Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quinta-feira, 31 DE Janeiro 2013

A REUNIÃO ordinária da Liga Moçambicana de Futebol (LMF), realizada terça-feira, não trouxe grandes novidades em termos de decisões, contrariamente ao que estava previsto. A direcção daquela instituição não reuniu o quórum suficiente dos membros para decidir sobre as datas do início do Moçambola-2013, no mês de Março, e da assembleia-geral, que antecede o arranque da prova.

 

A reunião magna realiza-se no próximo mês e tem como objectivo a apreciação e aprovação dos relatórios de actividades e de contas de 2012, bem como o debate e aprovação do plano de actividades e orçamento de 2013.

 

 

O director executivo da LMF, Marcelino Tovela, assegurou que as datas do arranque do Moçambola e da assembleia-geral serão decididas na reunião de direcção da próxima terça-feira. 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 14:22
 O que é? |  O que é? | favorito

A LIGA Muçulmana tem mais dois jogos de preparação nos pés, desta vez com equipas internas – Incomáti e Ferroviário da Beira - depois do estágio de uma semana na África do Sul, onde defrontou a selecção angolana e o Black Ases da II divisão sul-africana, também em preparação da pré-época, com destaque para a Taça CAF e Moçambola-2013.

 

Os “muçulmanos”, detentores da Taça de Moçambique, defrontam o Gaberone FC, na primeira quinzena de Fevereiro, no Botswana. Mas antes disputarão a Supertaça, a 9 de Fevereiro, no Estádio Nacional do Zimpeto, com o Maxaquene, campeão nacional.

 

 

A Liga Muçulmana recebe o Incomáti, esta tarde (15.30 horas), e medirá forças, no sábado, com o Ferroviário da Beira, no seu reduto, na Matola, tendo como principal objectivo dotar a equipa de maior rodagem e ritmo que lhe permitam estar a um nível competitivo aceitável de modo a encarar os seus adversários com muita tarimba.

 

 

Contrariamente ao Incomáti, que se prepara para enfrentar a divisão secundária (“provincial” de Maputo), uma vez despromovido na época passada, o Ferroviário da Beira está em Maputo também à busca de estofo, porque tem objectivos acrescidos, depois que logrou, pela primeira vez, alcançar o segundo lugar no Moçambola-2012.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:51
 O que é? |  O que é? | favorito

O PRESIDENTE do Têxtil de Púngué, Momed Akbar, mais conhecido por Papú nos meandros desportivos, está a embaraçar a colectividade com constantes ameaças de se demitir do cargo que ocupa, para meia volta fazer o “dito por não dito”.

 

Na sequência desses “ditos por não ditos”, o presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Meque Mucote, convocou eleições para novos corpos gerentes, encontro que, entretanto, viria a ser cancelado, alegadamente porque os sócios querem a continuação de Papú que, aliás, tinha sido eleito sem concorrência na última reunião magna.

 

 

 Porém, a tomada de posse não chegou a acontecer e, no meio de vários problemas, tinha sido criada uma comissão interna para gerir a colectividade. Na terça-feira, novos contornos colocaram a nu a crise, com o presidente da Mesa da Assembleia a dizer que a reunião magna não está cancelada.Os pronunciamentos do presidente da mesa quase culminavam em pancadaria.

 

 

Há uma semana, o presidente da mesa anunciou a realização, para sábado a Assembleia-Geral Extraordinária para a eleição de novos corpos gerentes, alegadamente porque o actual líder tinha renunciado ao cargo por motivos de saúde, razão pela qual terá que se deslocar brevemente para fora do país.

 

 

Outra razão apontada por Papú foi de alegadas mensagens de ameaça que tem estado a receber para abandonar o lugar de presidente do clube, incluindo uma carta que ele disse ter recebido, a qual sugere que a direcção seja liderada por Manuel Maite, outro sócio influente do clube.

 

 

Na semana passada, após o presidente da mesa ter anunciado a realização da reunião magna, Papú reuniu-se no campo de Matadouro com um grupo de sócios e adeptos do Têxtil e foi sugerido por estes a continuar em frente dos destinos da colectividade, que este ano tem a dura missão de manter-se no Moçambola.O presidente afirmou, por sua vez, que continuaria caso não existissem grupinhos no clube.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:46
 O que é? |  O que é? | favorito

O MAXAQUENE empatou ontem com o campeão da Suazilândia, Mbambane Swallows (2-2), em partida que marcou fim do estágio na Vila da Namaacha e que se enquadra na preparação da época que se avizinha. O jogo realizou-se no território suázi, tendo os golos “tricolores” sido marcados por Betinho e Eboh, este último que representou o Costa do Sol na época passada.

 

O Maxaquene vai defrontar, no próximo mês, o Center Chiefs do Botswana, na pré-eliminatória da Liga dos Campeões Africanos.

 

 

Já com pouco mais de duas semanas de preparação, o Maxaquene já realizou dois jogos, tendo ganho o primeiro, por 4-0, e perdeu o segundo, por 4-3. Embora tenha dito ser prematuro tirar conclusões sobre o conjunto, para Salvado estes jogos revelaram a boa capacidade de finalização dos “tricolores”.

 

 

Os campeões nacionais regressam à capital hoje e, no sábado, realizarão o jogo de apresentação, que em principio será contra o Desportivo, seu vizinho e eterno rival. 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:40
 O que é? |  O que é? | favorito

AS transferências a nível dos treinadores agitou o mercado de futebol ao mais alto patamar. Oito equipas do Moçambola, a mais prestigiada prova futebolística nacional, optaram por manter os mesmos timoneiros.

 

Seguindo o velho ditado “a quem ganha não se mexe”, o Maxaquene, campeão nacional, manteve o técnico Arnaldo Salvado. O Ferroviário da Beira, que se notabilizou na época passada com um honroso segundo lugar, continuará a ser comandado por Lucas Barrarijo, enquanto que a Liga Muçulmana, vencedor da Taça de Moçambique, manteve o português Litos.

 

 

O Clube do Chibuto é um dos clubes que também aposta num português para assumir os destinos da colectividade. Trata-se de Vítor Pontes que procurará manter o único representante da província de Gaza no Moçambola.

 

 

O Costa do Sol deposita toda a confiança em Diamantino Miranda, acreditando que o técnico português pode devolver a honra aos “canarinhos” com a conquista do título nacional, algo que já foge há seis anos.

 

 

Chiquinho Conde, que assinou um contrato com o Vilankulo FC por cinco anos e mais cinco de opção, continua a nutrir a confiança do presidente Yassin Amugi e irá sentar-se no banco como líder da equipa técnica pelo terceiro ano.

 

 

Dentre os clubes que optaram por mudar de timoneiro, por diversas razões, a contratação de Vítor Urbano, experiente treinador português, para assumir o Ferroviário de Maputo, foi a que mais se evidenciou, isto porque foi a única equipa das crónicas candidatas ao título, a mexer na liderança da equipa. Urbano chegou para o lugar de Nacir Armando, e sendo que a sua saída da HCB abriu espaço para a entrada do zambiano Weston Nherenda.

 

 

O Chingale apostou em Rogério Mariani que, no ano passado, esteve ao serviço das Águias Especiais do Campeonato de Futebol da Cidade de Maputo, segundo escalão.

 

 

O Ferroviário de Nampula abriu os “cordões à bolsa” e foi buscar o português Rogério Gonçalves para o lugar de Alex Alves, que trocou os ares “locomotivas” pelos “militares”. O brasileiro assinou pelo Matchedje que regressou ao Moçambola.

 

 

O Têxtil do Púnguè dispensou Akil Marcelino e para o seu lugar chamou José Fernando, um técnico também de origem portuguesa.Nacir Armando assumiu os destinos de uma das formações que ascendem esta época ao Moçambola, o Desportivo de Nacala.O Estrela Vermelha da Beira, que é o único estreante na mais importante prova futebolística moçambicana, será treinado por Abdul Omar.

 

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:36
 O que é? |  O que é? | favorito

Maxaquene (Arnaldo Salvado), Liga Muçulmana (Litos), Costa do Sol (Diamantino Miranda), Ferroviário da Beira (Lucas Bararrijo), Chibuto (Vítor Pontes), Vilankulo FC (Chiquinho Conde) e Têxtil do Púnguè (Akil Marcelino).

 

 

TREINADORES QUE ENTRAM



Ferroviário de Maputo (Vítor Urbano), Ferroviário de Nampula (Rogério Gonçalves), HCB (Weston Nyerenda), Chingale (Rogério Mariani), Estrela Vermelha da Beira (Abdul Omar), Matchedje (Alex Alves) e Desportivo de Nacala (Nacir Armando).

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 13:32
 O que é? |  O que é? | favorito

OS Campeonatos Nacionais de Verão de piscina curta (25 metros) arrancam amanhã (15.00 horas) na Associação de Natação da Cidade de Maputo, com sete equipas participantes, sendo quatro da capital do país, nomeadamente Golfinhos, Ferroviário, Desportivo e Tubarões; e três da cidade da Beira, designadamente Ferroviário, Náutico e Universidade Pedagógica.

 

São perto de 200 nadadores que estarão presentes no evento, que será disputado em seis jornadas. O Tubarões é a equipas com mais atletas, sendo que vai participar com 33 masculinos e 25 femininos. Como tem sido apanágio, a cidade de Maputo conta com mais atletas - perto de 150 - e por razões óbvias – tem mais equipas. A cidade da Beira traz no total 50 nadadores, destacando-se o Ferroviário, que é o expoente máximo da cidade.

 

 

A Federação Moçambicana de Natação (FMN) tem asseguradas as condições logísticas. Segundo o regulamento da competição, a FMN contribuirá em 25 por cento nas despesas de transporte das equipas visitantes, neste caso concreto as formações provenientes da cidade da Beira. Porém, apenas os atletas dos escalões de infantis e juvenis.

 

 

As expectativas em termos de objectivos da FMN são boas, tendo em conta que a qualidade competitiva está assegurada com a fixação de mínimos de participação e a limitação de inscrições por cada prova. Os clubes participantes só podem inscrever até dois atletas por prova e os inscritos não podem participar em mais de duas provas individuais por jornada.

 

 

As previsões apontam para uma forte disputa envolvendo o Golfinhos, na qualidade de campeão em título, o Ferroviário da Beira, vice-campeão e Tubarões, que procura afirmação entre os mais destacados.

 

 

Entretanto, a equipa do Centro Cultural do Banco de Moçambique é o único ausente, devido a problemas administrativos.

Os campeonatos que amanhã iniciam prolongar-se-ão até segunda-feira de manhã, data reservada para a distribuição de prémios aos vencedores. 
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:27
 O que é? |  O que é? | favorito

AS modalidades de futebol e basquetebol juntam-se ao ténis e ciclismo nas comemorações dos 41 anos da elevação da Matola à categoria de cidade, que se assinala terça-feira, 5 de Fevereiro. O movimento desportivo vai envolver perto de duzentas crianças, em representação de quase vinte equipas.

 

O torneio de futebol arranca no dia 3 de Fevereiro e será disputado por oito equipas, num sistema de eliminatórias. Assim, no primeiro dia, realizar-se-ão os desafios dos quartos-de-final. No dia seguinte, as meias-finais, e a 5 de Fevereiro, por sinal o dia da urbe, a final e o jogo de atribuição de terceiro e quarto lugares.

 

 

O certame terá lugar no campo do Desportivo da Matola e nele estarão envolvidas crianças de idades compreendidas entre oito e 14 anos, em ambos sexos.

 

 

As partidas de basquetebol terão lugar no pavilhão da Escola Primária de Bagamoyo e, neste momento, decorrem as inscrições das equipas.

O futebol irá igualmente contar com oito equipas dos oito aos 14 anos, em ambos os sexos.No final das provas, os vencedores serão premiadas com medalhas e taças, para além de material escolar.

 

 

MEIA-MARATONA FICA DE FORA 

Como tem sido hábito nas comemorações dos aniversários da cidade da Matola, o município organiza maratonas internacionais, mas este ano não haverá corrida, segundo avançou Sebastião Bebe, coordenador do desporto naquela autarquia.

 

 

Não vamos organizar maratona, pois este ano teremos outra prova de cariz internacional, o “Open da Matola” em ténis. Mas iremos retomar nos próximos anos”, avançou.

 

 

Bebe disse ainda que seria uma grande “ginástica”, em termos organizacionais, Matola acolher meia-maratona juntamente com “Open de Ténis”, pois são duas provas que, por serem de âmbito internacional, precisam de muito pessoal de apoio e boas condições logísticas.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 13:22
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
18
19
20
22
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO