Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 14 DE Janeiro 2014

O PRESIDENTE da Liga Nacional de Futebol Feminino (LNFF), Augusto Jamine, prossegue com uma série de encontros que tem vindo a manter desde semana antepassada com diferentes clubes/equipas da capital do país, potenciais participantes do Campeonato Nacional que a agremiação que dirige pretende organizar.Nos encontros, o presidente da LNFF e o seu elenco têm vindo a discutir com os clubes/equipas sobre as condições da participação na prova, o regulamento da competição, para além de aferir o grau de preparação destes.

 

 

Segundo Jamine, o objectivo da entidade que lidera é de que na LNFF que em princípio deverá arrancar em Março, antecedido por “Poule” de apuramento em Fevereiro, as equipas cheguem preparadas, tanto em termos desportivos, tanto financeiramente, para não haver casos de desistências.

 

 

Desportivamente Jamine é de opinião que equipas que nas partidas que efectuam são sempre goleadas não são elegíveis para a LNFF, ou seja, não estão aptas para a alta competição.

 

 

Temos visto certas equipas que quando entram em campo perdem por 8 ou 10-0, o que nos fez pensar que este tipo de formações não dão para a Liga que queremos organizar. Queremos uma liga nacional competitiva e com este tipo de equipas não haverá competição nenhum”, explicou.

 

 

Em relação à componente financeira, Augusto Jamine avançou que as equipas devem dar garantias de terem dinheiro suficiente para arcar com as despesas de uma competição daquela magnitude. Aliás, na LNFF os organizadores serão apenas responsáveis pelo transporte e alojamento, cabendo as restantes despesas aos participantes.

 

 

Não queremos equipas que depois de dois ou três jogos desistam, por isso no início da prova há uma verba (cota) que elas pagam como garantia. Esse dinheiro será utilizado pelas próprias equipas durante a prova”, adiantou.

 

 

Na LNFF irão participar seis a oito equipas de diferentes províncias, naquele que será o primeiro “Nacional” jogado de formaregular por alguns meses.Na quinta e sexta-feira da semana Augusto Jamine reuniu-se com as direcções do Estrela Vermelha de Maputo e de Servitrade da Matola, depois de na semana anterior ter mantido encontros com os dirigentes do Costa do Sol, Benfica de Laulane e de Rock 7 Paradise.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO vai ter o seu campo relvado no distrito de Marracuene e a previsão é que em meados de Abril já possa fazer uso do novo recinto. A informaçao foi prestada por Michel Grispos, presidente da colectividade, sábado, durante a cerimónia de apresentação do plantel.

 

Perante dezenas de adeptos, que ocorreram à sede do clube para ver de perto os novos reforços dos alvi-negros, Michel Grispos fez este anúncio, o que causou grande alegria no seio dos presentes, em particular os adeptos. “O Desportivo ainda este ano vai poder jogar em campo próprio. Porque somos muito optimistas, eventualmente depois de Abril ou mesmo em meados já poderemos usufruir desta vantagem”, afirmou.

 

O Desportivo está, assim, na iminência de pela primeira vez ter um campo relvado. “Pela primeira vez o Desportivo vai ter um campo próprio com um tapete relvado. Num historial de quase 93 anos, é a primeira vez”, assegurou.

 

O dirigente afiançou que grande parte do trabalho está feito para que o sonho dos “alvi-negros” se torne realidade. “O trabalho está feito, não vou dizer que está concluído, mas posso assegurar que um terço do trabalho está acabado, agora vamos tentar entregar-vos (sócios, adeptos e simpatizantes) o campo até mais ou menos ao mês de Abril”, comentou. 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:13
 O que é? |  O que é? | favorito

COMO tem sido hábito, a Taça de Honra em futebol marca anualmente o início da época futebolística na capital do país, e este ano terá início no primeiro fim-de-semana de Fevereiro. É uma espécie de antecâmara do que os adeptos poderão esperar das respectivas equipas no Moçambola.

 

Nesta edição, segundo Filipe Budula, presidente da Associação de Futebol da Cidade de Maputo (AFCM), vão participar oito equipas, todas da capital do país, ao contrário do que aconteceu no ano passado. São elas: Liga Muçulmana, Maxaquene, Ferroviário de Maputo, Costa do Sol, Desportivo, estas cinco do Moçambola, Matchedje, Académica e Águias Especiais, do Campeonato da Cidade de Maputo, organizadora e promotora da prova.

 

As taças de honra têm sido marcadas por um bom nível competitivo e por duelos interessantes, do melhor que há a nível do futebol nacional. Este ano tem o condão de ter novamente o Desportivo entre os grandes, o que faz antever uma competição ainda mais emotiva.

 

O facto surpresa também tem sido uma nota dominante nesta prova, com as formações teoricamente mais fracas a agigantarem-se diante dos ditos colossos. Aconteceu em 2011 quando contra todas as expectativas o Matchedje chegou à final, tendo perdido com o Ferroviário por 2-1.

O detentor do título é o Maxaquene.

 

Entretanto, antes do arranque da Taça de Honra equaciona-se a realização de um torneio organizado pelo Sindicato Nacional dos Jogadores, que em principio deverá decorrer na última semana do mês em curso.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:04
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO vai apresentar-se nas competições futebolísticas deste ano com uma equipa rejuvenescida. Ao todo são 14 as novidades no plantel “alvi-negro” para a presente temporada, sendo de destacar o guarda-redes Caio (ex-Liga Muçulmana) e os médios Nelson e Rivaldo (ambos ex-Costa do Sol).

 

A este trio juntam-se mais onze reforços apresentados sábado aos sócios e simpatizantes, a saber: Lalá (ex-Chibuto), Samo (ex-HCB), Sataca (ex-Incomáti), Isac (Ferroviário das Mahotas), Wilson (ex-Incomáti), Zélio (ex-AD da Maxixe), Hagi (ex-Estrela Vermelha da Beira), Joaquim (AD de Mecanhelas do Niassa), Clemente (Djuba), Mastyle (ex-Estrela Vermelha da Beira) e Edgar (ex-Têxtil do Púnguè).

 

Para a presente época a Direcção das “águias” foi capaz de segurar as estrelas da equipa, casos de Lanito (neste momento a disputar o CAN-Interno), Cremildo, Jojó e Sidique, jovens preponderantes no “xadrez” de Artur Semedo.

 

A cerimónia de apresentação foi antecedida pelo lançamento do projecto ProSport, que tem como alvo a formação de novos talentos na colectividade “alvi-negra”, bem conhecida pela sua capacidade de descobrir futuros craques.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:51
 O que é? |  O que é? | favorito

OS “Mambas” continuam a carregar as baterias para o jogo de amanhã frente à Nigéria para a segunda jornada do Grupo “A” do CAN-Interno, que arrancou sábado em Cape Town, África do Sul.

 

 

Depois da derrota de sábado frente ao anfitrião por 1-3, João Chissano já desenha as estratégias para enfrentar e vencer os nigerianos, que por sinal também perderam na estreia, desta feita, com o Mali, mas por 1-2.

 

 

Sentimos que já não podemos perder mais nenhum jogo, principalmente o próximo com a Nigéria, para vermos o que vai acontecer no outro contra o Mali”, disse João Chissano a propósito dos embates que Moçambique vai ter nos próximos dias aqui em Cape Town. Para o técnico nacional, “Nigéria e Mali são selecções ao nosso alcance. Ao alcance do potencial dos jogadores que temos. Mas isto não significa taxativamente que vamos ganhar o jogo”.

 

 

Chissano afirmou ainda que “logo depois do jogo de sábado começámos a preparar o de quarta-feira, amanhã. Começámos a focalizar o que vai ser o nosso jogo com a Nigéria. Já começámos a preparar mental e psicologicamente os jogadores. Nos treinos que nos separam desse jogo vamos trabalhar nesses aspectos e também no físico”.

 

 

Quanto ao jogo do passado sábado Chissano primeiro agradece o apoio do público e depois justifica derrota: “Primeiro tenho que agradecer o grande apoio que nós tivemos. Sei que em Moçambique houve muita gente que também sofreu connosco.

 

 

 

Agradecer o grande esforço que os jogadores fizeram. Entrámos bem. Conseguimos fazer um golo. E depois quando foi requisitado aquele elemento que nós não temos, que é o ritmo do jogo ficámos pelo caminho. Sem querer-me desculpar da derrota, aquele penalte, quanto a mim forçado, fez com que a selecção sul-africana acreditasse na reviravolta. É um penalte que mesmo aqui na África do Sul foi bastante contestado por algumas pessoas.

 

 

Mas não quero culpar o penalte sobre a nossa derrota, porque quem vai ao jogo tem que contar com os três resultados. Os nossos jogadores esforçaram-se bastante. Foram até ao limite. Até onde podiam jogar. Mas, prontos, temos que dar os parabéns aos sul-africanos. Conseguiram os três pontos neste primeiro jogo. Para nós, se tivéssemos conseguido pelo menos um empate seria muito bom para a qualificação para a outra fase”. “Vamos entrar para o próximo jogo – prossegue Chissano - com intenções claríssimas de vencer. Esperamos que a África do Sul não molhe tanto o campo, porque eles vão fazer o primeiro jogo.

 

 

Essa sempre foi a estratégia de Gordon desde os tempos que jogávamos cá na África do Sul. A maior força que dá aos seus jogadores é molhar o campo, treinar num campo molhado para surpreender o adversário e nós sentimos isso. Perante estas situações sentimos muitas dificuldades para jogarmos o nosso futebol. Para nos impormos. Sentimos dificuldades porque o terreno estava molhado. Isso tudo prejudicou de certa forma o espectáculo. Podíamos ter perdido, mas teríamos jogado muito melhor”. Chissano reputa a ideia de que a Selecção Nacional ter-se-ia retraído um pouco depois do golo de Diogo.

 

 

A África do Sul requisitou o tal ritmo que Moçambique não tem e acabou com o mesmo. Eles estão a meio do campeonato e nós estamos há dois meses de férias a fazer jogos amigáveis. E volto a repetir que um jogo amigável não tem cariz de um jogo a sério.

 

 

Nos jogos amigáveis os níveis de concentração não são exigidos, a entrega dos jogadores também não é total como num oficial”. O técnico moçambicano recorda ainda sobre o jogo de sábado, que nos últimos minutos tentou jogar tudo que tinha na manga. “Nos últimos 20 minutos tentámos jogar com tudo, com três avançados, mas as bolas não chegavam ao ataque porque os sul-africanos já tinham assegurado o meio-campo.

 

 

Jogámos com tudo porque acreditávamos que poderíamos chegar ao empate e se calhar até ganhar o jogo”. E como se justifica tantas perdas de bola no jogo de sábado? “Principalmente pelo estado do piso. Por acaso estive a fazer as contas.Os primeiros 10 ataques que os sul-africanos fizeram foram das nossas perdas de bola. Foram bolas que nós entregámos”.

 

 

GIL CARVALHO, em Cape Town

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:38
 O que é? |  O que é? | favorito

MEXER pode estar de saída do Nacional. O central moçambicano, que, saído do Desportivo de Maputo, chegou a Portugal em 2009/2010 para representar o Sporting, tendo sido emprestado ao Olhanense, tem estado em destaque na formação madeirense, onde cumpre a segunda temporada, e vai despertando atenções além-fronteiras.

 

 

É conhecido o sonho do central de 25 anos em jogar no campeonato inglês, mas a obtenção do visto de trabalho sai prejudicada pelo facto de Moçambique não ter a sua selecção sequer nos 100 primeiros do ranking da FIFA.

 

 

Da Europa têm chegado diversas abordagens e os rumores que começam a surgir em relação à próxima temporada dão conta que pode rumar à França.O Rennes, da principal liga francesa, está na disposição de pagar três milhões de euros pelo central moçambicano, de 25 anos, sendo que já terá sondado o jogador e o clube.

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:26
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
18
19
25
26
27
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO