Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 09 DE Julho 2013

MOÇAMBIQUE apurou-se, sábado, para as eliminatórias zonais VI de acesso ao Mundial de Voleibol, Polónia-2014, em ambos os sexos, após conseguir o segundo lugar, em masculinos, e o terceiro, em femininos, nas sub-zonais.

 

Este evento que decorreu no Instituto de Formação de Professores da Munhuana, em Maputo, foi dominado pelo Botswana, contra todas as expectativas, pois Moçambique, na qualidade de anfitrião, era tido como principal favorito, tendo ficado muito aquém do esperado.

 

 

Se em masculinos até conseguiu um segundo lugar, com duas vitórias, em três jogos, ou seja, perdeu uma partida diante do Botswana, por 3-1, o mesmo já não se pode dizer em relação a femininos, pois a prestação foi ainda pior, com apenas uma vitória em três jogos, o que relegou o nosso país ao terceiro lugar, atrás do Botswana e da Suazilândia, num grupo composto por quatro selecções.

 

 

No último embate, a Selecção Nacional perdeu diante do Botswana por 3-0, tendo ficado apenas à frente da frágil Selecção do Lesotho, no grupo. 

 

 

RESULTADOS DE MOÇAMBIQUE NO TORNEIO


MASCULINOS


Moçambique, 3-Suazilandia, 0 (12/25, 18/25 e 17/25)

Lesotho, 1- Moçambique, 3 (14/25, 17/25, 25/19 e 16/25)

Moçambique, 1-Botswana, 3 (19/25, 15/25, 31/29 e 14/25)

 

FEMININOS


Suazilândia, 3-Moçambique, 2 (23/25, 25/15, 25/19, 20/25 e 15/12)

Lesotho, 0-Moçambique, 3 (12/25, 21/25, 23/25)

Moçambique, 0-Botswana, 3 (12/25, 15/25 e 15/25)

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:43
 O que é? |  O que é? | favorito

DANITO Nhamposse, indicado para o cargo de treinador interino da equipa principal do Ferroviário de Maputo, depois do despedimento do português Victor Urbano, poderá manter-se até ao fim da época à frente dos “locomotivas”.

 

Falando à margem das reformulações feitas neste segundo período de contratações no Moçambola, o chefe do Departamento de Futebol, Isidro Amade, disse que o maior reforço na equipa é Danito Nhamposse, que assumiu interinamente o comando nas vésperas do fim da primeira volta, com a dispensa do português Victor Urbano devido a maus resultados.

 

 

Segundo contou, o Ferroviário não contratou novos jogadores, mas também dispensou alguns, nomeadamente o meio-campista Paíto e o ponta-de-lança Calton, que passaram respectivamente para o Ferroviário da Beira e Desportivo. O também médio Valdo, vítima de acidente de viação, ainda no princípio da época, continua em recuperação e, segundo as recomendações médicas, não poderá jogar esta temporada. Isto porque está num regime de recuperação gradual, numa altura em que, segundo Isidro Amade, o Ferroviário precisa de dar gás.

 

 

Revelou que, apesar da intenção de contratação de um novo treinador, de preferência estrangeiro, o tempo para que isso se concretize não ajuda devido aos procedimentos necessários e o período que isso acarreta. Disse que os procedimentos para a contratação do novo treinador podem levar sensivelmente dois meses, o que significa que o treinador só começaria a trabalhar depois do início da segunda volta, o que não seria benéfico para os objectivos do Ferroviário.

 

 

O nosso grande reforço é Danito Nhamposse, que de adjunto-técnico é agora treinador principal e tem como auxiliar Victor Magaia. Não desistimos da ideia da contratação de um treinador estrangeiro. Temos vários nomes, mas as negociações duram o tempo que duram, enquanto o que nos preocupa neste momento é embalarmos para recuperarmos o tempo perdido”, comentou a fonte.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:37
 O que é? |  O que é? | favorito

O INSTITUTO Nacional do Desporto (INADE) reúne-se de quinta a sexta-feira, na sua sede, no Estádio Nacional do Zimpeto, em II Conselho Técnico, colectivo que assiste o Conselho de Direcção daquele órgão nas questões técnicas de especialidade do sector, tendo como função estudar e emitir pareceres sobre aspectos importantes de carácter técnico-científico relacionados com a sua actividade e do desporto em geral.

 

No seu primeiro ponto de agenda, relativa à organização desportiva, será feita a divulgação da estratégia de implementação da política do desporto, do regulamento de segurança nos recintos desportivos; operacionalização do plenário de justiça e da comissão nacional anti-doping.

 

 

No ponto referente à massificação desportiva, serão analisados os projectos do INADE, nomeadamente a massificação do desporto infanto-juvenil e ginásios ao ar livre, respectivamente sob os lemas “juventude ocupada e saudável” e “desporto e saúde”. No concernente ao desporto escolar e movimentos de desporto massivo infanto-juvenil, serão abordados os temas: desporto escolar – ponto de situação e perspectivas, Copa Coca-Cola, projecto F4Wash, torneios “Millennium Bim” e “Basket Show”.

 

 

No que toca ao desporto de rendimento, será debatida a operacionalização do estatuto do atleta de alta-competição, bolas desportivas, plano estratégico do Comité Olímpico de Moçambique, projecto de centro de treinamento desportivo do Zimpeto, proposta sobre princípios e normas sobre as candidaturas das federações desportivas nacionais para a organização de competições oficiais e internacionais em Moçambique, bem como a proposta sobre princípios de normas sobre deslocações das missões desportivas nacionais para competições oficiais internacionais.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:27
 O que é? |  O que é? | favorito

SEM uma exibição de encher o “olho”, o Ferroviário de Nampula nem sequer justificou a gula dos residentes da cidade de Pemba, em ver uma equipa que milita no Moçambola, pois não pareceu nem foi igual a um conjunto daquelas andanças.

 

Mesmo assim, os visitantes ganharam o jogo, porque a experiência mandou e como o que se queria era a vitória, ela sorriu para os nampulenses.

Os “locomotivas” de Nampula aproveitaram o vento que estava a seu favor para fazer investidas ofensivas que muitas vezes eram barradas pelo inspirado guarda-redes Castro, do Ferroviário de Pemba.

 

 

Porém, este não foi capaz de evitar o golo, aos 18 minutos, fruto de um livre marcado pelo “capitão” Dondo com alguma traição dos seus defensores. Tocou na bola, mas para ajudá-la a entrar.

 

 

Mesmo nesta parte o Ferroviário de Pemba pressionou o seu adversário, mas este quando virasse para a baliza contrária, em dois ou três toques tinha a bola na pequena área onde amiúdes vezes era travada pelas mãos de Castro.

 

 

Na segunda parte, a equipa de Nampula entra a pressionar na tentativa de alargar o “score” para contrariar a desvantagem de estar a jogar contra o vento. Mas entra-se, na verdade, numa toada de equilíbrio, que foi interrompida com um portentoso remate dos donos da casa que saiu ao lado.

 Mueruvi cobra superiormente um livre, à meia distância, descaído à esquerda directamente para o fundo das redes, era o empate.

 

 

O jogo foi ao prolongamento. O guarda-redes do Ferroviário de Pemba entra em palhaçadas de “cai-cai”, na tentativa de “queimar” tempo.

Perdeu tempo, porque afinal foram os nampulenses que, mesmo assim, marcariam o seu segundo golo por intermédio de Vivaldo, sentenciando a partida, que mesmo não tendo sido de grande nível, conseguiram o mais importante, a vitória.

 

 

FICHA TÉCNICA



FERROVIÁRIO DE PEMBA: Castro; Juma, Albachir, Mueruvi, Quaresma; Fido (Samora) Issufo II, Bekema; Megas (Valter) Romão (Paito) e Shumichel.



FERROVIÁRIO DE NAMPULA: Simplex; Vovoti, Forter (Vasil), Kalanga e Dondo; Massaua, Hipo e Óscar; Samito, Jerry (Skaba) e Vivaldo.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

FOI um desafio em que, à partida, o Ferroviário da Beira, um dos três lideres do Moçambola, entrou como o mais favorito ante um conjunto que, embora não se qualifique de soslaio pois, das terras quentes de Tete ficaram os dois representantes da província na maior prova futebolística nacional, nomeadamente a HCB e o Chingale para esta fase regional da Taça de Moçambique, o primeiro dos quais também nos lugares cimeiros, mas tudo acabou sendo facilitado porque os visitantes, estes, não conseguiram sequer ‘’descer’’ a montanha (Dómue) da cadeia do planalto Angónia/Marávia o que levou a que fosse a ‘’locomotiva’’ a subi-la até ao cimo sem dificuldades.

 

Logo nos minutos iniciais, os donos de casa "apitaram" e o comboio foi acelerando com a nova "coqueluche" dos beirenses ida da terra de coco, Quelimane, a assumir as ‘’despesas’’ do jogo, fazendo os dois primeiros golos.

 

 

Na verdade, Nolito, que apontou os dois primeiros tentos, está sendo uma das peças fundamentais do ataque dos "locomotivas" da Beira que, seguidamente, tiveram Mupoga e Paíto como outros obreiros da vitória por 4-0 ainda na etapa inicial.

 

 

Na segunda parte, a União Futebol Clube de Dómue melhorou significativamente a sua maneira de actuação, pressionando o reduto recuado do seu adversário, mas sem clarividência e astúcia suficientes para bater o guardião Willard, embora tivesse construído algumas jogadas de perigo, algumas das quais desperdiçadas com imaculada inexperiência e falta de objectividade.

 

 

Neste período, diga-se em abono da verdade, os tetenses deram ar da sua graça fazendo crer que, de facto, chegaram a esta fase com mérito próprio mas, infelizmente, o sorteio acabou-lhes sendo madrasta ao calharem com um dos líderes do Moçambola e logo na casa deste.

 

 

Se desta não foi, a verdade, porém, é que em provas como estas, equipas consideradas pequenas chegam à final e, até, vencem. Nolito fez o 5-0 quando menos se esperava por mais um outro golo, pois, o jogo estava praticamente no fim, isto é aos 91 minutos.

A equipa de arbitragem portou-se bem.

 

 

FICHA TÉCNICA


ÁRBITROS: António Amilton, auxiliado por Bento Chengeranau e Manuel Nelson. Gimo Patrício foi o quarto.

 

FER. BEIRA: Wilard, Muniz, Cufa, Caló, Reinildo, Tinho (Djei), Mupoga (Jongue), Paito, Godcent (Carlitos), Maninho e Nolito.

 

UFC DÓMUE: Abiminton, Akimo I, Suame, Mussa, Akimo II, Issufo, Lázaro, Paulino, Graciano, Walson e Lourenço (Ndaona).

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito

O FERROVIÁRIO da Beira foi a equipa que passou com nota máxima na fase regional da Taça de Moçambique, ao golear, por 5-0, a União Futebol Clube de Dómue de Tete.

 

O Ferroviário de Maputo também não quis ficar atrás e aplicou “chapa 3” à Académica também da capital do país, enquanto o Têxtil do Púnguè goleava a Califórnia de Quelimane, por 5-2.

 

 

As honras desta eliminatória, por sinal a única regional, vão para o Desportivo de Maputo, que mesmo jogando na “segundona”, foi a Vilankulo eliminar o representante de Inhambane no Moçambola, por 3-2, agudizando ainda mais a crise de resultados que a formação de Chiquinho Conde enfrenta. O Desportivo de Cuamba também surpreendeu pela positiva, pois colocou fora desta competição o seu homólogo de Nacala, que está a realizar um belíssimo Moçambola, vencendo-o, por 2-0.

 

 

O Ferroviário de Nampula, por sua vez, foi a Pemba para eliminar o seu homónimo de Cabo Delgado, por 3-2. O único jogo que foi decidido ao penaltes foi o que colocou frente-a-frente os Desportivos de Chimoio e de Tete, com a formação de Manica a vencer, por 4-3, depois do 1-1 no tempo regulamentar e no prolongamento.

 

 

Entretanto, esta eliminatória só será concluída depois da efectivação dos encontros Incomáti-Maxaquene e Chibuto-Liga Muçulmana/Costa do Sol.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:45
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
16
20
21
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO