Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 30 DE Julho 2014

 

MOÇAMBIQUE já contabiliza 15 medalhas, das quais seis de ouro (cinco conquistadas pelo atletismo para a pessoa portadora de deficiência e uma pelo atletismo convencional), cinco de prata, também amealhadas pelo atletismo adaptado, três de bronze (uma pelo atletismo convencional, pelo voleibol de praia e duas pelo judo), nos IX Jogos da CPLP que decorrem em Luanda, a capital de Angola.

 

Com estes números Moçambique superou as expectativas em relação ao desempenho esperado neste evento, que reúne sete países falantes da língua portuguesa, à excepção da Guiné-Bissau, suspensa por razões políticas.

 

 

A atleta Edmilsa Governo, não Edmilson como referenciámos erradamente na edição de ontem, é a atleta que mais contribuiu com o ouro, ao conquistar as provas de 100, 200 e 400 metros no atletismo adaptado. Hilário Chavela, nos 100 metros, e Denise das Dívida, em salto e comprimento, também no atletismo para a pessoa portadora de deficiência, mais Teresa Gabriel, nos 400 metros, isto no atletismo convencional, elevaram a contagem de ouro para seis, colocando Moçambique num lugar de destaque neste evento.

 

 

As medalhas de prata foram de autoria de Denise das Dívidas (três) e Hilário Chavela (duas). Denise das Dívidas ficou em segundo lugar nos 100, 200 e 400 metros, enquanto Hilário Chavela ocupou a preciosa posição nos 200 e 400 metros. O bronze que honrou o atletismo convencional foi, por seu turno, amealhado por Jéssica Manhique, também nos 400 metros.

 

 

Entretanto, o atletismo, com destaque para o adaptado, cujo torneio durou dois dias (domingo e segunda-feira), projectou Moçambique para a manutenção do terceiro lugar na classificação por países, conseguido em Portugal. No entanto, cabe agora às restantes modalidades darem o seu contributo de modo que Moçambique consiga a manutenção ou superação deste precioso lugar.

 

Aliás, o judo já deu a sua contribuição com duas medalhas de bronze, amealhadas por Kevin Loforte, na categoria dos -66kg, e Natália Tajú, nos -48 kg. Este é um feito que merece destaque, tendo em conta que o judo é uma das modalidades que, tal como a natação em águas abertas e ténis de mesa, entram pela primeira vez nos Jogos da CPLP. Tal como a modalidade de atletismo e natação em águas abertas, cujos torneios duraram entre um e dois dias, o judo também foi disputado num único dia.

 

O torneio de vólei de praia também teve o seu epílogo ontem, com a selecção nacional feminina a conquistar uma medalha de bronze depois de vencer nas meias-finais o par angolano por 2-1 com os parciais de 19-21, 21-10 e 15-13. A selecção masculina, composta pelo par Osvaldo Mungói/João Tovela, não teve a mesma sorte, tendo sido derrotada pela dupla angolana no acesso ao bronze.

 

 

Com estes resultados apenas uma medalha separa, do ponto de vista numérico, Moçambique das conquistadas nos últimos Jogos realizados em 2012 em Mafra, Portugal. Foram 16 medalhas conseguidas em Portugal, das quais duas de ouro, seis de prata e oito de bronze. Portanto, Moçambique já superou objectivamente o “recorde”, pois contabiliza seis ouros, o que pesa muito para a classificação geral dos países no epílogo deste evento, no sábado.

 

 

SALVADOR NHANTUMBO, em Luanda

 

 

 

 


Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:33
 O que é? |  O que é? | favorito

AS selecções nacionais de basquetebol masculino e andebol feminino voltam ao teatro de operações, depois do interregno ontem. O combinado nacional de basquetebol, que perdeu segunda-feira com Portugal, depois duma estreia vitoriosa frente a São Tomé, por 55-48, defronta hoje o Brasil, num jogo que aparentemente não é favorito.

 

A turma moçambicana precisa de sair deste jogo com um resultado positivo, se quiser alcançar os lugares de pódio, sendo que este torneio, que conta com cinco equipas, dada a ausência de Cabo Verde e Timor Leste, é disputado num sistema de todos contra todos e numa única volta. A rapaziada moçambicana tem mais um jogo pela frente diante de Angola.

 

Enquanto isso a selecção de andebol feminino, que soma uma vitória e duas derrotas, mede forças hoje com Brasil, depois de sair derrotada na segunda jornada (segunda-feira), frente a Portugal por 29-10. A equipa treinada por Otélio Matusse precisa de uma vitória para se qualificar, uma vez que perdeu na estreia com Angola por 28-13, contando com apenas uma vitória frente a Cabo Verde (31-18), numa altura em que faltam duas jornadas para o fim da fase preliminar.

 

De acordo com o regulamento da prova, que conta com seis equipas, transitam para a fase seguinte (meias-finais) as selecções que terminaram nos primeiros quatro lugares. A selecção de andebol faz o seu último jogo amanhã frente a São Tomé.  

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:24
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Futebol de Sub-17 continua a fazer furor nos Jogos da CPLP. Depois de terminar a primeira volta em primeiro lugar, na sequência da vitória na estreia sobre Timor Leste por 4-1, e empate com Angola (0-0), os “Mambinhas” voltaram a vencer ontem os timorenses, por ????, no arranque da segunda volta, na séria “A”.

 

O torneio de futebol não observou, tal como as modalidades de vólei de praia e ténis, interregno (descanso) ontem, isto porque os “Mambinhas” têm uma dupla missão. Fora da sua participação nos Jogos da CPLP, os Sub-17 de Moçambique defrontam Angola sábado em partida da segunda “mão” da segunda eliminatória de qualificação para o CAN-2015. Os “Mambinhas” levam vantagem na eliminatória, com a vitória de 2-1 conseguida em Maputo.

 

Entretanto, com a vitória sobre Timor Leste a turma moçambicana garantiu a sua presença na final, faltando uma jornada do fim da fase de grupos. Aliás, a selecção nacional de Sub-17 defronta hoje Angola, neste que será o seu último jogo da série. Os angolanos, derrotados por Timor Leste (1-0) na primeira volta, estão na cauda com apenas um ponto e voltam a cruzar-se com os timorenses, amanhã, no encerramento da fase de grupos.

 

 

Os “Mambinhas” aguardam pelo vencedor da série “B”, na qual Portugal e Cabo Verde disputam o acesso à final. Os portugueses voltaram a vencer São Tomé, depois de na estreia terem ganho o mesmo adversário por 6-0, e estão com vantagem de três pontos sobre Cabo Verde, que ficou de fora nesta ronda devido ao número ímpar de participantes. Cabo Verde vai defrontar hoje São Tomé, num jogo que é favorito, e vai discutir o acesso para a final com Portugal, na última jornada.  

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:18
 O que é? |  O que é? | favorito

ACADÉMICA protagonizou uma surpresa, ao vencer o Estrela Vermelha por 4-3, em jogo da terceira jornada do Torneio da Federação de hóquei em patins.

 

Ninguém esperava por este resultado, nem os mais optimistas adeptos dos “estudantes” que contavam que a sua equipa fosse capaz de dar uma lição de hóquei ao actual campeão. A equipa da Académica demonstrou uma cabal disciplina táctica, nunca perdendo o sentido posicional, em particular nos derradeiros momentos do encontro, em que sofreu uma forte pressão dos “alaranjados”.

 

Nem a matreirice de Maninho, a astúcia de Kiko, as “stikadas” de Siga ou mesmo a habilidade de Mungói chegaram para desbloquear aquela muralha que teve um Afonsinho em dia inspirado na baliza e bem comandada por Zé Cláudio, enquanto mais na frente a experiência de Sandro dos Santos (dois golos) e Mimi (dois golos) bem como de Henrique Gamito causavam pânico sempre que estes transpunham a linha divisória.

 

A vitória da Académica, de todo inesperada, acabou por ser motivo de conversa, numa ronda em que o Desportivo goleou o Ferroviário por 7-3, acabando por igualar a pontos (6) com o Estrela, na primeira posição.

 

 

Académica é terceiro com três pontos, enquanto o Ferroviário ocupa o último lugar.A próxima jornada, a quarta, que marca o arranque da segunda volta, realiza-se na sexta-feira com os seguintes jogos: Académica-Ferroviário (19.00) e Estrela-Desportivo (20.00).

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:06
 O que é? |  O que é? | favorito

A DÉCIMA nona jornada do Campeonato Angolano de Futebol, o Girabola-2014, saldou-se em empates para as equipas dos jogadores moçambicanos. O 1.º de Agosto empatou a duas bolas na deslocação ao terreno do Desportivo de Huíla.

 

Com este empate, a equipa do moçambicano Jumisse passou a somar 33 pontos, em quarto lugar, sendo que na próxima ronda mede forças com o todo-poderoso Kabuscorp, actual bicampeão angolano, segundo na tabela classificativa com 40 pontos.

 

Já o Bravos de Maquis, formação onde militam Miro, Josimar e Sonito, também empatou a duas bolas na recepção à Sagrada Esperança. O Bravos está em sexto lugar com 29 pontos. A equipa do trio moçambicano tem vindo a baixar de rendimento na prova.

 

Na próxima ronda o adversário dos “diamantíferos” é o Sporting de Cabinda, uma deslocação complicada para a casa do 10.º classificado. O Girabola é liderado pelo Recreativo de Libolo, que soma 48 pontos, mais oito que o segundo classificado, Kabuscorp.

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito

A ESCOLA Secundária Zona Verde (ZV) conseguiu vencer a fase provincial de Maputo do torneio interescolar de futebol Sub-17, vulgo Copa Coca-Cola, relançando-se na corrida à revalidação do título nacional que ostenta desde a última edição.

 

Para alcançar o primeiro lugar na fase provincial a Zona Verde teve de vencer na 17.ª e última ronda a sua congénere de Infulene por 2-1, numa partida que foi espécie de finalíssima, pois as duas formações entraram em campo em igualdade pontual (40).

Noutros encontros Bedene empatou com Matola por 2-2; Colégio Aboobacar Sidik derrotou Namaacha por 1-0; Nkobe venceu Joaquim Chissano por 2-1, e Bonifácio Gruveta goleou a frágil Ana Mogas por 5-0.

 

Na cidade de Maputo a Escola Secundária Quisse Mavota, com 46 pontos, é que segue para a fase nacional. As partidas realizadas na última ronda forneceram os seguintes resultados: Polana-Heróis Moçambicanos (1-3), Nazareno-Mahlazine (0-4) e Noroeste 1-Nelson Mandela (1-0).

 

Em Gaza a proeza foi para a Escola Secundária de Inhamissa, que se qualificou com um total de 41 pontos, sendo que os jogos efectivados forneceram os seguintes resultados: Tavene-Joaquim Chissano (2-1), Patrice Lumumba-Chipenhe (3-0), Julius Nyerere-Xai Xai (4-0), Ndambine-1.º de Janeiro (4-0) e Inhamissa-Chicumbane (2-0).

 

Na província de Inhambane saiu-se feliz a Emília Daússe, que para confirmar a qualificação goleou Eduardo Mondlane por 5-1. Na mesma ronda a SOS perdeu por uma bola sem concorrência diante da 3 de Fevereiro. A Muelé derrotou a 29 de Setembro por 2-1. A Tomás Nduda fora goleada pela 1.º de Maio por 3-0 e a Chambone bateu copiosamente a 12 de Agosto, por 3-0.

 

A Samora Machel venceu a fase provincial de Sofala, tendo confirmado a proeza após golear a Mateus Sansão Muthemba por 3-0. A Nossa Senhora de Fátima foi copiosamente derrotada pela Estrela da Manhã por 5-1. A Sagrada Família também sofreu goleada frente à Ponta Gêa por 0-3.A Marocanhe venceu a 25 de Setembro por 2-1, e Santos Inocentes perdeu por três bolas sem resposta diante da Matadouro.

 

OUTROS APURADOS ÀS FASES REGIONAIS

 

Escola Secundária Joaquim Marra (Manica), Heróis Moçambicanos (Tete), 25 de Setembro (Zambézia), Napipine (Nampula), Paulo Samuel Kankhomba (Niassa) e Escola Secundária de Pemba (Cabo Delgado)

 

As fases regionais terão lugar de 12 a 15 de Agosto próximo em Inhambane (Sul), Manica (Centro) e Nampula (Norte), sendo que a fase irá decorrer de 16 a 20 de Agosto na província de Maputo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:39
 O que é? |  O que é? | favorito

POR muito tempo líderes bem destacados do Campeonato da Cidade de Maputo e do “Provincial” de Gaza, os “alaranjados” da capital do país e de Xai-Xai tiveram uma ronda não muito boa, pois os seus concorrentes mais directos traduziram as suas partidas em vitórias, o que eles não conseguiram.

 

O Estrela Vermelha de Maputo não entrou em cena devido ao número ímpar de equipas, e viu o Mahafil a tirar proveito disso, somando três pontos e encurtando a desvantagem para sete pontos. Nas terras de Ngungunhane, o Estrela empatou e o Clube de Gaza agradeceu com uma goelada: saldo? Redução do fosso pra seis pontos em relação ao líder.

 

MAHAFIL GOLEIA

 

O Mahafil está ao encalço do Estrela Vermelha que não jogou devido ao número ímpar de equipas no campeonato da capital do país, que cumpriu a 20.ª ronda. A turma de Miguel dos Santos venceu o Ferroviário das Mahotas por 4-0, continuando isolada no segundo posto com 40 pontos, menos sete que o Estrela e mais dois que o Matchedje, que luta por um dos dois primeiros lugares que dão acesso à “poule” regional sul.

 

Os “militares” bateram o 1.º de Maio por 2-0 e têm tudo em aberto a possibilidade de se fazer ao segundo posto. O Cape Cape derrotou o Nova Aliança por 1-0. A Académica e o Ferroviário “B” empataram a uma bola, as Águias Especiais bateram o Vulcano por 2-0 e o Costa do Sol “B” goleou o Mavique por 3-0.

 

CLUBE DE GAZA APROXIMA-SE

 

O Clube de Gaza aproveitou o deslize do Estrela Vermelha de Xai-Xai para se aproximar da liderança, após vencer o Patrice Lumumba por 4-1. Os “alaranjados” não foram para além de um nulo frente ao 3 de Fevereiro. O Ferroviário goleou o Massingir por 6-0, Chókwè perdeu com Mandlakazi por 2-1, e Macuácua derrotou Samora Machel por 2-0. Estrela Vermelha lidera com 40 pontos, agora com mais seis pontos em relação ao Clube de Gaza, segundo colocado.

 

ENH EMBALADA

 

A equipa da Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH FC) lidera o “Provincial” de Inhambane, vulgo “ Moçambolinho”, depois de vencer domingo o Quissico por 2-0, em jogo mais aguardado da jornada. Com este triunfo a equipa de Vilankulo, que herdou parte do plantel do extinto VFC, está cada vez mais isolada, embora o mítico Nova Aliança da Maxixe esteja a mover uma forte pressão. As duas equipas estão separadas por três pontos, sendo que a ENH soma 34, Nova Aliança 31 e Ferroviário de Inhambane surge na terceira posição com 29 pontos, menos cinco do que o líder.

 

O Ferroviário de Inhambane espreita os lugares que dão direito à “poule” de apuramento, esperando, no entanto, do deslize do Nova Aliança e vencer os seus jogos, tal como aconteceu na última jornada que teve uma vitória sem jogar por causa da falta de comparência dos “leões” de Massinga.

 

Nos outros encontros a Universidade da Maxixe derrotou o Desportivo de Inharrime por 4-0. O Nova Aliança goleou Morrumbene por 10-0 e Baleia de Vilankulo perdeu diante do Comércio da Maxixe por 2-1.

 

 

SPORTING E MATCHEDJE NA “POULE”

 

O Sporting e o Matchedje serão os representantes da província de Sofala na poule de apuramento ao Moçambola-2015. O facto confirmou-se quando ainda há duas jornadas por disputar no Campeonato Provincial de Futebol de Sofala.

 

No último fim-de-semana as duas equipas venceram e viram derrotados os seus directos perseguidores na prova, nomeadamente o Ferroviário “B” e a Agrifocus de Marromeu.

 

A turma ‘leonina’, que comanda a prova já com 32 pontos, recebeu e venceu no último sábado, no campo do Estrela, a formação do FC da Beira por uma bola sem resposta, o mesmo resultado com que os militares derrotaram o Ferroviário “B”, o então segundo classificado na prova, somando deste modo um total de 29 pontos.

 

Assim, os próximos jogos servirão apenas para decidir quem ocupará a primeira posição entre os dois apurados, enquanto as restantes partidas serão para o cumprimento do calendário.

 

Eis o quadro completo de resultados da 14.ª jornada: Sporting da Beira-FC da Beira (1-0), Matchedje da Beira-Ferroviário da Beira (1-0), Pipeline-Agrifocus FC de Marromeu (2-1) e FC da Munhava-Porto da Beira (2-0).

 

A próxima jornada,  a 15.ª,  comportará os  jogos: Porto da Beira-Ferroviário da Beira, Matchedje da Beira-Agrifocus de Marromeu, FC da Munhava-FC da Beira e Pipeline-Sporting da Beira.

 

 

1.º MAIO QUASE CAMPEÃO NA ZAMBÉZIA

 

 

A duas jornadas do fim da prova, o 1.º Maio, com 37 pontos, depois de 16 jornadas, parece que só um milagre poderá lhe fazer perder o título de campeão, até porque o segundo classificado está a quatro pontos da liderança.

 

 

O empate sem golos consentido pelo Sporting de Quelimane, segundo lugar, diante da Universidade Pedagógica e a vitória do 1.º Maio frente ao Matchedje por 2-0 podem ter sido o ponto final na luta pelo título na Zambézia. Noutras partidas 3 de Fevereiro empatou com Namacurra a uma bola e Palmeiras goleou Ferroviário de Mocuba por 5-0. Benfica e Vila Real empataram a três golos.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:26
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSOCIAÇÃO Provincial de Atletismo de Nampula (APAN), finalmente, acaba de ser legalizada, depois de ter funcionado durante muito tempo de forma ilegal devido em parte à morosidade na tramitação de documentos por parte das entidades competentes, segundo deu a conhecer à nossa Reportagem no último fim-de-semana António Mendes, presidente daquela associação.

 

 

A falta da legalização da referida associação constitui um dos grandes constrangimentos para o desenvolvimento de algumas das suas importantes actividades programadas naquela parcela do país, daí que com a existência legal seja entendida como um passo gigantesco com vista à materialização de projectos virados para a massificação da modalidade em Nampula.

 

 

 A falta de um estatuto reconhecido no Boletim da República (BR) fazia com que a Associação Provincial de Atletismo não movimentasse a única conta bancária aberta no Banco Comercial e de Investimentos (BCI) para o financiamento dos seus programas traçados, orientados para o desenvolvimento do atletismo na província.

 

 

Algumas instituições interessadas em apoiar com fundos financeiros àquela associação ou patrocinar um evento preferiam depositar os valores na aludida conta que a colectividade não podia movimentar devido à falta da legalização, acabando esta por perder essa ajuda que contribuiria para a execução das suas actividades.

 

 

Aliás, a falta de legalização da Associação Provincial de Atletismo de Nampula tinha sido destacada como sendo um dos factores de entrave para a concretização de actividades traçadas durante a realização, em Março do presente ano, da sua primeira Assembleia-Geral Ordinária.

 

 

A nossa associação finalmente acaba de ser legalizada. O nosso estatuto de existência legal já foi reconhecido e publicado no BR. Assim, conseguimos resolver um dos grandes problemas que enfrentávamos para o desenvolvimento das nossas actividades. Já podemos movimentar a nossa conta bancária. As instituições interessadas em apoiar o engrandecimento do atletismo na nossa província e preferirem depósitos de valores na nossa conta já o podem fazer”, disse António Mendes.

 

 

Mesmo que enfrentasse esse constrangimento, a Associação Provincial de Atletismo de Nampula definiu para o presente ano alguns distritos como pólos de desenvolvimento da modalidade, nomeadamente Nacala-à-Velha, Nacala-Porto, Ilha de Moçambique, Rapale, Monapo e Angoche.

 

 

Segundo a nossa fonte, a perspectiva da definição daqueles distritos é essencialmente a massificação do desporto, neste caso do atletismo, que incide particularmente na competição, capacitação ou formação técnica não só dos alunos como também de professores que leccionam em várias escolas dos referidos distritos.   

 

 

 

 

 


Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:22
 O que é? |  O que é? | favorito

CONTINUA a ser uma incógnita a presença de Mexer e Simão Mathe na Selecção Nacional de Futebol, que desde segunda-feira prepara o jogo frente à Tanzania, agendado para domingo no Estádio Nacional do Zimpeto a partir das 15.00 horas, inserido na segunda “mão” da primeira eliminatória de acesso aos grupos de qualificação ao CAN-Marrocos 2015.

 

 

A Federação Moçambicana de Futebol (FMF) está a envidar esforços junto ao Rennes, clube do defesa central Mexer, e do Levante, equipa do médio defensivo Simão, unidades de peso nos “Mambas”, no sentido de serem dispensados para a partida com a Tanzania.

 

 

Na primeira “o”, disputada em Dar-es-Salaam há cerca de semana e meia, os dois não foram libertos pelos respectivos clubes, que apontaram como razão o facto de estarem em fase de pré-época.

 

Já o jogador do Dynamo de Dresden da Alemanha, Gelício Banze, foi dispensado pelo clube e é o primeiro estrangeiro a chegar ao país hoje, devendo amanhã, quinta-feira, dia em que chegam Zainadine Jr., Reginaldo (ambos do Nacional da Madeira) e Ricardo Campos (União da Madeira), integrar o grupo de trabalho. Sublinhe-se que Banze não tinha jogado na primeira “mão” pelos mesmos motivos que Mexer e Simão Mathe, mas desta vez houve boa vontade da Direcção do Dynamo de Dresden em ceder o defesa central.

 

O seleccionador nacional, João Chissano, terá mais uma opção para a zona central da defesa. Na primeira “mão” jogaram Chico e Dário Khan nesse sector. Gelício Banze concorre agora para essa posição, sendo que Zainadine Jr. e Miro devem voltar a ser donos dos lados direito e esquerdo, respectivamente.

 

Os treinos dos “Mambas” decorrem até sexta-feira e são virados basicamente para o aprimoramento táctico. Depois do empate a dois golos na Tanzania a equipa moçambicana parte em vantagem, embora João Chissano diga que os seus pupilos jogarão como se estivessem em desvantagem e o farão unicamente virados para a vitória.  

 

Entretanto, a CAF já nomeou a equipa de arbitragem, constituída por Dennis Bate, auxiliado por Mark Ssonko e Samuel Kayondo. O quarto árbitro será Alex Nsulumbi. Facto curioso é que o quarteto é na sua totalidade ugandês.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:21
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
19
20
26
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO