Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 20 DE Agosto 2013

O VILANKULO poderá descer de divisão caso não consiga reverter o actual cenário negativo. É que o representante de Inhambane na maior prova futebolística do país, o Moçambola, tem vindo a cair de jornada em jornada e no último fim-de-semana perdeu em casa com o Ferroviário de Maputo, por 0-1, apesar de ter novo treinador, neste caso Akil Marcelino.


O Vilankulo, o Têxtil do Púnguè e Matchedje estão abaixo da linha de água. Salientar que o Chibuto continua a liderar a prova com 30 pontos, os mesmos da Liga Muçulmana, segunda classificada.


Vilankulo FC, 0 Ferroviário do Maputo, 1: QUANDO A ANSIEDADE É FATAL


VILANKULO FC averbou mais uma derrota desta feita diante do Ferroviário de Maputo por uma bola sem resposta, num jogo em que manifestou muito cedo a grande ansiedade de evitar cometer erros e perder e isso infelizmente não foi desta vez porque a única falha cometida foi fatal.


O Ferroviário de Danito Nhapossa que procura ressurgir depois de um inicio titubeante, não foi por ai além no seu jogo. Numa jogada de insistência, aos 43 minutos fez o único remate por Danito Paruque e a bola entrou e nunca mais criou jogadas dignos de realce.


As unidades operativas, as chamadas “armas” secretas do novo técnico dos “locomotivas” da capital, Eurico, Mauro, Barigana e Diogo, não estiveram no jogo, nem um nem outro conseguiu romper aquela muralha defensiva que fez tudo para evitar que os dianteiros fuzilassem a baliza.


Vilankuko, que apresentou uma nova postura, claro do novo treinador, quase que deu tudo em campo com intuito de, no mínimo, evitar a derrota, entretanto o meio-campo que neste momento está sob as ordem do experiente Gildo ou simplesmente Nené, contratado no ultimo Verão, continua sem sincronização principalmente por parte deste novo recruta dos “marlins”, pois, manifestou alguma falta de rodagem para a dinâmica do Moçambola nestes derradeiros momentos decisivos, enquanto Abílio poderá ter sido o melhor em campo, pois esteve em todas as jogadas, quer a defender quer na construção do ataque, travou uma luta renhida com Danito Paruque que, no ultimo sábado, realizou o seu segundo jogo na totalidade depois de uma prolongada lesão.


Na segunda parte, Akil Marcelino, que repetidas vezes queixa-se da gritante falta de talentos em todos sectores naquela equipa, foi obrigado a sacrificar algumas unidades em campo, como sãos os casos de Félio e Osvaldo, e mandar todos pontas-de-lance que tinha no banco, mas nada alterou apesar de ter produzido inúmeras oportunidades de golo, mas o empate nunca apareceu até o apito final.


Aliás, quando os visitantes se aperceberam da agressividade do adversário na segunda parte, optaram por um jogo de contenção e até recorreram aos famosos “cai-cai” onde o guarda-redes Germano terá sido o campeão desta estratégia e o árbitro foi muito brando com ele, pois merecia uma chamada de atenção com o cartão. Aliás, arriscamos em dizer mesmo que na segunda parte, jogou-se muito pouco por causa das constantes interrupções protagonizadas pelo Ferroviário.


O árbitro do jogo esteve à altura da contenda, não teve influência na partida, porém, o guarda-redes que teve muito trabalho fruto do desempenho da equipa da casa, um cartão amarelo, ficaria lhe muito bem.



FICHÁ TÉCNICA


ÁRBITRO: Samuel Cherindza, auxiliado por Salomão João e Pedro Justino. Quarto árbitro foi Salvador Cumbe.


VILANKULO FC: Abu, Félio (Tendai), Ali Cadre, Madeira e Cumbula, Gildo, Abílio, Norberto (Milton) Mathombe, Osvaldo (Luís) e Fernando.


FERROVIÁRIO DE MAPUTO: Germano, Butana, Zabula, Cândido e Solomne, Danito Paruque, Diogo, Mauro (Inocent), Solomon, Barigana (Luís), Eurico (Andro) e Thictho.


ACÇÃO DISCIPLINAR: cartões amarelos para Diogo, Tchitcho e Luís, todos do Ferroviário do Maputo.


GOLO: Danito Parruque aos 42 minutos para o Ferroviário.




Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito

A ASSOCIAÇÃO de Natação da Cidade de Maputo (ANCM) elege, a 31 do mês em curso, a nova direcção para o próximo quadriénio, em assembleia-geral ordinária que marcará o fim do mandato de Leonor Tivane, actual presidente da agremiação.


A reunião magra tem igualmente como pontos de agenda o debate e aprovação do relatório de contas e de actividades de 2007/2012, bem como a proposta de actividades para a época que se inicia a 1 de Setembro.


Segundo dados avançados pelo secretário-geral da ANCM, Caetano Rúben, as candidaturas fecham dia 20 e nenhuma proposta foi até ao momento avançada.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI uma partida sem grandes primores técnico e tácticos mas vale a pena dizer que no conjunto dos 90 minutos as duas equipas equivaleram-se em todos os aspectos, incluindo nos falhanços pois ambas as partes tiveram muitas oportunidades de golo que, entretanto, não conseguiram concretizar.



 

A equipa da casa entrou melhor que o seu adversário fazendo antever que iria sair no final com uma vitória. Mas a pouco e pouco as coisas foram se complicando na medida em que os ‘’locomotivas’’ de Nampula conseguiram equilibrar os acontecimentos em campo passando, em certas ocasiões, a criar perigo junto à baliza dos beirenses.

 

Com um meio-campo pouco funcional onde apenas Tony se evidenciava, o Estrela Vermelha mesmo com o apoio do púbico não conseguia constituir jogadas com grandes primores táctico-técnicos que criassem dissabores à baliza de Simplex.



 

No reatamento da partida, os comandados de António Safrão entraram dispostos a virar os acontecimentos em campo mas faziam-no de forma atabalhoada e sem nexo. Enquanto isso, o Ferroviário de Nampula também tentava chegar a todo o custo à baliza contrária mas, tal como o seu oponente, a não ser clarividente nas suas incursões.

 

Como as duas equipas não conseguiam concretizar os seus objectivos, o jogo até chegou a ganhar um contorno perigoso na medida em que os jogadores começaram a recorrer a contactos físicos como forma de parar o adversário.A equipa de arbitragem esteve bem.



FICHA TÉCNICA


 


ÁRBITROS: Estêvão Matsinhe, auxiliado por Estrela Gonçalves e Meque Machate. Afonso Xavier foi o quarto.


 

ESTRELA: Jaime, Bheu, Haji, Mario, Materland, Tony, Paiva, Betinho (Yossufo), Carlos, Mastail (Johane) e Delfino.


 

FER. NAMPULA: Simplex, Vasil, Foster, Kalanga, Dondo, Oscar (Edgar), Skaba, Ernest (Samito), Hipo, Vivaldo (Nando) e Belito.


 

Amarelos para  Betinho e Delfino (Estrela), Kalanga e Skaba (Ferroviario).




Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:28
 O que é? |  O que é? | favorito

TODAS as atenções desportivas estarão viradas esta tarde para Chibuto, onde o clube local recebe, a partir das 14.00 horas, a Liga Muçulmana para os quartos-de-final da Taça de Moçambique/Mcel.



Este jogo ganha muito interesse por colocar frente-a-frente equipas que partilham a liderança do Moçambola, com a primeira formação a levar vantagem no confronto directo.

Portanto, é caso para dizer que estaremos perante um duelo de grande impacto, pois envolve equipas com grandes ambições e que são as melhores da actualidade.  

O Chibuto tem estado a demonstrar que é capaz de chegar longe.


Tal como na sua estreia, época passada, que surpreendeu a todos com uma trajectória brilhante e que lhe projectou para o pódio do Moçambola até ao fim da primeira volta, a turma gazense assaltou a liderança no arranque da segunda volta da presente edição.

Como se pode depreender, teremos neste embate a medição de forças entre dois fortes oponentes, que procuram a todo custo a continuidade na segunda prova maior futebolística do país.



Salientar que o vencedor desta eliminatória dos oitavos-de-final defrontará, o Desportivo de Tete.Entretanto, o confronto entre os Ferroviários de Maputo e da Beira é visto como o cartaz dos quartos-de-final e, como é óbvio, a preocupação de ambas as equipas passa por manter a presença na prova.



O outro atractivo dos quartos-de-final vai colocar frente-a-frente o Desportivo de Maputo e o Incomáti. Os “alvi-negros” têm o privilégio de receber primeiro a turma de Xinavane, podendo deste modo resolver a eliminatória antes de partirem para o difícil terreno dos “açucareiros”. 



A outra partida que promete muita luta terá como protagonistas o Têxtil e o Ferroviário de Nampula, duas formações cujo percurso no Moçambola não é promissor, daí que têm igualmente as esperanças depositadas nesta prova. Os “fabris” têm o privilégio de jogar primeiro em casa.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:20
 O que é? |  O que é? | favorito

ARRANCA hoje o Afrobásket em seniores masculinos, prova que durante pouco mais de uma semana decorrerá em Abidjan, Costa do Marfim. Moçambique é uma das 16 equipas presentes e esta noite estreia-se frente à República Centro-Africana no Grupo C. A Selecção Nacional começa defrontando aquela que é teoricamente a mais acessível do seu grupo, onde terá a companhia de Angola e Cabo Verde.



É importante para a equipa moçambicana entrar a vencer para ganhar alento para as partidas de amanhã e sábado diante de Angola e Cabo Verde, respectivamente.

Um triunfo na estreia coloca-a em condições favoráveis de disputar um dos dois lugares que dão acesso aos quartos-de-final.



Num grupo em que a língua dominante é o português, antevê-se tarefa espinhosa para os treinados de Milagre Macome, visto que terão que ombrear com Angola, a maior potência do básquete africano e com Cabo Verde uma selecção que vem registando uma subida de nível deslumbrante. O terceiro lugar conquistado no Afrobásket-2007 reflecte, por si, a qualidade do básquete cabo-verdiano.



Com um estágio de sensilvemente duas semanas na Espanha, o combinano nacional seguiu domingo para Abidjan, melhor capacitado do ponto de vista da sua performance táctica e física. Mas com tão pouco tempo de preparação ao mais alto nível, os objectivos no Afrobásket não são muito ambiciosos, embora a actual geração já tenha dado mostras de fazer maravilhas à semelhança do que aconteceu nos Jogos Africanos.



Defender o décimo lugar alcançado no Afrobasket -2011, em Antananarivo, Madagáscar, é a principal meta da equipa nacional, pelo que passar aos quartos-de-final já seria um feito histórico.São 16 equipas que até o dia 31 do mês em curso vão dusputar a maior competição do continente. Eis as selecções e os respetivos grupos.



Grupo A – Costa do Marfim, Egipto, Senegal e Argélia

Grupo B – Tunísia, Ruanda, Burkina Faso e Marrocos,

Grupo C – Moçambique, Rep. Centro-Africana, Angola e Cabo Verde.

Grupo D – Nigéria, Camarões, Rep. Democrática do Congo e Mali.



A Tunísia é a actual detentora do título. Apuram-se para o Mundial-Espanha 2014 os primeiros três classificados.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:10
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
17
18
23
24
25
26
27
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO