Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 08 DE Julho 2014

A SENSIVELMENTE dois dias das eleições na Federação Moçambicana de Natação (FMN), os candidatos ao escrutínio, a ter lugar esta quinta-feira no Comité Olímpico de Moçambique, desdobram-se na caça ao voto.

 

Depois das confirmações de Justino Francisco, ex-presidente do Golfinhos de Maputo, e Fernando Miguel, ex-atleta e que ocupou cargos a nível das associações de Maputo e Sofala e nos anteriores elencos federativos, a novidade na corrida para a presidência da FMN é Deolinda Mabote, um dos vice-presidentes da direcção cessante, liderada por Gilberto Mendes, e ex-atleta do Ferroviário da capital.

 

Com o surgimento, à última hora, de Deolinda Mabote – submeteu a candidatura semana passada –levantam-se dúvidas sobre qual entre aquela e Justino Francisco é a aposta da direcção cessante. Os dados iniciais apontavam Justino Francisco como a pessoa certa para dar continuidade aos ideais do elenco ora liderado por Gilberto Mendes. Isso ressalta um possível rompimento com a proposta de Justino Francisco, por não reunir o consenso dos membros da direcção cessante, cuja maioria tem, ao que tudo indica, simpatias com Golfinhos.

 

Este cenário faz antever uma disputa bem renhida e, pelos motivos que orientam cada uma das listas, as dúvidas quanto ao candidato certo se exacerbam no seio dos votantes, nomeadamente as associações de Maputo e Sofala, as únicas legítimas a nível da modalidade. 

 

Com a confirmação do apoio da ANCM à candidatura de Fernando Miguel, tudo leva a crer, a priori, que parte em vantagem em relação aos restantes candidatos, mas a luta pela posse do voto de Sofala constitui o maior desafio dos três candidatos.   

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:25
 O que é? |  O que é? | favorito

O SPORTING da Beira afirma-se, a cada jornada, cada vez mais líder do Campeonato Provincial de Futebol de Sofala. No último sábado venceu o Porto da Beira por um tangencial 1–0, suficiente para passar dos 20 aos 23 pontos, selando a décima jornada com uma diferença de três pontos sobre o segundo classificado, agora o Matchedje.

 

Os ‘’leões’’ aproveitaram-se do empate consentido pelo então segundo classificado, Ferroviário B, diante do Pipeline a um golo, resultado que permitiu aos “militares’’ que golearam o FC da Beira por 5–1 assaltarem o segundo posto, pois passaram dos 17 aos 20 pontos, contra os 18 dos “locomotivas’’ B.

 

Contudo, esse segundo lugar ainda pode ser do Agrifocus de Marromeu, pois, o seu jogo que iria realizar diante do FC da Munhava foi adiado para uma data a anunciar.

 

No encalço da situação está o facto de a equipa beirense possuir no seu plantel muitos jogadores simultaneamente estudantes, sendo que estes não podiam ir a Marromeu uma vez estarem em época de exames. O Agrifocus soma 18 pontos e em caso de vitória neste embate passará a ter 21.

 

Eis os resultados da décima jornada: Sporting da Beira - Porto da Beira (1-0), Matchedje da Beira - FC da Beira (5-1), Pipeline - Ferroviário B (1-1) e Agrifocus de Marromeu - FC da Munhava (adiado).

 

A próxima jornada, a 11ª, comporta os jogos: Porto da Beira – FC da Beira, Matchedje da Beira – Agrifocus de Marromeu, Ferroviário B – FC da Munhava e Pipeline – Sporting da Beira.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:13
 O que é? |  O que é? | favorito

DEZASSETE professores de educação física e treinadores foram, semana passada, capacitados em atletismo na cidade de Chimoio, um acto que foi levado a cabo pela Direcção Provincial da Juventude e Desportos de Manica.

 

Falando à margem da capacitação, o Director Provincial da Juventude e Desportos, Arcídio Virgílio Cossa, vincou que a mesma visou padronizar o plano de treinamento de modo a munir os praticantes do atletismo com ferramentas que lhes permitam melhorar a modalidade naquele ponto do país.

 

A fonte avançou ainda que a capacitação serviu também para alavancar o atletismo na província, atendendo e considerando que em tempos Manica dominou a modalidade no país.

 

Arcídio Cossa revelou que com o mesmo propósito a instituição que dirige está a distribuir material desportivo para algumas colectividades que desenvolvem o atletismo naquela parcela do país.

 

De salientar que a capacitação foi direccionada a professores de educação física e treinadores que trabalham dia-a-dia no atletismo junto de camadas iniciais, juvenis, até seniores.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:07
 O que é? |  O que é? | favorito

SIMPATIZANTES do Clube do Desportivo da Matola, entre eles empresários e antigos atletas, têm vindo a oferecer material desportivo diverso à colectividade em reacção aos apelos com vista a reforçar a capacidade de resposta às necessidades sobretudo para atender às camadas de iniciação em projecção.

 

Do material, destacam-se bolas, equipamentos completos de jogo, coletes, entre outro. Um dos antigos atletas, Flávio Honwana, radicado actualmente na vizinha África do Sul, visitou recentemente o clube tendo ficado impressionado com o esforço levado a cabo pela respectiva direcção com vista a relançar a prática de diversas modalidades a partir das camadas inferiores. Como resposta, ofereceu bolas e coletes de treino e prometeu apoiar no treinamento da rapaziada, trazendo técnicos sul-africanos para intercâmbios.

 

Por seu turno, João Wamusse, empresário e sócio do clube, ofereceu 18 equipamentos de campo e outros para guarda-redes, pares de luvas e meias. Há dois anos, Wamusse apoiou as camadas de iniciação com transporte e lanches durante os campeonatos provinciais. Os dois contribuintes deixaram a promessa de continuar a apoiar a colectividade.

 

Enquanto isso, o presidente do Desportivo da Matola, Martinho Fernandes, enalteceu os apoios salientando que essa é uma forma de contribuição que os sócios e empresários matolenses deviam seguir como exemplo.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:01
 O que é? |  O que é? | favorito

AS taxas de penalização no Moçambola serão agravadas nas próximas edições, de acordo com o Presidente da Liga Moçambicana de Futebol, Alberto Simango Jr., numa entrevista recentemente concedida ao “Notícias”.

 

As penalizações, segundo se constata, é que estão desajustadas em relação à situação económica que se vive no país. Só para citar alguns exemplos, há ainda multas de 50, 100 meticais para alguns infractores. A propósito deste capítulo, o presidente da LMF garante que a proposta de actualização das taxas de penalização vai ser levada para a próxima assembleia.

 

Estão desajustados sim, e nós levaremos isso aos clubes na próxima assembleia-geral, pois há necessidade de se actualizar estas taxas. De facto há algumas desajustadas, não faz sentido cobrar uma taxa de 50 ou 100 meticais, por aí. É um processo em curso. O futebol profissional precisa de dinheiro e nós (desculpa que eu diga isso) somos a única Liga do mundo que é capaz de fazer um campeonato sem dinheiro.

 

Normalmente, no que saiba, as ligas são as que mais dinheiro têm no mundo, pois gerem a indústria de futebol, onde se concentram grandes investimentos e patrocínios. E nós somos a Liga mais pobre do mundo, em que vivemos de cortar unhas, fazemos as coisas com muitas limitações, mas esse não é o problema da LMF apenas, é do desporto nacional no geral.

 

A forma como o desporto é tratado e financiado, o próprio patrocínio, a Lei do Mecenato, etc., não é operativo para que os investidores invistam no desporto. Estamos um pouco atrasados nesta matéria. Há grandes investimentos, o Centro de Promoção de Investimentos vai atrair investimentos de muitos milhões de dólares, todos os dias, mas não há nenhuma cláusula que diz tira um ou dois por cento para o desporto.

 

 É muito difícil, vamos nos machucando, é aquela teoria damanta curta”. Resume-se nisto: no inverno, você aconchega o peito, mas descobre os pés; aquece os pés, mas descobre o peito. Enfim, vamos vivendo disto. Um dia teremos consciência de que precisamos de investir mais para conseguir resultados. É isso que queremos. Estamos num processo de investimento bastante lento para aquilo que é a nossa expectativa. Podíamos fazer um pouco mais, podíamos ser mais agressivos e cobrarmos os resultados em função daquilo que estamos a investir”.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:54
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de futebol teve uma boa prestação no desafio amigável com o Malawi, realizado domingo em Lilongwé, tendo empatado a uma bola, com o golo moçambicano a ser apontado pelo avançado do Ferroviário da Beira Maninho.

 

No encontro, que visava assinalar o 50º aniversário da independência daquele país vizinho, o resultado era o que menos interessava, se se levar em conta que o objectivo passava, claramente, por observar novos jogadores, caso de Gelicio Banze, defesa do Dynamos de Dresden da Alemanha, que fez a sua estreia. Gelicio é mais uma aposta de João Chissano, depois de Faizal Bangal, do Atalanta “B”, no que toca ao rejuvenescimento do conjunto nacional.

 

Outro objectivo do seleccionador nacional era dar ritmo competitivo aos “Mambas”, isto apesar de se terem apresentado sem grande parte das suas principais unidades, casos de Dominguez, Mexer, Simão Mathe, Zainadine Júnior, Miro, Hélder Pelembe e Josimar, no entanto, para o embate de 20 de Julho com a Tanzania deverão estar presentes.

 

Zainadine, jogador do Nacional da Madeira, já recuperado da lesão, que o fez falhar a eliminatória passada frente ao Sudão do Sul, deve regressar.

 

Ainda em relação ao jogo com o Malawi, de referir que se tratou do sexto empate. De resto, nos 24 jogos disputados, os “Mambas” estão em desvantagem. Sete vitórias e 11 derrotas.

 

 

Eis o histórico de jogos desde 1981:

 

1981 – Amigável - Malawi-Moçambique (3-1)

1981 – Amigável – Moçambique-Malawi (1-0)

1985 – Qualificação ao CAN-1986 – Malawi-Moçambique (1-1)

1985 – Qualificação ao CAN-1986 – Moçambique-Malawi (1-1)

1991 – Amigável – Malawi-Moçambique (1-0)

1996 –Amigável – Malawi-Moçambique (1-0)

1997 – Torneio da COSAFA-Malawi-Moçambique (2-2)

1997 – Qualificação ao CAN 1998 – Malawi-Moçambique (2-0)

1997 – Qualificação ao CAN 1998 - Moçambique-Malawi (2-1)

1998 – Amigável – Malawi-Moçambique (2-1)

1998 – Amigável – Malawi-Moçambique (2-2)

1998 – Amigável – Malawi-Moçambique (0-0)

2000 – Torneio da COSAFA – Moçambique-Malawi (2-1)

2004 – Torneio da COSAFA – Moçambique-Malawi (2-0)

2006 – Amigável - Moçambique-Malawi (1-2)

2008 – Qualificação ao CAN 2009 – Malawi-Moçambique (2-1)

2008 – Qualificação ao CAN 2009 – Moçambique-Malawi (1-0)

2009 –Amigável – Moçambique-Malawi (2-0)

2009 –Torneio da COSAFA – Malawi-Moçambique (0-1)

2009 – Amigável – Moçambique-Malawi (0-1)

2010 – Qualificação ao CAN 2012 – Malawi-Moçambique (3-0)

2010 – Qualificação ao CAN 2012 – Moçambique-Malawi (1-0)

2014 –Amigável – Malawi-Moçambique (1-1)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
19
20
26
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO