para a direcção. Por isso, advinha-se que os próximos anos sejam mesmo a doer, se é verdade que, entre muitas coisas, temos que procurar parceiros para a reabilitação das nossas infra-estruturas”.

 

Entretanto, o presidente do Desportivo de Pemba acha que ventos a soprar a favor de boas iniciativas que devem ser aproveitados ao máximo para revitalização do clube em todos os sentidos, desde os talentos que forem despontando, o que acha possível em razão do facto de a totalidade dos técnicos serem professores.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:05
 O que é? |  O que é? | favorito

O TENISTA Franco Mata, um dos atletas mais célebres que se notabilizou na década 90 e radicado nos Estado Unidos de América, está entre os seleccionados para o “Davis Cup”, um torneio de “grand slam” no qual Moçambique far-se-á representar pela primeira vez depois que foi eleito membro de pleno direito pela Federação Internacional de Ténis (FMT).

 

 

Franco Mata, cuja última aparição no solo pátrio foi nos Jogos Africanos Maputo-2012, vai desfilar no evento que junta os melhores tenistas do Mundo, a ter lugar próximo mês, no Cairo, Egipto, com Ataíde Mussagy, também nos Estados Unidos de América, o campeão nacional em título, Feliciano dos Santos, e o destronado Josefa Simão. Aliás, estes tenistas fazem parte da inscrição provisória avançada segunda-feira, facto que abre espaço para que os demais atletas que integram ainda a pré-selecção tenham lugar numa das quatro vagas. São os casos de Ercílio Seda, actualmente na Argélia, Isac Jorge, António Sábado e Bruno Figueiredo.

 

 

Entretanto, a Federação Moçambicana de Ténis nomeou Jonas Alberto, ex-campeão nacional e actualmente fora do activo, técnico do quarteto que participará no“Davis Cup”.

 

 

Nesta primeira aparição no “Davis Cup”, Moçambique pretende, para além de ganhar experiência, deixar marcas e, para o efeito, os pré-seleccionados não poupam esforços em preparação para o evento. À excepção de Franco Mata e Ataíde Mussagy, que continuam no estrangeiro, os restantes trabalham nos “courts” do Jardim Tunduru.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:49
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
23
24
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO