Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 14 DE Agosto 2013

O MATCHEDJE é campeão nacional de atletismo em ambos os sexos na categoria de seniores. Os “militares” conseguiram um total de 101 pontos, em masculinos e 93 em femininos.


Em masculinos, o Matchedje venceu graças à diferença de número de medalhas de ouro, visto que na classificação geral somou os mesmos 101 que o Ferroviário da Beira que quedou em segundo. O Ferroviário de Maputo ocupou o terceiro lugar, com 88 pontos. O Matchedje somou seis medalhas de ouro.


Em femininos, as “militares” conseguiram a proeza graças a sete medalhas de ouro, relegando o Ferroviário de Maputo para o segundo posto, com 81 pontos. O Desportivo de Maputo ficou em terceiro.



Em juniores masculinos, o campeão foi o Ferroviário de Maputo com um total de 42 pontos. O Desportivo de Maputo ocupou o segundo lugar com 31 pontos, sendo que o Matchedje caiu para a terceira posição.



Em juvenis, os campeões foram Núcleo de Bagamoyo, em masculinos, e Ferroviário de Maputo, em femininos.Refira-se que esta prova teve início na terça-feira e terminou domingo no Estádio Nacional do Zimpeto, tendo juntado mais de uma centena de atletas oriundos de todas as províncias.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:17
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

 

ANTES da partida começar já se comentava em quase todos os locais de maior concentração pública da cidade de Nampula de que este jogo seria marcadamente de vingança, em resposta à derrota sofrida, por uma bola sem resposta, no jogo referente à primeira volta, realizado no campo de Vilankulo. E em função do que se assistiu domingo no campo 25 de Junho, pode- se concluir que de facto tudo foi feito, por parte do Ferroviário de Nampula para se vingar desse descalabro.



Ou por outra, a equipa “locomotiva” entrou a pressionar o reduto mais recuado do seu adversário e como resultado disso obteve o golo madrugador, que foi marcado exactamente ao primeiro minuto da contenda, por intermédio de Sacaba. Quatro minutos depois, Ernest podia ter aumentado a vantagem quando, na tentativa de rematar, já com Abu batido, foi obstruído por um contrário.


Com este golo, o Ferroviário de Nampula, que vinha sendo hostilizado pelos seus adeptos, por causa dos maus resultados menos conseguidos na primeira volta do Moçambola, arrancou para algumas exibições de futebol dignos de registo, destacando-se o avançado Scaba, que em algum momento coordenou superior e magistralmente a formação dos visitados.


Por conseguinte, apesar do resultado que lhes era desfavorável, muito cedo os treinados de Aquiles Marcelino não abrandaram o seu ritmo de jogo, mesmo que jogassem com cautela e um pouco “fechados” no seu meio campo, que não lhes permitia que criassem nenhum perigo à baliza adversária.



Mas, porque os locais entraram com o propósito de discutir firmemente o resultado, aos 16 minutos desfrutaram de mais uma ocasião privilegiada para marcar o segundo golo que, no entanto, foi desperdiçada.



À medida que o tempo ia passando, os jogadores locais continuavam a ser os mais esclarecidos no campo, criando perigos sucessivos à baliza de Abu, e só não marcaram mais golos por culpa própria, permitindo que os primeiros 45 minutos terminassem com o resultado de 1- 0 a favor a seu favor. 



No reatamento, o Ferroviário continuou a exercer uma forte pressão sobre o adversário, que se rendeu ao domínio, acabando por consentir o segundo golo, que veio a cimentar ainda mais a esperança de os locais saírem com os três valiosos pontos em disputa, o qual foi obtido por intermédio de Belito, aos 51 minutos.

Porém, a turma de Vilankulo, embora denotasse dificuldades em contrariar as incursões do seu oponente e estivesse sobretudo conformada com a derrota, criou também certos perigos junto à baliza de Simplex, que no entanto não alteraram o resultado com que terminou a partida.  

  

     

FICHA TÉCNICA


ÁRBITRO:António Massango, auxiliado por José Mhula e Isac Domingos.


FERROVIARIO DE NAMPULA: Simplex; Vasil, Foster, Kalanga, Dondo, Nando, Óscar, Vivaldo (Jerry), Ernest, Belito e Scaba (Samito).


VILANKULO FC:Abu; Norberto, Osvaldo (Fernando), Matlombe, Madeira, Gildo (Cumbula), Ali, Abilio, Félio, Tenday e Sérgio


ACÇÃO DISCIPLINAR- amarelos para Scaba e Norberto.





Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:57
 O que é? |  O que é? | favorito

O RECURSO a meios proibidos (imagens de vídeo) usado pelo Conselho Jurisdicional da Associação de Futebol da Cidade de Maputo (CJAFCM) como instrumento para determinar factos e fundamentar a sua conclusão relativamente à decisão do árbitro, em mandar repetir o pontapé na marca de grandes penalidades executado por Reginaldo, da Liga Muçulmana, na fase de desempate por pontapé na marca de grande penalidade no embate com o Costa do Sol,da terceira eliminatória e última da Taça de Moçambique/Mcel fase da cidade de Maputo, sustenta a deliberação do Conselho Jurisdicional da Federação Moçambicana de Futebol (CJFMF) de validar o recurso da primeira formação, que venceu os “canarinhos”, por 3-2.



 

Segundo o acórdão do CJFMF, o procedimento do CJAFCM viola as orientações da Federação Internacional de Futebol (FIFA) e prescrito no nº 2 do artigo nº 175º do Regulamento de Disciplina da FMF (RDFMF).



O acórdão reitera que “o recurso a meios de prova proibidos pelo RD (vide nº 2 do artigo 175º do RDFMF) por um órgão que superintende a aplicação dos regulamentos desportivos não só torna inválida a sua deliberação, mas levanta questões de atenção, competência técnica e até motivação duvidosa no sentido de deliberação”, realça-se no documento.



Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:43
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Ferroviários de Maputo e da Beira cruzam-se nos quartos-de-final da Taça de Moçambique/Mcel, de acordo com o sorteio realizado sexta-feira. Pela primeira vez na história da prova, os quartos-de-final serão disputados em duas “mãos”, com os “locomotivas” da capital a receber o seu homónimo da capital provincial de Sofala na primeira, prevista para 18 de Setembro. A decisão que dita a disputa desta eliminatória


em duas “mãos” foi tomada na última assembleia-geral da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) para proporcionar mais jogos às equipas e permitir que os derrotados na primeira “mão” tenham a oportunidade de se redimir.



Aliás, segundo explicações dadas pelo secretário-geral da FMF, Felipe Johane, a assembleia deliberou que a prova passasse a ser disputada em duas “mãos” a partir dos oitavos-de-final. Porém, ficou decidido que, na presente edição, se disputasse em duas “mãos” a partir dos quartos-de-final devido ao aperto do calendário.

Entretanto, o confronto entre os Ferroviários de Maputo e da Beira é visto como o cartaz desta fase crucial da prova e, como é óbvio, a preocupação de ambas as equipas passa por manter a presença nesta que é a segunda maior prova futebolística nacional, como uma alternativa para salvar a temporada perante as dificuldades que se colocam ao nível da principal competição, que é o Moçambola.  



O outro atractivo dos quartos-de-final vai colocar frente-a-frente o Desportivo de Maputo e o Incomáti. Os “alvi-negros” têm o privilégio de receber primeiro a turma de Xinavane, podendo deste modo resolver a eliminatória antes de partirem para o difícil terreno dos “açucareiros”. 



A outra partida que promete muita luta terá como protagonistas o Têxtil e o Ferroviário de Nampula, duas formações cujo percurso no Moçambola não é promissor, daí que têm igualmente as esperanças depositadas nesta prova. Os “fabris” têm o privilégio de jogar primeiro em casa.



Por último, o Desportivo de Tete aguarda pelo vencedor do embate entre a Liga Muçulmana e Chibuto, que se realiza esta quinta-feira no reduto dos gazenses. Este encontro, referente aos oitavos-de-final, realiza-se por estas alturas em virtude do protesto apresentado pelo Costa do Sol contra a Liga Muçulmana, por alegados graves erros de arbitragem no jogo da terceira e última eliminatória da fase da cidade e ganho pela segunda formação na lotaria de grandes penalidades (3-2), após igualdade no tempo regulamentar e no prolongamento, ter sido chumbado.



Os “canarinhos” protestaram junto ao Conselho de Disciplina da Associação de Futebol da Cidade de Maputo (CDAFCM), que considerou improcedente o protesto. Recorreram depois ao Conselho Jurisdicional da agremiação, que validou o recurso ordenando para a repetição do encontro. Insatisfeita com a decisão, a Liga Muçulmana interpôs recurso à Federação Moçambicana de Futebol (FMF) que, por seu turno, considerou procedente, validando deste modo a vitória da turma liderada pelo português Litos e pondo ponto final ao polémico caso.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:17
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO da Beira viveu um autêntico pesadelo na décima quarta jornada do Moçambola disputada no pretérito fim-de-semana. É que num abrir e fechar de olhos os beirenses deixaram a liderança passando para o quarto lugar tudo por força da derrota sofrida diante do Estrela Vermelha da Beira, por 2-0.



Os “locomotivas” da Beira que tinham entrado para o início da segunda volta com 24 pontos, os mesmos que o Clube do Chibuto, Maxaquene e a Liga Muçulmana foram os únicos a perderem. O Clube do Chibuto passou a ser o novo líder com um triunfo caseiro sobre o Desportivo de Nacala, por 2-1.



Já o Maxaquene empatou com o Costa do Sol a um golo no clássico da ronda, enquanto a Liga foi à Beira vencer o Têxtil do Púnguè, por 1-0. Na próxima jornada o destaque vai para Liga-Ferroviário da Beira, completando-se com os encontros Matchedje-Chibuto, Vilankulo-Fer. Maputo, Chingale-Maxaquene, Costa do Sol-HCB, Desp.Nacala- Têxtil e Estrela Vermelha-Fer. Nampula.




Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:02
 O que é? |  O que é? | favorito

A ABERTURA da nova época de natação será marcada pelo histórico torneio “Seis Horas de Maputo”, que terá lugar na piscina do Desportivo. A prova, que terá lugar a 6 de Setembro e que serve de rodagem às equipas, vai envolver nadadores federados, populares, técnicos, juízes e cronometristas. Aliás, o torneio é um pretexto para um “baptismo” que envolve os fazedores da modalidade pelo início da nova época.



Feito isto, será a vez do Torneio “Raimundo Franisse”, que serve de homenagem a um dos mais célebres nadadores do Ferroviário, que se destacou dentro e fora do país. Este torneio, que é particularmente uma prova de fundo, realiza-se no fim-de-semana de 28 e 29 de Setembro, na piscina dos “locomotivas”.




A grande expectativa está à volta do “Golfinhos Sprint”, um “meeting” internacional rotativo que envolve o clube do mesmo nome, mais as equipas da Suazilândia e da região de Mphumalanga, na vizinha África do Sul. O evento terá lugar no Estádio Nacional do Zimpeto, a 26 de Outubro. O Torneio de Ranking está agendado para 16 de Novembro e antecede o também muito esperado Campeonato de Verão, que decorrerá de 4 a 22 de Dezembro na piscina da ANCM.




Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:42
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE foi surpreendido pela UP com uma derrota, por 50-49, em jogo, disputado na sexta-feira, da segunda do Campeonato de Básquete da Cidade de Maputo, de seniores masculinos.



Com esta derrota os “tricolores” ficaram ainda mais longe da liderança que é repartida pelo Desportivo e o Ferroviário.Os “alvi-negros” venceram a Bela Rosa, por expressivos 72-23, enquanto os “locomotivas” cilindraram o Aeroporto, por 88-29.

 


Na partida mais equilibrada da jornada, o Costa do Sol ganhou a A Politécnica, por 61-49.Os jogos dos seniores femininos entre o Ferroviário-Desportivo e A Politécnica A e B não se realizaram devido à chuva.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:38
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 














O REATAMENTO da disputa do Moçambola, edição 2013, concretamente a segunda volta, escalou, como de hábito, a capital de Sofala onde tiveram lugar duas partidas, sendo uma entre os dois dos três representantes da província, nomeadamente o Ferroviário e o Estrela Vermelha, isto no sábado, enquanto no domingo o outro representante, o Têxtil do Púnguè, bateu-se com a Liga Muçulmana.









O jogo entre os ‘’locomotivas’’ e Estrela Vermelha, que teve lugar no ‘’caldeirão’’, marcou a estreia do técnico António Safrão no ‘’banco’’ dos alaranjados e, quiçá, foi bafejado com a sorte de ter vencido a partida por duas bolas sem resposta para o espanto dos donos de casa.



A verdade, porém, é que mesmo depois do jogo muitos eram os comentários à volta do mesmo. Alguns a parabenizarem os vencedores pela forma como estiveram em campo e criticando a alegada apatia do Ferroviário durante os 90 minutos, enquanto outros, os mais pessimistas talvez, afirmavam com quase toda a garantia que esta vitória dos ‘’policias’’ terá sido ‘’forçada’’ por eventual apoio da Liga Muçulmana.



Ao que dizem é que a Liga teria eventualmente pago almoço no dia do jogo ao Estrela Vermelha bem como prometido pagar prémio de jogo em caso de vitória sobre o Ferroviário. Por aquilo que se fala de boca em boca, a Liga aplaudiria a derrota do Ferroviário da Beira por se tratar de um adversário directo na luta pelo título já que ambos estavam colados na frente à entrada da segunda volta com 24 pontos.



 E mais: na segunda jornada, portanto logo a seguir ao propalado jogo entre o Ferroviário e Estrela Vermelha, os ‘’locomotivas’’ deslocam-se à capital do país para defrontar exactamente a Liga o que, em caso de vitória, os anfitriões terão mais caminho andado, enquanto os beirenses ficariam  mais para baixo da tabela.



Entretanto, o vice-presidente do Estrela Vermelha, Joaquim Gomacha, negou que tenha havido algum ‘’apoio’’ por parte da Liga e muito menos promessas de pagamento de prémio de jogo. ‘’Não é verdade que tenha isso acontecido. A Liga não pagou almoço nenhum à nossa equipa e muito menos prometeu pagar prémios em caso da nossa vitória sobre o Ferroviário. Ninguém da Liga contactou a direcção do Estrela Vermelha a não ser que tenha sido alguém de fora, mas que não conhecemos esta situação. Até porque se tivéssemos dinheiro teríamos estagiado o que não fizemos tendo cada jogador dormido na sua casa nas vésperas do jogo’’, disse Gomacha.



Outro assunto que também ‘’mexeu’’ com a deslocação da Liga à cidade da Beira foi o facto da equipa de arbitragem ter saído escoltada do campo, porque os adeptos do Têxtil do Púnguè queriam fazer justiça pelas próprias mãos alegadamente porque esta influenciou no resultado, alegadamente a mando da direcção dos ‘’muçulmanos’ o que se agravou quando os juízes anularam um golo, quanto a nós, erradamente aos donos da casa.



Como consequência disso e porque houve a intervenção da policia, concretamente a Força de Intervenção Rápida (FIR), uma senhora grávida desmaiou depois de ter inalado o gás lacrimogéneo disparado pela corporação tendo sido socorrida para o hospital, enquanto o autocarro que transportava a Liga também ficou com alguns vidros quebrados.

Mesmo antes de o jogo terminar já era previsível a fúria dos adeptos ‘’fabris’’ a ponto de alguns terem mesmo vandalizado a vedação na tentativa de entrarem para dentro do campo tendo, para isso, valido a pronta intervenção da policia a mesma que garantiu protecção dos juízes e da equipa da Liga Muçulmana no final do embate.




Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:29
 O que é? |  O que é? | favorito




A SELECÇÃO Nacional de hóquei em patins deixou muito boas indicações na partida diante da África do Sul que serviu para dar rodagem quando falta pouco mais de um mês para o início do Campeonato do Mundo que decorrerá em Angola de 20 a 28 de Setembro. O triunfo, por 6-2, reflectiu que os índices de finalização estão em alta e acima de tudo o bom entrosamento entre os hoquistas moçambicanos.



 

Já se começa a sentir a “mão” de José Querido que teve uma briosa estreia no comando técnico da equipa nacional. O técnico português pretende incutir um hóquei mais dinâmico. O treinador português chamou atenção aos jogadores para que soltassem a bola e movimentações de modo a apanharem desprevenida a defesa contrária. Foi na sequência de uma dessas jogadas que Moçambique abriu o marcador com um golo apontado por Maninho.


O jogador do Dakhela Team do Egipto esteve bastante interventivo na primeira parte e ficou próximo de apontar mais golos não fosse as boas defesas de Ricardo Maia.Foi com uma vantagem tangencial que a equipa moçambicana saiu para o intervalo. O regresso à segunda parte começou praticamente com o golo de empate da África do Sul apontado por Cláudio Araújo.



 

FILIPINHO DESIQUILIBRA


 

 Filipinho, o mais novo talento do hóquei moçambicano, esteve em grande, pois foi ele que num ápice restabeleceu a vantagem com dois golos de belo-efeito. O médio-avançado do Sesimbra de Portugal mostrou que tem estaleca para concorrer de igual para igual com os mais experientes por um lugar no Mundial.



 

“PATRÃO” KIKO


 

Igual a si mesmo continua Kiko, um verdadeiro patrão da equipa nacional que dá tudo mesmo quando se trata de um jogo a feijões. Dono de um pulmão farto Kiko alimentou o ataque com as suas jogadas de encher o olho e contribuiu grandemente para que o combinado nacional fizesse mais três golos, um dos quais apontado por si e outros por Nelson Miquessene (Mafamba) e Dário Mascarenhas.Na ponta final, os sul-africanos reduziram por intermédio de Leandro Araújo.


 

 Moçambique alinhou de início com Arnaldo Queiroz (Guarda-redes), Spiros Esculudes “Kiko”, Dário Mascarenhas, Filipe Romero “Filipinho” e Ivan Esculudes “Maninho”. E os que começaram na condição de suplentes foram Fernando Timana “Nando”, Ibrahimo Dino e Nelson Miquesse “Mafamba”.



 

FICHA TÉCNICA


 

ÁRBITRO:Ernestino Gabriel e Tomás Uber.


 

MOÇAMBIQUE:Arnaldo Queiroz; Spiros Esculudes “Kiko”, Dário Mascarenhas, Filipe Romero “Filipinho” e Ivan Esculudes “Maninho”.


 

ÁFRICA DO SUL:Ricardo Maia; Marco Fantona, Cláudio Araújo, Leandro Araújo e Sérgio Araújo.





Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
17
18
23
24
25
26
27
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO