Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 30 DE Maio 2013

PARTE esta manhã rumo a Gaberone, capital do Botswana, a Selecção Nacional de Atletismo, que no fim-de-semana vai disputar os Campeonatos Regionais da modalidade a nível da Zona VI nas categorias de seniores e juvenis em ambos os sexos.

 

Para esta prova, que apura os representantes da Zona VI para os Campeonatos Africanos, a Selecção Nacional será representada pelos seguintes atletas: Kurt Couto, 400 metros barreiras, e Emílio Zondane, 110 barreiras (Ferroviário de Maputo); Flávio Seholhe, 800 e 1500 metros, e Janeth Mbaweni, 100 e 200 (Matchedje); Alberto Mamba, 800 e 1500 (Universidade Pedagógica); Samuel Muchepa, 400 e 800 (Ferroviário da Beira); Alberto Kudzanai, 100, 200 e salto em cumprimento; e Domingos Dolis, lançamento de dardo e disco (Ferroviário da Beira), em seniores masculinos.

 

 

Em seniores femininos foram seleccionadas as seguintes atletas: Sílvia Panguana, na especialidade de 100 metros barreiras e 200 (Desportivo); Telma Cossa, 100 metros barreiras, Naira Rafael, 800 e 1500, e Elisa Cossa, 100 e 200 metros (Matchedje); Salomé Mugabe, lançamento de peso, dardo e disco (Ferroviário Maputo).

 

Kurt Couto e Flávio Silhole, em masculinos, e Sílvia Panguana, em femininos, são as grandes esperanças do nosso país, tendo em conta as marcas que têm vindo a registar nos últimos tempos.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:11
 O que é? |  O que é? | favorito

NUM jogo carregado de emoção a vibração até ao final, Cantoná impediu que o Costa do Sol regressasse às vitórias, graças a um golo apontado já em cima dos noventas minutos, fixando o resultado numa igualdade a uma bola.

 

Na primeira parte nenhuma das equipas conseguiu sobressair no ataque. Um festival de passes falhados caracterizou os primeiros 45 minutos e quando tal acontece o futebol perde grande “dose” da sua graça. Notava-se que havia vontade em ambos os conjuntos em chegar com perigo à baliza adversária, mas ambos o faziam de forma atabalhoada e quase todas as jogadas “morriam” à entrada da grande área.

 

 

A partida até teve um início com cheiro a golo. No primeiro minuto Manuelito II obrigou Caio a aplicar-se a fundo para evitar aquele que seria um dos golos mais rápidos do Moçambola. A resposta não tardou e, aos oito, foi Imo a pôr à prova os reflexos de Binó. A partir daí começou-se a notar uma total falta de clarividência, algo inexplicável, visto terem estado em campo duas das equipas compostas por alguns dos jogadores mais habilidosos da prova.

 

 

O público, que quase lotou as bancadas do campo do Costa do Sol, teve que esperar até ao meio da primeira parte para ver mais um lance de apuros. Josimar fez a bola passar poucos centímetros acima do travessão. Já aos 42 minutos surge a situação mais clara de golo.Numa bola bombeada, Hélder Pelembe isola-se e remata ao lado, fazendo o que parecia ser o mais difícil.As alterações efectuadas nos primeiros minutos da etapa complementar ofereceram maior qualidade ao jogo.

 

 

Embora o prelo não estivesse a ser disputado ao nível do que o Costa do Sol e a Liga podiam “brindar” aos espectadores, houve mais oportunidades de golo, duas das quais finalizadas com sucesso. Dário Khan, de bola parada, colocou os “canarinhos” a vencerem quando estavam jogados 52 minutos, facto que obrigou os pupilos de Litos a correrem atrás do prejuízo durante quase toda a segunda parte. A resposta da Liga não tardou e Josimar foi o primeiro a dizer que a equipa “muçulmana” não queria sair derrotada com um cabeceamento. A bola só não entrou graças a uma defesa espectacular de Binó.

 

 

Com o tempo a passar, o técnico português fez entrar o seu goleador-mor, Sonito, que acabou sendo o trunfo certo. Numa das suas primeiras intervenções surgiu bem enquadrado mas atirou ao lado.

 

 

O aviso estava dado, a pressão da Liga aumentou e já ao cair do pano chegou o golo do empate. Sonito foge da defensiva e perante a saída de Binó mete a bola por baixo do corpo do “keeper” e já sob a linha de golo aparece Cantoná a concretizar, quando Dário Khan preparava-se para evitar o pior. Até ao final do jogo nada mais houve a assinar, até porque o tempo já não o permitia.Estêvão Matsinhe falhou ao não assinalar uma grande penalidade a favor da Liga por carga sobre Zainadine Jr.  Mas de resto esteve bem.

 

 

 

FICHA TÉCNICA


ÁRBITRO: Estêvão Matsinhe, auxiliado por Ivo Francisco e Carlos Guambe. Quarto árbitro: Virgílio Absalão

 

COSTA DO SOL: Binó; Dário Khan, Manuelito I, Dito e João Mazive; Mambo, Alvarito, Nelson (David) e Manuelito II (Sanito); Rúben e Tony (Gildo)

 

LIGA MUÇULMANA: Caio; Chico, Zainadine Jr., Cantoná e Miro; Mustafá, Muandro (Joseph), Rachid (Sonito) e Imo (Liberty); Josimar e Hélder Pelembe

 

DISCIPLINA: Cartão amarelo para Zainadine Jr. (Liga Muçulmana) e Dário Khan (Costa do Sol) 


GOLO: Dário Khan (55 min.) e Cantoná (90 min.)

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:01
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESAFIO de gigantes entre o Costa do Sol e a Liga Muçulmana, de atraso da nona jornada do Moçambola, resultou num empate a um golo. Esta igualdade beneficiou as duas equipas, visto que subiram na classificação. A Liga Muçulmana ascendeu ao terceiro lugar, enquanto o Costa do Sol subiu ao sétimo.

 

A equipa “muçulmana” passou a somar 17 pontos e ficou a apenas um ponto do HCB e do Maxaquene, primeiro e segundo classificados, respectivamente.

 

 

Os treinados de Litos passaram o Chibuto na classificação, pois, embora o representante da província de Gaza tenha os mesmos pontos, está em desvantagem no “goal average”. A Liga marcou 14 e sofreu seis, enquanto o Chibuto apontou 12 e sofreu 11.

 

 

Já o Costa do Sol, apesar do empate, subiu na classificação, passando da nona para a sétima posição. Os canarinhos somam 13 pontos e superaram na classificação o Desportivo de Nacala e o Ferroviário de Maputo. 

 

 

O tento da equipa “muçulmana” foi obtido já em cima dos noventa minutos. Cantoná restabeleceu a igualdade depois de Dário Khan ter colocado a turma “canarinha” em vantagem no início da segunda parte.Refira-se que a Liga tem mais dois jogos em atraso por realizar, nomeadamente frente ao Maxaquene e Vilankulo.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:53
 O que é? |  O que é? | favorito

O DESPORTIVO perdeu na tarde de domingo por duas bolas sem resposta diante do Estrela Vermelha, em partida mais aguardada da quinta jornada do Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo.

 

Com a derrota, os “alvi-negros” vêem os “alaranjados” se distanciarem na liderança da prova, com 15 pontos, frutos de cinco vitórias em outros tantos jogos. O Desportivo quedou para o terceiro lugar com 10 pontos, menos um que o Vulcano que está no segundo posto.

 

 

Noutras partidas, o 1º de Maio foi a Catembe bater Olympique por 3-0. O Ferroviário das Mahotas empatou a zero com o Mahafil. O Nova Aliança empatou a duas bolas com o Beira-Mar. As Águias Especiais venceram Académica por 1-0. O Vulcano bateu o Cape Cape por uma bola sem concorrência.

 

 

Na próxima ronda, a sexta, o Desportivo mede forças com o Nova Aliança, o 1º de Maio bate-se com o Estrela Vermelha, Vulcano recebe Olympique. A Académica terá pela frente o Cape Cape, o Mahafil defronta as Águias Especiais e Beira-Mar esgrime-se com o Ferroviário das Mahotas.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 12:32
 O que é? |  O que é? | favorito

O Incomáti foi o grande vencedor da nona jornada do Campeonato Provincial de Futebol de Maputo, ao golear Maragra por quatro bolas sem resposta, saldo que lhe permite continuar na liderança isolada da prova.

 

 

O MG, actual segundo classificado, com 21 pontos, menos dois que Incomáti, venceu o Munguíne por 2-0 e o Djuba venceu o Infulene por 3-2. O Desportivo da Matola recebeu e venceu o Ntumbuluku da Moamba por 2-0, enquanto o Khongolote goleou o Clube da Manhiça por 4-1.A próxima jornada, a 10ª, reserva-nos os seguintes embates: Desportivo da Matola-Infulene, MG-Ntumbuluku, Maragra-Munguine, Khongolote-Incomáti e Djuba-Manhiça.

 

 

Nova aliança e Inharrime bobos da festa

 

O Nova Aliança e o Desportivo de Inharrime estão a desempenhar o papel de “bobos” da festa no Campeonato Provincial de Inhambane. As duas equipas somam em pesadas goleadas as partidas já realizadas até aqui.

 

 

E neste fim-de-semana, a situação não podia ter sido diferente. Nova Aliança perdeu por 11-0 diante da Associação Desportiva de Maxixe, enquanto o Desportivo de Inharrime perdeu por 8-0 na recepção à Liga Muçulmana. O Quissico empatou a duas bolas diante de Temusa de Massinga e o Comércio da Maxixe venceu o Ferroviário de Inhambane por uma bola sem concorrência.

 

 

Ao cabo de cinco jornadas, a prova é liderada pelo Ferroviário de Inhambane com 12 pontos, mais dois que a Liga Muçulmana e mais quatro que Temusa da Massinga, em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:21
 O que é? |  O que é? | favorito

O Textáfrica perdeu a oportunidade de assaltar o comando do “Provincial” de Manica ao responder com apenas um empate, o nulo consentido pelo líder Chimoio FC na recepção ao Gold Star. Os “fabris” do planalto empataram a uma bola diante do Pipeline, deixando tudo na mesma no topo, 26-25, a maior para o Chimoio.

 

 

O Matchedje beneficiou-se da falta de comparência de Messica FC, a Liga Muçulmaan bateu Leões Vumba, por 2-0, e Chichapa empatou com Aklin, a uma bola. Os jogos são referentes a 11ª ronda.

Palmeiras vence e isola-se no comando

 

O Palmeiras derrotou o Sporting por uma bola sem resposta em partida mais aguardada da 10ª jornada do Campeonato Provincial da Zambézia. Com o triunfo sobre aquele que é o principal adversário, o Palmeiras isolou-se no comando da prova, com 27 pontos, mais três que o Sporting.

 

 

Noutros jogos, Califórnia bateu 3 de Fevereiro, por 1-0, o Benfica de Quelimane goleou Morrumbala, por 4-1. O Ferroviário de Quelimane derrotou o Matchedje, por 1-0, e o 1º de Maio goleou Mocuba, por 5-2.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:14
 O que é? |  O que é? | favorito

O Ferroviário de Nacala contínua líder isolado do Campeonato Provincial de Futebol de Nampula, vulgo “Nampulense”, apesar do empate que lhe foi imposto a duas bolas no seu reduto pela turma do Sporting de Monapo, que por sinal é o perseguidor mais directo na tabela classificativa da prova, que no último fim-de-semana rodou a sua oitava jornada da segunda volta.

 

 

Noutras partidas da jornada, a equipa de Angoche Clube de Desportos obteve a sua primeira vitória no certame ao receber e vencer, por duas bolas a zero, o conjunto da Associação Desportiva da Ilha de Moçambique, enquanto no “derby” dos rivais Sporting e Benfica, ambos da cidade de Nampula, não foram para além de um empate a um golo.

 

 

Nesta jornada, o Benfica de Monapo ficou de fora devido ao número ímpar das equipas que participam na prova.

 

 

Com a disputa desta jornada o Ferroviário comanda a prova com 15 pontos, seguindo-lhe na segunda posição o Sporting de Monapo com 13.

O Benfica de Monapo e Sporting de Nampula estão na posição seguinte, ambos com oito pontos, o mesmo acontecendo com as turmas da Associação Desportiva da Ilha de Moçambique e o Benfica de Nampula com seis pontos, enquanto a “lanterna vermelha” é a Associação Desportiva da Ilha de Moçambique.

 

PRM desliza em Mueda

 

A PRM, actual líder do “Provincial” de Cabo Delgado, perdeu na recepção ao Desportivo de Mueda, por 2-3, cedendo à concorrência na luta pelo título apesar de continuar destacado no comando com 12 pontos, mais quatro que a dupla Associação Desportiva de Pemba e Desportivo de Ibo.

 

 

O Ferroviário de Pemba empatou com a Associação Desportiva local sem abertura de contagem, o Beira-Mar bateu o Desportivo de Ibo, por 2-1, e o Desportivo de Pemba foi goleado na recepção à Paróquia de Mueda, por 0-3.

 

 

Na próxima ronda, a sexta, estão programados os seguintes jogos: AD Pemba-Paróquia, Desportivo do Ibo-Desportivo de Pemba, Desportivo de Mueda-Beira-Mar e Ferroviário de Pemba-PRM.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 12:10
 O que é? |  O que é? | favorito

A XI Edição do Festival Nacional dos Jogos Desportivos Escolares, que este ano terá lugar na província de Tete de 20 a 29 de Julho próximo, foi sorteada sexta-feira, em Maputo.

 

Tete, na qualidade de anfitriã, encabeça a Série “A”, estreando-se a 20 de Julho defrontando o Niassa nas modalidades colectivas. Outros cruzamentos são Maputo província-Nampula e Inhambane-Manica.

 

 

Já a cidade de Maputo, na qualidade de vencedora absoluta da edição passada, encabeça a Série “B”, onde também estão as províncias de Cabo Delgado, Gaza, Sofala e Zambézia. O quadro de jogos da ronda inaugural em todas as modalidades é o seguinte: Cabo Delgado-Zambézia e Gaza-Sofala. Fica de fora a cidade de Maputo devido ao número ímpar de equipas.

 

 

A edição 2013 dos Jogos Escolares esperava-se que movimente cerca de duas mil pessoas, e em princípio cada delegação terá uma composição de 163 elementos, entre alunos/atletas, treinadores, árbitros e demais pessoal de apoio.

 

 

Refira-se que, a-propósito deste evento, o director do Instituto Nacional do Desporto, António Munguambe, efectuou uma visita à província de Tete para se inteirar dos preparativos.Saliente-se que a última edição teve lugar há dois anos na província de Maputo.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:49
 O que é? |  O que é? | favorito

O DUELO entre os pilotos Karl Pitzer e Laher Maciel na classe maxterino do Campeonato de Karts da Cidade de Maputo mantém-se aceso, após a disputa, domingo, da terceira prova.

 

O piloto Laher Maciel redimiu-se vencendo a prova com a vantagem de três pontos sobre o líder e rival Karl Pitzer (102-99), resultado que lhe coloca a um ponto deste na classificação geral. Maciel ficou a quatro pontos de Pitzer na segunda prova (99-103), depois da igualdade a 102 pontos na primeira. Com este desfecho Karl Pitzer lidera com 304 pontos, contra 303 de Laher Maciel.

 

 

Enquanto isso, Eric Kasa continua no encalço da dupla como detentor do terceiro lugar, Na derradeira prova somou 90 pontos e não sai do precioso lugar desde que o campeonato começou, facto que leva a crer que a luta pelo título poderá resumir-se ao trio. Kasa soma actualmente 270 pontos.Salientar que a classe maxterino conta com nove participantes.

 

 

Enquanto isso, em cadetes, a entrada em cena de Lagson Leão elevou para três o número de concorrentes desta classe de iniciação. O piloto teve uma estreia surpreendente ao terminar a prova em segundo lugar com 96 pontos, relegando Ricardo Pereira à última posição, com menos seis. Nathan Shana voltou a vincar a sua supremacia, dominando a prova com 106 pontos. Concluídas três provas, Shana lidera com 316 pontos contra 282 de Ricardo Pereira. 

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:39
 O que é? |  O que é? | favorito
Quarta-feira, 29 DE Maio 2013

A PRIMEIRA volta do Moçambola não tem sido nada pacífica dentro do rectângulo de jogos. Os adeptos andam assanhados e com os nervos à flor da pele. As actuações das equipas de arbitragem têm sido o pólo de discordância entre a massa adepta.

 

Devido ao mau comportamento dos seus apoiantes, o HCB é o mais visado pelo Conselho de Disciplina da Liga Moçambicana de Futebol (LMF). A turma do Songo, para além de ter que pagar multa de 20 mil meticais, vai cumprir, segundo deliberação da LMF, um castigo de dois jogos à porta fechada.

 

 

Mais uma vez, o organismo que gere o Moçambola demonstra mão pesada para casos de comportamento incorrecto dos adeptos. No caso particular os apoiantes da colectividade em referência exibiram o seu lado violento na partida frente ao Chingale referente à nona jornada, arremessando para o interior do relvado pedras contra a equipa de arbitragem. Esses ataques resultaram no ferimento de um dos auxiliares. 

 

 

A equipa do Songo não contará com o apoio da sua massa associativa nos próximos dois desafios em casa frente ao Estrela Vermelha da Beira e Desportivo de Nacala.Esta situação pode abalar o HCB, numa altura em que atravessa um excelente momento de forma e lidera o Moçambola, a par do Maxaquene, com 18 pontos.

 

 

CHINGALE CORRE  OS MESMOS RISCOS 

O Chingale pode ser penalizado na mesma dose ou ainda como uma mais pesada pelo comportamento incorrecto dos seus adeptos que, para além de terem agido mal no recinto desportivo, transferiram a sua ira para fora dele, tendo partido vidros dos carros que se encontravam estacionados nas imediações do Campo do Desportivo de Tete. Esta confusão surgiu em protesto contra a equipa de arbitragem, muito contestada pelos tetenses na partida diante do Chibuto no último domingo.

 

 

Refira-se que, ainda esta época, o Ferroviário de Nampula fez os três primeiros jogos em casa à porta fechada em virtude do comportamento violento dos seus adeptos no jogo contra o Têxtil do Púnguè referente à época 2012.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
18
19
24
25
26
27
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO