Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 22 DE Fevereiro 2013

A SELECÇÃO Nacional de seniores masculinos defronta hoje, a partir das 18:00 horas, o Botswana, em desafio das meias-finais das eliminatórias da Zona VI de acesso ao Campeonato Africano a ter lugar em Abidjan, Costa do Marfim, em Agosto.

 

No final do jogo contra as Seychelles, pontuável para a terceira e última jornada, Samora Mucavele afirmou que “na capital é para ganhar, vamos dar cabo dos nossos adversários”, declarações que elucidam o espírito de confiança que caracteriza o grupo por estas alturas. E não é para menos o registo cem por cento vitorioso na fase de grupos e que deixa os rapazes do Índico carregados de grande motivação.

 

 

A avaliar pelo oponente que cruza o caminho da equipa moçambicana nas meias-finais, arrisca-se dizer que a Selecção Nacional tem antecipadamente assegurada a presença na final.

 

O Botswana não reúne condições para contrariar o favoritismo dos comandados de Milagre Macome, como ficou claro na jornada inaugural, na qual Moçambique venceu por 105-19, números que reflectem a enorme supremacia sobre os tswanas. Face a este registo, é seguro afirmar que a vitória será moçambicana e por números que andarão muito longe dos que foram conseguidos pela Selecção Nacional no primeiro duelo.

 

 

Importa referir que Moçambique e Botswana tiveram, na fase de grupos, percursos completamente distintos, porque enquanto a Selecção Nacional ganhava em todos os jogos, os forasteiros somavam por derrotas as partidas por si realizadas, tendo terminado em último lugar na fase de grupos.

 

 

O público que acorrerá ao Pavilhão do Desportivo assistirá mais um triunfo do conjunto nacional naquele que, ao que tudo indica, será mais um embate para ensaiar jogadas e ganhar maior entrosamento já a pensar na final.

 

 

A equipa moçambicana parte para este jogo na sua máxima força. Octávio Magoliço, que tinha apresentado algumas queixas durante o jogo com a Zâmbia, na segunda jornada, está completamente recuperado e poderá integrar o cinco inicial. 

 

 

Noutra meia-final, a Zâmbia mede forças com as Seychelles, a partir das 20:00 horas, numa partida em que os zambianos são favoritos.

A turma zambiana é o principal concorrente da turma nacional e é também o mais provável finalista.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:47
 O que é? |  O que é? | favorito

A SELECÇÃO Nacional de futebol faz parte do pote três do sorteio da fase de qualificação ao Campeonato Africano das Nações de 2015 que terá lugar em Marrocos, revelou, ontem, a Confederação Africana de Futebol (CAF).

 

O sorteio está agendado para 10 de Março em Marrocos, país que vai acolher a maior prova do futebol continental.No pote três, os “Mambas” são acompanhados pela Etiópia, Benin, Angola, Níger, Zimbabwe, Guiné Equatorial, Malawi, Burundi, Libéria  e Sudão. Por estarem agrupados no mesmo pote, estas selecções não poderão defrontar-se na fase de grupos.

Sendo assim, Moçambique evita um encontro com a eterna rival Angola.

 

 

CABO VERDE CABEÇA-DE-SÉRIE



Cabo Verde, uma das sensações do último CAN realizado recentemente na vizinha África do Sul, é cabeça de série.

Para além dos “Tubarões Azuis”, estão no pote um as seguintes selecções: Nigéria (campeã africana em título), Burkina Faso (vice-campeã), Costa do Marfim, Togo, Mali, África do Sul, RD Congo, Zâmbia, Tunísia, Gana.

 

 

A excelente prestação da selecção cabo-verdiana no CAN, com o apuramento para os quartos-de-final, logo no ano de estreia, foi fundamental para poder constar como uma das cabeças-de-série.

 

 

No segundo pote estão Egipto, Líbia, Argélia, Senegal, Camarões, Guiné-Conacri, Serra Leoa, Gabão, Uganda, Congo e República Centro Africana.O quarto pote será preenchido após a fase preliminar, que contará com as restantes duas selecções africanas de língua oficial portuguesa, nomeadamente Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.

 

 

Estarão representadas no sorteio 44 selecções, distribuídas por quatro potes de 11 em função da actual classificação no “ranking” da FIFA.

A Confederação Africana de Futebol (CAF) já anunciou que a prova vai voltar ao formato habitual - dois em dois anos, mas agora em anos ímpares - em oposição ao modelo testado na última edição.  
 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:39
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

SOFALA devia, em condições normais, liderar a natação moçambicana, porque, para além de piscinas, tem Verão permanente, situação favorável para que a modalidade seja praticada sem interrupção. Esta é observação feita por Gilberto Mendes, que promete acções periódicas de formação de técnicos naquele ponto de país, trazendo especialistas estrangeiros abalizados na matéria.

 

Sofala conta actualmente com quatro piscinas, nomeadamente do Ferroviário, Universidade Pedagógica e Goto, todas na capital provincial, Beira, e da Açucareira de Mafambisse, que constituem maior parte do universo de recintos para a prática de natação a nível do país. As piscinas de Goto e de Mafambisse são a únicas que não estão em funcionamento.

 

 

Gilberto Mendes convidou aos interessados pela natação a aproveitar as condições infra-estruturais existentes e o clima favorável para impulsionar a prática da modalidade naquele ponto do país.

 

 

Disse que a federação que dirige vai apostar em Sofala, dotando-a de técnicos qualificados para que a associação possa beneficiar de excelentes condições que a província tem em termos de infra-estruturas.

 

 

Sofala vai, durante este ano, ser a principal prioridade em acções sobretudo de formação. Esta é uma estratégia visando a capitalização das infra-estruturas disponíveis, o que passa pelo alargamento de número de técnicos para trabalharem nos diversos recintos disponíveis. Exige-se, por isso, que enviemos com regularidade à Sofala técnicos internacionais de primeira linha. Vamos apostar em Sofala que, em condições normais, devia liderar a natação moçambicana”, elucidou Mendes.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:33
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

DOIS técnicos proeminentes e que se notabilizaram a nível das selecções nacionais de natação e formação de novos talentos em diversos clubes, nomeadamente Frederico dos Santos e Valério Domingos, queixam-se de exclusão nas missões que vinham levando a cabo na Federação Moçambicana da modalidade

 

 

Frederico dos Santos, que para além de seleccionador nacional já fez parte das várias comissões técnicas na FMN, diz que é alvo a abater pelo facto de ter feito parte da lista liderada por Mohamed Essak nas eleições que ditaram a eleição de Gilberto Mendes para o cargo de presidente da FMN, em 2010. Por seu turno, Valério Domingos considera-se vítima do prémio que recebeu entanto que coordenador da selecção nacional durante os Jogos Africanos Maputo-2011. Adiante as declarações dos dois técnicos.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:14
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

VALÉRIO Domingos, ex-presidente do conselho técnico, revelou que a sua participação nos Jogos Africanos Maputo-2011 foi o brotar do copo, quando a moçambicana de naturalidade italiana, de nome Myrian Corsin, conquistou a medalha de prata. Contou que foi por via daquela medalha que, na qualidade de coordenador técnico da selecção de natação, foi contemplado pelo prémio atribuído pelo Governo. Valério recebeu 100 mil meticais.

 

 

Segundo explicou, a premiação contemplou a atleta, o técnico, o coordenador da equipa e o médico. O técnico disse que algumas pessoas da federação de natação queriam que partilhasse o prémio. Ajuntou que o cheque relativo ao montante foi passado a seu nome, dai que é legítimo destinatário dos 100 mil meticais.

 

 

Desde então não sou convocado a reuniões. Não querem trabalhar com Valério por causa dos 100 mil meticais. Este é o culminar dos problemas que existiam ainda no decurso da preparação da selecção para os Jogos. Nalgumas ocasiões treinaram sem me comunicar e o prémio foi o motivo já suficiente para que essas pessoas concretizarem os seus objectivos de me afastar”, comentou, ajuntando que nem se quer foi convidado para o balanço dos Jogos Africanos.

 

 

Valério disse que apesar de excluído, nunca foi destituído. Porém, preferiu por bem ficar no seu canto. Disse que fez isso quando apercebeu-se da presença de outras pessoas que não faziam antes parte do conselho técnico.

 

 

Contou que na altura o conselho técnico era constituído por si, Fernando Miguel (vice-presidente), Rui Xavier (vogal) e Georgina Sónia (secretária). Revelou que a comissão é agora constituía por Rui Xavier, Janete Antunes e António Branco.

 

 

 

Estes dois últimos não faziam parte da comissão. Agora está mais que claro que a comissão tem uma nova direcção. Rui Xavier é que praticamente está a liderar”, anotou.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:07
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

O EX-seleccionador nacional e agora treinador do Tubarões de Maputo, Frederico dos Santos, revelou que tem sido vítima da exclusão devido ao facto de ter se juntado à lista liderada por Mohamed Essak no escrutínio que ditou a eleição de Gilberto Mendes ao cargo de presidente da FMN.Referiu que foi a partir dai que deixou de ser mais uma valia para a natação, mas sim alvo a abater.

 

 

Frederico dos Santos classificou Gilberto Mendes de bom presidente para a natação e que, infelizmente, a falta de tempo para dedicar-se plenamente à modalidade e o facto de não ter bons colaboradores levam a modalidade a continuar na mesma.

 

 

Infelizmente não estamos a saber aproveitar Gilberto Mendes. As pessoas que trabalham directamente com ele, que têm a obrigação de dar-lhe a conhecer o estágio actual da natação, não o fazem. Preocupam-se com guerrinhas que não ajudam a modalidade. Aliás, é do conhecimento público que os interesses pessoais se sobrepõem aos da modalidade”, lamentou.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

REAGINDO a respeito desta matéria, o timoneiro da natação disse que a comissão técnica que organizou os Jogos Africanos saiu da sua eleição e que houve pessoas que, ao longo do percurso, abandonaram os cargos sem nenhuma explicação.

 

É esta comissão que acabou com a falsificação de resultados e recordes. Co-organizou com sucesso os Campeonato Africano da Zona III e IV.

 

Regrou o mapeamento técnico da modalidade solicitando sempre o parecer e colaboração de todos os técnicos por via da Associação de Natação da Cidade de Maputo (ANCM) e esta, por sua vez, aos clubes. Portanto, ninguém tem sido marginalizado”, disse.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:48
 O que é? |  O que é? | favorito
tags:

O MAXAQUENE derrotou, na tarde de ontem, no Estádio da Machava, o Ferroviário, por uma bola sem resposta, em partida pontuável para segunda jornada (antecipada) da Taça de Honra-Colgate, uma prova que envolve representantes da cidade de Maputo no Moçambola.

 

Noutra parida, realizada no mesmo recinto, o Matchedje venceu a Liga Muçulmana pela mesma marca.

 

 

“TRICOLORES” MAIS ASTUTOS



Um tiro de encher o olho desferido por Filipe, aos 29 minutos, foi suficiente para decidir o vencedor numa partida que se esperava bastante renhida e acima de tudo equilibrada. Verdade ou não, o certo é que o Maxaquene foi a equipa mais astuta ao saber explorar os erros do adversário, que acusou pouco ritmo. Aliás, este foi para o Ferroviário o primeiro jogo sério, dai que não surpreendeu a ninguém a sua falta de entrosamento, sobretudo no ataque, que andou muito descoordenado, com Diogo, Burramo e Luís a fazerem pressão que em nada resultou.

 

 

Os “tricolores”, por sua vez, tinham Kito, Macamito e Filipe como unidades mais flexíveis no ataque e Gabito no comando defensivo. É neste contexto e numa jogada aparentemente inofensiva iniciada por Campira, do lado direito, que Filipe marcou um golaço que apanhou Germano desprevenido.

 

 

Os “locomotivas” reagiram logo a seguir e Butana viu o seu cabeceamento a sair por cima. O Ferroviário ainda tentou encostar o adversário, mas sem criar jogadas de golo certo.

 

 

Veio o segundo tempo, o equilíbrio verificado na primeira parte prevaleceu, mas com os “locomotivas” decididos a mudar o rumo dos acontecimentos. Apertaram os “tricolores”, que se viram obrigados a recuar no terreno. Porém, as suas investidas não resultaram. O Maxaquene fechou-se bem e, em contra-ataques, esteve perto de chegar ao segundo golo, no lance em que Kito, isolado na área, permitiu a defesa de Germano.O resultado não mais se alterou e a arbitragem esteve bem.

 

 

FICHA TÉCNICA


FERROVIÁRIO: Germano; Butana (Jeitoso), Wisky, Chico e André; Diogo, Tchitcho, Cândido, Mambucho  e Burramo (Mauro); Luís (Secanhe)

 

MAXAQUENE: Samito; James, Gabito, Campira e Vling; Kito, Macamito, Payò, Filipe e Eboh(Jair); Betinho

 

DISCIPLINA: cartolina amarela para Samito

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:36
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
16
17
23
24
25
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO