Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 21 DE Maio 2014

O ESTRELA Vermelha, na capital do país, e o Incomáti, na província de Maputo, viram as distâncias em relação aos seus mais directos perseguidores aumentadas, situação que deixa estas duas formações perto de conquistar os respectivos campeonatos, embora haja muitas jornadas pela frente. Quer os “alaranjados” quer os “açucareiros” têm mais seis pontos em relação aos segundos classificados.

 

“ALARANJADOS” SOMAM E SEGUEM

 

O Estrela Vermelha está mais destacado na liderança do Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo, depois da recente vitória sobre o 1.º de Maio por 3-1, no decurso da nona jornada, disputada no último fim-de-semana.

 

Os “alaranjados” estão a registar uma trajectória retumbante, somando por vitórias os oito jogos que já realizaram. Aliás, saíram desta ronda mais alegres pelo facto de o Matchedje, seu principal adversário na corrida ao título, ter sido travado, ao empatar com o Costa do Sol “B” (0-0), numa ronda em que o Mahafil, seu mais directo perseguidor, ficou de fora devido ao número ímpar de participantes.

 

Apesar de ter ficado de fora, o Mahafil está à vontade no segundo posto, com 18 pontos. Os “militares partilham a terceira posição com a Académica (14 pontos), que, por seu turno, venceu o “lanterna vermelha” Mavique por 3-2.

Com empate, o Costa do Sol “B” soma 13 pontos, na quinta posição.  

 

 Enquanto isso, o Vulcano assumiu o sexto lugar, com 11 pontos, mesmo com o empate frente ao Cape Cape (1-1), superando o Ferroviário “B” (9), que também consentiu uma igualdade sem golos frente às Águias Especiais.

 

 

“AÇUCAREIROS” EMBALADOS

 

O Incomáti deu um passo gigantesco rumo à conquista do Campeonato Provincial de Maputo, ao vencer o Pantera por 1-0 em partida referente à 11.ª jornada.

 

Naquele que se pode considerar o “derby” de Xinavane, os “açucareiros” não tiveram tarefa fácil, tendo se limitado aos serviços mínimos. Com o triunfo o Incomáti passou a somar 29 pontos, mais seis em relação ao Magika, segundo classificado, que perdeu por 0-1 na deslocação a Boane, onde jogou com a Escola de Sargentos.

 

 

Ainda nesta ronda o Mozambique FC bateu Maragra por 1-0. E naquela que foi a partida mais produtiva, o Clube da Manhiça derrotou o Ntumbuluku da Moamba por 3-2. Não se efectivou o desafio entre o Sporting da Namaacha e o Benfica da Matola por razões organizacionais.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:35
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSEMBLEIA-Geral (AG) da Federação Moçambicana de Natação (FMN), inicialmente marcada para 10 de Junho próximo, vai acontecer em Julho em virtude do pedido de adiamento avançado pela Associação da Cidade de Maputo (ANCM) alegando necessidade de tempo para sua preparação.

 

A FMN divulgou no dia 12 deste mês a convocatória da reunião magna para a eleição de novos corpos gerentes, dando ponto final à incerteza que rodeava a realização do escrutínio anunciado para Abril.

 

Entretanto, o presidente da FMN, Gilberto Mendes, confirmou que não se vai recandidatar, reafirmando que já devolveu o que a natação lhe deu como atleta ao conduzir os destinos da modalidade durante quatro anos.

 

Já fiz a minha parte e há outros desafios que tenho pela frente. É chegada a hora de passar o testemunho. Aliás, não temos que ficar à espera que nos mandem embora para ceder o lugar. Esta é a minha opção e estou feliz pelo facto de o meu elenco ter sido o primeiro a chegar ao fim de um mandato na FMN”, elucidou, acrescentando que há muitos interesses e confusão na natação, deixando transparecer que estas são algumas das razões que o levam a não se recandidatar.  

 

 

Entretanto, alguns nomes de prováveis candidatos já foram avançados na praça. Depois de Justino Francisco, ex-presidente do Golfinhos, que já assumiu publicamente a candidatura à presidência da FMN, fala-se actualmente de Fernando Miguel, antigo atleta do Ferroviário da Beira e ex-membro das associações das cidades de Sofala e Maputo. Fernando Miguel parece reunir, de acordo com informações disponíveis, consenso das duas e únicas associações de natação existentes no país.

 

 

Porém, alguns clubes da cidade de Maputo defendem uma lista a ser liderada pelo actual secretário-geral da ANCM, Caetano Rúben, curiosamente responsável de muitos nomes que passaram pela presidência da federação. A razão evocada pelos clubes é de que todos os nomes propostos pela ANCM para a presidência da FMN, senão pelo próprio Caetano Rúben, defraudaram as expectativas durante os seus mandatos relativamente aos desafios que a natação moçambicana tem pela frente. 

 

 

Sendo assim, defendem que é momento de Caetano Rúben assumir os destinos da FMN, decisão que pode ser tomada nos próximos dias, avaliadas outras propostas na mesa.  

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:08
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO conquistou o Torneio de Preparação de Hóquei em Patins, ao vencer o Desportivo, seu arqui-rival, por 6-4.

 

Os “locomotivas”, com 18 pontos, fecharam a sua participação com um percurso pleno de seis vitórias em tantos jogos disputados.

Marcaram para o Ferroviário Spiros Esculudes “Kiko” (2), Ivan Esculudes “Maninho” (1), Nelson Miquessene “Mafamba”, Ilídio Canda (1) e Fernando Timana “Nando” (1). Pelo Desportivo marcaram Nelson Costa (2), Bruno Pimentel (1) e Pedro Pinheiro (1).

 

O Estrela Vermelha terminou em segundo lugar com 10 pontos, posição confirmada com uma goleada sobre a Académica por 19-0, a mais expressiva da prova.

 

Kevin Pimentel fez uma grande exibição, apontando sete golos. Mercy Mungói destacou-se com cinco. Os outros foram da autoria de Nuno Canaveira (2), Danilo Ibraimo (2) e Dino (1).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO venceu o Maxaquene, por 70-49, no jogo mais aguardado da quinta jornada da Liga Nacional de Basquetebol em seniores masculinos e garantiu praticamente o acesso as meias-finais.

 

 Os “alvi-negros” estiveram sempre na frente do marcador. Com um plantel mais sólido e composto por individualidades capazes de causar desequilíbrios, como são os casos de Pio Matos Jr, Augusto Matos e David Canivete, mostraram argumentos para assumir o jogo do principio ao fim. Por isso ao final do primeiro período não causava estranheza o facto de estarem a ganhar por uma vantagem de 13 pontos (26-13).

 

É certo que quando se fala de básquete uma diferença como esta é passível de ser recuperável, mas por aquilo que era o decurso do jogo, o Desportivo estava mais perto de aumentar o “score” do que propriamente o Maxaquene dar a volta ao marcador. O poste sul-africano. Queenton Kalombo, os extremos-postes, Isidio Zandamela e Pio Matos Jr , no papel de armador de jogo, foram determinantes para que ao intervalo a turma “alvi-negra” estivesse a vencer, por 39-20. O resultado elucidava a superioridade dos comandados de César Mulhui em relação aos de Simão Mataveia.   

    

No final do terceiro período, embora tenha-se notado uma atitude mais agressiva da parte dos “tricolores”, a sua luta acabou sendo inglória, na medida em que, sairam a perder por 18 pontos (53-35).

 

Só restava ao Maxaquene mais dez minutos, correspondentes ao quarto período, para procurar dar a volta ao texto. No entanto, os grandes problemas defensivos e a falta frieza no momento de lançar ao cesto mantiveram-se inalteráveis, enquanto doutro lado, estava um adversário que finaliza na maior parte das vezes que atacava.

 

Augusto Matos e David Canivete repartiram o título de melhor marcador com 17 pontos cada, enquanto Pio Matos Jr obteve 16. Mas por incrível que pareça foi um tricolor, no caso, Nandinho a ser o rei dos marcadores com 18 pontos. Foi o único que se safou na sua equipa no que diz respeito ao ataque ao cesto.

 

No primeiro jogo do dia, o Ferroviário venceu a UP de Maputo por 104-48. Logo a seguir Soprotecção de Quelimane, também aplicou chapa cem, a UP de Nampula, por 103-79.

 

Hoje joga-se a sexta jornada com os seguintes desafios: UP Nampula-Ferroviário da Beira (14:00 h); UP Maputo-Soprotecção de Quelimane (16:00 h); Maxaquene-Ferroviário (18:00 h) e  Desportivo-Costa do Sol (20:00 h).

 

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO:  Artur Bandeira e Célio Chiao.

DESPORTIVO(equipas iniciais): Pio Matos Júnior, Augusto Matos, David Canivete, Paulo Sambo e Isidio Zandamela

MAXAQUENE(equipas iniciais): Abel Matabene, Ronaldo Geneto, Fernando Manjate “Nandinho”, Stélio Nuaila, Hugo Martins.

 

IVO TAVARES

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 10:09
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO