Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 08 DE Fevereiro 2013

É JÁ no próximo dia 25 do mês em curso que terão lugar eleições na Federação Moçambicana de Atletismo (FMA) acto irá acontecer na cidade de Xai-Xai. Para já três candidatos já digladiam, sendo que o primeiro, Paulo Sunia, já deixou ficar os seus objectivos caso seja eleito e, os restantes dois António Cucheza e Ângelo Muria prometem massificar a modalidade.

 

António Cucheza, é um homem antigo no atletismo, foi por muitos anos secretário-geral da Associação Provincial de Atletismo de Tete e actualmente é presidente cessante da mesma agremiação, cumpridos dois mandatos.Disse em entrevista  que pretende consolidar aquilo que é o legado do elenco cessante presidido por Sarifa Magide, que por força dos estatutos já não se pode recandidatar.

 

 

Cucheza promete, por outro lado, massificar o atletismo, uma modalidade segundo ele estagnada em termos competitivos e potenciar as associações provinciais em meios materiais para a massificação.

 

 

Na óptica de Cucheza para que o país participe em alta competição é necessário que haja formação e mais gente a praticar o atletismo e, para a massificação advoga que as associações devem ser dotadas de condições materiais e financeiras, o que infelizmente não acontece no país.

 

 

Acredito que é possível tirar o atletismo da situação em que se encontra. Sou antigo na modalidade, conheço os problemas porque passa.”, sublinhou, ajuntando que os presidentes das associações tem sido marginalizados por dirigentes federativos, daí o insucesso da modalidade, principalmente nas provas internacionais.

 

 

Ângelo Muria, por sua vez, é também uma velha raposa da modalidade. E pretende para além de massificar atletismo, qualificar mais atletas para os jogos olímpicos e outras competições internacionais.Para tal, Muria defende que os directores técnicos devem serem mais dinâmicos e interventivos.

Com os directores técnicos das associações e da federação activos e dinâmicos penso que se pode massificar com alguma facilidade o atletismo e termos mais atletas nos jogos olímpicos, por exemplo”, acredita.

 

 

Muria pretende, por outro lado, informatizar o sistema de dados na FMA, bem como alargar a mais, ou seja, há que haver formação para sustentar a modalidade.

 

 

O candidato defende a realização das competições a partir do distrito, passando pela província e depois é que se deve chegar aos campeonatos nacionais. “Mas agora, a pirâmide anda invertida, apenas realizam-se os “nacionais” e alguns pontos do país “provinciais” e, os distritos, postos administrativos não tem direito às competições?”, questiona.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:48
 O que é? |  O que é? | favorito

MOÇAMBIQUE participa de 06 a 13 de Abril nos Campeonatos Regionais de Andebol na categoria de sub-20, em ambos os sexos, provas que terão lugar no Djibouti, no qual os três primeiros classificados apuram-se para os “africanos”.

 

Para estas competições as selecções nacionais já começaram a treinar, fazendo trabalhos no pavilhão do Instituto de Formação de Professores de Munhuana, na periferia da cidade de Maputo.

 

 

O nosso país toma parte destas competições na qualidade de representante da Zona VI, após o sucesso no torneio zonal, que teve lugar ano passado.

 

 

Em masculino, seis selecções tomarão parte do certame, nomeadamente: Moçambique, Nigéria, Uganda, Senegal, Madagáscar e Djibouti.

Em femininos, farão parte oito selecções, designadamente: Moçambique, Senegal, Uganda, Quénia, República do Congo, República Democrática de Congo e Moçambique.

 

 

A Federação Moçambicana de Andebol olha para as provas como oportunidade única de colocar o nosso país a disputar os campeonatos africanos a categoria, dai que a palavra de ordem é a ocupação dos lugares cimeiros. 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 11:38
 O que é? |  O que é? | favorito

LIGA Muçulmana e A Politécnica decidem hoje, a partir das 19:30 horas, quem será o campeão nacional de basquetebol em seniores femininos. O jogo tem lugar no pavilhão Lurdes Mutola (Desportivo).

 

A Liga e A Politécnica chegam a este jogo repartindo o primeiro lugar com dez pontos, facto que faz antever um despique renhido. Ambas equipas transportam para a partida que decidirá o título o rótulo de imbatíveis, facto que torna ainda o embate muito atractivo. De modo geral, sempre que a Liga e A Politécnica se cruzam batem-se a doer.

 

 

Ao contrário do ano passado, em que a equipa “muçulmana” teve um ascendente supremo sobre A Politécnica, prevê-se na final desta edição um desafio mais equilibrado, visto que as universitárias contam com uma equipa mais experiente.A Liga, detentora do título, procura revalidá-lo para justificar o investimento que o clube tem vindo a fazer no sentido de tornar a equipa numa rainha da bola-ao-cesto.

 

 

A anteceder ao jogo decisivo, realiza-se, a partir das 17:45 horas, o desafio entre o Ferroviário e o Costa do Sol. As “locomotivas” têm praticamente o terceiro lugar assegurado, pelo que jogarão para o cumprimento do calendário.O jogo entre Abílio Antunes de Chimoio e Soprotecção de Quelimane, que devia se realizar hoje, teve lugar na terça-feira, com vitoria para a primeira equipa.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:12
 O que é? |  O que é? | favorito

CAMILO Antão e Kalid Cassam são até este momento os concorrentes à presidência da Federação Moçambicana de Voleibol (FMV), cujas eleições estão previstas para o dia 16.

 

Camilo Antão, actual presidente da FMV, procura ser eleito para o seu terceiro mandato e tem pela frente a forte concorrência de Kalid Cassam, ex-presidente da Associação da modalidade da cidade de Maputo.

 

 

Caso seja eleito, Antão propõe-se a fazer uso da sua experiência nos meandros do vólei internacional para desenvolver a modalidade internamente.

 

 

Kalid Cassam pretende injectar “sangue novo” massificando e revitalizando a modalidade em todas as províncias e posteriormente aumentar o nível competitivo das selecções nacionais que andam afastadas das grandes competições africanas.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:59
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE, campeão nacional, e Liga Muçulmana, vencedor da Taça de Moçambique, disputam na tarde de amanha o jogo da Supertaça, no Estádio Nacional do Zimpeto, uma partida que para além de estar em causa o troféu, pode ser um grande teste para as duas formações para os jogos da Afrotaças.

 

O jogo que se espera bastante renhido, será o primeiro encontro oficial dará as duas equipas em 2013, que para a temporada prestes a começar estão bem reforçadas. Quer os “tricolores” quer os “muçulmanos”, abriram a época relativamente cedo dado os compromissos internacionais.

Os campeões nacionais vão disputar a liga dos campeões, enquanto os vencedores da taça estarão na Taça da Confederação.

 

 

Os dois conjuntos fizeram uma parte da pré-época fora de Maputo. Os “tricolores” estiveram na Namaacha onde defrontaram algumas equipas da Suazilândia, nas quais conseguiram resultado vistosos.Os “muçulmanos” estiveram na África do Sul, onde para além de jogarem com equipas locais, tiveram algumas “peladinhas” com umas das equipas que participaram do CAN que se disputa na África do Sul.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:11
 O que é? |  O que é? | favorito

 

AS formações do Chibuto e do Ferroviário da Beira batem-se domingo em tributo às vítimas das cheias.

 

As duas equipas, que se preparam para a temporada que se avizinha, têm estado a realizar jogos de controlo à busca de ritmo competitivo para entrar tranquilos nas competições que se aproximam, com destaque para Moçambola, que é a maior prova futebolística do país.

 

 

O Chibuto regressou esta semana de Nelspruit, onde cumpriu um estádio de oito dias, tendo realizado dois jogos, que resultaram em saldo negativo para os gazenses. Em Nelspruit, Chibuto defrontou e perdeu com Bombela Star, por 2-1. O segundo jogo foi contra Jomo Cosmos, em Joanesburgo, tendo a equipa sul-africana perdido por 2-0.

 

 

Por seu turno, o Ferroviário da Beira encontra-se na cidade de Maputo onde está a cumprir um estágio desde semana passada e que resume em alguns jogos com as equipas locais. Os “locomotivas” beirenses defrontaram, sábado passado, a Liga Muçulmana, tendo perdido por 2-0.

 

Na última quarta-feira, mediram forças com o Maxaquene e também perderam, desta vez por 4-2. Amanhã é a vez de enfrentar o Estrela Vermelha, que milita na segunda divisão. Feito isto, medirão forças com o Ferroviário de Maputo, sábado, no Estádio da Machava, viajando de seguida para Chibuto para o jogo de despedida.  

 

 

De salientar que o Chibuto pretende, através do encontro com o Ferroviário da Beira, angariar fundos para apoiar as vítimas das cheias que assolam o país.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:04
 O que é? |  O que é? | favorito
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
16
17
23
24
25
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO