Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 25 DE Julho 2013

As dúvidas quantos aos apuramentos para a fase seguinte (meias-finais) começaram a ser desfeitas ontem nalgumas modalidades. As equipas já apuradas amanhã fazem os últimos jogos a pensarem somente em fugir de adversários teoricamente mais difíceis.

 

Onde ainda reinam muitas dúvidas e por via disso os jogos da última jornada são encarados com alguma expectativa é no basquetebol e futebol masculinos pela série A. No basquetebol, a província de Maputo já está apurada faltando saber-se somente se vai em primeiro ou segundo. A outra vaga é disputada por três provinciais, nomeadamente Manica, Tete e Niassa. Na B a cidade de Maputo venceu Sofala e é neste momento líder com seis pontos, os mesmos da Zambézia. À espreita está Gaza, que ontem venceu Cabo Delgado.

 

Em femininos, na série A província de Maputo, com oito pontos, está melhor classificada. Manica, com sete, Nampula, com seis batem-se por outra vaga.  Na série B está tudo em aberto por causa da vitória de Sofala ontem frente a cidade de Maputo. Nesta altura Sofala tem seis pontos mais um que a dupla Zambézia e cidade de Maputo.

 

 

No futebol na série A masculinos tudo ainda está aberto, pois ontem Inhambane e Maputo empataram sem golo somando agora oito pontos cada, mais um que Tete (7), que venceu Manica, por 1-0. Na B Sofala, com nove pontos, já está apurada e Cabo Delgado, com sete pontos, só precisa de um ponto para qualificar-se.

 

Já em femininos na série A avança a província de Maputo, que com a vitória de ontem frente a Inhambane passa a somar 10 pontos, mais um que Manica e a quatro do seu adversário de ontem. Na B a cidade de Maputo está com sete pontos e em melhores condições de avançar. Na luta ainda estão ainda as selecções de Sofala, com cinco pontos, Zambézia e Cabo Delgado com quatro cada.

 

 

No andebol já estão qualificadas as selecções provinciais de Maputo (em ambos os sexos). Em masculinos província de Maputo e Manica deverão realizar o jogo da última jornada apenas para se decidir quem avança em primeiro e em segundo pela série A. Na série B Gaza e Sofala estão nas meias-finais. A dúvida está apenas em saber a equipa que vai em primeiro.

 

 

Em femininos pela série A até agora apenas Inhambane garantiu uma vaga, deixando província de Maputo e Manica a discussão da última vaga, facto que acontecerá amanha quando jogaram entre si. Gaza e cidade de Maputo avançam na B faltando saber quem segue em primeiro.

 

 

 

No voleibol masculino, Manica já garantiu a sua vaga, na série A, com a vitória (3-2) registada ontem por Inhambane diante da província de Maputo coloca os representantes da terra de boa gente mais próximos de ocupar a segunda vaga, que até ontem parecia destinada a Maputo pela série A. Na B Zambézia e Cabo Delgado estão em melhores condições de garantir o apuramento.

 

 

Em femininos na série A a luta é tripartida, mas Inhambane está melhor depois de ter vencido Maputo província outro concorrente directo. Completa a lista dos candidatos Manica que ontem venceu Tete. Na série B seguem cidade de Maputo e Zambézia faltando saber quem segue em primeiro.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:54
 O que é? |  O que é? | favorito





Ao contrário do que estava inicialmente previsto as provas de atletismo só tiveram uma final, ficando as restantes para amanhã. Com o efeito os primeiros campeões saídos da pista do Centro Desportivo 25 de Setembro foram Tereza Luís de Cabo Delgado e por Camilo Ernesto de Manica nos 1500 metros no terceiro escalão.  

 

Entretanto, hoje é dia de descanso e uma oportunidade para conhecer alguns locais de interesse turístico, económico e cultural. A lista dos locais inclui Vale Moçambique e Rio Tinto.

 

Resultados

 

ANDEBOL


Masculinos


Série A


Niassa-Nampula (25-21)

Tete-Manica (28-31)

P. Maputo-Inhambane  (23-19)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (15-27)

C. Delgado-Gaza (25-33)

 

Femininos


Série A


Niassa-Nampula (16-20)

Tete-Manica (11-13)

P. Maputo-Inhambane (19-26)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (16-4)

C. Delgado-Gaza (9-19)

 

BASQUETEBOL


Masculinos


Série A


Niassa-Nampula (58-39)

Tete-Manica (70-75)

P. Maputo-Inhambane (66-18)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (83-26)

C. Delgado-Gaza (33-76)

 

Femininos

 

Série A


Niassa-Nampula (26-25)

Tete-Manica (38-58)

P. Maputo-Inhambane (63-4)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (30-53)

C. Delgado-Gaza (38-40)

 

FUTEBOL


Masculinos


Série A


Niassa-Nampula (0-2)

Tete-Manica (1-0)

P. Maputo-Inhambane (0-0)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (1-2)

C. Delgado-Gaza (1-0)

 

Femininos


Série A


Niassa-Nampula (0-1)

Tete-Manica (0-1)

P. Maputo-Inhambane (2-1)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (1-1)

C. Delgado-Gaza (2-0)

 

VOLEIBOL


Masculinos


Série A


Niassa-Nampula (3-1)

Tete-Manica (0-3)

P. Maputo-Inhambane (2-3)

 

Série B


C. Maputo-Sofala (3-0)

C. Delgado-Gaza (3-0)

 

Femininos


Série A


Niassa-Nampula (3-2)

Tete-Manica (0-3)

P. Maputo-Inhambane (1-3)

 

Serie B

 

C. Maputo-Sofala (3-0)

C. Delgado-Gaza (2-3)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:49
 O que é? |  O que é? | favorito

RESOLVER a eliminatória em casa”. Esta é a frase que impera no seio dos “Mambas” a quatro dias do desafio com a Namíbia, marcado para o próximo domingo no Estádio da Machava, a partir das 15.00 horas, inserido na primeira “mão” da segunda eliminatória de acesso à fase final do CAN-Interno

 

 

A segunda sessão de treino, realizada ontem, contou já com os jogadores da Liga Muçulmana, que na terça-feira defrontaram o Matchedje em jogo em atraso do Moçambola e, de acordo com João Chissano, seleccionador nacional, o empenho demonstrado pelos jogadores deixou evidente que se pode esperar uma boa prestação na partida diante da Namíbia.

 

 

O técnico afirma ter sentido uma enorme vontade dos jogadores em resolver a eliminatória em casa. “Sentimos pela postura dos jogadores que há uma enorme vontade de ganhar”.

 

 

Apesar de não poder contar com todos os jogadores convocados devido a lesões, nomeadamente Gervásio, Kito e Manuelito II, o “mister” diz que não convocará mais ninguém.

 

 

Convoquei 23 jogadores e preciso de 18 para o jogo de domingo, pelo que não vejo necessidade de fazer chamadas de última hora. Vou ao jogo com aqueles que já estão a trabalhar”.

 

 

Os treinos prosseguem hoje com duas sessões (de manhã e à tarde), no Estádio da Machava.   Os bilhetes começam a ser vendidos amanhã ao preço único de 100 meticais.

 

O quarteto de arbitragem que vai dirigir este embate provém da Zâmbia. O árbitro principal será Hanchiwa Stanley, a ser auxiliado por Temba Bruno ( assistente) e Chansa Kabwe (2° assistente). Chewe Wisdom será o quarto árbitro.

 

Lista dos 23 convocados

 

GUARDA-REDES: Gervásio (Costa do Sol), Soarito (HCB), Germano (Ferroviário de Maputo) e Pedro Júnior “Pedó” (Desportivo);


DEFESAS: Dário Khan (Costa do Sol), Dito (Costa do Sol), João Mazive (Costa do Sol), Chico (Liga Muçulmana), Miro (Liga Muçulmana), Gabito (Maxaquene) e Calima (Maxaquene);

 

MÉDIOS: Alvarito (Costa do Sol), Manuelito II (Costa do Sol), Momed Hagi (Liga Muçulmana), Kito (Maxaquene), Nando (Ferroviário de Nampula), Belito (Ferroviário de Nampula), Josimar (Liga Muçulmana), Diogo (Ferroviário de Maputo) e Mambucho (Ferroviário de Maputo);

 

AVANÇADOS: Sonito (Liga Muçulmana), Reginaldo (Liga Muçulmana) e Mário (Ferroviário da Beira).

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:25
 O que é? |  O que é? | favorito

O TIMONEIRO dos “militares”, por sua vez, era um homem rendido às evidências. Reconheceu a superioridade “muçulmana” e disse que um jogo como aquele que aconteceu na tarde da terça-feira é mesmo para esquecer.

 

 

Este resultado é pesado, procuramos fazer de tudo para evitá-lo, mas a Liga é muito forte. Tem os melhores jogadores que actuam em Moçambique. Foi um dia negro para a minha equipa, mas não vamos parar por aqui, iremos trabalhar para aquilo que são os nossos objectivos”, disse.

 

 

Matine disse acreditar na manutenção, até porque faltam 13 jogos por disputar. Queixou-se da paragem do Moçambique, vincando que esta prejudicou a sua equipa. Realçou ainda que não utilizou nenhum dos seis reforços que conseguiu no mercado do Inverno por razões burocráticas.

 

 

Neste momento, o que devo fazer é pensar na segunda volta, e conto com eles para ajudarem a equipa a manter-se na prova”, disse.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:08
 O que é? |  O que é? | favorito

NO final da contenda, Litos era um homem visivelmente satisfeito com a prestação e com o resultado conseguido pela sua equipa (vitória por 5-0), tendo realçado que a vitória não foi tão fácil como muitos podem pensar, foi fruto de uma grande exibição do seu conjunto.

 

 

Litos realçou ainda que a sua equipa está a reencontrar-se e já tem princípios de jogo bem definidos. O técnico não deixou de se queixar da longa paragem do Moçambola, sublinhando que isso condiciona o desempenho das equipas.

 

 

Quanto à corrida ao título, Litos frisou que a sua equipa trabalha para ganhar, sendo que o campeonato é a principal prioridade a estas alturas. “Temos uma palavra a dizer neste campeonato, porque trabalhámos arduamente, apesar de enfrentarmos algumas dificuldades na junção do grupo devido a vários compromissos das selecções”, salientou.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:06
 O que é? |  O que é? | favorito

APÓS o jogo da tarde da última terça-feira entre o Matchedje e a Liga Muçulmana, referente à 11ª jornada do Moçambola 2013, os técnicos das duas equipas mostravam-se confiantes no alcance das metas traçadas para a presente época futebolística, com o timoneiro dos “muçulmanos”, Litos, a enfatizar que a sua equipa continua na luta pelo título, e Álvaro Matine, do Matchedje, a frisar que mesmo com a derrota o seu conjunto persiste para se manter na prova.

 

Quanto ao jogo em si, Litos falou de uma grande exibição dos seus pupilos, e Matine reconheceu que o seu “batalhão” teve uma tarde não!

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:03
 O que é? |  O que é? | favorito

OS dirigentes, atletas, sócios e simpatizantes do Desportivo de Nacala, que participa pela primeira vez no Campeonato Nacional de Futebol do nosso país, vulgo Moçambola, consideram que ao longo da primeira volta a equipa principal de sénior conseguiu alcançar aquilo que eram as suas aspirações de realizar uma prova com alguma tranquilidade, condição “sine qua non” para se manter nesta que é considerada a maior competição da modalidade em Moçambique.

 

Ao final de 13 jornadas, os “canarinhos” da cidade portuária de Nacala conseguiram sete vitórias, quatro empates e três derrotas, o que totaliza 22 pontos na tabela, contando com o jogo com o Ferroviário de Maputo e que ainda está sendo dirimido na secretaria, depois de dentro das quatro linhas e durante os noventa minutos o Desportivo ter vencido os “locomotivas” por uma bola a zero, na quinta jornada da primeira volta.

 

 

Nacir Armando, técnico que foi a aposta da direcção do Desportivo de Nacala, afirma que, para além de ter sido positiva a forma como a equipa se bateu na primeira volta do Moçambola, nalguns casos a sua equipa superou as expectativas, mas dada a competitividade com que o campeonato está a ser disputado acaba por não registar vantagens sobre essa superação demonstrada.

 

 

Apontou a diferença pontual que é bastante reduzida entre os primeiros classificados e os concorrentes que estão abaixo da linha de água, o que implica à sua equipa incrementar os ritmos de produção e rendimento com vista a conseguir resultados satisfatórios para alcançar os objectivos traçados pela colectividade para a presente temporada, que passam pela manutenção tranquila no Moçambola.

 

 

Foi muito difícil nesta janela de abertura do mercado conseguir reforços extraordinários que possam vir marcar diferença no plantel de que dispomos, mas conseguimo-nos reforçar com Neves (ponta-de-lança) e Magido (defesa central), ambos vindo do Ferroviário de Nampula, que penso trazerem mais alento à equipa para ajudar a atingirmos os nossos objectivos”, apontou o treinador do Desportivo.

 

 

Disse ainda que para o alcance deste objectivo vai capitalizar os jogos que na segunda volta vai realizar em casa própria, ou seja, no campo da Bela Vista em Nacala, cujas obras de colocação da relva sintética estão em curso, porque entende que haverá menos esforço e desgaste físico e mental nas viagens que são forçados a fazer semanalmente, mesmo quando a organização do jogo é pertença do Desportivo.

 

 

Também estas viagens trazem transtornos aos nossos adeptos, porque alguns deles não podem viajar para acompanhar a equipa em Nampula, e no lugar de estarem presentes no campo mil ou dois mil espectadores acabam marcando presença cerca de 700 a 800 simpatizantes”, observou Nacir armando, para quem a realização de jogos em campo próprio trará maior tranquilidade à equipa.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:55
 O que é? |  O que é? | favorito

APESAR de nas deslocações a Nampula (onde realiza seus jogos) aquipa principal de futebol sénior do Desportivo de Nacala arrastar milhares de nacalenses, que se fazem transportar em veículos de vários tamanhos e estilos, incluindo os camiões freightliner, há uma enorme ansiedade em ver o seu “time” jogar em casa.

 

 

O presidente do Clube, Mohamed Munir, acalma os seus correligionários e continua a reafirmar que à entrada da segunda volta da prova a equipa vai poder receber os seus adversários no campo da Bela Vista, porque até ao reinício do certame, que vai sofrer um interregno até o dia 10 de Agosto próximo, o campo estará em condições de acolher o Moçambola, de acordo com as exigências da Liga Moçambicana.

 

 

A relva sintética já está no porto e no terreno a base está numa fase conclusiva, e com este interregno que o Moçambola vai sofrer os trabalhos serão concluídos. Alias, nós, quando ascendemos ao Moçambola, traçámos dois objectivos para esta época: a nossa manutenção e arrelvamento do nosso campo, e isso vai concretizar-se, são metas que não podemos hipotecar”, reiterou Munir.

 

 

Num outro desenvolvimento, o presidente do Desportivo de Nacala sublinhou o facto de, a jogar em casa própria, as receitas da bilheteira virem a aumentar, tendo em conta que, a jogar em Nampula, para além das despesas referente ao transporte e alojamento da equipa, muitos adeptos são privados de assistir aos jogos do clube.

 

 

A jogar em Nampula, há muita gente que fica em Nacala por não ter condições mínimas de viajar, como são os casos de senhoras, idosos e algumas crianças que poderiam prestar o seu apoio à equipa de diversas formas, mas as condições de transporte não aconselham que se façam aos jogos. Por isso, acredito que, a jogar em casa, a nossa bilheteira vai situar-se em média em 300 mil meticais/jogo”, disse Mohamed Munir.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
16
20
21
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO