Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 21 DE Maio 2013

O FERROVIÁRIO voltou a estar em grande no torneio de abertura de basquetebol seniores masculinos e femininos, repetindo o êxito da primeira ronda, na qual venceu em ambos os sexos.

 

Na noite de sexta-feira, os “locomotivas” bateram copiosamente o Aeroporto por uma diferença de 61 pontos, ou seja, por 92-3, em seniores masculinos. Em femininos o Ferroviário bateu o Maxaquene por 64-37, num dos jogos mais esperados da ronda.

 

 

Os “locomotivas” confirmam, com estes resultados, a hegemonia na prova, apesar de em femininos terem um adversário de peso, a Liga Muçulmana, campeã nacional e africana em título.Noutras partidas, o Desportivo da Matola derrotou a Bela Rosa por uma margem de 10 pontos de diferença, ou seja, 42-32.

 

 

A A Politécnica bateu o Costa do Sol por 44-39, num dos jogos mais equilibrados. A Universidade Pedagógica derrotou o Maxaquene por 67-49.

Em femininos, a A Politécnica B perdeu no seu reduto diante da Liga Muçulmana por expressivos 85-36 e a A Politécnica A, por sua vez, venceu o Costa do Sol por 54-24.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:28
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O MATCHEDJE merecia outra sorte no duelo com o Vilankulo, mas faltou-lhe inteligência e prontidão.

 

A aflição provocada pelo desejo de vencer é a única justificação que os “militares” podem apresentar, porque, embora escassos, tiveram lances com selo de golo sobretudo no período complementar. Aliás, foi ao longo desta etapa que as duas equipas despertaram da sonolência, com os “militares” mais determinados na luta pela vitória.

 

 

Diga-se que o Vilankulo foi acompanhado pela sorte, pois viu algumas investidas “militares” a morrerem na boca da sua baliza. Eka foi a grande dor de cabeça para a turma de Inhambane. Sempre que descesse, sobretudo pelos flancos, levava muito perigo para a baliza de Martinho. Infelizmente, não teve a devida companhia, até que se viu obrigado a experimentar a sorte, com alguns remates que chamaram à atenção Martinho.

 

 

O Vilankulo actuou cautelosamente, embora tenha denotado alguma tendência de jogar abertamente para o ataque. Aliás, acusou dificuldades de praticar um futebol delineado, perdendo muitas vezes a posse de bola.  

 

 

Em suma, tivemos uma primeira parte dominada por um futebol incaracterístico, com a bola a ser disputada mais nas alturas, o que resultava em bombeamentos alternados e movimentos desordenados. Assistiu-se a um espectáculo muito pobre. Este período resume-se em duas investidas do Vilankulo: a primeira levada a cabo por Tendai, que rematou desenquadrado com a baliza no interior da grande área, aos 21 minutos; e a outra protagonizada sete minutos depois por Matlombe, que, por seu turno, viu o seu tiro sair por cima do travessão.

 

 

Neste período, o Vilankulo só conseguiu travar a tendência ofensiva “militar” à entrada do segundo quarto. Daí para frente houve alternância nas descidas, mas de forma banal.

  

Apesar de as duas equipas terem entrado para a segunda parte mais determinadas, o Matchedje esteve melhor que o Vilankulo. Inicialmente encostado no corredor direito, Eka criou terror na baliza de Martinho, com cruzamentos tensos, mas que não encontravam a devida resposta da dupla de ataque constituída por João e Jamal. Houve algum equilíbrio no primeiro quarto de hora, mas o Matchedje assumiu o protagonismo a partir do segundo, com Eka a mudar de flancos e a projectar “mísseis” para a zona de rigor. Numa iniciativa individual, falhou o alvo com o remate quase a roçar o poste, aos 61 minutos, depois de tirar dois contrários no interior da pequena área.

 

 

O Vilankulo respondeu quatro minutos depois com Matlombe a bombear a bola para a grande área, tendo surgido Fernando a cabecear para as malhas traseiras.   

 

 

O Matchedje insistiu com Eka a projectar mais cruzamentos para a área, mas repelidos pelos “latagões” do Vilankulo. Incansável, fez mais duas investidas com selo de golo já no tempo de compensação. Noutra penetração pela esquerda, a defensiva repeliu o esférico na pequena área, tendo sobrado para Ilude, que atirou por cima. A terminar, estoirou um remate para uma defesa de recurso de Martinho para canto. E assim terminava a história do jogo.O árbitro da partida, Aureliano Mabote, fez bom trabalho.

 

 

FICHA TÉCNICA



ÁRBITRO: Aureliano Mabote, auxiliado por Júlio Muianga e Adão Tchucane. O quarto árbitro foi Filimão Filipe

 

MATCHEDJE: Valério; Nito; Bele, Zola e Bila; Eka, Mangonga (Gonçalves), Saci (Ilude) e Acácio (Caíque); João e Jamal

 

VILANKULO FC – Martinho; Félio (Michael), Madeira, Aly e Norberto; Osvaldo, Matlombe, Abílio e Sérgio; Cumbula (Francisco) e Tendai (Fernando)

 

DISCIPLINA: cartolinas amarelas para Zola e Nito (Matchedje); Sérgio (Vilankulo)

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:22
 O que é? |  O que é? | favorito

APÓS seis jogos só a perder, o Matchedje já conta com três jogos sem sentir o sabor amargo da derrota.

 

Em jogo da nona jornada, disputado sábado, os “militares” empataram, em casa, com o Vilankulo FC a zero golo, isto depois de terem empatado no campo do Chingale pelo mesmo resultado, na ronda anterior.

 

 

Com este empate, a turma “militar” ganhou um ponto a um dos concorrentes directos na fuga à despromoção, no caso o Estrela Vermelha da Beira, que perdeu com o Desportivo de Nacala, por 2-0.

 

 

Em caso de derrota dos “alaranjados” na próxima ronda, os comandados de Álvaro Matine podem deixar o último lugar.O Matchedje soma cinco pontos, frutos de dois empates já referidos, e da vitória sobre o Maxaquene, a única até o momento, enquanto o Estrela Vermelha conta com oito pontos.

 

 

Curiosamente, na próxima jornada, o Matchedje joga no terreno do Estrela, um despique a ser seguido com particular atenção pelas razões supracitadas.

 

 

O início desastroso da equipa “militar” resultou na demissão de Alex Alves do cargo de treinador. É a única chicotada psicológica na prova decorridas que estão nove jornadas.

 

 

O Moçambola continua a ser liderado pelo Maxaquene, embora HCB e Desportivo de Nacala tenham os mesmos pontos (15), mas em desvantagem no que toca ao confronto directo com os “tricolores”.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:08
 O que é? |  O que é? | favorito

O ESTRELA Vermelha soma e segue no Campeonato da Cidade de Maputo em futebol. No último fim-de-semana, os “alaranjados” foram a Ka Tembe bater o Beira-Mar por duas bolas sem concorrência, em partida referente a quarta jornada da prova.

 

O Desportivo, por sua vez, recebeu e venceu o Olympique, também da Ka Tembe pelo mesmo resultado, ou seja, por 2-0. Mas a goleada da ronda foi conseguida por Mahafil na recepção a Nova Aliança. A equipa orientada por Uzaras Momed venceu por 8-1, redimindo-se da derrota por 0-4 sofrida diante do Estrela semana passada.

 

 

O Vulcano continua a fazer das suas e no domingo bateu o 1º de Maio por duas bolas a uma. A Académica, outro forte candidato ao título, levou de vencida o Ferroviário das Mahotas. O Cape Cape e Águias Especiais não foram para além de um empate a uma bola.

Com 12 pontos, o Estrela Vermelha lidera, seguindo de Desportivo com 10.

 

 

Incomati e Matola disputam final da taça

 

AS equipas do Incomati e do Desportivo da Matola, disputam no próximo dia 2 de Junho, a final da fase provincial da Taça de Moçambique em futebol.

 

 

Em jogo em atraso da penúltima ronda, o Incomati levou de vencida, o Infulene por 3-1, confirmando o favoritismo.Já o Desportivo da Matola, há muito que está apurado para a final, nas meias-finais derrotou o MG, também da Matola.

 

 

Entretanto, para além da taça de Moçambique, disputou-se uma partida em atraso referente ao Campeonato Provincial de Maputo, com Djuba a receber o Clube da Manhiça, partida que terminou empatada a uma bola.Refira-se que o “provincial” de Maputo é liderado por Incomati com 20 pontos, mais dois que MG, Desportivo da Matola segue em terceiro, com 14 pontos.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:55
 O que é? |  O que é? | favorito

Em Gaza, o Clube local e o Mahelane lideram as respectivas séries. Na Série A, mesmo com empate a uma bola diante de Teka Mahala, o Clube de Gaza ficou ainda mais líder, com 16 pontos, contra 11 do segundo classificado, Teka Mahala. Resultado semelhante verificou-se no encontro entre Macuácua e Manjacaze.

 

 

Os embates Ferroviário de Gaza-Chidenguele e Costa do Sol-3 de Fevereiro foram adiados.Já na série B, o Mahelane destronou o Chibutense do topo, após vitória por 1-0 no confronto directo. Assim o Mahelane passou a somar 10 pontos, mais dois que o Chibutense.

 

 

O Massingir recebeu e venceu Mabalane por 2-1, enquanto Samora Machel foi a Chibuto vencer a Associação Desportiva local por 2-0.

 

Nova Aliança averba mais uma goleada

 

O histórico Nova Aliança da Maxixe voltou a ser “trucidada”, desta feita pela Liga Muçulmana por 5-1, depois de 7-0 na jornada anterior contra Temusa da Massinga.

 

 

Noutros jogos do “provincial” de Inhambane, o Comércio da Maxixe foi a Quissico golear o FC local por 4-1. Temusa da Massinga perdeu em casa diante da Associação Desportiva da Maxixe por 2-0 e o Ferroviário de Inhambane recebeu e humilhou o Desportivo de Inharrime por 4-0, numa quarta ronda marcada por goleadas á moda antiga.

 

 

O Ferroviário de Inhambane, lidera com 12 pontos, mais cinco que a dupla Temusa e Liga Muçulmana. Sem qualquer ponto, a Nova Aliança e Desportivo de Inharrime acendem o fundo da tabela. Na próxima ronda, a quinta, teremos os seguintes embates: Nova Aliança-ADM, Quissico-Temusa, Desportivo de Inharrime-Liga Muçulmana, Comércio-Ferroviário.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:44
 O que é? |  O que é? | favorito

O Textáfrica aproveitou o deslize do líder Chimoio FC que empatou a zero na recepção ao Pipeline para se aproximar da liderança, após vitória sem contestação por 5-0, diante do Matchedje, em partida da 10ª jornada do “Provincial” de Manica.

 

 

Assim, os “fabris” passaram a somar 24 pontos, menos um que Chimoio FC, numa ronda em que o Atlético levou de vencida a Academia Chichapa, o Desportivo de Manica goleou Messica por 7-0. Leões de Vumba bateu Akllin por 2-1 e Gold Star cumpriu com os serviços mínimos na recepção a Liga Muçulmana (1-0).

 

 

Palmeiras e Sporting colados

 

Luta acesa é o que está a acontecer na Zambézia. O Sporting e Palmeiras encontram-se colados ao cabo de nove jornadas somando 24 pontos, mais dois que o ferroviário de Quelimane no terceiro posto. O fim-de-semana, os “leões” aproveitaram-se da derrota por 1-0 diante do Ferroviário de Quelimane, para chegarem a liderança.

 

 

O Sporting bateu o Matchedje por uma bola sem concorrência. 3 de Fevereiro e 1º de Maio empataram sem abertura de contagem. Benfica e Califórnia empataram a duas bolas e Mocuba foi a Morrumbala vencer por 1-0.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:40
 O que é? |  O que é? | favorito

Mesmo não ter entrado em cena devido ao número impar de equipas, o Ferroviário de Nacala continua firme na liderança com 14 pontos, mais dois que o Sporting de Monapo, em segundo, ao cabo de sete jornadas do “Nampulense” que forneceu os seguintes resultados: Benfica de Nampula-Benfica de Monapo (2-0), Sporting de Monapo-Angoche (3-2), Sporting de Nampula-Ilha de Moçambique (0-1).

PRM reina em Cabo Delgado

 

Após vitória na deslocação á ilha do Ibo onde derrotou o Desportivo local por duas bolas a uma, a PRM viu a sua vantagem dilatada no comando do “Provincial” de Cabo Delgado.

 

 

Associação Depsortiva de Pemba venceu o Desportivo de Pemba por 2-1. O Desportivo de Mueda e Ferroviário de Pemba não foram para além de um nulo, enquanto o Paróquia-Beira-Mar foi adiado.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:35
 O que é? |  O que é? | favorito

ARMINDO Nhavene destacou-se entre os tenistas nacionais que participaram num dos torneios da Liga Sul-Africana disputado no último fim-de-semana, em Nelspruit, na província de Mpumulanga, ao conquistar a prova de sub-14.

 

Esta é a segunda vez que Armindo Nhavene Jr. consegue um resultado dignificante em torneios internacionais, depois da Namíbia. Enquanto isso, as tenistas Deana Costa e Cláudia Sumaia venceram, por seu turno, a prova de pares-raparigas, ou seja da categoria de sub-16.

 

 

Recordar que a Selecção Nacional, composta por oito tenistas, participou no evento a convite da federação sul-africana.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:31
 O que é? |  O que é? | favorito

A CIDADE da Matola acolhe no próximo dia 25 do mês em curso uma corrida de ciclismo denominada Circuito da União Africana, alusiva ao dia daquela organização continental, fundada há 50 anos em Addis-Abeba, Etiópia.

 

A prova é organizada pela Federação Moçambicana de Ciclismo (FMC) em coordenação com a Associação Provincial da modalidade a nível da província de Maputo, e será feita num percurso de 63 quilómetros divididos em três voltas, dado que o referido circuito tem apenas 21 quilómetros.

 

 

A prova terá início às 8.00 horas e se prevê que termine às 11.00, comportando o seguinte itinerário (a partida e chegada será na Avenida da União Africana): Avenida da Rádio Moçambique, Estradas Nacionais números Dois e Quatro, Mozal e de novo a Estrada Nacional Número Dois e Avenida da União Africana (meta).

 

 

Em virtude da corrida o tráfego será interrompido nas avenidas abrangidas pelo circuito, sendo permitido apenas o cruzamento das mesmas.

 

 

Os organizadores da prova prevêem a participação de mais de 100 ciclistas de ambos os sexos, oriundos de diferentes partes da província e cidade de Maputo. Refira-se que esta é a segunda corrida organizada pela FMC, depois de no passado dia 13 de Abril ter promovido a Taça Imran Akuji, que teve um percurso de cerca de seis quilómetros.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:23
 O que é? |  O que é? | favorito

O DIA era de festa para o Ferroviário, pois já tinha garantido a conquista do Torneio da Federação Moçambicana de Patinagem, mas queria fechar com a chave de ouro a sua participação na competição. 

 

No entanto, o Desportivo não quis ser o bobo da festa e aplicou aos “locomotivas” uma goleada de 6-3. Há muito tempo que os “alvi-negros” não derrotavam os seus principais rivais ainda para mais por números tão esclarecedores.

 

Talvez descansados pelo facto de jogarem já com o troféu na “mão” afrouxaram, mas o que fica para história é essa pesada derrota. Apesar de ter vencido o Ferroviário, o máximo que o Desportivo conseguiu foi consolidar o segundo lugar, logo à frente do Estrela Vermelha que venceu a Académica, por 6-4, noutra partida que marcou o encerramento da prova.

 

Esta semana arranca já o campeonato da cidade e a avaliar por este triunfo que veio de certa forma quebrar a hegemonia de vitórias consecutivas dos “locomotivas” – mais de dez – perspectiva-se um despique aceso pelo título.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:16
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
18
19
24
25
26
27
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO