Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 11 DE Fevereiro 2014

O “OPEN” de Moçambique/mCel começa a ganhar maior interesse esta manhã, nos “courts” do Jardim Tunduro, quando entrarem em competição singulares homens e senhoras, depois do desfile da rapaziada no último fim-de-semana, aquando do arranque do evento, que retoma depois de cinco anos de interregno por falta de patrocinadores.

 

Para além de moçambicanos, desfilarão os melhores tenistas da região, estando confirmados os da África do Sul, Suazilândia e Botswana. Poderá haver competidores de outras paragens, já que se trata de um torneio aberto, cujo “prize money” está fixado em cinco mil dólares norte-americanos, que serão distribuídos a partir das meias-finais.

 

Entretanto, serão conhecidos sábado os finalistas das provas de juniores Sub-14. As competições envolvendo juniores decorrem desde sábado, data que marcou o início do evento, e participam nelas apenas tenistas nacionais.

 

As meias-finais dos Sub-14 reservam-nos as partidas Brunho Nhavene-Armando Sigaúque e Jaime Sigaúque-Hélder Simão. No mesmo dia terá lugar a final de pares mistos. A dupla Frank Fungate/Elizabeth Oliveira terá pela frente o par Armindo Nhavene Júnior/Cláudia Sumaia. 

 

Entretanto, o presidente da Federação Moçambicana de Ténis (FMT), Valige Tauabo, revelou ontem que o “Mozambique Open” terá mais peso a partir da próxima edição, altura em que a premiação monetária será muito melhor que esta. De acordo com a fonte, a premiação teve que ser definida nestes moldes devido à necessidade da realização dos Campeonatos Nacionais, adiados no ano passado devido ao conflito armado no troço Muxúnguè-Save. Os “Nacionais” poderão acontecer ainda este mês.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:45
 O que é? |  O que é? | favorito

TRINTA e seis jogadores procuram um lugar ao sol na equipa do Ferroviário de Quelimane, que esta temporada futebolística regressa à prova máxima do futebol nacional, o Moçambola.

 

Os “locomotivas” da capital provincial da Zambézia abriram as oficinas na terça-feira passada, no seu campo, perante 250 sócios e adeptos que acorreram ao recinto para ver as novas aquisições para reforçar o plantel.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:41
 O que é? |  O que é? | favorito

CHORI, um dos jogadores do Clube do Chibuto vítima de um ataque perpretado pelos homens armados da Renamo há cerca de um mês no troço Munxúnguè-Save, deve ser operado ainda esta semana.

 

O futebolista está internado no Hospital Central da Beira, mas amanhã é esperado na capital do país a fim de ser submetido à operação que visa extrair a bala que se encontra alojada na sua perna.

 

Enquanto aguarda pela intervenção cirúrgica, o novo reforço do Chibuto (ex-Ferroviário de Quelimane) vai dando mostras de estar a recuperar satisfatoriamente, estando a inflamação na perna a registar melhorias.

 

Budy, ferido igualmente no ataque, já está bem melhor, após a operação, e apesar de não poder treinar-se, está em franca recuperação, sendo provável que dentro de um mês já possa regressar aos relvados.

 

Os dois jogadores foram atacados quando viajavam de Chibuto a partir da cidade de Quelimane. Com eles seguiram mais dois reforços da equipa da província de Gaza, nomeadamente Lelo e Alimo. Estes dois já trabalham em Chibuto sob as ordens de João de Deus, técnico  português contratado esta época.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:22
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO de Nacala, um dos dois representantes da província de Nampula no Moçambola da presente temporada, está a reforçar-se com jogadores idos de outros pontos do país e até do estrangeiro depois de ter sofrido uma “sangria” na sua equipa principal. O principal objectivo do clube é manter-se na prova máxima do futebol nacional.

 

 

O presidente daquela colectividade, Mohamed Munir, revelou que a equipa espera ser reforçada com um jogador português de nome Ricardo Júnior, atacante que marca diferença na equipa onde joga neste momento em Portugal.

 

 

Todo o processo referente à sua passagem para Moçambique já foi tramitado. Essa passagem foi paga por uma empresa portuguesa sediada na cidade de Nacala. Ele será um titular na nossa equipa e poderá ser cobiçado pelas equipas grandes do nosso futebol. O nosso objectivo principal no Moçambola deste ano é a manutenção, mas queremos ocupar lugares cimeiros consolidando aquilo que conseguimos na época passada. Por isso estamos a contratar jogadores que nos garantem essa manutenção”, anotou a fonte.

 

 

São reforços dos nacalenses José, médio-centro que na época passada representou o Chingale de Tete, Luís (ex-Estrela Vermelha da Beira), César Bento (ex-Chibuto), Norberto e Sisoco (ex-FC Vilankulo) e Chicana (ex-Ferroviário da Beira).

 

 

Outros jogadores também vão integrar a equipa de Nacala e disputaram os campeonatos provinciais de futebol de Inhambane (Leitone e Luís) e Zambézia (Leonel). Para a baliza o Desportivo de Nacala contratou dois guarda-redes, nomeadamente Castro (ex-Costa do Sol) e David (ex-Ferroviário de Nampula).

 

 

Por enquanto são estes jogadores que temos e estamos a trabalhar com outros jogadores que se mantiveram na equipa do Desportivo. São reforços que estão sendo feitos em função das condições financeiras disponíveis. Estamos a trabalhar arduamente no sentido de reconstituir a equipa do Desportivo de Nacala”, afirmou por seu turno Akil Marcelino, técnico principal.

 

 

A Direcção do Desportivo de Nacala garantiu que a equipa vai realizar os seus jogos no seu próprio campo, tanto é que as obras de reabilitação e colocação da relva sintética estão na fase conclusiva.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:10
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

Candido Coelho

A MORTE de Cândido Coelho, cujos restos mortais serão cremados esta tarde no Cemitério de Lhanguene (zona hindu), é uma perda irreparável para o desporto moçambicano. Este é o sentimento manifestado por várias figuras e instituições que acompanharam a vida do finado.

 

Paulo Sunia, secretário-geral da Federação Moçambicana de Atletismo (FMA), que chegou a ver Cândido a correr nas pistas do Parque dos Continuadores, considera-o um atleta completo e que sempre amou a modalidade, mesmo tendo depois embarcado para outros desportos.

 

Ele nunca se desligou do atletismo, mostrou-se disponível sempre que foi chamado. Lembro-me dos Jogos da CPLP, em 1997, nos quais desempenhou um papel importante para a terceira posição alcançada pela nossa selecção”, comentou.

 

Por sua vez, o Vice-Ministro da Juventude e Desportos, Carlos de Sousa, destaca o seu bom desempenho nas mais variadas vertentes. “Cândido Coelho trilhou quase todos os caminhos do desporto moçambicano. Foi um atleta polivalente. Destacou-se mais no atletismo, onde detém o recorde do salto à varra e decatlo, mas evidenciou-se como treinador, tendo sido campeão nacional no Desportivo e como dirigente mostrou qualidades no Estrela Vermelha e finalmente como presidente da Federação Moçambicana de Patinagem. Foi com ele, enquanto secretário-geral, que o Estrela sagrou-se campeão africano de clubes de hóquei e a Selecção Nacional conquistou o Campeonato Mundial do Grupo B”, sublinhou. Foi igualmente um dos pioneiros do Torneio Bebec, do qual viriam a sair muitos jogadores para a Selecção Nacional de Futebol.

 

Miguel dos Santos, a treinar actualmente o Mahafil, recorda com muita emoção os tempos em que foi campeão nacional, em 1983, sob a batuta de Cândido Coelho. “Cândido Coelho era como um pai para mim. Eu não via a ele como um treinador. Ensinou-me muita coisa enquanto jogador e pessoa. Perdeu-se um bom treinador, um homem do desporto”, frisou.

 

A FederaçãoMoçambicana de Patinagem (FMP) manifestou, por seu turno, muita dor e consternação pelo desaparecimento físico de Cândido Coelho e destacou o bom trabalho realizado por ele enquanto presidente da FMP entre os anos de 2005 e 2010.

 

GOVERNO REAGE

 

 

 

O Ministro da Juventude e Desportos, Fernando Sumbana Jr., disse que é com profunda mágoa e consternação que o Governo tomou conhecimento da triste notícia da morte de Cândido Coelho.

 

Triste e chocante porque veio-nos tirar um homem cuja vida esteve intimamente ligada ao desporto, como praticante, treinador e dirigente, e que com o seu dinamismo, patriotismo, perspicácia e amor ao desporto contribuiu sobremaneira para o seu engrandecimento na nossa jovem república.

 

Atleta de eleição, treinador vitorioso, dirigente abnegado, cultor e defensor dos princípios e valores desportivos, Cândido Coelho granjeou uma grande estima e admiração no seio dos desportistas moçambicanos, pelo seu eclectismo e exemplo de dedicação e paixão por tudo quanto fazia e fez pelo desporto.

 

São disso exemplo os históricos triunfos e recordes no atletismo, cujo reconhecimento lhe valeu a distinção como Atleta do Século XX. São igualmente exemplo os sucessos como treinador de futebol no Desportivo de Maputo, Clube de Gaza, Estrela Vermelha de Maputo e Selecção Nacional”, frisou.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

publicado por Vaxko Zakarias às 08:54
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO da Beira corre o risco de preparar em apenas dois dias o jogo com o AZAM da Tanzania, para a segunda “mão” da pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça CAF.

 

O avião das LAM que deve transportar o Ferroviário da Beira de Dar-Es-Salaam, amanhã, não tem prevista escala na capital de Sofala, pelo que a equipa terá que desembarcar primeiro em Maputo, o que faz com que os “locomotivas” só possam fazer o voo de regresso à sua cidade apenas na quinta-feira.

 

Esta situação está a provocar grande preocupação e agitação no seio da colectividade. Face a este facto, a Direcção solicitou à LAM uma paragem na capital de Sofala a fim de fazer desembarcar (amanhã) a sua delegação (jogadores, técnicos e dirigentes).

 

Caso não seja possível fazer uma escala na Beira no voo (Dar-es-Salaam/Maputo), os “locomotivas” vão trabalhar ainda mais pressionados, o que poderá pôr em causa o apuramento à próxima eliminatória. O Ferroviário da Beira perdeu no primeiro encontro por 1-0.

 

A Direcção dos “locomotivas” da Beira apostam forte numa boa prestação nas competições africanas bem como nas provas internas, motivo pelo qual investiram em qualidade e quantidade na contratação de novos reforços e conseguiram manter os melhores jogadores da época passada: Mário, Maninho, Reinildo, Nelito, desejados pelos “colossos” do futebol nacional.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 08:42
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
15
16
22
23
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO