Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 30 DE Janeiro 2013

A SEGUNDA edição do torneio internacional de ténis, denominado “Matola Open”, evento co-organizado pela Federação Moçambicana da modalidade (FMT) e o Município da Matola, arranca esta sexta-feira nos “courts” do Jardim Tunduru, em Maputo, envolvendo pouco mais de 100 atletas da região austral.

 

Para o evento, promovido com o intuito de proporcionar oportunidade aos tenistas moçambicanos de aumentar as suas capacidades e melhorar a sua performance competitiva, está confirmada a presença de atletas da Suazilândia, África do Sul, Lesoto, Botswana e Zimbabwe.A organização estima a participação de 30 tenistas estrangeiros e perto de 70 moçambicanos, que se baterão pela partilha de cinco mil dólares norte-americanos, disponibilizado pelo Município da Matola, na qualidade de patrocinador do evento.

 

 

Aliás, o evento está inserido nas celebrações de 5 de Fevereiro, data do aniversário da urbe, razão pela qual a fase final do torneio (meias-finais e finais) será disputada no Centro Cultural do Banco de Moçambique, na Matola. A fase preliminar (até quartos-de-final) terá lugar nos “courts” do Jardim Tunduro.

 

 

O evento será disputado em seis categorias, designadamente singulares homens e senhoras, rapazes e raparigas, e pares homens e senhoras. Os vencedores de cada escalão serão apurados ao fim de três “sets”, com desempates em cada uma em caso de se registarem igualdades.

A organização está empenhada na criação de condições de alojamento e alimentação como forma de garantir maior número de participantes no torneio.

 

 

 

MAIOR FATIA PARA HOMENS

 

 

A maior fatia dos cinco mil dólares em disputa será destinada a singulares homens. O vencedor de “homens” receberá mil dólares, contra 700 de “senhoras”. Os melhores de pares homens e senhoras receberão respectivamente 800 e 500 dólares.

Por seu turno, os finalistas vencidos de “homens” e “senhoras” amealharão, respectivamente, 500 e 300 dólares; os de pares homens e senhoras 400 e 200 dólares.

 

 

Por último, os semi-finalistas de singulares homens e senhoras ganharão 200 dólares cada, enquanto os de pares terão o prémio de 100 cada.

Os vencedores de rapazes e raparigas receberão apenas troféus. 

 

 

Recordar que a primeira edição foi dominada por estrangeiros. A melhor prestação moçambicana foi conseguida por Kiara Maher, na altura campeã nacional de senhoras. Foi finalista vencida, facto que lhe conferiu boa parte dos cinco mil dólares norte-americanos em disputa.Entretanto, os registos de participação vão acontecer até as 18.00 horas de amanhã, para permitir que o quadro de competições esteja pronto no mesmo dia.

Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito

O CICLISMO será uma das atracções nas festividades dos 41 anos da elevação da Matola à categoria da cidade, que se assinala terça-feira, 5 de Fevereiro. A competição, que irá juntar cerca de 100 ciclistas, entre federados e populares em ambos os sexos, é co-organizada pela Associação de Ciclismo da província de Maputo e Condomínio Janela do Rio, em parceira com a empresa CGM.

 

As provas irão decorrer num circuito à volta do Condomínio Janela do Rio, localizado no bairro Tchumene, juntando para além dos já anunciados federados e populares, também  crianças de idades compreendidas entre 6 a 10 anos na categoria de BMX.

 

 

A corrida de federados terá um percurso de 30 quilómetros, cerca de 24 voltas ao circuito à volta do Condomínio. A dos populares terá 10 quilómetros, oito voltas e as crianças irão percorrer cinco.

 

 

Segundo os organizadores, é obrigatório o uso de capacete por parte dos participantes, sendo que os que ocuparem os primeiros três lugares serão premiados com medalhas, troféus e valores monetários.

 

 

Em relação às condições logísticas, os organizadores avançam que todas as condições estão criadas para o evento, incluindo a presença das autoridades policiais quer da República (PRM), quer municipais além do pessoal de apoio e socorro.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:10
 O que é? |  O que é? | favorito

ESTÁ tudo pronto para o arranque, nos finais do próximo mês, dos campeonatos nacionais de boxe em ambos os sexos e em diversas categorias, referentes ao ano passado, que, entretanto, não se realizaram devido a problemas organizacionais da Federação Moçambicana da modalidade (FMBOXE).

 

De acordo com o porta-voz da Comissão de Gestão da FMBOXE, António Paulo, estão a ser acautelados os últimos pormenores, casos de alimentação e alojamento dos atletas.

 

 

Para já, a Comissão de Gestão já garantiu apoio para a alimentação dos atletas, dirigentes, árbitros e outros intervenientes nas competições. O município da Matola, hospedeiro do evento, e um empresário local é que se responsabilizarão pelos mantimentos.A empresa Água da Namaacha assegura apoio em água e deu uma ajuda financeira aos organizadores.

Penso que estaríamos muito mais avançados que agora, mas neste momento o município, que é o nosso principal suporte, tem os seus quadros empenhados nos preparativos do dia da autarquia, que se assinala a 5 de Fevereiro. Assim algumas coisas tiveram de parar”, explicou António Paulo.

 

 

Segundo Paulo, os combates vão decorrer na Escola Secundária da Zona Verde e o centro de alojamento será na delegação do Ministério das Obras Públicas e Habitação, localizado na Machava.

 

 

O nosso interlocutor revelou ainda que para que nada falte são necessários 525 mil meticais, sendo que parte desta verba já está garantida, graças ao apoio do Instituto Nacional do Desporto e Município da Matola.

 

 

Nestas provas irão tomar parte os clubes e academias de Maputo, Nampula, Inhambane, Gaza, Manica e Sofala. Da cidade de Maputo, particularmente, já confirmaram presenças as academias Lucas Sinóia e Paulo Jorge, Rectificadora LM, o Ferroviário, Matchedje e o Núcleo do Jardim.

 

 

ELEIÇOES À VISTA



À margem dos “nacionais”, terão lugar eleições dos novos corpos gerentes da FMBOXE, que neste momento está sem direcção desde a demissão de Luís Caldeira em Outubro.

 

 

Assim, a Comissão de Gestão quer aproveitar a realização dos “nacionais” para o escrutínio, pois será uma oportunidade de se ter todos os presidentes das associações provinciais presentes (os únicos com direito a voto).

 

 

Para já, três nomes desfilam para chegar à presidência da FMBOXE. Benjamim Uamusse, mais conhecido por Big Ben nos meandros desportivos, foi o primeiro a manifestar publicamente a sua candidatura.

 

 

Outros nomes são Spiros Esculudes e António Balú, dois velhos homens do boxe e que já ocuparam cargos directivos na federação.
Fonte:Jornal Noticias
publicado por Vaxko Zakarias às 10:05
 O que é? |  O que é? | favorito




AS equipas da A Politécnica de Maputo, em masculinos e femininos, sagraram-se campeões nacionais de basquetebol de juniores, provas que decorreram na cidade de Chimoio, província de Manica.

 

Em masculinos A Politécnica derrotou o Desportivo de Maputo, depois de estar a perder no primeiro período e até ao intervalo por uma diferença de quatro pontos.

 

 

No reatamento, depois de um puxão de orelhas, os “estudantes” reencontraram-se, virando o rumo dos acontecimentos, tendo vencido a partida por uma diferença de 20 pontos, (79-59).O terceiro lugar ficou nas mãos da Soprotecção de Quelimane, que derrotou o Atlético Clube de Gondola, por 88-36.

 

 

Em femininos, A Politécnica derrotou o Ferroviário da Beira, por 61-30, no jogo da quinta e última jornada, num certame que contou com a participação de cinco equipas. Até ao intervalo, a colectividade de Maputo já vencia por uma diferença de 20 pontos (39-19).

 

 

Em terceiro lugar ficou a Universidade Pedagógica de Manica, que venceu o Desportivo de Maputo por 60-51, depois 32-28 ao intervalo. Nesta ronda, esteve de fora a SoProtecção de Quelimane.

 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:56
 O que é? |  O que é? | favorito

O CAMPEONATO Nacional de básquete em seniores femininos arranca sexta-feira, 1 de Fevereiro, no pavilhão do Desportivo, na cidade de Maputo.

 

A festa nacional do básquete feminino envolverá, em princípio, seis equipas, quatro das quais da capital do país, nomeadamente a Liga Muçulmana, actual detentora do título, A Politécnica A, Ferroviário de Maputo e Costa do Sol.

 

 

Das províncias de Manica e Tete, estão confirmadas as presenças da Abílio Antunes e A Politécnica.

 

 

É provável que durante o dia de hoje e amanhã mais equipas das outras províncias confirmem a participação. De acordo com Renato Bambo, secretário-geral da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), aguardava-se ontem a confirmação do representante de Sofala. 

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:49
 O que é? |  O que é? | favorito

A CIDADE de Maputo acolhe a partir de sexta-feira e até 8 de Fevereiro as eliminatórias da Zona VI para o Campeonato Africano de Basquetebol em seniores masculinos (Afrobasket), que terá lugar na Costa do Marfim.

 

Neste torneio de apuramento tomarão parte, para além da Selecção Nacional, os combinados da África do Sul, Zâmbia, Zimbabwe, Lesotho e Namíbia. Segundo o secretário-geral da Federação Moçambicana de Basquetebol (FMB), Renato Bambo, está tudo a postos para que Moçambique acolha este evento, faltando apenas a confirmação da participação de algumas selecções.  



SELECÇÃO ACELERA PREPARAÇÃO



Entretanto, a Selecção Nacional está em preparação desde segunda-feira no Pavilhão do Desportivo, em treinos que decorrem das 20.00 às 20.00 horas. O objectivo é a qualificação para o Afrobasket, mesmo ciente das dificuldades que a equipa irá enfrentar, sobretudo, diante das selecções da Zâmbia e da África do Sul.

Aliás, quer a Zâmbia, quer a África do Sul, nos últimos tempos têm vindo a praticar bom basquetebol, constituindo uma grande ameaça ao combinado nacional.

 

 

Milagre Macome, seleccionador nacional, está ciente disso e, segundo ele, o jogo exterior será a grande aposta da equipa nacional neste torneio para evitar muitos contactos físicos com os pujantes jogadores das equipas adversárias.

 

 

Macome não espera vida fácil nas eliminatórias, mas garante que com ou sem dificuldades Moçambique deve qualificar-se para o Afrobasket.

 

 

Zâmbia é uma selecção em crescendo e tem jogadores que actuam fora do país, a África do Sul idem, já provou que é uma grande ameaça para Moçambique. Num passado não muito longínquo afastou-nos de uma edição de Afrobasket, por isso devemos ter muitas cautelas”, sublinhou Macome.

 

 

Para esta grande frente, o seleccionador nacional pré-convocou os seguintes atletas: Fernando Manjate (Nandinho), Sílvio Letela, Stélio Nuaila, Sérgio Macuácua, Samora Mucavele, Manuel Uamusse (Maxaquene).

 

 

 Custódio Muchate, Octávio Magoliço e Ermelindo Novela (FERROVIÁRIO DE MAPUTO). André Velasco, Armando Baptista, Luís Barros e Ismael Noormamad (FERROVIÁRIO DA BEIRA). Augusto Matos, David Canivete Jr, Pio Matos e Amarildo Matos (DESPORTIVO). Bagio Chimondzo e Sérgio Andrade (COSTA DO SOL).

 

 

A Selecção Nacional volta a jogar pela primeira vez desde o término dos Jogos Africanos que decorreram na capital do país em Setembro de 2011.
Fonte:Jornal Noticia
publicado por Vaxko Zakarias às 09:37
 O que é? |  O que é? | favorito
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
18
19
20
22
26
27
28
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO