Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 29 DE Julho 2014

Moçambique conquistou esta segunda-feira, em Luanda, nos “IX Jogos Desportivos CPLP Angola 2014”, mais duas medalhas de Bronze, mas  prosseguindo assim a prestação particularmente positiva da missão moçambicana na presente edição deste evento desportivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

 

As duas medalhas forao conseguidos no Judo, uma  Pela Natalia Taju e Kevin Loforte! 

 

Ainda nesta segunda-feira, referência para outras vitórias para a missão portuguesa, nomeadamente no andebol e no basquetebol, com triunfos em ambos os casos perante as respectivas formações de Moçambique, com os resultados finais de 29-10 (andebol) e 78-33 (basquetebol), isto num dia em que a missão portuguesa terminou o dia invicta, somando por vitórias as competições em que participou.

 

 

 

 

publicado por Vaxko Zakarias às 11:29
 O que é? |  O que é? | favorito

OS ministros da Juventude e Desportos dos países da CPLP decidiram na VII reunião realizada à margem do evento que os próximos Jogos terão lugar em Cabo Verde.

 

Os Jogos da CPLP regressam a Cabo Verde depois de os ter acolhido em 2003.

 

No encontro foi acordado que o plano de acção desportiva da CPLP vai priorizar, nos próximos dois anos, cinco áreas, nomeadamente a ética desportiva e doping, medicina desportiva, gestão de infra-estruturas, formação e qualificação de agentes desportivos, participação e desenvolvimento de talentos.Realçar que Moçambique sucedeu Cabo Verde na presidência da Conferência de Ministros do ramo da CPLP.,

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:36
 O que é? |  O que é? | favorito

MOÇAMBIQUE revalidou o título de campeão do mundo em Tang Soo Do na especialidade de cinturões a cores em femininos, que ostentava há dois anos. Desta vez, a proeza foi cometida por Sekerane Chidiamassamba, irmã da Yara que fora campeã na última edição.

 

O Mundial-2014 foi do resto um sucesso para o nosso país, visto que foram arrecadadas um total de 28 medalhas, sendo 10 de ouro, 7 de prata e 11 de bronze. Sekerane Chidiamassamba conseguiu um total de três de ouro, ao conquistar 30 pontos na prova.

 

O nosso país foi, por outro lado, vice-campeã em demostrações, disciplina na qual tomaram parte 15 países. Etivaldo Boca, na categoria de combates e formas de mão aberta, arrecadou duas medalhas de ouro, sendo por via disso, o segundo atleta moçambicano mais bem-sucedido.

Yara Chidiamassamba obteve três medalhas, sendo uma de ouro, outra de prata e mais uma de bronze, mas insuficiente para revalidar o título, entretanto, conquistado pela irmã, contentando-se com o terceiro posto.

 

Quanto às taças, Moçambique conseguiu duas, uma de campeão, outra de vice-campeão em demonstrações.Refira-se que o Mundial de Tang Soo Do decorre de dois em dois anos. Esta edição, à semelhança da de 2012, teve lugar na cidade norte-americana de Greensboro, Carolina do Norte.

 

Em relação ao Mundial de 2012, o nosso país subiu consideravelmente de rendimento, visto que há dois anos havia conquistado 14 medalhas, e neste duplicou a cifra.

 

Eis os atletas que representaram o país no Mundial-2014: Sekerane e Yara Chidiamassamba, Anuar Dáuto, Michael Lee, Etivaldo Boca, José Miguel, Rodrigo Trindade, Bessamo Goule, Eduardo Ribeiro, Rude Wevel, Sílvio Balói e Cláudio Temporário.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito

O ATLETISMO adaptado (paralímpico) projectou Moçambique para uma situação favorável e que pode colocar o país nos lugares de pódio no epílogo dos IX Jogos da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP) que se realizam desde sábado na capital angolana, Luanda.O atletismo adaptado contribuiu, ao fim de dois dias de competição no torneio da modalidade, iniciado domingo e encerrado ontem, com cinco medalhas de ouro e igual número de prata, colocando Moçambique como um dos candidatos aos lugares cimeiros a par de Portugal e Brasil, que se apresentam como principais candidatos à conquista da presente edição. Com este resultado, Moçambique contabiliza, de modo geral, seis medalhas de ouro, sendo que a sexta foi conseguida também no atletismo, desta feita convencional, cinco de prata e duas de bronze, conquistadas pelo judo.

 

 

No total já são 13 medalhas e quebrou-se o recorde relativamente à última edição que teve lugar em Mafra, Portugal, em 2012, onde apenas conquistou duas medalhas de ouro, curiosamente através do atletismo adaptado.

 

 

Dos cinco ouros conseguidos pelo atletismo adaptado, três foram por Edmilson Governo, nos 100, 200 e 400 metros; um por Hilário Chavela, nos 100 metros e o outro por Denise das Dívidas, em salto em comprimento. O sexto ouro, conquistado no atletismo convencional, em femininos, foi conseguido por Teresa Gabriel, nos 400 metros.

 

 

As expectativas em relação aos lugares de pódio, nas sete modalidades com as quais o país desfila no evento, nomeadamente futebol e basquetebol masculino, atletismo convencional, em masculinos e femininos, são acrescidas para os moçambicanos.

 

 

Moçambique está igualmente em evidência em futebol e vólei de praia. Os “Mambinhas”, que fazem parte da série A, voltam a entrar em acção amanhã, diante de Timor Leste, no arranque da segunda volta. A selecção nacional sub-17, treinada por Dário Monteiro, venceu a primeira volta, com quatro pontos, seguido de Timor, que domingo surpreendeu Angola, derrotando-a por 1-0. Os angolanos são últimos do grupo, com apenas um ponto, conseguido no jogo inaugural frente aos “Mambinhas” e ficam de fora nesta ronda.

 

 

Na outra série, Portugal e Cabo Verde partilham a liderança com cinco pontos, Portugal defronta São Tomé, enquanto Cabo Verde fica de fora.

O vólei de praia, por seu turno, apurou-se para as meias-finais tanto em masculinos, bem como em femininos, ao ficar em quarto lugar na fase preliminar que dá acesso à fase que se disputa amanha, na Ilha de Luanda. Moçambique defronta Brasil, em ambos os sexos. Aliás, o torneio de vólei termina hoje, com a disputa das finais no período da tarde. Enquanto isso, o ténis masculino também está nas meias-finais, pois, ficou em segundo lugar na série A, dominada pelo Brasil. Nesta série também fez parte São Tomé.

 

Moçambique defronta hoje Portugal, líder do grupo B, enquanto Brasil vai bater-se com Angola, segundo da série B. Em femininos, a prova que é disputada num sistema de todos conta todos, portanto, com pontuação directa, Moçambique conta com uma vitória frente ao Brasil, numa prova onde participa igualmente Portugal e Angola. Neste certame. Cujo vencedor é definido num conjunto de três partidas (duas de singulares e uma de pares), Deana da Costa saiu vitoriosa por 6/1 e 6/2, enquanto Cláudia Sumaia claudicou por duplo 2/6, isto em singulares. As moçambicanas perderam a partida decisiva, em pares, diante da dupla brasileira por 2-1, parciais de 6/3 e 6/2.

 

 

Moçambique defronta hoje Portugal, o mais forte da competição feminina e fará amanhã a última partida com Angola, que é hoje adversária do Brasil. Este arranque inglório coloca as moçambicanas em risco de chegarem aos lugares cimeiros, pior se hoje voltarem a cair no embate com as portuguesas.

 

 

Os receios prevalecem em basquetebol masculino e feminino, provas que são igualmente disputadas num sistema de todos contra todos. A selecção masculina defrontou ontem Portugal, à busca da segunda vitória consecutiva, depois da estreia gloriosa diante de São Tomé por 55-48, porém menos convincente. Enquanto isso, a selecção de andebol feminino voltou a claudicar depois de uma recuperação domingo com vitória sobre Cabo Verde (31-18).

 

 

O combinado nacional perdeu com Portugal por 29-10 depois da estreia inglória frente a Angola, partida que marcou a abertura dos jogos. A selecção de andebol descansa hoje para permitir que a selecção do Brasil que chegou tardiamente faça os jogos em atraso e só regressa amanhã para medir forças curiosamente com as brasileiras para fechar na quinta-feira defrontando São Tomé.

 

Segundo o regulamento da prova, que conta com seis equipas, os primeiros quatro seguem para as meias-finais.Salientar que à excepção do vólei de praia e do ténis, as restantes modalidades descansam hoje. Aliás, hoje é o dia também reservado para o jogo de acerto do calendário.

 

 

SALVADOR NHANTUMBO, em Luanda

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:14
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE e a mcel formalizaram na tarde de ontem, em Maputo, o acordo de cedência do pavilhão à empresa de telefonia móvel para a realização dos jogos do torneio interescolar de basquetebol juvenil, vulgo Basket Show.

 

O acordo prolongar-se-á até final do ano. No entanto, os signatários escusaram-se a revelar os valores envolvidos neste contrato-patrocínio, tendo-se limitado a explicar que o mesmo visa conferir mais conforto e espaço aos amantes do Basket Show, dado que o recinto dos “tricolores” tem maior capacidade na capital do país.

 

Na ocasião, Cláudio Chiche, administrador comercial da mcel, vincou que o acordo com os “tricolores” é um dos vários que a instituição que representa tem vindo a firmar com várias entidades no país, em diversas áreas.

 

Maxaquene é um clube histórico e nós gostámos de fazer parte das entidades históricas do nosso país. Esperámos que a parceria tenha resultados esperados. Agradecemos a abertura do Maxaquene, assim como aos nossos clientes, pois são parte de nós”.

 

O presidente do Maxaquene, Ernesto Jr., por sua vez, disse que “é uma honra voltar a estabelecer a parceria com a mcel, empresa que apoia vários movimentos. Esperámos dignificar a sua marca durante a vigência deste vínculo”.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:05
 O que é? |  O que é? | favorito

O MISTO de Maputo em hóquei em patins concentra-se esta noite, no pavilhão do Estrela Vermelha, para o início de preparação com vista à sua participação no Torneio Zé Dú,  a realizar-se de 20 a 24 de Agosto, em Luanda, alusivo a mais um aniversário do Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos.

 

Pedro Tivane, técnico da selecção, deve potenciar os treinos tácticos, por forma a definir desde já o estilo de jogo a aplicar na prova.

O Misto de Maputo é composto por jogadores do Estrela Vermelha, Desportivo, Ferroviário e Académica.

 

Os “alaranjados” dominam a convocatória com sete hoquistas, a saber: Lucas Cossa, Kiko, Maninho, Siga, Mungói, Kevin e Dino.O Desportivo cede dois jogadores, nomeadamente Bruno Pimentel e Arnaldo, mesmo número que o Ferroviário, Mafamba e Mitó. Académica fornece apenas um, Eduardo Costa.

 

 


Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:00
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de Futebol arrancou ontem, a meio gás, a sua preparação com vista ao jogo da segunda “mão” da primeira eliminatória de acesso à fase de grupos para o CAN-2015, a ter lugar domingo no Estádio Nacional do Zimpeto.

 

João Chissano, seleccionador nacional, apenas contou, na primeira sessão, com os jogadores que actuam internamente. E o treino serviu apenas para dar a conhecer aos jogadores o plano da semana, uma vez que muitos deles ainda estavam exaustos depois de terem jogado no fim-de-semana pelas respectivas equipas para mais uma jornada do Moçambola. 

 

Na sessão de hoje, bi-diária, sendo esta manhã no campo da Liga Desportiva de Maputo (ex-Liga Muçulmana), e à tarde no Estádio Nacional do Zimpeto, local do jogo no domingo, a equipa técnica vai ainda contar com apenas os jogadores que actuam no Moçambola, uma vez que os “estrangeiros” só chegarão à capital do país amanhã.

 

De acordo com o Secretário-Geral da Federação Moçambicana de Futebol, Filipe Johane, tudo está a ser feito para que todos os “estrangeiros” participem deste jogo, dada a sua importância.

 

Sonito, a actuar em Angola, e Gelício Banze, na Alemanha, este último que se estreou pelos “Mambas” no Malawi, num particular de comemoração de mais um aniversário daquele país vizinho, estão confirmados.

 

Entretanto, Mexer e Simão Mathe aguardam pela dispensa dos seus clubes que cumprem neste momento a pré-época. Mas de acordo com Johane, tudo será clarificado ainda hoje.Recordar que no jogo da primeira “mão” as duas selecções empataram a duas bolas em Dar-Es-Salam.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito

NO considerado jogo entre aflitos,  o Têxtil do Púnguè entrou mais agressivo com tendência de resolver tudo nos minutos iniciais e foi issso o que aconteceu.  A um cruzamento de Xirico que partiu do lado direito, Luís cabeceou a contar, fazendo o único golo da partida, isso logo aos dois minutos.

 

A táctica do Estrela só veio ao de cima quando transcorriam 16 minutos, com Mário a aproveitar-se bem de uma jogada de contra-ataque que embaraçou tanto a defesa como o guardião Miguel.

 

Mas até ao intervalo as equipas foram equivalendo-se em diferentes fases. E quem julgou que o Têxtil do Púnguè iria entrar para a etapa conclusiva mais motivado em função do seu resultado favorável enganou-se, pois tudo acontecia de forma algo atabalhoada o que foi bem aproveitado pelos “alaranjados”.

 

Assim, numa jogada de contra-ataque rápido, o atacante Mário cruzou para o interior da área onde surgiu Delfino a marcar um golo bastante festejado nas hostes do Estrela, mas o árbitro assinalou fora-de-jogo o que naturalmente deixou os adeptos que apoiavam os “alaranjados” muito frustrados.

 

Daí em diante, os dois conjuntos começaram a ficar conformados com o resultado de tal maneira que os últimos minutos foram dirimidos sem grandes emoções, embora o Estrela da Beira tenha mostrado alguma ousadia, contudo sem sucessos até ao apito final.

A arbitragem chefiada por Samuel Chirindza não comprometeu.

 

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO:Samuel Chirindza, auxiliado por Teófilo Mongói e Joaquim Meirinho.

TÊXTIL DE PÚNGUÈ: Miguel, Toni, Micas, Cofuro, Kadre, Tinho (Gabito), Félix, Moka (Nuro),   Xirico (Tó); João e Luís.

ESTRELA VERMELHA: Marcelino, Paiva, Henriques, Mercy, Ze Rasta, Kikito, Delfino (Bino), Tchocolo, Ozias (Onelio), Mário e Bude (Zuneid).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Toni e Moka, ambos do Têxtil do Púnguè.

 

LAITON SIFA

 

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:51
 O que é? |  O que é? | favorito

O TREINADOR do Ferroviário de Maputo, o português Vítor Pontes, acredita que melhores dias chegarão à família “locomotiva”, mesmo reconhecendo que a situação está deveras complicada na presente edição do Moçambola.

 

Não é para menos, o Ferroviário caiu para o 12.º lugar com a derrota sofrida diante do Maxaquene na tarde de domingo na Machava. Catorze pontos, frutos de três vitórias, cinco empates e sete derrotas; doze golos marcados e 16 sofridos, é tudo quanto a “locomotiva” do “maquinista” Pontes conseguiu até aqui, apenas melhor que o Estrela Vermelha da Beira e o Ferroviário de Pemba.

 

Estamos num ciclo de resultados negativos, é verdade, mas tenho a dizer que os resultados não condizem com aquilo que tem sido a produção do Ferroviário nesta prova. Contra Maxaquene, por exemplo, fizemos de tudo para ganhar, tivemos mais oportunidades de golo, tivemos um penalte não assinalado, enfim, e em contra-ataque o adversário marcou e sentenciou o jogo. Houve muita injustiça”, lamenta.

 

Pontes está ciente de que a vida do Ferroviário está bastante difícil e que chegou consciente de que na família “locomotiva” não lhes esperavam facilidades.

 

Cheguei ao Ferroviário consciente das dificuldades que iria ter. Sou profissional e faço o meu trabalho com brio e profissionalismo. Mantenho a entrega e dedicação ao trabalho. Agora resta-nos continuar a trabalhar, pois acredito que as coisas vão mudar um dia. A insatisfação dos adeptos é óbvia, também não estou satisfeito com os resultados. Sinto tanto quanto eles quando perco, mas continuarei a fazer o meu trabalho”, sublinhou.Dedicar-me-ei até tirar o Ferroviário desta situação”, insistiu.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:45
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
19
20
26
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO